Horário: 21 horas Local: Auditório do Observatório do cdcc (cda) Palestrante



Baixar 4.72 Kb.
Encontro28.07.2016
Tamanho4.72 Kb.

http://www.cdcc.sc.usp.br/cda




Sinopse

Para 1961 os Estados Unidos tinham uma outra administração. John F. Kennedy (para muitos historiadores um dos melhores presidentes na história desse país) percebeu imediatamente qual era a situação. Não era apenas uma questão de imagem e propaganda, mas muito mais. Ele falou de uma nova fronteira que estava se abrindo ao ser humano, um novo oceano: o espaço exterior. Por isso, propôs um compromisso extremamente audacioso: "pousar um homem na Lua e trazê-lo de volta para a Terra com segurança". Propôs ainda fazê-lo antes do final da década, numa época em que apenas um americano tinha ido ao espaço, por quase 5 horas. Recebeu um apoio quase unânime, e assim surgiu o maior projeto de engenharia da história: o projeto Apollo. Na manhã de 16 de julho de 1969 começou a viagem mais fantástica na história da Humanidade. Um milhão de pessoas assistiram a decolagem do gigantesco Saturno V de Cabo Canaveral. Três dias depois estavam chegando em praias estranhas. Armstrong e Aldrin entraram no módulo lunar e começaram a descida e Collins ficou atrás no "Módulo Columbia". Segundo os especialistas, o pouso no Mar da Tranquilidade era a parte mais perigosa da missão. Depois de problemas menores com uma antena de comunicação e alarmes de sobrecarga de computador, já a poucos metros do solo veio o mais temido. O local escolhido para o pouso na verdade estava cheio de pedras. Se Armstrong não conseguisse achar em 2 minutos um lugar adequado para pousar o combustível do estágio de descida se acabaria e deveriam abortar a missão ou morrer na queda. Com o nível nos tanques em 30 segundos pousaram suavemente. Armstrong enviou a frase esperada: "Houston, aqui Base Tranquilidade… o Eagle pousou". Estava feito!


Informaçãoes: 3373-9191


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal