História  questões de 51 a 60



Baixar 29.93 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho29.93 Kb.

PROCESSO SELETIVO/2004 CGE GAB. 1 2o DIA

HISTÓRIA  QUESTÕES DE 51 A 60

51. O mundo medieval foi dominado pela idéia da existência de uma ordem universal hierarquizada, criada e ordenada por Deus, abrangendo a sociedade e a natureza. A representação típica dessa idéia era materializada na imagem de:


a) uma competição desenfreada dos indivíduos no mercado, sem qualquer vínculo à tradição.

b) uma divisão tripartite dos poderes do Estado: executivo, legislativo e judiciário.

c) uma sociedade composta de três ordens: os sacerdotes, os cavaleiros e os camponeses.

d) uma democracia em que todos os cidadãos têm idênticos direitos civis, políticos e sociais.

e) um Estado de poderes ilimitados e despóticos, como é representado na obra Leviatã, de Thomas Hobbes.

52. Mercantilismo é um termo que foi criado pelos economistas alemães da segunda metade do século XIX para denominar o conjunto de práticas econômicas dos Estados europeus, nos séculos XVI e XVII. Das alternativas abaixo, assinale aquela que NÃO indica uma característica do mercantilismo.


a) Busca de uma balança comercial favorável, ou seja, a superação contábil das importações pelas exportações.

b) Intervencionismo do Estado nas práticas econômicas, através de políticas monopolistas e fiscais rígidas.

c) Crença em que a acumulação de metais preciosos era a principal forma de enriquecimento dos Estados.

d) Aplicação de capitais excedentes em outros países para aumentar a oferta de matérias-primas necessárias à industrialização.

e) Exploração de domínios localizados em outros continentes, com o objetivo de complementar a economia metropolitana.

53. A exploração de depósitos auríferos nas Minas Gerais provocou uma série de mudanças na Colônia e nas suas relações com a Metrópole. Com relação aos efeitos da economia mineradora, é INCORRETO afirmar que:


a) contribuiu para o deslocamento do centro econômico colonial das capitanias do Nordeste para a região das minas, onde a ação fiscal e administrativa do governo se tornou menos rígida.

b) deu origem a uma sociedade com maior mobilidade social e distribuição de riqueza do que aquela que se formou no Nordeste em função da produção açucareira.

c) foi acompanhada da eclosão de diversas rebeliões, sendo a mais conhecida a Inconfidência Mineira, considerada o principal movimento de contestação do estatuto colonial.

d) atraiu legiões de imigrantes de vários pontos do Império Português e de outros países, contribuindo também para o aumento das importações de escravos africanos.

e) incentivou as artes em geral, com destaque para o estilo barroco, que não tinha a exuberância do barroco europeu, mas denotava a busca de uma expressão artística própria.

54. “As formas de apropriação atual da terra na América Latina remontam à época colonial. Os conquistadores recém-chegados, em sua maioria, não enfrentaram os perigos do desconhecido e da conquista para produzir. Fiéis ao espírito feudal de que eram tributários, estabeleceram-se onde existiam homens, por seu trabalho, mas sobretudo pelo prestígio e poder que lhes conferia seu número.”


(Adaptado de ROUQUIÉ, Alain. O Extremo-Ocidente: Introdução à América Latina. Trad. de Mary A. Leite de Barros. São Paulo: Editora da USP, 1991. p. 73-74.)
Com base nessa interpretação e nos seus conhecimentos sobre o processo de apropriação da terra na América Espanhola, durante o período colonial, assinale a afirmativa INCORRETA.
a) Os índios das áreas mais densamente povoadas foram confinados nas reducciones, áreas de terras menos férteis, sendo obrigados a pagar tributos e a trabalhar.

b) A Coroa distribuía terras aos soldados da conquista para transformá-los em colonos e, dessa forma, controlar os resultados finais da exploração, o que impedia a ocupação ilegal.

c) A encomienda não era propriamente um feudo, pois tratava-se de uma responsabilidade administrativa e religiosa, não hereditária, concedida pela Coroa.

d) Os índios, embora considerados súditos livres pela Coroa, eram distribuídos aos espanhóis em função das necessidades da economia e do peso político de cada senhor.

e) O predomínio das relações pessoais e das distâncias sociais no campo resultou, em parte, da confusão entre as funções públicas e privadas na administração e na atividade missionária.

55. A transição do sistema de produção doméstico para o fabril foi característico do processo histórico conhecido como Revolução Industrial. Ele se deu, primeiramente, na Inglaterra, durante a segunda metade do século XVIII, e foi marcado por uma série de transformações econômicas, sociais, culturais, técnicas e tecnológicas. Entre essas transformações, destacam-se:




I.

o aumento da produção de bens de consumo, especialmente têxteis, devido à substituição da energia humana e hidráulica pela energia a vapor e à invenção do tear mecânico e da máquina de fiar.

II.

a diminuição da divisão social do trabalho e o surgimento de uma nova concepção de tempo, associada à regularidade do padrão de trabalho doméstico.

III.

o desenvolvimento do sistema de produção doméstico, devido ao desemprego e ao aumento do controle dos trabalhadores sobre os resultados do seu trabalho.

IV.

a aceleração do processo de urbanização e o aumento do poderio naval britânico, contribuindo para a conquista de novos mercados em outras regiões do mundo.

V.

a expropriação dos trabalhadores de seus meios de produção e a divisão das terras comunais, o que beneficiou principalmente os grandes proprietários rurais.

Está CORRETO o que é dito apenas em:


a) I, III e IV.

b) I, II e III.

c) I, IV e V.

d) II, III e V.

e) II, IV e V.

56. “Os Estados Confederados podem adquirir novo território. [...] Em todos esses territórios, a instituição da escravidão negra, tal como ora existe nos Estados Confederados, será reconhecida e protegida pelo Congresso e pelo governo territorial; e os habitantes dos vários Estados Confederados e Territórios terão o direito de levar para esse território quaisquer escravos legalmente possuídos por eles em quaisquer Estados ou Territórios dos Estados Confederados [...].


(Constituição dos Estados Confederados da América, Art. IV, seção 3, 1861.)
O texto acima reflete um dos pontos centrais de discórdia que geraram a Guerra Civil Americana. Esta guerra civil foi o resultado:
a) da ação imperialista americana que, a partir da Doutrina Monroe, passou a intervir na América Latina.

b) da luta entre os colonos e a Metrópole Inglesa, o que redundaria na independência dos Estados Unidos.

c) da Grande Depressão, intensificando a pobreza e o desemprego nas grandes cidades americanas.

d) da luta pelos direitos civis, particularmente dos negros, forçando uma reinterpretação da Constituição Americana.

e) da oposição dos interesses dos Estados do Sul e do Norte em torno da questão da escravidão e da expansão para o Oeste.

57. Observe o gráfico abaixo:


Fonte: Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotivos


Pela leitura do gráfico acima, pode-se apreender que, na segunda metade da década de 1950, operou-se uma profunda transformação da estrutura industrial brasileira. Esta mudança foi promovida por um conjunto de políticas governamentais conhecidas como:
a) Milagre Brasileiro.

b) Plano Marshall.

c) Política do Café com Leite.

d) Plano de Metas.

e) Plano Cruzado.

58. O crash da Bolsa de Nova York em 1929 afetou a economia mundial. Os Estados Unidos, sob o comando do Presidente Franklin Delano Roosevelt, adotaram o New Deal, como saída para a crise que o país atravessava. São características do New Deal:




I.

a intervenção deliberada do Estado na economia, contrapondo-se à tradição liberal americana.

II.

a criação de um amplo plano de obras públicas, como barragens e auto-estradas, para gerar novos empregos.

III.

o incentivo ao aumento da produção para alimentar a população desempregada.

IV.

a criação de um fundo monetário destinado a financiar os países europeus em crise.

V.

a adoção de medidas visando ao equilíbrio entre o custo da produção e o valor final das mercadorias.

Das alternativas abaixo, assinale aquela que apresenta apenas as características CORRETAS:


a) I, II e V.

b) I, III e IV.

c) I, IV e V.

d) II, III e IV.

e) II, III e V.

5
9. A imagem abaixo reproduz uma obra do artista plástico brasileiro Cândido Portinari (1903-1962). Ela revela a influência que o artista recebeu de um importante movimento estético do século XX.


Assinale a alternativa que indica o nome desse movimento e uma característica comum às obras de alguns de seus representantes.


a) O Futurismo, exaltando a modernidade e o futuro.

b) O Surrealismo, denunciando violências contra a humanidade.

c) O Neoclassicismo, valorizando elementos da arte grega e romana.

d) O Impressionismo, registrando os fenômenos luminosos.

e) O Romantismo, imprimindo dinamismo às figuras.

60. O desembarque da família real e da corte portuguesa, em 1808, não só marcou o início de uma série de mudanças econômicas, políticas e administrativas como representou uma etapa decisiva no processo de emancipação política da Colônia. Das alternativas abaixo, assinale aquela que NÃO indica uma conseqüência da transferência da família real e da corte portuguesa para a América.


a) Ocupação da Guiana Francesa e da Província Cisplatina e sua incorporação ao Império Português, como resultado da política externa agressiva adotada por D. João.

b) Estabelecimento do Rio de Janeiro como sede do Império Português, que a partir de 1816 passou a se chamar Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.

c) Abertura dos portos da Colônia às nações aliadas de Portugal, como a Inglaterra, dando início a uma fase de livre-comércio, ainda que com certas restrições.

d) Revogação da lei que proibia a instalação de manufaturas na Colônia, o que provocou maior dinamização da economia, apesar da forte concorrência dos produtos ingleses.



e) Redução dos impostos e da emissão de papel-moeda, o que impediu a reedição de movimentos de contestação ao domínio lusitano na América Portuguesa.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal