Greice kelly carvalho rodrigues a concepçÃo de educaçÃo na república de platãO



Baixar 23.57 Kb.
Encontro04.08.2016
Tamanho23.57 Kb.


Universidade
Estadual de Londrina
GREICE KELLY CARVALHO RODRIGUES

A CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO NA REPÚBLICA DE PLATÃO
orientador
prof. Dr. Joaquim José de Moraes Neto
Departamento de Filosofia
CLCH

Projeto A Política de Aristóteles


Projeto N.º 05427


LONDRINA


2010

1. Título


A concepção de Educação na República de Aristóteles.

2. Objetivos

2.1Objetivos gerais


a) Estudar o conceito de educação em Platão e sua contribuição para a formação do homem e do estado perfeito.

2.2Objetivos específicos


Demonstrar que a Educação em Platão possui um cunho modelador, não só de almas, mas também da pólis.Com a intensão de se constituir, por meio do equilibrio, homens e Governos justos, ou seja, perfeitos.

3. Justificativa da proposta (fundamentação teórica)


Platão propõe na República a idéia de um Estado perfeito, por conseguinte, um Governo Justo, em equilíbrio.

É nesse ponto que a Educação é primazia em Platão, posto que, torna-se alavanca do Estado (JAEGER, 2001).

A educação, então, é entendida como modeladora. Modela a alma que proporcionará a formação de homens justos, equilibrados. Logo, esses homens “perfeitos” ocasionarão a estrutura semelhante de um Estado perfeito. (JAEGER, 2001 pag.751).

Portanto, para Platão, a alma é o protótipo do Estado (JAEGER, 2001 pag. 762). Com isso, podemos expor a importância da Educação em Platão no Livro a Republica. Pois moldando a alma, ou seja, educando a alma, educa-se o Estado.

Logo, a investigação da Republica não deve ser compreendida apenas no âmbito político, mas, educacional. Posto que, esse livro configura-se como um importante referencial quando se trata de Educação. “Quereis ter uma idéia de educação pública, lede a República de Platão. Não se trata de uma obra de política, como pensam os que julgam os livros pelos títulos:é o mais belo tratado de educação que jamais de escreveu.” (Emílio, ou da Educação,pag. 14).

4. Metodologia


Principalmente pesquisa bibliográfica, com exame de obras do filósofo e de comentadores.

5. Plano de trabalho


PLANO DE TRABALHO
 I) Relação da alma e do Estado
     1.1. Contexto histórico
     1.2.  Visão de Platão
     
II) Formação da alma e do Estado
     1.1. Contexto histórico
     1.2.  Visão de Platão
III) Conceito de justiça e equilíbrio na educação
     3.1. O indivíduo
     3.2. A polis
     3.3. A educação como harmonia.
IV) Conclusão

Cronograma de atividades (Deve seguir os passos do Plano de trabalho)






julho/10

agosto/10

setembro/10

outubro/10

novembro/10

dezembro/10

lev de outras fontes1



















leitura



















redação artigo





















6. Referências bibliográficas


:
JAEGER, Werner Wilhelm. Paideia : a formação do homem grego. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
ROSSEAU, Jean Jacques. Emílio ou da Educação. São Paulo: Difusão européia do livro, 1968.
PLATÃO. A República. São Paulo: Escala, coleção grandes Obras do pensamento universal.

7. Resumo do trabalho


O trabalho se propõe a identificar a concepção de educação na Republica de Aristóteles e a contribuição para o equilíbrio da alma e do Estado. Entendendo que a educação visa a formação e modelagem da alma, afim de alcançar o equilíbrio, ou seja, a harmonia que conduzirá ao Estado perfeito proposto por Platão.



1 Especialmente comentadores (obras específicas e consagradas, dissertações e teses).



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal