História, Educação e Memória da Educação do Campo na Amazônia Paraense



Baixar 0.96 Mb.
Página21/21
Encontro29.07.2016
Tamanho0.96 Mb.
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   21

AGROVILA CASTELO BRANCO

ESCOLA JOSÉ HENRIQUE DE ARAUJO

22/06/2009

DEPOIMENTO PROFESSOR OSMARINO CASTRO BRAGA
Nasci no município de Maracanã, lugar chamado São Jos, e a minha mãe é neta de uma senhora Rosa; ela é índia. Só que eu não conheço a minha origem, minha raça, minha tribo; então, a minha mãe já veio ter a descendência, e casou com Manoel Santana; que filho de mineiro.

Eu tenho descendência de índio me orgulho de ser. Então, e consegui antes de ser o professor eu era jogador joguei bola num time chamado Icoaraci e pinheirense de Icoaraci hoje já não existe mais ne ai teve problema me machuquei não pude jogar e passei a estudar e me formar em pedagogia e magistério,passei a ser professor em 1995, trabalhei como professor e hoje, ate hoje mas a educação vem tendo uma transformação muito grande entre a gente ne na área de ensino mudou muito porque antigamente a gente trabalhava aprendido no alfabeto correto família silábica hoje a gente não trabalha nessa forma a gente vem tendo curso pegando varias formas de como trabalhar e hoje na escola aqui Jose Henrique nos trabalha através de um projeto forma um projeto entre os professores cada ca tem um tem a maneira de como se por dentro do projeto,alguém e professor pra dar metodologia passar para outro professor,e este professor com modo de avaliação e assim nos trabalhamos,o que nos ‘tamos’ trabalhando antes nos trabalhava família silábica ne e hoje nos fizemos curso de soletramento e vimos que a família silábica ela e só mais um suporte como nos temos trabalhando mais musica,parodias ,lendas,cantiga de roda (atirei o pau no gato,ciranda cirandinha,boi da cara preta) ,provérbios e essa maneira da gente trabalhar com as crianças por exemplo que hoje a segunda de nove anos e uma primeira serie e ai vamos trabalhar porque a criança pode não saber a ler mas se ela súber ela como de infância as cantigas de roda como ciranda cirandinha,a barata diz que tem,boi da cara preta que e a canção mais cantada pelos pai,atirei o pau no gato,só as musicas que elas sabem então através disso, através das musicas ela busco identificar aquela palavra por mais que ela não sabe ler mas ela identifica e através disso a gente pode formar a família silábica e tirar as consoante ,vogais então essa e uma maneira de como nos tamos trabalhando na escola Jose Henrique tanto isso vem acontecendo do pré ate a quarta serie cantigas de rodas.

Trabalho com trinta e cinco alunos de sete anos e oito, mas esse ano que aqui nos viemos trabalhar com esse tipo de musica cantiga, calenda ,parodia e poesia,poemas e assim nos temos percebendo que ta tendo uma excelente desenvolvimento das crianças temos resgatando o que ficou.

Trabalhei dez anos com primeira serie e ‘tou’ a quatorze anos vai fazer quinze anos trabalhando só que eu trabalho comecei com multiseriado trabalhava com duas series dentro de uma mesma sala era trabalhava com a segunda e terceira, ai depois eu passei a trabalhar com segunda,primeira e terceira na escola Lourival Lira a seis quilômetros daqui e eu trabalhei na três de outubro com segunda e terceira que da treze quilômetros daqui pra la, depois passei pra trabalhar no Eja primeira etapa ai me resgataram pra ca pra Sede Jose Henrique porque aqui e escola sede ne ai passei a trabalhar na primeira etapa e depois passei a trabalhar na primeira serie então a uns dez anos que eu trabalho com primeira serie agora que eu mudei no ano passado dei aula para terceira ai voltei pra primeira serie de novo e e uma maior dificuldade trabalhar com primeira serie que a gente e responsável pelo desenvolvimento da criança que ele tenha um desenvolvimento que não só formar ele como leitor na leitura mas formar ele um aluno letrado ne saber como ele vai ser, nao só alfabetizar mas alfabetizando com criticas no,como interpretar um texto,como identificar uma palavra formar ele um aluno gavião não uma tartaruga.

As crianças se identificam mais e com metodologia são tipos de jogos metodológicos como dedo no gatilho e um tipo de jogo, lista de frutas,domino,móvel alfabeto móvel eu uso também silabas móvel e já falei dedo no gatilho tipo de matemática,aula passeio dentro da comunidade e depois vamos fazer uma pesquisa sobre o que achar interessante,só que nossa escola não oferece assim um suporte pra gente,como você precisa de um material aquele material teja ali completo pra você,você precisa de uma sala pra experiência não tem,você trabalha limitado bem dizer alias todos nos como professores trabalhamos limitado dentro de uma escola a gente não tem não e uma escola de primeiro mundo ainda mas melhor do que antes,os alunos gostam muito de ter uma aula dinâmica deixar de ser aquela tradicional as carteiras,quando eu chego na minha sala de aula eu reviro ela toda não deixo ela enfileirada faço um circulo fico no meio com um vamos dizer a gente e de tudo na sala de aula a gente e pai,e palhaço,e padrinho, e tio, e irmão,e amigo,e inimigo isso tudo acontece dentro se uma sala de aula isso tudo eu já passei dando aula

O papel do professor dentro da comunidade onde vive ele tem o seu valor, assim o respeito às pessoas vêem a gente com respeito, mas saindo da sua comunidade você e mais um cidadão mais uma pessoa andando ali e você não tem a se você tiver uma condição financeira melhor você tendo um bem você sendo uma pessoa de nível médio, alta renda não sendo baixa renda ai você tem um valor dentro da sociedade fora do seu lugar ou dentro da comunidade você como professor e mais um que consta ali mas por outro lado trás o respeito da criança,dos mais velhos ,a gente e um espelho da sociedade.

Saindo dos jogos a gente usa livros, e usa caderno pequeno pra pesquisa as vezes quando nos temos oportunidade de usamos as vezes quando temos oportunidade de usar vídeo e voltando ao tradicional quadro e pincel não e uma escola ainda de primeiro...

Um livro que eu trabalho didático que gosto muito e que me serve muito como suporte para primeira serie e um livro Ler e Escrever e o livro Porta de Papel são dois livros usado como suporte.

O livro que a gente usa como professor, eu tenho muito livro em casa,eu vou na secretaria de educação reviro por la vejo qual e o livro ... peço, pego, trago e utilizo aquele que e mais me da uma idéia melhor eu utilizo,porque esse livro que a gente recebe pra primeira serie e muito difícil pra realidade e diferente uma realidade da zona urbana para realidade zona rural,então esse livro que a gente recebe não vem com as culturas da gente vem com maça aqui no Para não da maça,vem com uva aqui a gente conhece uva na Ceasa quando vai e compra a nossa realidade aqui pra ter um livro com as frutas nossas daqui tem piquia, tem a banana,tem o mamão,tem acerola,laranja são frutas que e a realidade do aluno da zona rural mas vem esse tipo de fruta figo,pêra,uva,maça que a gente não conhece nem a arvore então a realidade e diferente. então a gente usa o livro só por um suporte mesmo ali para ter uma base mas que na realidade e mais aula assim que a gente formula,inventa pra se tornar mais fácil para o aluno.

É como eu lhe digo,o livro didático ele e apenas um suporte e livro a gente utiliza mais que nem que nem nos estamos agora pega no livro a cantiga de roda,musica que a gente pega livros que tem que agora ta vindo eu tive olhando Porta Aberta um livro que nos fomos escolher,um livro pra vim no ano que vem e um livro que ele já vem ... totalmente com poesia,já vem com essas musiquinha de roda,ele já vem um pouco diferente do que vinha atrás, quando vem com aquela estória La vem o pato...a gente já encontra nesse livro que ele tinha perdido acho que ele estão recatando e mais eles livro ainda não perfeito pra nos pra nossa região que e o Para.

A avaliação com a criança, a gente formula trabalho; ai faz pesquisa,pede trabalho,e forma apresentação pra eles ele participar e então ai depois agente fecha com uma culminância ai através fazendo toda avaliação da participação do aluno na sala de aula,fora da sala de aula,nos trabalhos pedidos, no comportamento então a gente fecha

Ai terminando com encerramento sobre festa com apresentação dos professores e com alunos também apresentando, professor e aluno apresentação como danças culturais como quadrilha, dança do carimbo e algumas casamento na roça fechando com os alunos.

Olha o conselho escolar só existe pra la aqui na zona urbana eles não .. na zona rural ele não participam,não dão apoio tem estória de aluno que já aconteceu aqui nos não tivemos apoio, eu acho que e só mais uma associação que procura prejudicar, as vezes o pai ou a criação de uma família por exemplo se o pai repreende seu filho e alguém denuncia ele vem em cima do pai porque pai não pode mais bater no filho,pode não pode mais prender um filho são de menor isso e maltrato e a realidade e que se o pai não ter moral e mesmo o filho não tiver um respeito pelo pai se torna esse moleque de rua ou filho de rua como a gente ver hoje na sociedade,por exemplo falam como se diz assim conselho defende tanto a criança mais na verdade não resolve nada hoje eles só procuram ver a pessoa quando e importante,a pessoa que não e importante eles não fazem nada que nem esse mês passado meus colegas foram presos porque se envolveram com aluna criança de 14 e 15 anos,porque ele foi preso ?A gente revendo a questão porque ele e professor, mas se ele não fosse um professor se ele fosse uma pessoa apenas um empregado de uma loja será que ele teria sido preso?Não, porque hoje você vê criança de 11 e 12 anos com filho, alis aqui na nossa escola esta com 12 anos esta grávida e o rapaz que fez o filho nela ta solto nem ficou com a menina não assumiu tai ta solto e se ele fosse um professor?Estaria preso porque o conselho ia em cima o conselho tava em cima, se ele fosse uma pessoa importante o conselho ia em cima como o cara não tem nada não e nada deixa pra la essa e a realidade do conselho na nossa escola nos não temos apoio dele.

Aaqui, não existe conselho escolar.

A diretora é Niciete e a vice é Elaí. A secretaria a Cilene, Duda e a Mirtes

Os professores eu não sei, são, na faixa de uns dez: Wanda, Walda, Ivanete, Reginaldo, Osmarino, Suzana, Perpetua, Elizângela, Eva, Rita, Dona Ivan, Simião – está de licença, etc.

PTOFESSOR OSMARINO: isso ai como ele chegam na primeira serie como aqui não antes pré escola a gente pegava uma criança vamos dizer assim crua no ensino no ensino mas ela já vem com uma formação de casa ne,então a gente procurava a não da uma forma de aula pra ela não se assustar, pra que ela se integre logo dentro do ensino.Da primeira vez que quando eu comecei da aula que eu peguei duas series dentro de uma sala de aula eu senti um impacto meu Deus como eu vou trabalhar com estas duas serie dentro dessa sala ne um tanto de aluno, outro tanto de aluno com eu vou trabalhar ai vem a metodologia que a gente utiliza vamos trabalhar a metodologia com serie tal desde que seja a mesma matéria so que diferenciava um pouco mas sendo o mesmo assunto e dessa forma eu comecei trabalhar e quando chegou com o passar do dia isso era na segunda e terceira serie o desenvolvimento duma da terceira serie que ela desenvolveu mais rápido ela passou a me ajudar em cima da segunda serie dentro da sala de aula então eu tive um excelente resultado trabalhando com esse 36 alunos de serie diferente na mesma sala de aula,outro impacto foi quando eu passei a trabalhar com primeira serie que eu cheguei na sala de aula um monte de criancinha e eu meu Deus o que eu vou fazer se ele não conhece nem o que um A ai eu procurei ajuda ai então foi tendo um suporte dos livros ai passemos a trabalhar mas há uma dificuldade em relação entre pai / professor e mesma relação ou mau relação entre pai e filho porque tem mães que procuram so mandar filho só pra se ver livre e quando a gente passa trabalho pra levar pra casa tem aluno que vai e volta da maneira que vai da maneira volta, quer dizer tem pais que na ligam acha que e direito do professor educar o aluno,e direito do professor da disciplina do filho dele enquanto que eu vejo que o professor e um complementador da educação que a base mesmo tem que vim de casa da família e a gente ver um tipo de criança que vem de uma família bem estruturada e mau estruturada há um a diferença.

O que eu quero dizer, é que, nesse meu trabalho, além do tempo fora que eu passo como professor, eu me sinto feliz de poder estar ajudando na sociedade dessa forma. Meu pai minha mãe já morreram, mas era um orgulho que ela tinha de ter um professor na família e hoje me sinto realizado. Tenho família que me aceita com minha raiz e pretendo avançar mais e me formar com pedagogo e ensinar primeiro e segundo ano.



1 O entrevistado refere-se ao Conselho Estadual de Educação do estado do Pará.

2 Lote é a propriedade de terras, geralmente, na Transamazônica de 100 hectares, para os agricultores da Colonização dirigida pelo estado, na década de 1970.

3 Tapiri é um tipo de habitação, coberto e de paredes de palhas de palmeiras, da floresta primária, na época. Foi um tipo de habitação que prevaleceu como primeira forma de casa, com os colonos pioneiros. Esse cenário, a partir do Km. 140., entre Altamira e Itaituba, pois as casas construídas pelo INCRA foram raríssimas nos primeiros anos, e, depois, não atendeu toda a demanda, principalmente, nas vicinais, planejadas e efetivadas de 05 em 05 km. Por isso, as expressões dos povos da transamazônica, lado oeste, Travessão ou vicinal do Km. 170, 175...

4 Troncos de árvore.

5 Movimento pela Sobrevivência da Transamazônica.

6 È uma qualidade de árvore até americana, é ela que estão implantando na região. Além disso, tem outro tipo de árvore que nessa roça sem queimar tem que ficar algumas árvores que vão se tornar árvores nobres Futuramente têm que ficar em pé no meio da plantação. Nós não obedecíamos muito isso, no início, sabe! Porque muitos sabiam do dinheiro que ia cair na conta, mas, algumas roças têm.


7 Guilherme Alves Mendes. 1º Técnico Agrícola da Região, entre km, 140 ao km. 180, hoje Uruará. Administrador da área, na época chamado de prefeito.

8 Faixa significa, a estrada principal: Rodovia Transamazônica.

9 Travessão significa estrada vicinal. Essas estradas são de cinco em cinco quilômetros, ao longo da Rodovia Transamazônica. Possibilitam o fluxo de pessoas, por onde passam produtos agrícolas e extrativos dos lotes .bem como o de mercadorias compradas nas Vilas e cidades locais. Foram distribuídas pelo Projeto de colonização PIC-Altamira, coordenado pelo INCRA, na década de 1970.

10 Fundação Viver, Produzir e Preservar.


Catálogo: acer histedbr -> jornada -> jornada9 -> files
files -> Karl marx: consideraçÕes acerca de seu pensamento
files -> Lazer e currículo: um olhar sobre o curso de educaçÃo física da universidade do estado do pará entre 1999-2008
files -> 1 tema: formaçÃo docente 1 autora: michelly karla maria fernandes chaves
files -> A historiografia em construçÃo nos processos de ensino e pesquisa da história da educaçÃo no brasil
files -> Autor: Aparecida Luvizotto Medina Martins Arruda
files -> O flâneur visita a Escola Normal de Piracicaba/sp em 1913
files -> Autora: kelly cristina campones c0- autora: maria isabel nascimento história, trabalho e educaçÃO: relaçÕes do senai ponta grossa neste contexto ponta grossa
files -> EducaçÃo para o trabalho e para a civilizaçÃo no pará da virada do século XIX para o XX
files -> A educaçÃo do corpo e o método natural de georges hebert nas décadas de 30 e 40. 1
files -> Discussões sobre a institucionalidade do senac/pa na amazônia paraense


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   21


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal