História fundamental nº 8 o melhor Amigo Legenda da fotografia



Baixar 8.28 Kb.
Encontro21.07.2016
Tamanho8.28 Kb.



História fundamental nº 8

O Melhor Amigo

Legenda da fotografia: Dr. Glenn Wheeler e o seu cão-guia Hilda (segundo da esquerda) fizeram parte da primeira turma a se formar no centro Cães Líderes fundado por Leões.

Depois de tentar sem sucesso, inscrever o Dr. Glenn Wheeler na única escola de cão-guia dos EUA, Charles A. Nutting, Donald P. Schuur e S.A. Dodge do Lions Clube Detroit Uptown decidiram resolver o assunto eles mesmos. Se o amigo e companheiro Leão com deficiência visual não podia frequentar uma escola em Nova Jersey para ser treinado com um cão-guia, um centro de treinamento e companheiro canino teriam que vir até ele.

Embora os cães tenham ajudado os cegos por séculos, os métodos modernos de treinamento para cães têm as suas raízes na Alemanha, quando milhares de soldados voltaram para casa depois da Primeira Guerra Mundial cegos em decorrência de gases venenosos. Conforme as técnicas de treinamento se espalhavam para outros países, inclusive os EUA, a demanda por estes cães valiosos cresceu. Com um cão-guia bem treinado e orientação, os deficientes visuais poderiam circular melhor no mundo cada vez mais agitado. Os cães poderiam advertir os condutores de tudo, desde o tráfego próximo a obstáculos nos corredores do supermercado.

Para ajudar o seu amigo e outros como ele, Charles, Donald e S.A. trabalharam com o clube para que estabelecessem uma escola de treinamento para cão-guia perto de casa. No outono de 1938, o programa inicial formou quatro pares de aluno e cão, sendo um deles Gleen e um cão que se chamava Hilda. Procurando um nome para o novo empreendimento, três Lions Clubes da área de Detroit realizaram um concurso para toda a organização de Lions. O Lions Clube Coulterville de Illinois, nos EUA enviou a sugestão vencedora: Líderes do Lions.

Em 4 de abril de 1939, Lions incorporou a Fundação de Cães Líderes do Lions como uma organização sem fins lucrativos, alugou uma pequena fazenda para a operação em Rochester Hills, Michigan, EUA, e formou a sua primeira turma oficial com um custo de US$ 600 por equipe. Um ano mais tarde, a escola tirou a palavra "Lions" de seu nome, porque o projeto não era um programa oficial de Lions Clubs International, e o grupo queria expandir a base de doadores.

Conhecida hoje como Cães Líderes para os Cegos, a escola já formou mais de 14.500 cães-guia desde que abriu as portas. Mas o seu impacto é ainda maior. Como uma das primeiras escolas para cães de serviço, ela ajudou a popularizar a ideia de cães de serviço e começou um movimento através dos Leões de apoio aos programas de treinamento. Em meados do século 20, os Leões apoiavam as escolas para cães-guia nos EUA, Itália, França e Alemanha.

Os métodos de treinamento da escola mudaram ao longo dos anos, e os seus programas se expandiram para ajudar as pessoas com perda auditiva, diabetes e outros problemas de saúde. Mas o seu propósito segue inalterado. O centro existe para oferecer assistência e não para obter lucro. Embora os participantes anteriormente tivessem que pagar até US$ 150 pelo treinamento, o serviço é gratuito desde 1958. Os participantes também recebem hospedagem e transporte enquanto estão no centro. Hoje, o custo médio do treinamento de um cão é de US$ 37.000, e os Lions Clubes e outros doadores individuais e organizações cobrem todos os custos.

O que começou como uma ideia para ajudar uma pessoa se transformou em um esforço que tem ajudado muitos mais. Atualmente apoiando escolas de treinamento no Canadá, França, Itália, Japão, Noruega, África do Sul e nos EUA, os Leões estão ajudando milhares de pessoas com deficiência visual a encontrar uma nova independência, e muitas vezes um novo melhor amigo.



8-touchstone-best-friends-PO





Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal