Historia – a carochinha arranjadina



Baixar 26.62 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho26.62 Kb.

HISTORIA – A CAROCHINHA ARRANJADINA

Personagens – Carochinha, rato João, príncipe, porco, lobo


Era uma vez uma Carochinha, muito bonita e arranjadinha. Era muito aprumada e muito bem informada. Por isso sabia que reciclar não custa nada.
Carochinha:

- Bem agora que já acabei de escrever vou trabalhar. Todos os dias limpo o pó, arrumo a casa. Não gosto de ver nada fora do seu lugar. Nem uma latinha, nem uma garrafa, nem uma folha de papel usado, que não esteja separado. Todo o material deve ficar separado no sítio certo: o papel vai para o papelão, o vidro para o vidrão, e a lata para o embalão que é o amarelo...

Olha ! Olha!... não é um papel usado???... É.. é ... uma nota... este papel tem valor!!! E por isso não o vou meter no contentor...Vou guardá-lo e ficar rica. O que hei-de eu fazer com ele????? ...

Roupa não quero comprar! ...

Carro também não

Gasta muito e faz muita poluição

Vou mas é pensar, num maridão

Para ocupar o meu coração

Está decidido. Vou sair e vou pôr um anúncio no jornal

Quem quer casar com a Carochinha que é muito linda e arranjadinha??? ”


Mas não quero resposta de um vilão...por isso vou escrever em letras bem grandes:

O MEU FUTURO MARIDÃO NÃO PODE SER UM PORCALHÃO”



Em letra pequenas vou acrescentar:
Resposta do pretendente deve ser dado pessoalmente, e o encontro será debaixo da minha janela
Vou sair, com a minha malinha na mão

Vai ao jornal diz:

Ponha-me isto na primeira página


Regressa a casa e vai-se pôr à janela)
Rato João:

- i i i !!Olá Carochinha!!!
Carochinha:

- Olá Rato João!!
Rato João:

- Tão linda, tão formosa! Vem cá fora, que te quero dizer uma coisa… Tas tão bonita tão arranjadinha dá-me a tua mão, que eu dou-te o meu coração... Depois vamos viver para a minha casinha, que fica na Lixeira, que é uma Terra muito porreira.

Carochinha:

- O quê? Nem pensar. Vai mas é passear….

Afiquei com pele de galinha

(Vai outra vez para a janela)

- Olha … vem aí alguém! Tão galante! Tão bonito! É um príncipe!...
Príncipe:

- Olá Carochinha, minha amiguinha vem cá fora !…

(A carochinha sai da janela)

Minha fofinha tão bonitinha e engraçadinha! Quando casarmos podes vir viver comigo para o meu palácio, não tens de te preocupar… Vou dar-te uma vida para te regalares!!! Não te vais preocupar com nada…, Bebes sumo, limpas a boca com um guardanapo que é assim que faz a gente bem educada. Depois é só atirares a embalagem para o ar, sem te preocupares onde ela irá calhar. Quando quiseres outra é só pedires..
Carochinha:

- Áh!! seu desgraçado (quase lhe dá uma bofetada e faz o gesto) Vossa excelência é um grande porcalhão. Vá-se embora e nem volte por aqui aparecer

(Volta para a janela e pensa alto) Que tristeza … viver toda a vida numa lixeira com um porcalhão, ou num palácio e deitar tudo para o chão… prefiro ficar sem maridão
Porco:

- Olá bonitinha! Minha querida carochinha, cá fora... Aqui estou eu para te levar ao altar, queres aceitar? Depois de casados temos comidinha a horas sem nos procurarmos porque a minha dona nunca se esquece e quer ver-me bem gordinho. Vens viver comigo para a minha pocilga
Carochinha:
- Nem pensar… um porco porcalhão para marido, não quero eu não… muito menos viver fechada numa pocilga. Eu gosto é de ar puro!!!

(passa o lobo mau)

Lobo:

Hellooo! Helloo!!
Carochinha:

Quem és tu?
Lobo:

Eu sou o lobo mau…bem …era…. Agora percorro o país a tentar salvar a floresta. Ensino as pessoas a não deitarem as embalagens no lixo, ensino a separar. Tudo vai para o ecoponto.
Carochinha (saindo da janela)

- Enfim, um príncipe da reciclagem, afinal já não és uma miragem… Es mesmo tu que eu procurava…
Lobo:

Vamos já marcar a data do nosso casamento? Então para ti eu vou comprar um presente…


Carochinha:

Então enquanto tu vai comprar o presente para mim eu vou buscar os meus convidados e vou-me arranjar

(Enquanto o lobo vai à loja e pede umas alianças de noivado que vêm dentro de uma caixinha de cartão... uma convidada põe o véu à carochinha e outra dá o ramo de flores)
O lobo regressa para junto da carochinha e dos convidados e diz:

Vamos para a porta da igreja que lá é que eu te dou o meu presente( Dirigem-se todos para a igreja)…

Toma este presente é para ti... (E põe a aliança no dedo da noiva)

Agora vou deixar a caixinha de cartão em boas mãos.

Espera um pouco… vou deitá-la no ecoponto
Carochinha pensando alto:

Porque se demora ele tanto!!… O que terá acontecido…Será … Não, ele não me ia abandonar…

...Pronto!! já sei!!! Ai meu Deus ...Só pode estar dentro do ecoponto (desatou a correr a salvar o lobo.
O Lobo e a Carochinha ficaram muito felizes e contentes e dirigem-se para a igreja cantarolando:

Estamos felizes

Muito felizes!

E somos iguais

Nos nossos ideais!

Carochinha - Separar e reciclar ...
Lobo - O mundo pode melhorar
Carochinha - Se queres poupar ...

Lobo - O mundo pode melhorar



Carochinha - Começa a separar ...
Lobo - O mundo pode melhorar
Carochinha - Depois a reciclar ...
Lobo - O mundo pode melhorar

No final juntam-se todos os personagens e cantam a canção “Uma boa solução p`ro ambiente ajudar

CANÇAO – UMA BOA SOLUÇÃO P`RO AMBIENTE AJUDAR




Eu cá gosto de ar puro,

Do sol, da natureza

Tomo muito cuidado

Disso tenho a certeza

Que deixo tudo limpo

E muito bem arrumado

1- Uma boa solução

P`ro ambiente ajudar

Lixo tens de separar

E os ecopontos utilizar

2- Amigo do teu amigo

Ouve com atenção

Um ecoponto sempre à mão

P`ra diminuir a poluição

3- Escorrer e enxaguar

As embalagens usadas

Depois, é só espalmar

P`ra se poderem reciclar

4- Assim a trabalhar

Vantagens podes encontrar

Reduzir as lixeiras

Também dá para poupar

5 -Plástico ou metal no amarelo

Não tem nada que enganar

Papel, jornal ou cartão

Vão ter ao papelão

6 -O vidro no contentor

Da garrafa, frasco ou boião

O verde é a sua cor

De um tal Sr vidrão

7 -Os 3 R’s vais seguir

Reduzir reutilizar reciclar

É a ordem que tens de ouvir

P´ro Planeta não estragar
8- As árvores são o pulmão

Cortá-las é que não

Dão oxigénio p`ra nossa vida

E ar puro todo o dia




História, assim como a letra da canção, adaptada na escola EB1 de Lameiras pelos alunos, professora da turma e a musica pelo professor de musica da AEC. Foi para ser representada no palco, no dia do teatro


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal