Grupo de Estudos de Gênero naci/ufrgs – 2006/i gênero para Antropólogas Leigas



Baixar 28.36 Kb.
Encontro24.07.2016
Tamanho28.36 Kb.
Grupo de Estudos de Gênero - NACI/UFRGS – 2006/I
Gênero para Antropólogas Leigas

Proponentes: Alinne Bonetti (Unicamp/Pesquisadora associada NACI), Elisiane Pasini – (Themis/Pesquisadora associada NACI), Miriam Steffen Vieira (NACI/UFRGS), Pilar Uriarte (NACI/UFRGS) e Soraya Fleischer (NACI/UFRGS)
Organização e sistematização: Alinne Bonetti (Unicamp/Pesquisadora associada NACI)
Formato: Grupo de estudos voltado para os integrantes do NACI, aberto a convidados. Reúne-se de 15 em 15 dias, às quartas-feiras, das 19 hs – 21:30 hs, com rodízio de local de encontro. Os textos estarão disponíveis antecipadamente em alguma fotocopiadora próxima do campus central da UFRGS. Tentaremos convencer o pessoal do xérox a abrir uma pasta para o nosso grupo. Em breve, daremos notícias mais concretas.
Objetivo: Num primeiro momento, as discussões pretendem proporcionar o contato com alguns textos centrais da teoria feminista/estudos de gênero e as distintas concepções e usos do conceito de gênero. Em especial, busca-se conhecer um pouco da relação entre a antropologia e os estudos de gênero: a historicidade desta relação, principais questões e impactos na disciplina, fornecendo uma formação básica sobre o tema. O desafio proposto, para um segundo momento, é o de que os pesquisadores articulem essa literatura com seus temas de pesquisa e apresentem as suas reflexões num seminário aberto, a ser organizado posteriormente.
Segue uma proposta inicial de discussão, de caráter absolutamente aberto. Fiquem à vontade para sugerir novas leituras, datas, encontros, locais...

Programa:
15.03: Discussão, concepção e montagem do grupo
Local: Casa da Alinne – Gen. João Telles, 523/32 (fone: 33118769)

Bloco I: Breve panorama sobre gênero – um passeio por diferentes visões
29.03: Tributo à Joan Scott

Textos:

SCOTT, Joan W. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. In Educação e Realidade, Porto Alegre, 16(2):5-22, jul/dez. 1990, pp. 05-19

_______. Experiência. In SILVA, Alcione Leite da; LAGO, Mara Coelho de Souza e RAMOS, Tânia Regina Oliveira (orgs.). Falas de Gênero – Teorias, análises, leituras. Editora Mulheres: Ilha de Santa Catarina, 1999.

GROSSI, Miriam; HEILBORN, Maria Luiza e RIAL, Carmen. Entrevista com Joan Wallach Scott. In Revista Estudos Feministas, Rio de Janeiro, IFCS/UFRJ, VOL6. N.1/98, pp. 114- 124


Local: Casa da Pilar - Cel. Genuíno, 449/404 (fone:30285892)
12.04: Tributo à Butler

Textos:

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero – Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2003. (prefácio e capítulo 1 – pp. 07- 60)

_____. O parentesco é sempre tido como heterossexual? In Cadernos Pagu (21) 2003, pp. 219 – 260

BUTLER, Judith e RUBIN, Gayle. Tráfico sexual – entrevista. In Cadernos Pagu (21) 2003, pp. 157 – 209

PISCITELLI, Adriana. Comentário. Cadernos Pagu (21) 2003, pp. 211-218.
Local: a combinar
26.04: Outros olhares para o gênero

Textos:

LAURETIS, Teresa de. A tecnologia do gênero. In HOLLANDA, Heloisa Buarque de. (org.) Tendências e Impasses – o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

MOORE, Henrietta. Understanding sex and gender. In INGOLD, Tim (ed.) Companion Encyclopedia of Anthropology. Londres: Routledge, 1997.

(Há uma tradução em português feita pelo Prof. Júlio Assis Simões – USP, exclusivamente para uso didático)

NICHOLSON, Linda. Interpretando o gênero. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, CFH/CCE/UFSC, VOL8. N.2/2000, pp. 09- 41
Local: a combinar

Bloco II: Antropologia, feminismo e Gênero –momentos marcantes dessa relação
10.05: Os primórdios: Antropologia da Mulher

Textos:

ROSALDO, Michelle Z. e LAMPHERE, Louise. Introdução. In ROSALDO, Michelle Z. e LAMPHERE, Louise (coords.) A mulher, a cultura e a sociedade. Rio de Janeiro, Editora Paz e Terra, 1979.

ROSALDO, Michelle Z. A mulher, a cultura e a sociedade: uma revisão teórica. In ROSALDO, Michelle Z. e LAMPHERE, Louise (coords.) A mulher, a cultura e a sociedade. Rio de Janeiro, Editora Paz e Terra, 1979.

ORTNER, Sherry.Está a mulher par ao home assim como a natureza para a cultura? In ROSALDO, Michelle Z. e LAMPHERE, Louise (coords.) A mulher, a cultura e a sociedade. Rio de Janeiro, Editora Paz e Terra, 1979.

RUBIN, Gayle. The Traffic in Women: notes on the ‘Political Economy’ of sex. In REITER, Rayna Rapp (ed.). Toward na anthropology of women. New york and London: Monthly Review Press, 1975.

(há uma tradução para o português – feita pelo SOS-Corpo de Recife - e outra para o espanhol – Rubin, Gayle. El tráfico de mujeres: notas sobre la “economia política” del sexo. In Nueva Antropologia, vol. VIII, no. 30, México, 1986. Posso disponibilizar as versões em inglês e espanhol)


Local: a combinar
24.05: Antropologia da mulher – revisões críticas

Textos:

MACCORMACK, Carol. Nature, culture and gender. In MACCORMACK, Carol and STRATHERN, Marilyn. Nature, culture and gender. Cambridge, Cambridge University Press, 1980.


ROSALDO, Michelle Z. O uso e o abuso da antropologia: reflexões sobre o feminismo e o entendimento intercultural. Revista Horizontes Antropológicos – Gênero, PPGAS/UFRGS, Porto Alegre, ano 1, no. 1, 1995.
ORTNER, Sherry & WHITEHEAD, Harriet. Introduction: Accounting for sexual meanings. In ORTNER, Sherry & WHITEHEAD, Harriet (eds). Sexual Meanings – the cultural construction of gender and sexuality. Cambridge/London/New York/Melbourne/Sydney: Cambridge University Press, 1981.
Local: a combinar
07.06: Antropologia e feminismo = antropologia feminista? I
Textos:

STRATHERN, Marilyn. An awkward relationship: the case of feminism and anthropology. In SIGNS, vol 12, no.02, winter 1987.

_________. Entre uma melanesianista e uma feminista. In Cadernos Pagu (8/9) 1997: pp. 7-49.

MOORE, Henrietta. Feminism and anthropology. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1988. (Capítulos: Feminism and anthropology: the story of a relationship e Feminist Anthropology: What Difference does it make?)



Local: a combinar
21.06: Antropologia e feminismo = antropologia feminista? II
Textos:

BONETTI, Alinne de Lima. Antropologia Feminista: o que é esta antropologia adjetivada? Texto apresentado à disciplina Antropologia e Estudos de Gênero, ministrada pela Profa. Dra. Guita Debert, PPGSC/IFCH/Unicamp, Campinas, 2004/II.

CORRÊA, Mariza. O espartilho da minha avó – linhagens femininas na antropologia. In CORRÊA, Mariza. Antropólogas & Antropologia. Belo Horizonte: Editora da UFMG/Humanitas, 2003.

CAVALCANTI, Maria Laura V.C.; FRANCHETTO, Bruna e HEILBORN, Maria Luiza. Antropologia e Feminismo. In CAVALCANTI, Maria Laura V.C.; FRANCHETTO, Bruna e HEILBORN, Maria Luiza. (orgs.) Perspectivas Antropológicas da Mulher 1. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981.


Local: a combinar
05.07: Antropologia e estudos de gênero no brasil – um breve panorama
Textos:

CORRÊA, Mariza. Do feminismo aos estudos de gênero no Brasil: um exemplo pessoal. Cadernos Pagu (16) 2001, pp. 13-29.

GREGORI, Maria Filomena. . Estudos de gênero no Brasil (comentário crítico). In MICELI, Sérgio (org). O que ler na ciência social brasileira (1970-1995). Volume 2 – Sociologia. São Paulo/ Brasília: Editora Sumaré/Anpocs/Capes, 1999.

HEILBORN, Maria Luiza. Fazendo Gênero? A Antropologia da Mulher no Brasil. In BRUSCHINI, Cristina e COSTA, Albertina de Oliveira (orgs.).Uma questão de gênero. São Paulo: Editora Rosa dos Tempos/Fundação Carlos Chagas, 1992.

HEILBORN, Maria Luiza e SORJ, Bila. Estudos de gênero no Brasil. In MICELI, Sérgio (org). O que ler na ciência social brasileira (1970-1995). Volume 2 – Sociologia. São Paulo/ Brasília: Editora Sumaré/Anpocs/Capes, 1999.

MACHADO, Lia Zanotta. Estudos de gênero: para além do jogo entre intelectuais e feministas. In SCHPUN, Mônica Raisa. (org.) Gênero sem fronteiras – oito olhares sobre mulheres e relações de gênero. Florianópolis: Editora Mulheres, 1997.

SEGATO, Rita. Os percursos do gênero na antropologia e para além dela. Série Antropologia, no. 236. DAN/ICS/UNB, 1998 (Disponível em http://www.unb.br/ics/dan/serie_antro.htm).
PS.: Estou à procura de um texto representativo do grupo de Antropologia e Gênero de Santa Catarina para compor essa pequena “amostra”. Há um de 89, escrito pelo “Grupo Em Canto” (formado por antropólogas e sociólogas, que deu origem ao que hoje é o Fazendo Gênero), sobre o conceito de gênero. Alguém tem esse texto? Ou algum outro para incorporar aqui? A gente poderia desdobrar esse encontro em dois, e estender os encontros para o segundo semestre. Enfim, são idéias.
Local: a combinar
Bloco III: Antropologia com influência feminista – alguns exemplos
19:07: Antropologia, gênero e poder I
Textos:

STRATHERN, Marilyn. The gender of the gift. Problems with women and problemas with society in Melanesia. Berkeley/ Los Angeles/ London: University of Califórnia Press, 1988. ( Capítulos: 1 Anthropological Strategies, 2 A place in the feminist debate e 5 – Power: claims and counterclaims. Há uma tradução para o português dos capítulos 1 e 5 feita pela Profa. Dra. Mariza Corrêa – Unicamp, exclusivamente para uso didático)

WEINER, Annette B. Women of Value, men of renown – new perspectives in Trobriand Exchange. Austin: University of Texas Press, 1976. (Introdução, cap. 5 “To be young and beautiful” e conclusão)
Local: a combinar
02.08: Antropologia, gênero e poder II
Textos:

ORTNER, Sherry. Making gender – toward a feminist, minority, postcolonial, subaltern, etc., Theory of Practice. In ORTNER, Sherry. Making Gender – The politics and erotics of culture. Boston: Beacon Press, 1996.


ERRINGTON, Shelly. Recasting sex, gender and power: a theoretical and regional overview. In ATKINSON, Jane Monning and ERRINGTON, Shelly (ed.). Power and Difference – Gender in Island Southeast Asia. Stanford: Stanford University Press, 1990.

Local: a combinar
16.08: Antropologia, gênero e parentesco

Textos:

COLLIER, Jane F. & YANAGISAKO, Sylvia J. (eds). Gender and kinship – Essays toward a unified analysis. Stanford: Stanford University Press, 1987. (Introdução e capitulo 1)

CARSTEN, Janet. Introduction: Cultures of relatedness. In CARSTEN, Janet. (ed.). Culture of Relatedness – New approaches to the study of kinship. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

FONSECA, Claudia. De afinidades a coalizões: uma reflexão sobre a transpolinização entre gênero e parentesco em décadas recentes da antropologia. Trabalhado apresentando no Fórum especial: perspectivas feministas e a antropologia contemporânea, V Reunião de Antropologia Mercosul, Florianópolis, dezembro/2003.



Grossi, Miriam P. Gênero e Parentesco: famílias gays e lésbicas no Brasil Cadernos Pagu (21) 2003, pp. 261-280.
Local: a combinar
30.08: VII Seminário Internacional Fazendo Gênero - Todo mundo lá!!
Povo naciano,

Se tudo correr bem, retomamos o grupo em 2006/II, com uma nova programação e a realização de um seminário ou um pequeno curso de extensão. Por enquanto é isso, pessoal!

Nos vemos, então, no próximo dia 29.03, às 19 hs, na casa da Pilar para a primeira reunião de discussão dos textos previstos e eventual re-discussão do programa. Tragam as suas sugestões!

Inté,


Alinne

Porto Alegre, 16 de março de 2006.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal