IdentificaçÃo nome: província do santíssimo nome de jesus do brasil endereço



Baixar 106.07 Kb.
Encontro26.07.2016
Tamanho106.07 Kb.


APRESENTAÇÃO



Por meio deste relatório a Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil demonstra as ações e atividades realizadas durante o ano de 2008. Para ilustrar as informações apresentadas inserimos fotografias e documentos anexos. Inicialmente descrevemos a identificação da entidade e em seguida os projetos sociais e parcerias com instituições filantrópicas.






IDENTIFICAÇÃO


Nome: PROVÍNCIA DO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS DO BRASIL

Endereço: AV. SÃO FRANCISCO DE ASSIS, Nº 363 - BAIRRO JUNDIAÍ - ANÁPOIS / GO

Telefax: (62) 3327-0497

CNPJ: Nº 01.035.187/0001-21

Data da fundação: 02/02/1945

Fundadores: FREI PAULO SEIBERT, FREI JOÃO F. GRANAHAN, FREI FELIPE A KENNEDY e FREI CONALL O'LEARY


MISSÃO
Cooperar com a ação da igreja e implantar a Ordem Franciscana no Centro-Oeste do Brasil através de ação pastoral evangelizadora e educativa, promovendo a formação do ser humano e a construção de sua cidadania, de acordo com os princípios cristãos, sob inspiração de São Francisco de Assis.” (Frei Fernando Inácio Peixoto de Castro, OFM).
ESTATUTO
A Província está registrada nos seguintes órgãos: (1) Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas da Comarca de Anápolis Goiás, sob o número de Ordem 05 às Folhas 10 do Livro A, No. 1.578; (2) Conselho Nacional de Serviço Social (CNSS) do MEC, pelo processo No. 234.626/68; (3) Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da Secretaria da Receita Federal do Ministério da Fazenda sob No. 01.035.187/0001-21; (4) Conselho Nacional de Assistência Social CNAS, processo n 234.626/68 e recadastrada através da Resolução n 40, de 09 de abril de 1.998 POSSUI: (1) Certificado de Entidade de Fins Filantrópicos concedido pelo Conselho Nacional de Assistência Social CNAS, processo nº 208.798/69 e sucessivos de renovação conforme legislação pátria; (2) Título de Utilidade Pública Federal, outorgado pelo Decreto n 62.742, de 21 de maio de 1968; (3) Utilidade Pública Estadual, outorgado pela Lei n.º 16.065, de 03 de Julho de 2.007 e (4) Utilidade Pública Municipal, outorgado pela Lei n 2.070/92, de 14 de dezembro de 1992.
FINALIDADE ESTATUTÁRIA
A PROVÍNCIA DO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS DO BRASIL é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos ou econômicos, beneficente, de natureza filantrópica, de caráter educacional e de assistência social permanente. Tem por finalidade criar, congregar, dirigir, manter e promover obras de assistência educacional e social, visando o bem estar social, a ordem pública, a liberdade, a cidadania, a democracia, o progresso, a promoção humana, a cultura e a evangelização; conforme artigo 1º do seu Estatuto Social.

PÚBLICO ALVO. São todas as pessoas carentes, independentemente de raça, cor, idade, sexo, nacionalidade, credo político e religioso; conforme artigo 7º do Estatuto Social.


DIRETORIA
Atualmente a Diretoria da PROVÍNCIA é composta pelos seguintes membros: Frei Wanderley Carvalho do Couto, OFM (Presidente / Ministro Provincial); Frei Paulo Joseph Osborne, OFM (Vice-Presidente / Vigário Provincial); Frei Paulo Sérgio de Souza, OFM (Tesoureiro/Ecônomo Provincial) e Frei João Mendes Rodrigues, OFM (Secretário Provincial), conforme artigo 21 do Estatuto Civil.
ASSOCIADOS
Integram a PROVÍNCIA, 55 Frades professos solenes e temporários, conforme Estatuto Civil da referida entidade, sendo 04 frades noviços, 10 postulantes e 04 Aspirantes, distribuídos em Paróquias e Centros de Estudo. Algumas Paróquias são auto-suficientes financeiramente e as mais distantes localizadas em locais de missão, são sustentadas por esta mantenedora.

Todos os Frades estão comprometidos com a promoção vocacional junto aos jovens que se sentem chamados à Vida Religiosa Franciscana. Tais jovens recebidos como aspirantes à Ordem, receberão formação específica para vida religiosa em institutos próprios e os que aspiram ao sacerdócio estudarão filosofia e teologia para futuramente receberem o ministério sacerdotal, a fim de promoverem a evangelização e o auxílio aos necessitados, missão específica do Frade Franciscano. Tais estudantes moram nos Conventos e recebem total assistência material, alimentar, médica, odontológica, intelectual, espiritual, desta entidade durante o tempo de formação.


PATRIMÔNIO
Os bens patrimoniais da PROVÍNCIA DO SANTÍSSIMO NOME DE JESUS DO BRASIL são constituídos de Escolas, Conventos, Outros Imóveis e Terrenos localizados no Estado de Goiás nas cidades: Anápolis, Goiânia, Pires do Rio, Porangatu, Ceres e Catalão; no Estado do Tocantins nas cidades de Araguacema e Palmas; e Distrito Federal, Brasília; conforme artigos 3º, 46º e 47º do Estatuto Social.
GOVERNO PROVINCIAL
Ministro Provincial

Frei Wanderley Carvalho do Couto, OFM


Vigário Provincial

Frei Paulo Joseph Osborne, OFM


Definidores

Frei Paulo Sérgio de Souza, OFM

Frei Marcos Aurélio Fernandes, OFM

Frei Longuinho Rodrigues de Menezes, OFM

Frei Carlos Antônio da Silva, OFM
Secretário Provincial

Frei João Mendes Rodrigues, OFM


Ecônomo Provincial

Frei Paulo Sérgio de Souza, OFM


Secretário Provincial para Formação e Estudos

Frei Paulo Joseph Osborne, OFM


Moderador da Formação Permanente

Frei Nivaldo José Limírio, OFM


Animador Provincial do Cuidado Pastoral das Vocações

Frei Ronaldo Alves da Silva, OFM


Evangelização Missionária, Animador Provincial do Serviço JPIC

Frei Francisco Rodrigues de Oliveira, OFM


Secretário Provincial para Evangelização

Frei Carlos Antônio da Silva, OFM
Coordenador da REF

Frei Marcos Aurélio Fernandes, OFM


Secretaria de Comunicação

Frei Edgar Alves Pereira, OFM

Frei João Mendes Rodrigues, OFM

Frei Fábio Inácio Borges, OFM



PARÓQUIAS

- Paróquia São Francisco de Assis (Anápolis)


- Paróquia São Francisco de Assis (Goiânia)
- Paróquia e Santuário Santo Antônio (Brasília)
- Paróquia de Santana (Anápolis)
- Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus (Catalão)
- Paróquia Nossa Senhora da Piedade (Porangatu)
- Paróquia Nossa Senhora da Divina Providência (Araguacema-TO)
- Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Pires do Rio)



PROJETOS SOCIAIS


Educando com arte – Palmas / TO

O Projeto Educando com Arte iniciou suas atividades no ano de 1997 na cidade de Palmas – TO, e desde então tem contribuído com as crianças, adolescentes e famílias das quadras 1006,1104,1106 e 1206 sul do referido município. No primeiro ano após a implantação do Projeto, o mesmo atendeu diretamente 60 crianças e adolescentes, tendo este número aumentado gradativamente.

As atividades oferecidas no Projeto estão em consonância com o que preconiza o ECA no que se refere à educação, cultura, arte e lazer. Neste sentido são oferecidas oficinas de teatro, dança, música e artesanato como meio de estar contribuindo para o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes.

O Projeto nasceu dentro de uma realidade que apresentava uma necessidade específica de ajudar crianças e adolescentes que encontravam dificuldades no aprendizado escolar. Durante quatro anos trabalhou dentro dessa perspectiva, porém, com o tempo, além desta necessidade, foram surgindo outras que fizeram com que o objetivo inicial e as metas do Projeto fossem revistas no sentido de prestar um atendimento mais amplo e que possibilitasse também o atendimento de adolescentes na faixa etária de 15 e 16 anos de idade com oficina de capacitação profissional.

Com esta ampliação o Projeto Educando com Arte avançou mais um passo na garantia dos direitos fundamentais das crianças e adolescentes; sendo que com a ajuda prestada à sociedade contribui para a construção da cidadania almejada.
Educar para a vida – Pires do Rio e Catalão / GO
O Projeto Educar para a Vida foi fundado no dia 13 de outubro de 2006 na cidade de Catalão, tendo como entidade proponente a Província do Santíssimo Nome de Jesus e a supervisão da Escola Paroquial São Bernardino de Siena. Atualmente o Projeto atende 30 crianças consideradas em situação de risco oriundas do bairro Jardim Paraíso nesta cidade, com a faixa etária entre 07 a 12 anos, sendo que os mesmos permaneceram no projeto até aos 16 anos. Os educandos são divididos em turnos matutino e vespertino de segunda a sexta-feira no horário das 7h30 ás 17 horas.

O Projeto Educar para Vida tem como objetivos gerais: Propiciar à criança e ao adolescente em situação de risco social e suas famílias, novas vivências, atuando no âmbito preventivo, com o intuito de amenizar privações afetivas, culturais e socioeconômicas decorrentes de sua realidade, além de riscos como: o contato com a droga, o álcool, a exploração sexual e a marginalidade.Promover a formação religiosa dos educandos, para um maior conhecimento de si e de Deus, levando a Paz e o Bem para sua vivência.

Para alcançar esses objetivos o trabalho com os educandos é desenvolvido através de oficinas divididas no decorrer da semana, são elas: Oficina de Ensino Religioso, Oficina Pedagógica, Oficina de Natação, Oficina de Informática, Oficina de Artes, Oficina de Música (coral), Oficina história e teatro e Oficina de Estimulação.

O Projeto também conta como uma assistência psicológica que visa atender as famílias, educandos, educadores e a escola em que as crianças do projeto freqüentam , pois acreditamos que para alcançar o nossos objetivos precisamos unir esses pontos .Vale ressaltar que os educandos recebem transporte, alimentação, uniforme e material didático fornecidos gratuitamente pelo projeto.Diante do contexto procuramos sempre pautarmos nosso trabalho em uma educação franciscana, visando a formação dos educandos para semear a Paz e o Bem em seu meio.


Preservação do Cerrado
O Projeto Preservação do Cerrado é uma iniciativa da Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil, que tem como objetivo propor ações práticas de preservação deste bioma por meio de debates em entidades classistas, escolas, universidades, dentre outros espaços de divulgação do saber. Além das discussões sobre o tema, com formadores de opinião, estudantes, professores, especialistas, ambientalistas, o projeto tem ainda o intuito de informar à população sobre a localização, clima, hidrografia, geologia, solos, flora e fauna do Cerrado, por meio do programa, que leva o seu nome, transmitido diariamente durante a programação das emissoras da Fundação Frei João Batista Vogel (São Francisco AM, 96 FM e Cultura). Outra ação prática do projeto é o site www.preservacaodocerrado.com.br, que reúne inúmeros parceiros em prol da preservação do bioma.



PARCERIAS

Durante todo o ano de 2008, a Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil promoveu doações às instituições e entidades carentes, relacionadas a seguir.



NACRI


Centro Comunitário Aliança/Núcleo do Adolescente e Criança (NACRI)

Endereço: Rua Bela Vista - Qd 02/ Lt.12 - Bairro: Novo Paraíso - Anápolis/Goiás.

Responsável - Irmã Iosita Freitas Campos

Fone: (62) 3387-4299

E-mail: iositac@yahoo.com.br

O NACRI é uma entidade de fins filantrópicos fundada em 16 de novembro de 1993, com sede no bairro Novo Paraíso e administrada pelas Franciscanas de Instrução e Assistência. Atende 160 crianças e adolescentes oriundos de escolas públicas, na faixa etária de 5 a 17 anos. Oferece acompanhamento pedagógico, práticas esportivas, formação religiosa, alimentação e artesanato.


Beneficiários diretos

Durante o ano de 2007 foram 200 crianças e adolescentes atendidos. A idade é entre 6 e 17 anos.


Resultados alcançados

- Cultivar valores e criar oportunidades de estudo, lazer, capacitação profissional, relações afetivas e familiares mais equilibradas;

- Diminuição do índice de repetência através do reforço escolar;

- Tirar as crianças e adolescentes envolvidos no projeto das situações de risco;

- Favorecer a segurança alimentar dessas crianças e adolescentes.

CASA BETHÂNIA

Endereço:Rua Joaquim Propício de Pina, nº 163.

Bairro: Jundiaí - Anápolis-Goiás.

Telefone: (62) 3324-1174
A Casa de Acolhimento Bethânia, que está sob a direção das irmãs Franciscanas da Divina Misericórdia, foi fundada em 2002. O trabalho foi iniciado pela irmã Elizabeth e com a ajuda de Dom Manuel Pestana Filho (bispo emérito de Anápolis), e do médico infectologista Marcelo Daher. O local realiza um trabalho sem fins lucrativos aos internos e externos, sem distinção de raça, cor e religião, por meio de trabalhos voluntários, dando assistência espiritual, preventiva, psicológica e social.

FASA
A Fundação de Assistência Social de Anápolis é entidade privada, filantrópica e sem fins lucrativos, de caráter comunitário, tendo por finalidade estatutária prestar Assistência Médica e Social a pessoas carentes, sem distinção de raça, credo, cor ou ideologia política, especialmente em serviços de Assistência Médica - Hospitalar e Ambulatorial em Convênio com o Sistema Único de Saúde – SUS, de forma complementar e preferencial nos termos da Constituição Federal e da Lei Orgânica da Saúde - Lei nº 8.080/90.

Fundada em 1.946, com o propósito de assistir as pessoas menos favorecidas, acolhendo-as e oferecendo-lhes sopa para matar a fome, a Fundação de Assistência Social de Anápolis teve o reconhecimento de pessoas caritativas na cidade de Anápolis e, assim, por meio do trabalho das Irmãs Franciscanas de Allegany, e dos Frades Franciscanos, nasceu o Hospital Menino Jesus. Administrado por pessoas imbuídas do espírito humanitário, foi criada, em 12 de julho de 1.946, a Mantenedora da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis –Fundação de Assistência Social de Anápolis (FASA).




AÇÕES PAROQUIAIS


PARÓQUIA E SANTUÁRIO SANTO ANTÔNIO
A Paróquia e Santuário Santo Antônio, em 2008, celebra seu Jubileu de Ouro de sua fundação. Ao longo desses anos, muitos frades e leigos deram o seu testemunho de vivência do Evangelho e de Devoção em Brasília, na Asa Sul, onde teve início a história religiosa da capital Federal. Os frades chegaram em Brasília para estabelecer o carisma franciscano e também a devoção ao santo. Ao longo dos anos, de acordo com o pároco, Frei Carlos Antônio da Silva, OFM, foram muitas as dificuldades e desafios. “Com simplicidade e colaboração de tantos leigos, em 2008 celebra-se a importância dessa obra”, enfatiza.

Desde o início, os frades investiram na formação religiosa e cultural dos trabalhadores que vieram para construir Brasília. Segundo Frei Carlos, atentos a formação acadêmica, os frades criaram a Escola Paroquial Santo Antônio que hoje é referência de tradição e qualidade educacional, que educa, acolhe e humaniza o futuro da nação. Com a parceria dos leigos engajados e dos alunos e pais da Escola Paroquial, deu-se início a tradicional festa em honra ao santo milagreiro do povo brasileiro, que no começo era realizado em torno da antiga igreja e assessorada pelas esposas de militares, que moravam nas redondezas. Festa essa que se tornou tradicional no meio religioso e laical de Brasília.

De acordo com o frei Carlos, desde a criação da Paróquia os pobres tiveram assistência em suas diversas necessidades materiais e espirituais. “Um grande colaborador desse trabalho sem dúvida foi nosso irmão leigo Frei Dionísio Clark, que muito contribuiu para a implantação da espiritualidade em Brasília”, elogia.

O pároco diz ainda que há um grande potencial humano e espiritual vindo de todas as partes atraídos pelo “ideal Antoniano”. Ele define o Santuário Santo Antônio como uma igreja servidora em toda a dimensão humana, espiritual e material. “Contamos com uma equipe de profissionais de formação psicológica, que deram sua contribuição para melhorar a qualidade de vida de inúmeros paroquianos”, detalha.

Frei Carlos conta que em 2007 cerca de 50 alunos participaram do pré-vestibular, chamado Educafro, que conta com o trabalho voluntário de professores e educadores no Centro Catequético, que também catequisou mais de 280 pessoas. “Tivemos também a Pastoral da Solidariedade, que assistiu mais de 100 famílias, mensalmente, ao longo do ano”, expõe.

Em 2007 foi reformado o Salão Paroquial, na tentativa de resgatar a história da Paróquia. A Capela do Santíssimo e a Capela de Velas Santo Antônio foram pintadas. “Adquirimos uma mesa de som para a Matriz. Construímos um Mini-Auditório no antigo depósito no subsolo do Centro Catequético. Transferimos a loja de artigos religiosos para a antiga Sacristia”, cita.

Frei Carlos informa ainda sobre a reestruturação da Sala de Atendimento e da Secretaria. Segundo ele, muitas outras reformas estão em andamento para este ano, que visam o bem estar e conforto dos paroquianos e devotos de Santo Antônio.
Pastorais
A Pastoral da Solidariedade é composta de 25 pessoas, profissionais de diversas áreas e que auxiliam com toda dedicação e disponibilidade. Ela possui quatro sub-equipes que realizam funções distintas: Equipe de Solidariedade, Equipe da Costura, Equipe do Bazar e Curso Pré-Vestibular.

A equipe da Solidariedade assiste a 85 famílias carentes cadastradas, compostas de 274 crianças e 120 adultos, que se deslocam de diversas cidades satélites em torno de Brasília. Com essas famílias são desenvolvidas as seguintes atividades: Distribuição e 85 cestas básicas mensalmente; aulas de artesanato; atendimento odontológico; distribuição de roupas; auxílio semanal de leite as crianças com câncer do Hospital Base; auxílio a instituição carente de recuperação de dependentes químicos.

As aulas do Pré-Vestibular acontecem a noite e são ministradas no Centro Catequético. A Equipe da Costura é composta por senhoras paroquianas, que se reúnem a mais de 25 anos, as quartas-feiras, que realizam a confecção de enxovais de bebê e roupas infantis, que são distribuídos entre os carentes. A equipe do Bazar é formada por senhoras paroquianas que recepcionam as roupas e objetos doados à Paróquia. Elas fazem a separação, o conserto e lavagem das roupas, que após o processo de separação são destinados a doação e outras a realização de brechó na Festa de Santo Antônio.

PARÓQUIA SANT’ANA
Durante todo o ano de 2008, a Paróquia Sant’Ana promoveu ações sociais, por meio das suas pastorais e projetos; ações de evangelização; e obras na Matriz e nas Capelas; cursos para noivo, pais e padrinhos, leitura da Bíblia; eventos beneficentes; festa da padroeira. Melhorar a qualidade de vida da pessoa idosa foi a missão desempenhada pela Pastoral da Vovó Sant’Ana. Durante todo o ano que passou, a equipe de trabalho atuou em prol da melhoria das relações familiares e comunitárias dos idosos assistidos. A principal meta cumprida pelo grupo foi promover a inclusão social e acabar com o preconceito.

Os catequistas da Paróquia de Sant’Ana também desenvolveu um trabalho de referência no município. A equipe transmitiu valores na formação integral das crianças, adolescentes, jovens e adultos. Somado a isso, eles buscaram em 2008 estudar ainda mais a palavra de Deus e os elementos fundamentais da Doutrina Católica e incentivar os catequizandos a participar de obras sociais.

No ano que se finda, os catequistas desenvolvem suas atividades de evangelização para crianças em preparação para a “Primeira Comunhão”, jovens em busca da ‘Crisma’ e a ‘Catequese para adultos’. Ser ‘Missionário e Discípulo de Jesus Cristo’ foi a meta cumprida pela Pastoral da Saúde, que tem como objetivo evangelizar os pobres debilitadas com problemas de saúde. De acordo com o pároco de Sant’Ana, Marco Aurélio da Cruz, o grupo socorre aquelas famílias que passam por problemas financeiros em decorrência de graves enfermidades. “A equipe, além de trabalhar o lado espiritual desses enfermos e seus familiares, ainda promove ações de prevenção a doenças, eventos para arrecadar dinheiro para aplicar em projetos sociais e apóia programas de outras entidades”, explica.

Durante todo o ano de 2008, a Pastoral da Sobriedade participou de eventos e projetos, como o Cidadania na Praça, promovido pela Fundação Frei João Batista Vogel, com o objetivo de despertar a atenção da sociedade para os malefícios do álcool e das drogas.Segundo Frei Marco Aurélio, além desse trabalho realizado nos bairros de conscientização, a equipe promove ainda a defesa da vida por meio da ‘Pedagogia de Jesus Cristo Libertador’. “São reuniões semanais que contam com a presença dos dependentes e seus familiares. Pastoral da Sobriedade acredita que Deus tudo pode transformar, tudo pode criar e libertar. Por meio da oração e da ação, pessoas são libertadas de vício”, detalha.



Projetos
A Casa da Solidariedade foi fundada em 10 de novembro de 1999, pertence à Paróquia Sant'Ana e é mantida por dízimos e contribuições voluntárias de paroquianos, que prestam relevantes serviços à comunidade Anapolina.Esta casa se localiza a Rua Coronel Batista, no Centro, atendendo por dia cerca de 100 a 120 pessoas, o que corresponde a um total de 200 a 250 refeições por dia. São pessoas carentes, andarilhos, moradores de rua, desempregados, independentes de credo, cor ou raça. Serve-se uma farta refeição com alimentos preparados por voluntários abnegados, que dedicam parte de seu tempo ajudando ao próximo simplesmente por amor e pelo prazer de servir. “Na medida do possível em dois dias da semana distribuímos roupas, agasalhos, calçados e cobertores, também arrecadados junto aos paroquianos”, diz Frei Marco Aurélio.


Célula Viva
Outro projeto social da Paróquia é a creche Célula Viva, criada em 1995 pela Paróquia Sant'Ana. Construída pela comunidade desta paróquia, tendo como objetivo principal acolher as mães solteiras carentes que não têm com quem deixar seus filhos para trabalharem, oferecendo-lhes, assim, a possibilidade de buscar uma melhor forma de manter sua família. Hoje atende a 60 crianças com faixa etária de 04 meses até 06 anos de idade.A Creche funciona nos dois turnos: das 07:00 às 17:00 horas, de segunda a sexta-feira. A estrutura física da Creche Célula Viva contempla uma área administrativa e cinco módulos, organizados de acordo com a faixa etária da criança: berçário I (de 4 meses a 1 ano); berçário II (de 1 ano e 1 mês a 1 ano e 11 meses); maternal I (de 2 anos a 2 anos e 11 meses); maternal II (de 3 anos a 3 anos e 11 meses) e jardim I (de 4 anos a 6 anos de idade).
PARÓQUIA SÃO FRANCISCO
Oásis Santo Antônio é uma Comunidade Terapêutica da Paróquia São Francisco de Assis para tratamento de pessoas que se encontram em situação de sofrimento e vulnerabilidade social devido ao abuso constante de drogas. O trabalho é organizado e realizado por uma equipe treinada. O programa de tratamento consiste em aconselhamento espiritual e orações, avaliação e acompanhamento psicológico, reuniões em grupo (doze passos da sobriedade), trabalhos de musicoterapia, aulas de catequese, trabalhos manuais e orientação para familiares.

Todos os residentes do Oásis Santo Antônio são incentivados constantemente pelos membros da equipe de tratamento a permanecerem na sobriedade, orientados em relação a cuidados pessoais sobre saúde e reconciliação familiar. Os trabalhos e reuniões em grupo são elaborados para que cada interno tenha reflexões sobre o momento em que se encontra na vida e os possíveis planos e exigências para o futuro. O tempo de tratamento é de nove meses, são aceitos somente pessoas do sexo masculino e com dezoito anos completos, de qualquer parte do Brasil.





REDE EDUCACIONAL FRANCISCANA

A Rede Educacional Franciscana é mantida pela Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil, com sede em Anápolis-GO, entidade pertencente à Ordem dos Frades Menores. Os frades franciscanos estadunidenses chegaram a Goiás na década de 40, motivados pela evangelização e catequese e, no contato com o povo, perceberam a necessidade de colaborar no trabalho educacional. Assim, construíram, nas cidades por onde residem, escolas para atender à demanda local, funcionando como escolas paroquiais. Os frades encontraram, na educação, uma maneira de transmitir os valores evangélicos que inspiraram Francisco de Assis, valores atuais (modo de ser, viver, pensar, sentir, fazer e criar), que caracterizam a compreensão franciscana, do ser humano do mundo e de Deus.


Identidade da Rede Educacional Franciscana
A Rede Educacional Franciscana integra seis escolas de educação básica e seus projetos sociais educativos. Sob a forma de Rede Educacional, a proposta é desenvolver um trabalho em comum, voltado para a pessoa humana em todas as suas dimensões, no sentido de que seja protagonista de sua própria história e se conceba ser integrante e co-responsável pela sociedade em que vive. A REF se propõe a educar o ser humano para a liberdade e para a responsabilidade, para a autonomia e para o surgimento de uma identidade humana comprometida com a ética.

A identidade da escola franciscana se baseia na vivência dos valores evangélicos – amor, justiça e verdade -, e pretende construir-se como uma comunidade educativa, manifestando a fraternidade, vindo ao encontro do pobre, promovendo a justiça, preparando o cidadão de amanhã; buscando, nesse sentido, formar consciência crítica, valorizando a pessoa como ser, em consonância com as opções da Igreja Católica.

Na REF, há especificidades, quando se trata de cada unidade educacional, cuja presença se dá em sete municípios distintos localizados no Distrito Federal e nos estados de Goiás e de Tocantins. Em seguida, são apresentadas as unidades educacionais da REF.
A Escola Paroquial São Bernardino de Siena teve suas primeiras atividades educativas e catequéticas no ano de 1948, quando foi fundada pelo primeiro Pároco franciscano da Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus, frei João Francisco Granahan, ainda numa sala da antiga Casa Paroquial (Velha Matriz), com o objetivo de educar e evangelizar. No ano seguinte, os Frades Franciscanos adquiriram o Externato Imaculada Conceição e o fundiu com a Escola Paroquial. Nesta época, a Escola Paroquial passou a funcionar em dois turnos, um para os mais necessitados e outro para quem podia pagar pelo ensino.

No final da década de 40, os Frades Franciscanos adquiriram novos imóveis e se transferiram para Avenida João XXIII. Em 1950, a escola passou a chamar Ginásio São Bernardino de Siena, no turno matutino, e Escola Paroquial São Bernardino de Siena, no turno vespertino. Na década seguinte, a escola adotou apenas um nome, o atual.

Desde sua fundação, a Escola Paroquial São Bernardino de Siena foi dirigida por Irmãs e leigos. Hoje, ela está sendo administrada por Irmãs Catequistas de Nossa Senhora da Visitação.

A escola oferece à população catalana o ensino da Educação Infantil, do Fundamental I e do Fundamental II. Toda a prática educativa da escola está norteada em sua missão, que é educar jovens e crianças a partir de valores humanos, cristãos e franciscanos na formação integral dos mesmos, conduzindo-os à liberdade, ao belo, à justiça, à fé, à fraternidade, oportunizando-os pensar, sentir, agir e refletir.

Fiel ao credo e propósito de que “Educar com amor faz a diferença”, fundou no dia 13 de outubro de 2006 o “Projeto Educar para a Vida”. Partindo disso, percebe-se que a Escola Paroquial disponibiliza aos seus alunos, recursos físicos e humanos qualitativos e importantes no processo de ensino-aprendizagem, sejam no ensino do saber institucionalizado, sejam na formação cristã e de valores morais, solidários e fraternos.
O Colégio Imaculada Conceição, com seu passado glorioso e seu presente promissor, foi fundado sob o ardor missionário dos Frades Franciscanos, OFM, em 1948. No curso de sua história, sempre contou com a presença e contribuição ativa das Irmãs Franciscanas de Allegany que inspiradas pela coragem, espírito missionário e, atentas ao chamado para proclamar a mensagem evangélica, como fizeram Francisco e Clara de Assis, constroem a Justiça e a Paz.

O Colégio Imaculada Conceição está situado em Ceres, no Vale do São Patrício.

O prédio possui fachada simples. As salas são amplas e arejadas. Os pátios são agradáveis. Há quadras poliesportivas, passarelas, canto ecológico e área de lazer. Recentemente foi inaugurada a cantina para atender prioritariamente aos alunos do Ensino Médio. Tudo voltado para o crescimento e o bem estar do discente.

Contudo, toda infra-estrutura não é suficiente para a formação dos discentes se não houvesse uma equipe qualificada de educadores comprometidos com a causa da educação e, isto, o Colégio Imaculada Conceição possui. Tanto o quadro administrativo quanto docente vivenciam a filosofia franciscana e inserem-se no contexto social, sem perder de vista os valores evangélicos - franciscanos.

Atualmente, o Colégio ministra os cursos: Educação Infantil (Jardim III), Ensino Fundamental e Ensino Médio, funcionado em dois turnos: Matutino e Vespertino. Para atingir suas metas de forma dinâmica e atraente desenvolve vários projetos em sintonia com sua missão e princípios filosóficos. Dentre eles: “O Grito da Irmã e Mãe Terra”, “Teatro - Uma Proposta de Interdisciplinaridade”, “Protagonismo Juvenil”, “Portal Educacional e as Novas Tecnologias”, “Entre - textos”, “Viagem ao Mundo da Fantasia”, “Conhecendo Goiás e outras Coisas Mais”, “Literatura em Minha Casa”, “Agenda REF”, “Campeões em Leitura”, “Minha Escola”, “Dança e Educação”, “Fanfarra - Cadência, Ritmo e Harmonia”, “Futsal – como Construção da Cidadania”, “Vôlei – O Esporte na Comunidade”.

O Colégio disponibiliza, ainda, um Laboratório de Informática bem equipado, parquinho e um grande acervo bibliotecário. Realiza inúmeras atividades com objetivos específicos para a integração do aluno na Escola e, do aluno na família.

A proposta pedagógica e a rotina diária garantem clima escolar fraterno, agradável e acolhedor. Na sua tradição e competência, o Colégio Imaculada Conceição promove a valorização da Vida e a busca constante da Paz e do Bem.
Localizada em Brasília, a Escola Paroquial Santo Antônio (EPSA) foi construída em 1961, no ano seguinte à inauguração da capital federal.Sob a responsabilidade dos Frades Franciscanos – Ordem dos Frades Menores, a instituição se caracteriza por aliar a prática pedagógica à formação humanista, pautando-se nos ideais de fraternidade e simplicidade.

Desde a sua criação, a EPSA ampliou o espaço físico e investiu na capacitação dos profissionais, proporcionando condições favoráveis ao aprendizado e à formação integral do estudante.

Atualmente, a escola oferece educação básica: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Implantou-se oficina de leitura e de produção de textos para todas as fases e aula de Filosofia de 5ª a 8ª séries. Além dos componentes curriculares tradicionais, promove aulas de formação musical (Banda e flauta), capoeira, robótica e de esportes coletivos, sob a forma de escolinhas e treinamentos. Em parceria com terceiros, temos ginástica rítmica, dança, judô para todos os alunos, obedecendo-se à adequação da faixa etária.No que se refere à evangelização da comunidade educativa, o Serviço de Animação Pastoral atua no processo educativo-formativo, valorizando a convivência entre as pessoas. Como principal objetivo, a EPSA pretende contribuir para que cada aluno seja, de fato, construtor de um mundo de Paz e de Bem.
Em 2008, a Escola Paroquial Nossa Senhora de Fátima completa meio século de existência. Atendendo a um desejo antigo da comunidade porangatuense, a escola em 2007 implantou o Ensino Médio e agora é orgulhosamente denominada “Colégio”. Esse novo passo aumenta a responsabilidade e fortalece o compromisso de seguir “Educando para a Vida em busca da Paz!”. Também foi construído um novo espaço para a Educação Infantil e os anos iniciais do Ensino Fundamental I.

Como não poderia deixar de ser, tendo em vista os princípios que o fundamenta, o Colégio Paroquial Nossa Senhora de Fátima acredita na educação como um processo pelo qual aprende-se novas formas de ser e, enquanto Escola Franciscana tem o papel de propor e conduzir um processo continuado de formação cuja proposta visa transformar as práticas existentes.


Com sua estrutura física totalmente reformada e um ensino de alto nível, o Colégio Sagrado Coração de Jesus é hoje referência na região da estrada de ferro e orgulho para a população de Pires do Rio.Atualmente, o Colégio Sagrado Coração de Jesus oferece à comunidade piresina ensino de altíssimo nível do maternal ao pré-vestibular, trabalhando de forma ampla, oferecendo aos alunos uma educação integral e religiosa. Sua missão é educar crianças e jovens na ótica de São Francisco de Assis.

Na área Filantrópica, a escola é responsável pelo Projeto Educar para a Vida, que atende crianças em situação de risco colaborando com a formação social e religiosa.

Com tudo isso, o colégio desperta o educando à convicção do valor de sua existência, a cultivar sua utopia e a buscar uma ação transformadora pessoal e social, a partir do saber adquirido e da cultura de fé.
O Colégio São Francisco de Assis tem construído sua história no setor educacional anapolino com a marca evangelizadora dos Frades Franciscanos, os quais, acreditando no potencial do município, iniciaram em 1944 um projeto missionário: trazer para o interior do Brasil um ensino de qualidade, comprometido com a formação cristã, fundamentada nos princípios franciscanos de alegria, simplicidade e de fraternidade.

Deste modo, o objetivo do colégio não é só o de preparar profissionais para o mercado de trabalho, mas, acima de tudo, formar cidadãos felizes, competentes e comprometidos com a sua cidade, o seu Estado e o seu País.Atualmente, o Colégio São Francisco conta com um estrutura física, que está sendo modernizada ano após ano, distribuída em 93 mil metros de área, no bairro Jundiaí, onde os alunos desfrutam de quadras poliesportivas, ginásio para realização de competições, parque aquático, laboratórios de informática e de ciências; e muito verde. Portanto, trata-se de um complexo físico muito bem projetado para atender desde as necessidades da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II até o Ensino Médio.

Contudo, toda a infra-estrutura não seria suficiente para a formação dos educandos se não fosse a equipe qualificada de educadores que compõem a família escolar franciscana e que, diariamente, estão, cada vez mais, comprometidos com a construção do saber e o ensino de valores que desenvolvam todas as potencialidades dos alunos.

Enfim, em mais de seis décadas, são muitas contribuições educativas e de pastoral que o Colégio São Francisco de Assis tem dado a Anápolis, formando notáveis gerações de profissionais que espalham a Paz e o Bem em diferentes partes do mundo.


Em totalidade, em suas seis escolas, a REF atende cerca de 6.000 alunos, na faixa etária de 2 a 15 anos. Percebe-se, assim, a diversidade e a extensão geográfica atendida pela Rede Educacional Franciscana e a importância de seu trabalho.
Além das seis escolas, a ação da Rede Educacional Franciscana abrange também projetos sociais educativos, como o Projeto “Educando com Arte”, que funciona em Palmas-To, voltado para atividades artísticas e lúdicas com crianças de baixa renda. Em Pires do Rio e em Catalão, iniciou-se, em 2007, um Projeto Social Educativo símile: “Projeto Educar Para a Vida”.

Objetivo Geral
A REF, inspirada nas propostas educativas da Ordem, assume como seu objetivo geral:


  • Evangelizar, por meio da prática pedagógica e pastoral, a cotidianidade das escolas comprometendo-se:

  1. Com o testemunho e o exercício da educação franciscana na manutenção e aperfeiçoamento de processos educativos (escolas e projetos sociais);

  2. Com o desenvolvimento das dimensões da existência humana, da relação e da convivência, bem como da iniciação científica, da fruição artística, da consciência corporal, da formação da cidadania e da experiência religiosa;

  3. Com a mobilização das idéias franciscanas nas escolas, resgatando e melhorando as relações internas da instituição por meio de um trabalho pastoral contínuo e abrangente e uma gestão escolar democrática centrada no diálogo, fraternidade e amor, buscando o envolvimento, o comprometimento e a participação das pessoas na elaboração de autênticos projetos franciscanos.


Modelo Educacional
A Rede Educacional Franciscana está inserida na organização maior da Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil. O Presidente da Rede Educacional Franciscana é o Ministro Provincial. A ele e ao Definitório cabem nomear um coordenador da REF. Este também integra o Conselho Definidor da Província.
Nessa inserção, a REF conta com a supervisão e o acompanhamento do Conselho de Pastoral Educacional (CPE), composto pelos Frades e que dá assistência às escolas. Conta, também, com representação, no interior da Província, tanto na Secretaria de Evangelização (para os assuntos pertinentes à pastoral escolar), como no Conselho Definidor (para os assuntos pertinentes à gestão administrativa e financeira das Unidades Educacionais Franciscanas). Isso permite maior integração das unidades educacionais franciscanas com a Província.
O Colegiado, que é composto pelo Presidente, pelo Coordenador Geral, pelos Diretores das UEF’s, pelo Conselho de Pastoral Educacional (CPE), pela Assessoria Pedagógica e pela Secretaria Executiva, reúne-se sistemáticamente para tratar e deliberar sobre assuntos pertinentes à REF.
As Assembléias reúnem os membros do Colegiado da REF, os membros das direções Colegiadas das escolas, os Frades do CPE, as lideranças das UEF’s juntamente com representantes dos professores, duas vezes por ano, também para tratarem de assuntos de interesse de toda a Rede Educacional Franciscana.
O Programa de Formação Continuada que se define como assumir o desafio de, sempre de novo, continuar em formação. É evocar a necessidade de o educador, hoje, ser mais do que um funcionário da instituição escolar. O objetivo maior desse programa é fazer com que o “agir” cotidiano do educador franciscano seja vivenciado com vigor, com transparência, com ressonância, com fecundidade e com eficácia. Compõe-se dos Grupos de Trabalho da Formação Continuada, do Ensino Religioso e da Pastoral Educacional encaminham a reflexão para a prática e propõem iniciativas para aperfeiçoar o serviço prestado nas escolas.
A Páscoa Juvenil Franciscana, os Retiros e Encontros da Pastoral também se evidenciam como momentos fortes das atividades da REF, pois fortalecem a filosofia franciscana junto aos jovens e adolescentes das UEF’s.
As atividades da REF englobam também momentos de reflexão para os educadores da rede, tendo a presença do Coordenador Geral nas palestras planejadas para os encontros da Formação Continuada, e também propiciando momentos de presença ativa em cada UEF, ministrando a educação franciscana e suas perspectivas pedagógicas.


PASTORAL VOCACIONAL


A Pastoral Vocacional está acompanhando desde Janeiro até o presente momento, 16 (Dezesseis) vocacionados, dentre eles 11 estão perseverantes. São vocacionados de diversas regiões, a saber:


Vocacionados de Goiânia: Rogério Ferreira Constantino, Diego Andre Castilho Azevedo, Max Allysson Pereira de Souza, Renato Nascimento Oliveira, Edgar Vieira, Renato Afonso da Silva.
Vocacionados de Pires do Rio: Cleber Daniel Franco, Rodrigo César Ribeiro, Jurandir Alves Fernandes.
Vocacionados de Anápolis: Edvânio Mesquita Rocha, Israel Pires Ferreira, Janilson Luiz Coelho, Paulo David de Paula Filomeno, Tiago de Paula Rodrigues, Sebastião Olimpio de Sá, Michael Soares Brandão.
Relação de Vocacionados admitidos em 2007
Jurandir Alves Fernandes. POSTULANTE

Michael Soares Brandão. POSTULANTE

Sebastião Olimpio de Sá. POSTULANTE

Renato Afonso da Silva. POSTULANTE

Márcio Alves Francisco. POSTULANTE

James Sérgio Pereira. POSTULANTE

Renan Fabian Lisboa. POSTULANTE

Edgar Vieira Manso. ASPIRANTE

Rogério Ferreira Constantino. ASPIRANTE

Janilson Luiz Coelho. ASPIRANTE

Paulo David de Paula Filomeno. ASPIRANTE
Casas de Formação
* Convento Sant’ana – Anápolis

Etapa de Formação: Aspirantado


* Seminário Regina Minorun – Anápolis

Etapa de Formação: Postulantado


* Convento Santíssimo Nome de Jesus

Etapa de Formação: Noviciado


* Convento São Francisco de Assis – Pós Noviciado

Etapa de Formação: Filosofia e Teologia





FUNDAÇÃO FREI JOÃO BATISTA VOGEL - FFJBV



Instituidora: Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil

Projetos Desenvolvidos


Em resumo apresentamos os projetos realizados em 2008. Em anexo, destacamos detalhes e relatórios específicos de cada um.

Projeto


Objetivos

Execução/Realização


Cidadania na Praça




- Melhorar a qualidade de vida

- Formação cultural

- Oportunizar a educação

- Inclusão social

- Pensar novas realidades sociais

- Atender as necessidades dos moradores de bairros de baixo poder aquisitivo

- Resgate da cidadania

- Oportunizar o acesso a ações de saúde, lazer, educação, orientações jurídicas, outros.



5º Edição – Res. das Flores

Dia: 31/05/2008



4ª Edição – Bairro Paraíso

Dia: 23/02/2008



3ª Edição – Jaiara

Dia: 27/10/2007




Mutirão da Solidariedade




- Por meio da rádio São Francisco foi possível adquirir materiais de construção, para se construir um quarto especial ao Mateus Gonçalves, criança portadora de deficiência renal crônica.

14/12/2007: Entrega de materiais de construção angariados pela Rádio São Francisco.


Movimento Cultural

- Valorizar o artista

- Resgatar a cultura local

- Incentivar novos talentos

- Manter viva as tradições



O Programa é exibido aos sábados, das 18h às 19 horas, pela Rádio São Francisco AM.

Anápolis, sua história, sua fé

- Resgatar a história dos 100 anos do município, por meio de entrevistas com pioneiros, historiadores, estudiosos.

- Programa transmitido aos sábados, no primeiro semestre de 2007, quando se aproximava o centenário de Anápolis.


Criança Feliz

- Presentear crianças carentes que não tem condições de ganhar brinquedos em outubro (mês da criança)

Os brinquedos foram entregues nos dias 13, 20 e 27 de outubro/2007.


Natal Solidário

- Arrecadar alimentos com os ouvintes e distribuir cestas básicas

Foram doadas 300 cestas básicas, por meio do programa Ligue Alegria. Os sorteios aconteceram aos domingos.


A Voz do Trabalhador Rural

- Orientar o homem do campo sobre seus direitos; entretenimento; informação; educação.

O programa é veiculado há 14 anos pela Rádio São Francisco AM, aos sábados, 6 horas.


Evangelização

Mensagens religiosas; leitura da bíblia; cobertura de encontros da igreja; noticias pastorais; reflexões; músicas; orações.

As emissoras da Fundação possuem em sua grade, programas religiosos produzidos e apresentados por voluntários.


A Força do Bem

- Solidariedade por meio do rádio.

Programa produzido pela equipe de jornalismo da Rádio Cultura, que distribui cestas básicas, móveis, aparelhos médicos, remédios, dentre outros.

Apoio a eventos, Encontros e Entidades


Divulgação por meio das emissoras

Durante todo o ano, as rádios divulgam ações sociais, projetos e eventos de parceiros da Fundação.


Objetivos alcançados em 2008




Um dos principais objetivos alcançados pela Fundação Frei João Batista Vogel no ano de 2008 foi a mudança de mentalidade e conceito, no que se refere as suas atividades, junto a população de Anápolis. A maioria considerava a instituição apenas enquanto mantenedora das emissoras de rádio. Por meio do início da execução de projetos sociais, como por exemplo, o Cidadania na Praça, a sociedade começou a observar as mudanças administrativas ocorridas e a entender que a Fundação promove atividades no campo social, de resgate da cidadania, culturais, educacionais de apoio a geração de emprego e renda, e não apenas programas de rádio. Sendo assim, o objetivo alcançado foi demonstrar que a FFJBV cumpre das suas finalidades estatutárias.



  • Elaborar e executar projetos sociais, e por meio deles ganhar o respaldo da população e dos veículos de comunicação;

  • Contribuir para minimizar os problemas sociais do município;

  • Formação de uma rede de parceiros para a execução do projeto Cidadania na Praça;

  • Formação de uma rede de artistas e pessoas ligadas a cultura para a realização do projeto Cidadania na Praça;

  • Mobilização de parceiros e voluntários para a execução do projeto ‘A Força do Bem’;

  • Promoção da evangelização por meio de programas produzidos e apresentados por voluntários;

  • Orientação, educação e informação ao homem do campo, por meio do projeto ‘A Voz do Trabalhador Rural’;

  • Doação a instituições de caridade; apoio a entidades; realização e apoio a eventos e encontros de cunho social.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal