Gustavo Korte


Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte



Baixar 1.47 Mb.
Página6/32
Encontro29.07.2016
Tamanho1.47 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   32

Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte

34

Por exemplo, sabe-se que um machado corta uma árvore, uma vez que o agente obedeça a certos



movimentos e tenha o fio do corte dirigido contra o tronco. Antes que se esclareçam os pormenores desse

fenômeno, alguém pergunta se é possível cortar a árvore aplicando o dorso do machado na madeira. Ao invés



de teorizar a explicação, indicando a espessura da árvore, o poder de penetração do instrumento pérfurocortante,

o agente questionado simplesmente vira o machado e bate com o seu dorso no tronco, sem produzir

o corte desejado. Agiu operacionalmente e mostrou, sem teorizar, que a incidência da ferramenta pelo lado

mais grosso não causa um corte mas um amassado. Daí conclui-se que, manejado na posição invertida, o

machado não serve para o corte de madeira.

7. O que entendemos por disciplina

Etimologicamente, o verbete disciplina41 tem origem no latim. Disciplina42 traduz pelo

menos três significados, a saber: a) domínio particular do conhecimento; matéria de ensino; b)

conjunto de regras de conduta imposto aos integrantes de uma coletividade visando assegurar o

bom funcionamento da organização social; obediência a essas regras e c) regra de conduta que o

indivíduo se impõe.

Em escritos que procuram identificar o significado anunciado pelo senso comum,

podemos ver que disciplina inclui três entendimentos fundamentais. O primeiro, traduz

conhecimentos adotados por campo específico de atuação intelectual sistematizada, que na

linguagem corriqueira está contido na idéia genérica de matéria de conhecimento. O segundo,

revela na postura de obediência e submissão do homem a regras de conduta que entende, por si

próprio, como válidas (autodisciplina) e as adota como método de comportamento. O terceiro,

envolve regras e códigos comportamentais específicos e próprios de certas coletividades, tais

como militares, religiosas ou filosóficas.

Na abordagem feita mediante utilização do método designado autoritarismo, o significado

de disciplina nos leva a compreender a necessidade de que sejam disciplinadas as ações que

ocorrem na busca do conhecimento, sobretudo em matérias e campos específicos. Verifica-se

também que nas abordagens sistemáticas do conhecimento, somos guiados pelo senso comum

onde a disciplina coletiva marca o desenvolvimento do processo, limitando-o e contendo-o

segundo regras e normas usuais.

A disciplina pode ter diferentes origens em relação ao contexto e às pessoas e demais

elementos envolvidos no fenômeno. Por análoga ao conceito de ordem, disciplina pode ser

implícita ou explícita. Pode ser imanente ou transcendente. Quando ocorre nos fenômenos éticos,

o que designamos disciplina pode ter origem interna, ou seja, endógena e que é interior aos

personagens. A disciplina endógena, em geral, é designada autodisciplina.

O fenômeno disciplina quando tem origem externa ou exógena, resulta de poderes ou

forças externas ao sujeito que a ela se refere. A disciplina que resulta da autoridade é exemplo

de origem exógena. Ação disciplinada diz respeito à ordem, à instrução, à direção e ou

41 Segundo Guido Gómez de Silva, em Breve dicionário de la lengua Española, México: Fondo de Cultura Econômica, 1995, 4.ª ed., disciplina

traz o significado de comportamento obediente e ordenado, assimilado ao de ensinamento, instrução, conhecimento.

O dicionário Novo Aurélio, em CD Rom, enumera, no verbete disciplina, vários significados, a saber: [Do lat. disciplina.] 1.Regime de ordem

imposta ou livremente consentida. 2. Ordem que convém ao funcionamento regular duma organização (militar, escolar, etc.). 3. Relações de

subordinação do aluno ao mestre ou ao instrutor. 4. Observância de preceitos ou normas. 5. Submissão a um regulamento. 6. Qualquer ramo

do conhecimento (artístico, científico, histórico, etc.). 7. Ensino, instrução, educação. 8. Conjunto de conhecimentos em cada cadeira dum

estabelecimento de ensino; matéria de ensino. Disciplinas [Pl. de disciplina .] S. f. pl. 1. Correias com que frades e devotos se açoitam por

penitência ou castigo.

O Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa, de Caldas Aulete, informa que disciplina é: 1. Instrução e direção dada por um mestre a seu



discípulo; 2. Submissão do discípulo ‘a instrução e direção do mestre; 3. Imposição de autoridade, de método, de regras ou de preceitos; 4.

Respeito à autoridade; observância de método, regras ou preceitos; 5. Qualquer ramo de conhecimentos: científicos, artísticos, lingüísticos,

históricos, etc.; 6.Conjunto das prescrições ou regras destinadas a manterem a boa ordem e regularidade em qualquer assembléia ou

corporação; a boa ordem resultante da observância dessas prescrições e regras; a disciplina militar; a disciplina eclesiástica, etc.

42 Hachette – le dictionnaire du Français. Paris: Hachette, 1992.



Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte

35

instrumentação que norteiam a ação voluntária. Pode referir-se tanto à ação direcionada por um

mestre como à submissão do agente às regras que regulam o procedimento.

Quando identificamos fenômenos disciplinados entre as ocorrências de um determinado

conjunto, o verbete disciplina evidencia-se como adjetivo revelador de regras determinantes ou

reguladoras do referido conjunto. Quando nos referimos à metodologia, o significado contido no

verbete disciplina diz respeito ao conjunto das prescrições ou regras destinadas a manterem a boa

ordem e regularidade no processo de abordagem de um determinado campo do conhecimento. A

disciplina ordenatória induz à sistematização das informações, ações e procedimentos de que

pode resultar o conhecimento.



8 - Caminhos inter, multi, pluri e transdisciplinares

Procuremos, por analogia, sinalizar os primeiros conceitos sobre inter, multi, pluri e

transdisciplinaridade. Inter43, como prefixo originado do latim, sugere posição intermediária e

também reciprocidade. Assim, as palavras que trazem o prefixo inter indicam o significado do

que permeia elementos de uma mesma natureza.

Diz-se interamericano o que é relativo a ou o que se efetua entre as Américas; mas não é

designado interamericano aquilo que transcende o território americano. Diz-se interbancário o

que se observa ou se realiza entre bancos, mas não é interbancário o conjunto de relações que

transcendem as relações entre bancos. Intercelular é o que está localizado ou se movimenta entre

as células, mas não é intercelular o processo de propagação de ondas eletromagnéticas que

transcende os limites celulares. Interclubes é o que ocorre entre dois ou mais clubes sem exceder

os seus limites sociais. Intercomunitário é o que se manifesta, existe ou ocorre entre

comunidades, mas não o que transcende os objetivos ou ações comuns.

Inter aporta o significado do que ocorre, é manifestado, processado, encontrado ou

situado entre coisas que mantêm sua individualidade e cuja natureza é preservada. Inter sugere

inexistência de processos invasivos ou modificadores das características dos elementos do

conjunto a que se refere Interdisciplinaridade revela o caminho cognitivo percorrido por entre

várias disciplinas, quando o observador recebe a contribuição metodológica e informativa das

disciplinas individualizadas sem que estas sejam afetadas ou dirigidas pelos resultados.

Exemplificando: o observador recorre a várias disciplinas que supõe necessárias e suficientes para o

estudo específico de determinada relação fenomenológica. Isso ocorre nos trabalhos de ecologia,

especificamente para o estudo da biocenose44. Para os estudos da biocenose concorrem necessariamente várias

disciplinas tais como fisiologia vegetal, botânica, zoologia e meteorologia. Da mesma forma, nos estudos

abrangentes da oceanografia e da fitogeografia, do caminhar das geleiras e das florestas, e assim por diante.

Pela mesma trilha, em observações que enfocam o funcionamento do cérebro, usam-se informações e recursos

da neurologia e da fisiologia, que são campos de conhecimento diferentes, e compõem-se as teorias e os

enunciados sem que fisiologia e neurologia, como disciplinas distintas, sejam alteradas ou modificadas em

face dos resultados. As informações obtidas são integradas e justapostas sem formar ou anunciar uma

influência nas disciplinas, mas como resultado destas.



Multidisciplinaridade expressa a abordagem do conhecimento mediante recursos

metodológicos provenientes não necessariamente de várias disciplinas que, embora não sejam

convergentes em relação ao objeto de estudos, concorrem com seus métodos e informações de

modo genérico. Na multidisciplinaridade as disciplinas não convergem no objeto de estudos, mas

contribuem de forma difusa para os resultados.

43 Novo Aurélio: Verbete: inter- [Do lat. inter.] Pref. = 'posição intermediária': 'reciprocidade': [Equiv.: entre: entrededo; entrechocar-se.]

44 Biocenose. Conjunto de seres vivos vivendo em equilíbrio biológico de tal forma que as populações de cada espécie mantêm entre si relações

populacionais constantes.

Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte

36

Exemplificando: física, química, mineralogia e biologia têm objetos diferentes, mas nos estudos difusos



da arqueologia e da paleontologia podem contribuir com metodologia, informações e conhecimentos.

Pluridisciplinaridade ocorre quando se verifica a convergência dos recursos de várias

fontes do conhecimento para o estudo específico de determinado fenômeno. Na postura

pluridisciplinar o observador recorre a várias disciplinas que supõe necessárias e suficientes para

o estudo específico de determinada relação fenomenológica. Isso ocorre nos trabalhos de

ecologia, especificamente para o estudo da biocenose. Para os estudos da biocenose concorrem

necessariamente várias disciplinas tais como fisiologia vegetal, botânica, zoologia e

meteorologia. Da mesma forma, nos estudos abrangentes da oceanografia e das migrações; da

fitogeografia, do caminhar das geleiras e das florestas, e assim por diante.



Transdisciplinar é a metodologia mediante a qual, utilizando-se a inter, a mult i e a

pluridisciplinaridade, as informações e os resultados da combinação de informações e

metodologias ultrapassam o campo próprio de cada disciplina, excedendo o quadro das

abordagens metodológicas próprias de cada uma. A conduta transdisciplinar leva a

conhecimentos que, por outros caminhos, jamais seriam reconhecidos como crenças verdadeiras

e justificadas. Vê-se que a combinação dos métodos designados por misticismo, autoritarismo,

racionalismo, empirismo, pragmatismo, ceticismo, amorosidade e intuicionismo excede os

campos específicos de cada uma das disciplinas estudadas pelo ser humano.

Física, matemática, química, mineralogia e biologia são campos do conhecimento

tributários da transdisciplinaridade. Todavia, o estudo transdisciplinar de qualquer dos

fenômenos objeto de tais disciplinas induz a abordagens que transcendem as fronteiras de cada

uma delas. Cabe questionar por que não estudar a queda dos corpos à luz da amorosidade, do

misticismo, do intuicionismo e do pragmatismo, ou por quais razões não abordar a cristalização

dos minerais em face do misticismo, pragmatismo, racionalismo e intuicionismo ou sem recorrer

à amorosidade, ao empirismo e ao autoritarismo? E ainda, alguém procura informações dos

campos do conhecimento sem visar um mínimo de utilidade, ou seja, sem pragmatismo?



Inter, multi, pluri e transdisciplinaridade não são, em si mesmas, posturas divergentes,

mas o que é possível compreender, desde logo, é que a transdisciplinaridade sugere uma

aquisição de conhecimentos que excede o propiciado pelas demais metodologias.

9 - Os marcos iniciais dos caminhos para o conhecimento.

Muitos pensadores da atualidade, como outros tantos que nos antecederam, têm

procurado chegar ao conhecimento por vias múltiplas e não delimitadas pelos marcos estritos de

determinadas abordagens, quer sejam genéricas quer específicas. Assim, enquanto alguns se

deixam submeter ao autoritarismo, como forma legítima e pura de apropriação intelectual, outros

buscam no misticismo as raízes mais fundas de nossas heranças e ligações com os campos do

conhecimento. Outros ainda, vitimizados pelas excelências do racionalismo, sentem-se

suficientemente seguros em prosseguir com os recursos que esta metodologia restrita carreia,

aspirando resultados mais fáceis de explicar, especialmente quando associados ao campo da

vivência empírica. Ajustam-se com facilidade razões práticas e teóricas fundadas no sensível e

nas abstrações imaginárias.

A habitualidade nas observações nos leva a formas de percepção que o pragmatismo,

anunciado inicialmente por Charles PEIRCE45, procura vincular à utilidade e aos resultados

práticos do conhecimento tendo em vista a atividade humana.

45 PEIRCE, Charles. Como tornar claras nossas idéias. In revista Popular Science Monthly, jan , 1878. Para os pragmáticos, o significado real de

uma idéia deve ser achado em seus resultados concretos e especialmente nas conseqüências práticas para a atividade humana.

Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte

37

Somos tangidos pela dúvida intelectual que anima a ação pensante do ser humano.



Observamos que o ceticismo é força presente em todos os caminhos do pensamento: enquanto

nega a verdade de tudo que se apresenta como conhecimento. O ceticismo revitaliza a vontade de

assimilação de informações, alimenta a aprendizagem e rejuvenesce a pesquisa. Intuicionismo e

amorosidade complementam o mapa metodológico que pretendemos abrir à nossa frente.

10 - Há vários métodos

Temos a possibilidade de adotar vários métodos. Segundo a crença que nos anima, via da

metodologia transdisciplinar, o ponto de chegada será sempre muito além daquele a que

chegaríamos pela inter, multi ou pluridisciplinaridade. Esta afirmação se explica nos relatos das

mais variadas pessoas a quem atribuímos crédito e autoridade intelectual. No topo do caminhar,

ao longo de vidas inteiras dedicadas ao labor intelectual, o ser humano volta seus olhos para os

percursos já cumpridos. Percebe, então, como os investigadores científicos se têm desviado de

roteiros sinalizados pelo misticismo e pelo respeito ao sagrado. E, em conseqüência, uma pesada

sensação de incompletude emerge dessa falta de vivência mística. Quanto autoritarismo dirige

nossas ações! Quanto racionalismo nos amarra às experimentações! Quanto empirismo nos

desvia da compreensão dos fenômenos que ocorrem no mundo das abstrações! Quanto de

pragmatismo e ceticismo age sobre nossos objetivos, desviando-nos do conhecimento e do saber!

Quanto prazer e alegria nos teriam confortado na peregrinação se tivéssemos recorrido à

amorosidade como método de conhecimento! Quanto teríamos avançado na direção do êxtase do

saber se tivéssemos atendido nossas intuições!

A visão retrospectiva pelos percursos da vida e do conhecimento nos mostra como

poderíamos ter fruído mais dos dias e das horas se tivéssemos agido livres dos preconceitos

contra místicos, autoritários, pragmáticos, racionalistas, empiristas, céticos, amorosos e

intuitivos. Há muitas trilhas que nos são sugeridas para atingir os nossos objetivos. Sabemos que

algumas podem nos distanciar ao invés de nos aproximar de nosso alvo. Podemos prosseguir por

terra, ar ou por mar. Pelo mundo das realidades materiais ou das abstrações intelectuais. Há

marcos que nos acenam com possibilidades de avançar ou recuar no tempo, pelo micro ou

macrocosmo. Procuramos avançar com a maior segurança possível, na busca do caminho que

parece mais próprio, conveniente e oportuno.

Sabemos que há caminhos seguros e lentos, porém que, se escolhidos, nos ensejarão uma

chegada tardia. Torna-se óbvio que, aproveitando-nos dos marcos existentes, poderemos fazer um

traçado conceitual das opções possíveis! Temos, pela frente, todo o futuro e, para chegar a ele,

reconhecemos a possibilidade de vários caminhos. Os cristãos evangélicos metodistas fazem

presentes nos altares de seus templos as palavras do evangelho segundo João, que reproduzem as

palavras de Jesus Cristo: Eu sou o caminho e a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai senão por



mim46.

11 - Interdisciplinar

A palavra interdisciplinar está incluída na categoria gramatical dos adjetivos. Portanto,

ela pretende determinar e dar contornos ao que devemos entender quando falamos em

procedimento metodológico. O procedimento metodológico interdisciplinar poderia viabilizar

acesso tão somente a fenômenos cognitivos de natureza abstrata, própria das formas de pensar.

Mas assim não sucede. Em verdade o processo metodológico interdisciplinar viabiliza o acesso

quer a campos de conhecimentos genéricos quer a campos específicos, identificados tanto pelo

46 João, 14: 6.

Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte

38

empirismo como pela utilidade que deles resultam. Pode alcançar progressos efetivos tanto na

abordagem das experiências sensíveis como do que físico não é pelo exercício das abstrações.

Em verdade, avançando nas concepções intelectivas, ao lidar somente com idéias

recorrendo a experiências sensíveis, podemos fazê- lo por metodologia uni, inter, multi, pluri ou

transdisciplinar. Nessa seqüência, à medida que ocorrem avanços e recuos, quer sejam concretos,

abstratos ou fictícios, em todo o tempo e com reiterada humildade, podemos perceber que o

conhecimento científico é, na verdade, o que tomamos por crença supostamente verdadeira e

suficientemente justificada. Daí por que somos levados a concluir que todo ramo do

conhecimento está ligado umbilicalmente ao misticismo e ao racionalismo. Do misticismo

decorrem as crenças e do racionalismo a compatibilização, a coerência e congruência que as

tornam suficientemente explicadas e, até mesmo, justificadas.

Agir interdisciplinarmente é o processo de conhecimento mediante o aproveitamento dos

resultados emergentes de diferentes disciplinas, num esforço visando formar conjuntos de

elementos cognitivos sem que se alimente o objetivo de, necessariamente, torná - los aprisionados,

interdependentes, conexos ou convergentes.

Para G. MICHAUD47 é:

...Interação existente entre duas ou várias disciplinas. Essa interação pode ir da simples

comunicação de idéias até a integração mútua dos conceitos diretores, da epistemologia, da terminologia, da

metodologia, dos procedimentos de dados e da organização da pesquisa e do ensino que a esses se relaciona.

Para Bassarab NICOLESCU48:

... A interdisciplinaridade tem uma ambição diferente daquela da pluridisciplinaridade. Ela diz

respeito à transferência de métodos de uma disciplina para outra. Podemos distinguir três graus de

interdisciplinaridade: a) um grau de aplicação. Por exemplo, os métodos da física nuclear transferidos para

a medicina levam ao aparecimento de novos tratamentos para o câncer; b) um grau epistemológico. Por

exemplo. a transferência de métodos da lógica formal para o campo do direito produz análises interessantes

na epistemologia do direito; c) um grau de geração de novas disciplinas. Por exemplo, a transferência dos

métodos da matemática para o campo da física gerou a física matemática; os da física de partículas para os

fenômenos meteorológicos ou para os da bolsa, a teoria do caos; os da informática para a arte, a arte

informática. Como a pluridisciplinaridade, a interdisciplinaridade ultrapassa as disciplinas, mas sua

finalidade também permanece inscrita na pesquisa disciplinar.

Imaginemos o que pode ser designado, mediante aproveitamento dos conhecimentos

matemáticos, conjunto-universo de disciplinas. Esse conjunto é integrado por elementos, que

designaremos disciplinas. A, B, C e D designam as disciplinas incluídas em função de algumas

características que lhes são comuns. Assim, por exemplo, a botânica, a zoologia, a microbiologia,

a oceanografia podem ser incluídas como elementos de um conjunto- universo ou em razão do

objeto de estudos, ou dos métodos de abordagem do conhecimento que lhes são próprios ou,

ainda, da linguagem científica em que são memorizados e sistematizadas as observações.

Estaremos agindo interdisciplinarmente à medida que avancemos intelectivamente entre

tais disciplinas, dentro das características comuns a esse conjunto. Situamo- nos como elemento

móvel desse conjunto, observando os fenômenos a partir de um ponto de vista cujas

características - método, objeto, linguagem - sejam internas a esse conjunto.



12 - Multidisciplinar

O prefixo latino multi tem origem e significado no adjetivo multus, a, um. Esse adjetivo

contém, no idioma latino, revelado pelos escritores da Antigüidade, várias idéias, informadas,

47 WEIL, Pierre e outros. Rumo à Nova Transdisciplinaridade. São Paulo: Summus, 1993, p. 34.

48 NICOLESCU, Bassarab. Um novo tipo de conhecimento - transdisciplinaridade. In Educação e transdisciplinaridade. Brasília: Ed. UNESCO,

1999, p.14.



Metodologia e Transdisciplinaridade Gustavo Korte

39

dentre outros filólogos, por Francisco Torrinha49, a saber, abundante, numeroso, em grande



quantidade, adiantado, alto, que vai alto (quando se referindo ao dia, à noite, à madrugada),

grande, considerável, importante, extenso, espaçoso. Quando referente ao comportamento da

pessoa, no original latino, diz respeito àquele que insiste muito em; em que se demora muito, que

é importuno, provoca o desconforto fastidioso. Ainda nos textos latinos, quando se refere a lugar,

o prefixo sinaliza com o que se encontra em muitos lugares, que se multiplica, que não se poupa, ativo.

O uso do prefixo multi, traduzido como adjetivo, no plural, traduz a idéia de numerosos, muitas

pessoas, multidão. Por generalizar o conceito, ampliando-o na extensão, multi, quando usado na

expressão um dentre muitos, traz o significado de homem vulgar . Assim, induz ao significado

pejorativo quando na expressão multis orator, ou seja, orador vulgar, igual a muitos. .

A multidisciplinaridade não tem por objetivo penetrar nas várias disciplinas, nem

depreciá-las quando atuam em conjunto, mas recolhe nelas novas razões, marcos e informações,

que são introduzidos numa compreensão mais abrangente e que possa envolver o resultado

integrado dessa coleta.

Para G. MICHAUD, a multidisciplinaridade é (...) justaposição de disciplinas diversas, às



vezes sem relação aparente entre elas50.Para os dicionaristas do Novo Aurélio, o verbete

multidisciplinar [mult(i)- + disciplina + ar1.] é um adjetivo, que significa referente a, ou que

abrange muitas disciplinas.

Na projeção sugerida pela matemática, representada pela idéia de um conjunto-universo

em que cada elemento é por sua vez um outro subconjunto constituído por várias disciplinas.

Atuamos multidisciplinarmente quando os esforços do intelecto são conduzidos para uma

coleta de informações abrangentes, que facilitem a formulação de conhecimentos sem invasão,

adulteração ou modificação dos resultados obtidos em cada disciplina, respeitando-os como

elementos comuns e próprios cuja convergência possibilita, por integração, um novo

ordenamento, ainda contido no conjunto - universo inicial. Vamos exemplificar.

Diz-se que um campo do conhecimento constitui-se em uma disciplina quando tem

objeto, metodologia e linguagem próprios. Não há dúvida que física, química, mineralogia e

biologia têm objetos, métodos e linguagem que lhes são peculiares. Justapondo os conhecimentos

de cada uma dessas disciplinas, que não são necessariamente convergentes no que diz respeito

aos estudos da arqueologia e da paleontologia, podemos determinar pelos métodos de análise

física, química, mineral e biológica do elemento carbono a idade de objetos arqueológicos, bem

como, pelos processos de cristalização chegar a suas características biológicas. Tais disciplinas

contribuem com metodologia, informações e conhecimentos e esse processo caracteriza o que

designamos metodologia multidisciplinar.


Catálogo: ppgea -> conteudo -> T2-4SF -> Akiko
Akiko -> Reforma da educaçÃo e do pensamento: complexidade e transdisciplinaridade
conteudo -> Universidade federal rural do rio de janeiro
conteudo -> Era uma vez um grupo de animais que quis fazer alguma coisa para resolver os problemas do mundo
conteudo -> Universidade federal rural do rio de janeiro
conteudo -> As teorias pedagógicas modernas revisitadas pelo debate contemporâneo na educação
conteudo -> A docência como Profissão: Novos processos identitários na Licenciatura e a Educação Profissional e Tecnológica
Akiko -> Estudos Avançados
Akiko -> Conhecimento, transversalidade e currículo sílvio Gallo
Akiko -> Planeta terra um olhar transdisciplinar. Ciclo2005 Universo do Conhecimento. Universidade São Marcos Educação na era Planetária Conférence Edgar Morin Education dans l’ère planétaire


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   32


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal