Howard dayton crown financial ministries


ALVOS DE INVESTIMENTOS INACEITAVEIS



Baixar 0.59 Mb.
Página7/11
Encontro19.07.2016
Tamanho0.59 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11

ALVOS DE INVESTIMENTOS INACEITAVEIS
De acordo com 1 Timóteo 6:9-11, um alvo de investimento,que e o desejo de se tornar rico, é

estritamente proibido. 1 Timóteo 6:9 afirma: "Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição."

Observe a passagem com atenção.Os que querem ficar ricos "caem em tentação e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição."

Durante muito tempo de minha vida, desejei tornar-me rico - não apenas um pouco rico - muitíssimo rico! Assim, lidar com a proibição bíblica quanto a essa atitude tem sido doloroso para mim. As vezes, mesmo agora, vacilo entre desejar ser rico e desejar ser um mordomo fiel. Quando desejo ser rico estou centralizado em mim mesmo. Minhas motivações para desejar ser rico podem variar - orgulho, avareza ou compulsão doentia para prevenir a sobrevivência em um futuro economicamente incerto. No entanto, quando concentro-me em ser um mordomo fiel, estou centralizado em Cristo com meus pensamentos e atitudes. Minhas ações são então motivadas por um coração puro. Estou servindo a Cristo e me aproximando mais dEle.

Em 1 Timóteo 6:9, a proibição para o desejo de se tornar rico e seguida por esta passagem: "Porque o amor do dinheiro e raiz de todos os males" (1 Timóteo 6:10). Em outras palavras, quando queremos ficar ricos, as Escrituras dizem-nos que estamos amando o dinheiro.

Mateus 6:24 diz: "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou ha de aborrecer-se de um, e amar ao outro; ou se devotara a um e desprezara ao outro. Não podeis servir a Deus e as riquezas [dinheiro]."Pense nisso de forma cuidadosa. Quando desejamos ficar ricos estamos, na verdade, amando o dinheiro e odiando a Deus. Estamos nos agarrando ao dinheiro e desprezando a Deus. Estamos servindo ao dinheiro e, portanto, não estamos servindo ao Deus vivo. 1 Timóteo 6:10 termina dizendo: "e alguns, nessa cobiça [pelas riquezas], se desviaram da fé, e a si mesmos se atormentaram com muitas dores."

Já fui testemunha pessoal dessa verdade das Escrituras. Admiro profundamente o homem que me conduziu a Cristo, mas ele foi consumido pelo desejo de se tornar rico. Divorciou-se de sua esposa e abandonou quatro filhos pequenos. Mais ainda, negou a Cristo e se desviou da fé. Ao desejo de tornar-se rico, que e o amor pelo dinheiro, segue-se uma condição espiritual devastadora.

Entenda-me com clareza. Não estou dizendo que ficar rico é errado. De fato, alegro-me ao ver Deus, em sua soberania, capacitando um homem ou uma mulher a prosperar. Não ha nada errado em se tornar rico, se tal riqueza for produto de uma mordomia fiel.


De no pé e se submeta

Nos vencemos a tentação de ficarmos ricos quando nos lembramos de dar no pe e de nos submetermos. Em 1 Timóteo 6:11Paulo aconselha Timóteo da seguinte maneira: "Foge destas cousas [desejos de ficar rico]; antes, segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão." Quando você se torna consciente de seu desejo de se tornar rico, precisa fugir (dar no pe) da tentação e substituí-la com a busca pela devoção.

A seguir, submeta-se. A melhor saída encontra-se na submissão a Jesus como Senhor. Podemos fazer isso em confiança perfeita porque Jesus venceu uma tentação enorme de se tornar rico. Depois que Cristo jejuou por 40 dias no deserto, o diabo tentou-o três vezes. A tentação final esta em Lucas 4:5-7: "E [o diabo] elevando-o mostrou-lhe [Jesus] num momento todos os reinos do mundo. Disse-lhe o diabo: Dar-te-ei toda esta autoridade e a gloria destes reinos... se prostrado me adorares”.Você pode imaginar que tentação terrível isso representou!

Quando trabalhava num negocio de desenvolvimento imobiliário e descobria uma propriedade excelente, quase que imediatamente começava a cobiçá-la e imaginar a possibilidade de me tornar rico. No caso de Jesus, em um determinado momento, todos os reinos do mundo lhe foram expostos. Mas como Ele era totalmente submisso ao Pai e tinha o poder do mesmo Espírito Santo que habita em nos, foi capaz de resistir a tentação.

Creio que nosso Pai celeste jamais dará prosperidade a seus filhos, enquanto estiverem motivados a ficarem ricos. O desejo de se tornar rico - amor ao dinheiro - esta num paralelo próximo a avareza.E "avareza... é idolatria" (Colossenses 3:5). O Pai cuida, com ciúmes, de seus filhos para assegurar-se de que não sejam desviados do amor a Ele de todo coração.
JOGOS E LOTERIAS
As loterias sancionadas pelo governo e todos os tipos de jogos estão invadindo a nação. Um estudo recente relatou que um membro de igreja contribui, em media, com R$ 20,00 por ano para missões estrangeiras enquanto que uma pessoa joga, em media, R$ 1.174 por ano! É triste pensarmos que há centenas de milhares de apostadores compulsivos que, de forma regular, acabam com a renda familiar. Suas histórias são de cortar o coração. A Bíblia não proíbe, de forma especifica, o jogo; no entanto, muitos que jogam o fazem numa tentativa de se tornarem ricos de forma rápida. Isso e uma violação das Escrituras.

Como homens e mulheres que servem a um Deus santo somos chamados para sermos luz e sal em um mundo perdido. Creio firmemente que precisamos fazer um compromisso de nunca participar de jogos ou loterias, mesmo que seja por diversão. Não devemos nos expor-nos ao risco de nos tornarmos apostadores compulsivos, nem devemos apoiar uma industria que escraviza tantas pessoas.


HERANÇA
Os pais devem tentar deixar uma herança material a seus filhos."O homem de bem deixa herança aos filhos de seus filhos" (Provérbios 13:22). A herança não deve ser dividida ate que o filho esteja bem treinado a ser um mordomo sábio. "A posse antecipada de uma herança, no fim não será abençoada" (Provérbios 20-21).

Em minha opinião, você deve providenciar para que a herança seja distribuída ao longo de vários anos ou quando o herdeiro estiver maduro o suficiente para lidar com a responsabilidade do dinheiro.Selecione pessoas em quem você confia para supervisionar o jovem ate que ele seja um mordomo capaz. "Digo, pois, que durante o tempo em que o herdeiro e menor, em nada difere do escravo, posto que e ele Senhor de tudo. Mas esta sob tutores e curadores ate ao tempo pré determinado pelo pai" (Gálatas 4:1-2).

Você deve prover uma herança para seus filhos. No entanto, talvez não seja sábio deixar seus filhos com muita riqueza, se eles não tiverem aprendido bem a perspectiva bíblica sobre o dinheiro e como lidar com ele de forma apropriada. Andrew Carnegie falou certa vez, "O todo poderoso dólar legado a um filho, e uma maldição toda poderosa. Ninguém tem o direito de dificultar a vida de seu filho comum fardo como a riqueza. O pai deve encarar a questão de forma direta: A fortuna estará segura com meu filho, e o meu filho estará seguro com minha fortuna?"
Testamentos

A maioria das pessoas não deixa um testamento antes de sua morte.

Pense no significado disso. Morrer sem deixar um testamento pode ficar caro, consumir tempo e ser pesaroso para seus amados. Pode literalmente destruir um patrimônio deixado para a família.

As Escrituras ensinam que não trouxemos nada ao mundo e que não levaremos nada conosco quando morrermos, mas podemos deixar algo para trás exatamente como desejarmos. Podemos especificara quem e o quanto. Se você morre sem deixar um testamento, tais decisões são levadas ao tribunal. Sob tais circunstancias, o tribunal pode apontar um guardião (que talvez não conheça ao Senhor) para cuidar de seus filhos, caso isso não tenha ficado claro em seu testamento.

Seja você casado ou solteiro, rico ou pobre, deve fazer um testamento. Ele não apenas torna claro algumas incertezas legais como também ajuda-o a mapear suas finanças enquanto esta vivo para que possa proteger os interesses de seus herdeiros.

Em cada 100 pessoas, cerca de 36 morrem antes da idade da aposentadoria. Assim, não adie os preparativos para seu testamento só porque ainda e novo. Faca-o agora! Disse o profeta Isaias a Ezequias, “Assim diz o Senhor: Poe em ordem a tua casa, porque morreras". (2 Reis 20:1).


Algum dia, se o Senhor tardar, você morrera. Um dos melhores presentes que você pode deixar para sua família, nesse tempo de emoção, e um patrimônio organizado e um testamento bem preparado ou um curador irrepreensível. Caso não tenha um testamento ou curador, por favor, marque um encontro com um advogado para prepará-lo.
CONTRASTE
A sociedade diz: Gaste tudo que ganhou. No entanto, se for economizar, coloque sua confiança nos bens acumulados.
As Escrituras dizem: "O homem de bom senso economiza, e tem sempre bastante comida e dinheiro em sua casa; o tolo gasta todo o seu dinheiro assim que o recebe" (Provérbios 21:20, BV).


COMPROMISSO:
1. Estabeleça um padrão de economia. Comece no seu próximo pagamento.
2 . Marque um encontro com um advogado nesta semana para fazer seu testamento.
DOZE
O ÚNICO INVESTIMENTO

GARANTIDO




TINHA 28 ANDS DE IDADE quando esbarrei no único investimento totalmente garantido que existe. Comecei a participar de um café da manhã semanal com vários homens de negócios e fiquei impressionado pela astúcia e energia deles. Mas, acima de tudo, fui atraído por sua qualidades de vida. Naquele tempo, era sócio de um restaurante bem sucedido. Estava casado com minha maravilhosa esposa e morávamos em uma Casa confortável. Tinha tudo que achava que poderia me dar felicidade e um senso de realização, mas não tinha nenhum dos dois. Faltava algo.Fiquei surpreso ao ouvir esses homens falando abertamente da fé que depositavam em Deus. Freqüentara a igreja de forma regular durante meu crescimento. No entanto, nunca ouvira sobre a possibilidade de um relacionamento pessoal com Jesus Cristo.

Um amigo descreveu como eu poderia iniciar esse tipo de relacionamento com o Senhor. Compartilhou várias verdades bíblicas que eu não entendera anteriormente.
Deus o ama e deseja que você O conheça.

Deus criou seu povo a Sua própria imagem e deseja um relacionamento intimo com cada um de nos. Meu amigo chamou minha atenção para duas passagens: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16). "Eu [Jesus] vim para que tenham vida e atenham em abundancia" (Joao 10:10).

Quando meu filho Malhew estava no primeiro ano, desenvolveu um desejo ardente de ganhar a corrida de 100 metros rasos que haveria na escola. Ele só falava sobre isso durante os dois meses seguintes. Mas havia um problema: Bobby Dike, seu colega de classe, era mais rápido que Malhew.

Finalmente chegou o dia. Primeiro, eles correram os 50 metros e Bobby venceu Malhew com facilidade. Nunca me esquecerei quando Malhew veio ate mim, com lagrimas nos olhos, pedindo, "Papai, por favor, ore para eu vencer a corrida de 100 metros. Eu tenho que ganhar”. Meu coração ficou apertado enquanto concordava com ele.

Ao ser dada a largada, Malhew arrancou com rapidez. Na metade da corrida, ele distanciou-se do restante dos colegas e venceu. Fiquei louco de alegria! Eu pulava e gritava. Jamais experimentara tamanha empolgação. Então ocorreu-me o quanto amava meu filho. Embora amasse outras pessoas, não as amava o suficiente para entregar meu filho a morte por elas. Mas e assim que Deus, o Pai, ama você. Ele deu Jesus Cristo, Seu Único Filho, para morrer por você.
Estamos separados de Deus.

Deus e santo, o que quer dizer que Ele e perfeito e não terá um relacionamento com ninguém que não seja também perfeito. Meu amigo perguntou-me se eu havia, alguma vez, pecado - feito qualquer coisa que me desqualificasse de ser perfeito. "Muitas vezes”, admiti. Ele explicou-me que todas as pessoas pecaram e que a conseqüência do pecado é a separação de Deus.

"Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3:23). "O problema são os seus pecados; por causa deles, vocês estão separados de Deus. Por causa dos seus pecados, Deus virou o seu rosto de vocês, e não ouve mais o que vocês pedem" (Isaias 59:2, BV).

Este diagrama ilustra nossa separação de Deus:


Um abismo enorme separa-nos de Deus. Alguns indivíduos tentam, sem sucesso, cruzarem esse abismo por seus próprios esforços como, por exemplo, tendo uma vida boa e de moral elevada.
Jesus Cristo e a única provisão de Deus para cruzar esse abismo

Jesus Cristo morreu na cruz para pagar a pena de nosso pecado e cruzar o abismo entre nos e Deus. Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim"(João 14:6). Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nos, sendo nos ainda pecadores" (Romanos 5:8).

Este diagrama ilustra nossa união com Deus através de Jesus Cristo:

Este relacionamento a um dom de Deus.

Meu amigo explicou-me que, por um ato de fé, eu poderia receber o dom gratuito de um relacionamento com Deus. A transação parecia boa demais para ser verdade. Tinha aprendido nos negócios que, toda vez que houvesse duas pessoas, convencidas de estarem recebendo mais do que dando, havia uma transação. Mas, no momento, eu recebia uma oferta de um relacionamento com Deus, e isso era um dom gratuito."Porque pela grata sois salvos, mediante a fe; e isto não vem de vos, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2:8-9).


Cada um de nos precisa receber a Cristo individualmente.

Eu só precisava dar as costas (arrepender-me) de meus pecados e pedir que Jesus Cristo entrasse em minha vida e se tornasse Salvador e Senhor. E assim o fiz.

Como meus parceiros de negocio costumam dizer, sou uma pessoa muito pratica. Eles sabem que se algo não funciona, faro parar imediatamente. Agora, apos 25 anos de experiência, posso confirmar, sem sombra de duvidas, que você pode ter um relacionamento com Deus, através de Jesus Cristo. Dentre tudo que conheço, nada e comparável ao conhecimento pessoal de Cristo.

Se você desejar conhecer ao Senhor e não tem certeza de ter ou não esse relacionamento, encorajo-o a pedir que Cristo entre em sua vida e a firmar isso através de uma simples oração. "Deus Pai, preciso do Senhor. Convido Jesus a fazer parte de minha vida para me tornar a pessoa que o Senhor deseja que eu seja. Obrigado por perdoar meus pecados e me dar o dom da vida eterna."

Você pode cumprir todos os princípios para se tornar um mordomo fiel, mas sem um relacionamento com Cristo, seus esforços serão em vão. Se pediu para Cristo entrar em sua vida, comece a participar de uma igreja que ensine a Bíblia, a fim de que você amadureça na fé. For favor, faca contato com o Ministério Crown e tentaremos responder suas questões ou ajudá-lo de alguma forma.
TREZE
FILHOS

OS ABC'S DO DINHEIRO





A


Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviara dele.

Provérbios 22:6



PRENDER A LIDAR COM O DINHEIRO, passo a passo,e parte da educação dos filhos. Os próprios pais devem executar essa tarefa e não deixá-la para os professores. As experiências com gastos acontecem no mundo e não numa sala de aula.

Bev e eu encontramos a família dos Hitchcock num parque para um piquenique. Enquanto observávamos seus filhos brincarem, Jean expressou uma preocupação: “Allen e eu não fomos ensinados por nossos pais a lidarmos com o dinheiro de forma responsável e acho que não estamos fazendo um serviço muito melhor com nossos filhos. Eles simplesmente não entendem o valor do dinheiro”.


O que poderíamos fazer?"

Essa e uma pergunta que todos as pais precisam responder. Em 1904, o País de Gales experimentou um avivamento marcante. Milhares de pessoas conheceram a Cristo e as resultados foram incríveis. Bares fecharam-se devido à falta de fregueses. Policiais trocaram suas armas por luvas brancas jd que o crime desaparecera. Cavalos não entendiam seus donos que id não mais diziam palavras profanas. O Pais de Gales enviou missionários para o mundo todo.

Um desses missionários viajou para a Argentina onde, em uma das ruas, conduziu um mocinho a Cristo. O nome do modo era Luis Palau. Desde então ele tornou-se conhecido como o " Billy Graham" da América Latina. Por sua gratidão pelo missionário do Pais de Gales, Palau viajou para lá durante os anos 70, no intuito de expressar essa gratidão aquela nação que o ajudara a conhecer a Cristo. Mas sua descoberta foi terrível! Menos da metade de um por cento dos habitantes daquele país participavam de uma igreja. O número de divórcios era alto e o crime estava em forte ascendência. Muitas igrejas tinham sido fechadas e transformadas em bares e o rugbi tinha substituído o cristianismo, como a religião nacional.

Como resultado dessa experiência, Palau produziu um filme chamado God Has No Grandchildren (Deus Não Tem Netos). A mensagem do filme e que cada geração e responsável por transmitir a fé para a próxima geração. No País de Gales, apesar da tremenda vitalidade espiritual, o impacto do cristianismo desaparecera pelos anos 70. Os pais haviam falhado em passarem sua fé aos filhos. Cada geração é responsável por passar aos filhos o evangelho e as verdades das Escrituras, incluindo os princípios financeiros.

Responda esta questão: quando você saiu de casa, qual era oseu preparo para tomar decisões financeiras? Pais e professores gastam de 18 a 22 anos preparando as jovens para ocupações mas, geralmente,menos que umas poucas horas para ensinarem aos filhos o valor e o use do dinheiro que ganharão em suas carreiras.

Para ensinarem as princípios bíblicos necessários a administração do dinheiro, os pais devem usar três métodos: a comunicação verbal, o modelo e a experiência prática


Comunicação verbal

O Senhor cobrou dos israelitas, "Estas palavras que hoje to ordeno, estarão no teu coração; to as inculcaras a teus filhos, e delas falaras assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te e ao levantar-te" (Deuteronômio 6:6-7). Devemos instruir, com palavras, nossos filhos nos caminhos do Senhor, mas eles precisam de mais do que instrução verbal; precisam de um bom exemplo.


Modelo

Os filhos absorvem as atitudes dos pais relativas ao dinheiro da mesma maneira que um mata-borrão absorve a tinta. Os pais precisam ser exemplos de como lidar com o dinheiro de forma fiel. Paulo reconheceu a importância do exemplo quando falou, "Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo" (1 Coríntios 11:1). O Senhor usou ambas as técnicas. Deu-nos a Bíblia, Sua Palavra escrita, e enviou também o modelo perfeito, Jesus Cristo, para demonstrar como deveríamos viver.

Lucas 6:40 e uma passagem desafiadora para ao país, ao dizer que "Todo aquele, porém, que for bem instruído será como o seu mestre."Uma outra forma de dizer isso e que podemos ensinar aquilo em que cremos, mas apenas reproduzimos quem somos. Precisamos ser bons modelos.
Experiências práticas

Os filhos precisam receber oportunidades de aplicarem o que tem aprendido e visto. Ha experiências de ensino que beneficiam os filhos na área de gerenciamento do dinheiro (a arte de gastar com sabedoria) e de se ganhar dinheiro (o valor do trabalho).



EXPERIÊNCIAS NA APRENDIZAGEM DO

"GERENCIAMENTO DO DINHEIRO"
Aprender a administrar o dinheiro deve ser parte da educação dos Filhos. Os próprios pais precisam dar esse ensino e não delegá-lo a professores, porque as experiências com gastos acontecem fora das salas de aula. Considere cinco áreas onde isso pode ser possível:
Renda

Tão logo a criança chegue na idade escolar, deve começar a receber uma renda para lidar com ela. Os pais precisam decidir se querem dar-lhe uma mesada ou se preferem que o filho ganhe o dinheiro com serviços. Escolha a alternativa mais apropriada a você.

O valor da renda irá variar de acordo com fatores como idade da criança e habilidade para ganhar. No entanto, o valor não e tão importante quanto a responsabilidade de gerenciar o dinheiro. Em primeiro lugar, essa e uma experiência nova e a criança fará alguns erros. Não hesite em deixar que a "lei das conseqüências naturais" siga seu próprio curso. Você será tentado a ajudar o Joãozinho quando ele gastar toda sua renda no primeiro dia, numa compra pouco sabia. Você não vai gostar do fato de que ele terá que passar o resto da semana sem todas as outras coisas que ele quer ou, talvez, de que precise. Não o livre da situação. Os erros dele serão seu melhor professor.

Os pais devem estabelecer limites e oferecer conselho na forma de se gastar dinheiro, mas seu filho deve ter liberdade de escolha. Restrições excessivas apenas reduzirão suas oportunidades de aprender pela experiência. Os primeiros centavos e moedas deixarão uma impressão duradoura. Todo domingo pela manha, costumava sair de bicicleta com meu filho Mathew para comprar-lhe um pacote de seus chicletes preferidos. Apesar de meu conselho constante, o pacote inteiro era consumido no mesmo dia.

Quando Mathew começou a receber sua mesada, decidimos que ele teria que comprar seus chicletes. Nunca me esquecerei de seu olhar doloroso ao sair da loja com sua primeira compra. "Papai, gastei todo meu dinheiro com esses chicletes," explodiu ele. Aquele pacote foi racionado com carinho e durou mais de uma semana.

Os pais devem aumentar, devagar, a mesada conforme o filho cresce em sua habilidade e demonstra sabedoria nas formas de gastar.


Orçamento

Quando os filhos começam a receber uma mesada, ensine-os a fazer um orçamento. Comece com um sistema simples que consiste de três caixas, cada uma rotulada por categoria - dar, economizar e gastar.A criança distribui uma porção de sua renda em cada caixa. Assim, um orçamento simples e estabelecido usando o controle visual. Quando a caixa esta vazia não ha dinheiro para gastar. Ate mesmo uma criança de seis anos pode entender esse método.

Quando o filho chega aos doze anos, tem idade suficiente para inteirar-se do orçamento da família. Ira entender que esta crescendo, pois agora pode compartilhar planos para os gastos da renda da família. Percebera que cada membro tem sua responsabilidade para gastar deforma sabia, independentemente de quem recebe a renda. A medida que a criança amadurece, deve participar de cada aspecto do orçamento da família. Isso ira ajudá-la a perceber a extensão e as limitações da rendada família, bem como a forma de fazer o dinheiro "esticar" para supriras necessidades.

Em primeiro lugar, o filho pode pensar que a família tem tanto dinheiro que nem será possível gastá-lo todo. Para ajudá-lo a visualizar o orçamento, converta a renda da família em pilhas de reais. Coloque-as sobre a mesa e dívida as pilhas de "renda" em varias pilhas de"despesas", divididas por categorias. Como as crianças tem uma percepção abstrata, e sempre difícil para elas entenderem os números.Os reais trarao uma forma mais fácil para a criança entender o orçamento da família.

Durante o treinamento do orçamento, ensine seu filho a se tornar um consumidor sábio. Ensine a ele as habilidades para comprar, a habilidade de distinguir as necessidades dos desejos e a fina arte de esperar no Senhor pela provisão. Previna seu filho sobre a influencia poderosa da propaganda e o perigo da compulsão para gastar.

Quando a criança tornar-se adolescente, pare de dar mesada, anão ser que ele apresente um orçamento que demonstre a maneira como ele gastou o dinheiro na semana anterior.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal