História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar



Baixar 42.42 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho42.42 Kb.



Biblioteca - 2013/14


"História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar"
Ficha de verificação da leitura

1.    Quem é o autor deste livro?

a.    José Saramago.

b.    José Eduardo Agualusa.

c.    Luís Sepúlveda.

d.   Mia Couto.
2.    Qual é a sua nacionalidade?

a.    Portuguesa.

b.    Chilena.

c.    Brasileira.

d.   Angolana.
3.    Onde foi apanhada Kengah pela maré negra?

a.    Mar Mediterrâneo.

b.    Mar Morto.

c.    Mar da Mancha.

d.   Mar do Norte.
4.    Em que cidade mora Zorbas?

a.    Amesterdão.

b.     Hamburgo.

c.     Bremen.

d.    Estocolmo.
5.    Onde caiu Kengah?

a.    No pátio exterior da casa de Zorbas.

b.    No pátio interior da casa de Zorbas.

c.    Na varanda.

d.   No jardim, no meio dos vasos.
6.    Como se chamam os amigos de Zorbas?

a.    Sabetudo, Barlavento, Colonello e Secretário.

b.    Colonello, Harry, Matias e Sabetudo.

c.    Secretário, Matias, Sabetudo e Colonello.

d.   Sabetudo, Catavento, Colonello e Secretário.
7.    Antes de morrer, Kengah pediu a Zorbas

a.    que lhe tirasse as manchas de petróleo.

b.    que lhe desse algo para comer.

c.    que lhe fizesse três promessas.

d.   que lhe desse água.
8.    Zorbas, Colonello e Secretário foram visitar Sabetudo para lhe perguntarem se sabia

a.    o que deveriam fazer com a gaivota moribunda.

b.    como limpar nódoas de petróleo.

c.    como calar o chimpanzé Matias.

d.   onde podiam encontrar Harry.
9.    Antes de comprar o Bazar, o que fazia Harry?

a.    Era vendedor ambulante.

b.    Era marinheiro.

c.    Era carregador no porto.

d.   Era camionista.
10.Quanto é que Matias cobrava pela entrada, por pessoa, no Bazar?

a.    2 euros.

b.    2 francos.

c.    2 marcos.

d.   2 kwanzas.
11.Onde é que Sabetudo procura as informações de que necessita?

a.    No Atlas.

b.    No dicionário.

c.     Na enciclopédia.

d.   No volume 18.
12.Ao consultar os livros, Sabetudo descobriu que a gaivotinha pertencia à espécie das gaivotas

a.    douradas.

b.    amareladas.

c.    esbranquiçadas.

d.   argentadas.
13.Como era o ovo que Kengah pôs antes de morrer?

a.    Acastanhado.

b.    Branco com pintinhas azuis.

c.    Branco com pintinhas acastanhadas.

d.   Bege com manchas azuis.
14.Onde foi feito o funeral de Kengah?

a.    No pátio interior, debaixo de um castanheiro.

b.    No jardim de Colonello.

c.    À beira da praia.

d.   No pátio interior, debaixo de uma figueira.
15.A segunda parte do livro História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar começa com o capítulo

a.     “Uma noite triste”.

b.     “Zorbas começa a cumprir o prometido”.

c.     “Os gatos decidem quebrar o tabu”.

d.   “Um gato no choco”.
16.Quantos dias durou a incubação do ovo?

a.    Quinze.

b.    Vinte.

c.    Vinte e cinco.

d.   Não se sabe.
17.Qual foi a primeira palavra que a gaivotinha disse mal nasceu?

a.    “Fome!”

b.    “ Mamã!”

c.    “Socorro!”

d.   “Ajuda!”
18.Para dar de comer à gaivotinha, Zorbas foi buscar

a.    uma sardinha.

b.    ðuma batata frita.

c.    uma maçã.

d.   uma cereja.

19.Colonello é um gato que gosta de miar palavras em

a.    francês.

b.    espanhol.

c.    alemão.

d.   italiano.
20.Um dia, a gaivotinha quase foi descoberta 

a.    ðpelo amigo da família.

b.    por Harry.

c.    pela gata Bibulina.

d.   pelas gaivotas.
21.Zorbas escondia a gaivota bebé debaixo

a.    da cama.

b.    dos vasos.

c.    da fruteira.

d.   do tanque.
22.Quantos gatos saltaram para a varanda de Zorbas com a intenção de comer a gaivotinha?

a.    Um.

b.    Dois.

c.    Três.

d.   Quatro.
23. Para proteger melhor a gaivotinha, Zorbas decidiu escondê-la

a.    em casa do poeta.

b.    no restaurante do René.

c.    no bazar de Harry,

d.   no museu.
24.Quem tinha por hábito gritar “Terrível! Terrível!”?

a.    Sabetudo.

b.    Secretário.

c.    Colonello.

d.   Zorbas.

25.Um dia, o chimpanzé, além de dizer à pequena que ela não era um gato, mas uma gaivota, ainda acrescentou que

a.    nunca ia aprender a voar.

b.    Zorbas não gostava dela.

c.    a mãe a abandonou.

d.   os gatos queriam comê-la.
26. O chimpanzé era

a.    simpático e educado.

b.    malcriado e bêbado.

c.    trabalhador e divertido.

d.   irónico, mas justo.
27.Zorbas foi conversar com o chefe das ratazanas para fazer um acordo. Em troca de não fazerem mal à gaivota, as ratazanas

a.    poderiam comer o queijo que quisessem.

b.    tinham direito de comer páginas da enciclopédia.

c.    tinham passagem livre pelo pátio.

d.   podiam passar pelo bazar de Harry.

28.Como era o chefe das ratazanas?

a.    Pequeno com o nariz afiado.

b.    Grande, de pele escura e cheio de cicatrizes.

c.    Grande e gordo.

d.   Comprido e com os olhos vermelhos.
29.Quem descobriu que a gaivotinha era fêmea foi

a.    Barlavento.

b.    Matias.

c.    Colonello.

d.   Secretário.
30.Entao, os gatos nomeiam-na

a.    Jeitosa.

b.    Ditosa.

c.    Fogosa.

d.   Amorosa.
31.A expressão “Pela tinta da lula!” foi proferida por

a.    Sabetudo.

b.    Matias.

c.    Barlavento.

d.   Zorbas.
32.Para ensinar Ditosa a voar, Sabetudo procurou, na enciclopédia, a letra

a.    V de “voar”.

b.    G de “gaivota”.

c.    L de “Leonardo da Vinci”.

d.   A de “asas”.
33.Barlavento era a mascote de uma draga chamada

a.    Napoleão I.

b.    Octávio III.

c.    Donatello II.

d.   Hanes II.
34.Miar com os humanos era tabu pois

a.    os humanos não conseguiriam aceitar que os gatos os percebessem.

b.    os golfinhos eram domesticados por eles.

c.    iriam prendê-los e estudá-los como fazem com outros animais.

d.   são insensíveis e não gostam dos animais.
35.Zorbas foi pedir ajuda

a.    a Harry.

b.    ao cozinheiro do restaurante.

c.    ao capitão da draga de Barlavento.

d.   ao poeta.
36.Finalmente, a gaivota começou a voar a partir da torre

a.    da basílica de S. Marcos.

b.    da catedral de S. Rafael.

c.    da igreja de S. Miguel.

d.   da sé de Hamburgo.               


Território Educativo de Intervenção Prioritária


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal