Idosos recebem atendimento de alunos de Terapia Ocupacional Por Bárbara Travassos



Baixar 24.44 Kb.
Encontro23.07.2016
Tamanho24.44 Kb.
Recife, 12 de abril de 2006 – ano 5

Idosos recebem atendimento de alunos de Terapia Ocupacional

Por Bárbara Travassos
Alunas do 9º período do curso de Terapia Ocupacional da UNICAP estão desenvolvendo um trabalho com idosos como parte da programação da cadeira Estágio Supervisionado I, lecionada pela professora Mauricéa Tabosa. São cinco estudantes que estão atendendo um grupo de dez idosos com idades entre 60 e 72 anos que vieram encaminhados pelo Hospital Pan de Areias, através do Programa de Atenção ao Idoso (PAI). O objetivo do trabalho é prevenir doenças para que os idosos alcancem um envelhecimento bem-sucedido.
Esta é a segunda turma de idosos atendida pelas alunas, onde trabalha-se com o estímulo das habilidades e potencialidades, através de oficinas que envolvem leitura e memorização, jogos e raciocínios lógicos, expressão corporal e alongamento, e artes e auto-expressão (criatividade). A diferença deste grupo é que o tempo das oficinas foi reduzido de três sessões por tarefa para duas sessões. No grupo anterior, foi detectada uma melhora de desempenho entre 80 e 90% dos idosos.
Antes do atendimento ao grupo, é realizada uma avaliação ocupacional, onde é traçado um perfil ocupacional do idoso, verificando o nível de escolaridade, as atividades diárias, as potencialidades e o projeto de vida. São aplicados também testes padronizados, contendo perguntas sobre funcionalidade, cognição e humor dos idosos. Para Mauricéa Tabosa esta é uma atividade que se diferencia do significado “ao pé da letra” de terapia ocupacional. “Otimizar o desempenho cognitivo e funcional do idoso saudável vislumbra a mudança de hábitos no cotidiano para que se alcance um envelhecimento bem-sucedido”, explicou a professora.
Antônio Dias, 62 anos, está achando o curso muito proveitoso, principalmente a parte em que o estatuto do idoso é trabalhado entre o grupo. “Foi bom para quem conhece porque relembra alguns pontos do estatuto e para quem ainda não conhecia foi melhor ainda”, afirmou. Já a esposa dele, Maria dos Santos Dias, destacou a importância do curso para exercitar a memória e falou sobre o papel de familiares de idosos. “Estou me sentindo ótima aqui. A memória está ficando mais ativa. Além disso, foi bom para saber que a família tem a obrigação de cuidar de seus parentes idosos, segundo o estatuto, dentro de casa e não nessas instituições e asilos”, disse Helena.

Padre Ferdinand lança livro sobre Manoel Lubambo


Por Eduardo Travassos
O diretor do Instituto Padre Nogueira Machado e professor do Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP, Padre Ferdinand Azevedo, lançou o livro “Resgatando a Vida e as Obras de Manoel da Costa Lubambo – 1903-1943”, publicado pela editora Fasa. Na obra, o autor comenta a vida e os trabalhos deste jornalista e economista pernambucano, conhecido nas décadas de 30 e 40 por seu nacionalismo e conservadorismo político e religioso.
“Ele foi uma figura importante nesta época, tanto porque foi editor da revista Fronteiras e quanto porque trabalhou muito como economista, inclusive no Banco do Brasil”, analisou o Padre Ferdinand. A vertente jornalística de Lubambo era um lado de seu gênio forte, pois seu interesse era marcar posição. “Um dos artigos mais conhecidos dele era o Contra Nassau, onde escreveu todo seu descontentamento com o antigo administrador holandês”, explicou Padre Ferdinand. A revista Fronteiras, inclusive, foi fechada durante a ditadura de Getúlio Vargas por desavenças com o então presidente.
O autor do livro explicou que, “apesar de não possuir formação acadêmica, Lubambo tinha uma sensibilidade muito grande, fazia poesias e algumas coisas em arquitetura também”. Ele teve mais de 40 livros e artigos publicados em seus 39 anos de vida, obras que o Pe. Ferdinand analisa no livro. “Foram quase dois anos pesquisando e procurando todo o material. Manoel Lubambo merece ser conhecido por toda a população pernambucana”, concluiu o autor.


Padre Paulo lança livro no dia 26 na livraria Saraiva


Por Eduardo Travassos
O Padre Paulo Meneses, professor de Filosofia e coordenador do Grupo de Estudos Hegel UNICAP, lançará o livro “Abordagens Hegelianas”, no próximo dia 26 de abril, às 19h, na livraria Saraiva, no Shopping Recife, em Boa Viagem. O livro, publicado pela editora carioca Vieira & Lent, já está à venda nacionalmente e trata das obras e da forma de abordar a filosofia deste autor alemão.
O livro será “dividido” em três partes: a primeira será uma introdução sobre Hegel, uma explanação sobre quem foi, as influências e doutrinas filosóficas e o que produziu. A segunda parte trará um artigo publicado pelo Padre Paulo onde o autor alemão sofre uma analise aprofundada. A terceira e última parte fará uma abordagem sobre a fenomenologia do espírito em forma de epopéia. “Somos muito carentes de estudos e publicações sobre Hegel em português. Esta obra vem preencher lacunas, pois ele é considerado um dos maiores filósofos da história”, explicou Pe. Paulo.
Além da falta de outras obras, Pe. Paulo aponta outra razão para a boa receptividade de seus estudos: a clareza com que escreve. “Hegel é um autor muito obscuro, muito complexo. A forma como ele é descrito em ‘abordagens hegelianas’ o torna mais acessível para quem quer compreende-lo melhor”, disse o autor, que estuda este filosofo a mais de 30 anos.

Professor de Administração lança novo livro sobre empreendedorismo

Por Manuela Ferreira


O Prof. Dr. Emanuel Leite, do Departamento de Economia e Administração da UNICAP, lançará no dia 18 de maio o livro “Empreendedorismo, Inovação, Incubação de Empresas e a Lei de Inovação”. A obra é o segundo título publicado pelo professor e é resultado da fundamentação teórica de seu pós-doutorado, realizado na Universidade de Aveiro, em Portugal. O livro, editado pela Bagaço, será lançado durante a Feira do Empreendedor, promovida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).
De acordo com o professor Emanuel Leite, a publicação é pioneira no Brasil. Isso porque nenhuma outra obra discute a Lei de Inovação, regulamentada no ano passado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e já em vigor. A lei estabelece medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica visando à capacitação e o alcance da autonomia tecnológica e o desenvolvimento industrial do País.
“O objetivo é desmistificar o conceito de empregabilidade. Até porque não podemos falar deste assunto sem considerar a atual falta de empregos em diversos países. O que existe, isso sim, são pessoas com uma imensa capacidade empreendedora e que precisam ser melhor aproveitados”, avalia. O prefácio da obra será assinado pelo Reitor da UNICAP, Padre Pedro Rubens.

Liceu de Artes e Ofícios recebe pintura nova

Por Christiano Vasconcellos


O Liceu de Artes e Ofícios, mantido pela UNICAP, passou por uma reforma em toda a sua fachada. A obra, orçada em aproximadamente R$34mil, foi bancada pela Secretaria de Educação e Cultura de Pernambuco (Seduc) e foi concluída na semana passada. Já o interior do prédio, fundado em 1871, recebe reformas anuais bancadas pela Universidade.
No entanto, o Liceu vem sofrendo com a falta de policiamento em seus arredores. Segundo o diretor da instituição, professor Roberto Pimentel, a fachada recém-reformada já foi pichada e alunos são vítimas constantes de assaltos. A Pró-reitoria Administrativa da UNICAP já enviou um ofício ao Comando Geral da Polícia Militar de Pernambuco e à Secretaria de Defesa Social (SDS) solicitando um melhor patrulhamento no local.
Espanha oferece bolsas para 60 jovens recém-formados

Entre os dias 3 e 21 de julho, acontece a 5ª Edição do Programa Becas Líder, iniciativa promovida pela Fundação Carolina e pelo Grupo Santander Central Hispano que reúne 60 jovens lideranças ibero-americanas para um contato direto com a sociedade e a cultura ibérica.

A iniciativa tem por meta selecionar os melhores jovens recém-graduados da Ibero-América para uma imersão de três semanas nos temas mais relevantes da atualidade na Espanha e Portugal.

Ao longo das três semanas de duração da agenda de atividades, os bolsistas participarão de uma grande variedade de conferências, visitas e encontros com as principais personalidades espanholas e portuguesas do mundo econômico, político, social e cultural da Península Ibérica. Este ano, a programação será dividida entre Madri, Santiago de Compostela, La Coruña e Granada (na Espanha) e em Lisboa (Portugal).

A bolsa oferecida pelo Programa Becas LÍDER cobre a viagem à Espanha, alojamento com pensão completa, gastos acadêmicos e os deslocamentos durante o curso.

O conteúdo programático do Becas Líder inclui discussões sobre temas como: economia, política e sociedade espanholas; economia, política e sociedade portuguesas; União Européia, relações ibero-americanas e internacionais; além de atividades culturais e de imersão.


As inscrições dos candidatos só podem ser feitas pelas próprias universidades, sendo que cada instituição tem direito a indicar no máximo dois candidatos. Os postulantes a uma das bolsas do programa podem ser apresentados por qualquer universidade (pública ou privada) da Comunidade Ibero-americana de Nações. O prazo para esta indicação expira em 12 de maio.

A indicação de candidaturas deverá ser acompanhada de uma carta original - em papel timbrado da universidade - assinada pelo reitor da instituição, que certifique que os jovens apresentados terminaram seus estudos nesta universidade ou que concluirão a graduação antes de 5 de julho de 2006. Nesta carta deve constar o nome e a forma de contato da pessoa encarregada na universidade por gerir as candidaturas dos alunos.

Além disso, entre outros documentos, o material deve incluir carta de exposição de motivos do próprio candidato, onde explicite as razões de seu interesse em particular no programa e que inclua os seguintes aspectos: seus objetivos profissionais a médio e longo prazos e como espera que este programa contribua para alcançá-los; quais pontos do programa lhe interessam mais, tendo como base o programa da 4ª edição do Becas LÍDER; enumerar, segundo seu ponto de vista, quais são os cinco principais problemas que afetam a comunidade internacional, adicionando um breve comentário; e uma breve explicação das três maiores conquistas pessoais, acadêmicas ou profissionais, das quais se sinta mais orgulhoso.
Cada universidade poderá apresentar no máximo de 2 candidatos, de preferência de diferentes sexo e áreas do do conhecimento. O envio das candidaturas pelas universidades deve ser feito por entrega especial do Correio (Sedex) ou serviço similar, endereçado da seguinte forma:
A seleção é baseada na experiência e resultado acadêmico dos postulantes, entre outros critérios que as próprias universidades venham a julgar oportunos para a definição dos escolhidos. Podem se candidatar jovens formados após 1º de outubro de 2005 ou que, a juízo de sua universidade e atendendo a sua trajetória acadêmica, venham a se graduar antes de 5 de julho de 2006. Entre os 60 bolsistas, 48 serão de países de origem ibérica do continente americano, 2 portugueses e 10 espanhóis. Nas últimas duas edições do programa, 14 brasileiros participaram do programa, sendo metade em 2004 e o restante em 2005.
O resultado final da seleção será informado exclusivamente aos candidatos admitidos e a suas respectivas universidades antes do dia 2 de junho de 2006. No entanto, para que a seleção seja definitiva, o candidato e a universidade devem confirmar até o dia 6 de junho, por fax ou correio eletrônico, a aceitação da bolsa à Secretaria das Becas Líder. Mais informações podem ser obtidas através do site da Fundação Carolina www.fundacioncarolina.es

Programa distribui bolsas de US$ 20 mil com pesquisadoras

Cientistas de talento têm até o dia 15 de maio para se inscrever no programa de apoio patrocinado pela L'Oréal do Brasil em parceria com a Academia Brasileira de Ciências (ABC). Serão selecionadas cinco doutoras que receberão bolsas de auxílio a pesquisa com valor equivalente a US$ 20 mil em reais.

Para terem suas candidaturas validadas, as pesquisadoras devem ter obtido título de doutorado entre 1º de setembro de 2002 e 1º de setembro de 2006. Os prêmios serão atribuídos nas áreas de ciências físicas, biomédicas, biológicas e da saúde. Os resultados serão divulgados no dia 1º de agosto.

Segundo os organizadores do programa, as candidaturas válidas serão analisadas por um júri composto por seis pesquisadores indicados pela ABC, um representante da L'Oréal e um representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), outra organizadora do programa. As decisões serão tomadas por consenso.

Além dos critérios cronológicos e de áreas de trabalho, todas as pesquisas, para serem julgadas, terão que ser feitas em laboratórios brasileiros. O responsável da instituição onde a candidata irá trabalhar deverá dar o aval para o estudo.

O formulário para inscrição e a lista de documentos a ser entregues ao programa podem ser consultados no endereço www.abc.org.br/loreal


Austrália oferece bolsas de estudo para pós-graduação

O governo australiano, através da Fundação IDP Education Austrália, está oferecendo bolsas de estudo para estudantes estrangeiros de todos os continentes. Para participar é necessário ser residente no país de origem, ter inglês fluente, e nível superior completo em qualquer área.


As bolsas destinam-se a projetos de pesquisas de pós-graduação e pós-doutorado em instituições de ensino superior. Para alunos latino-americanos são oferecidas 19 vagas. Os interessados podem tirar suas dúvidas com a Fundação pelo tel (11) 3897-8566 ou pelo email: info@saopaulo.idp.com


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal