História e simbolismo da devoçÃo a



Baixar 5.38 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho5.38 Kb.

HISTÓRIA E SIMBOLISMO DA DEVOÇÃO A




NOSSA SENHORA ACHIROPITA

Como o título de Nossa Senhora Achiropita é tão diferente dos nomes conhecidos atribuídos à Mãe de Jesus Cristo, devemos explicar muitas vezes seu significado. Sempre o fazemos contando uma história bonita, que pertence a uma tradição do povo italiano, vindo da Calábria para o Brasil, no final do século XIX. Eis a história.


No ano de 580, um certo capitão Maurício enfrentou uma grande tempestade no mar. Gritava por socorro a Nossa Senhora e prometeu que, se fosse salvo com sua tripulação, construiria um grande santuário em sua homenagem. Desviado pelos ventos, por milagre, conseguiu salvar-se, e numa aldeia encontrou o monge Éfrem que lhe disse: “Não foram os ventos que te trouxeram para este lugar. Foi Maria, para que lhe construas um santuário, quando fores eleito imperador”. A profecia cumpriu-se e o santuário foi construído em Rossano Cálabro.
Um grande artista iniciou a pintura da imagem de Maria. Ocorria, no entanto, que tudo o que pintava durante o dia desaparecia durante a noite. Foi assim colocado um vigilante para impedir a entrada de possíveis intrusos, que estavam “fazendo uma brincadeira”. Numa certa noite, uma formosa mulher, com uma criança no colo, pediu para entrar e rezar. Após insistir, obteve a permissão. Que mal poderia fazer aquela gentil senhora?
Passaram-se longos minutos e a mulher nunca saía da igreja. E eis que quando o vigilante entrou na igreja, viu a imagem da mulher e do menino estampada no lugar da pintura. Assim Maria Achiropita: a-kirós-pita (não pintada pôr mãos humanas). O vigilante saiu gritando pelas ruas: Nossa Senhora Achiropita! Nossa Senhora Achiropita!
Essa é a devoção Mariana que nossos irmãos italianos trouxeram para o Brasil e que nós veneramos como protetora e Mãe dos cristãos. Sua festa é celebrada no dia 15 de agosto, dia da Assunção de Nossa Senhora. No Brasil, é padroeira da Paróquia Nossa Senhora Achiropita em São Paulo. É a maior festividade religiosa da cidade. Que a Mãe de Deus Achiropita nos proteja como filhos e cuide de nós com amor!

Faltou vinho e a Mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. Jesus respondeu: “Mulher, que existe entre nós? Minha hora ainda não chegou”. A Mãe de Jesus disse aos que estavam servindo: “Façam o que ele mandar” (João 2, 3-5)


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal