Ii conferência estadual de promoçÃo da igualdade racial eixo 1 – educaçÃO, cultura e lazer



Baixar 193.78 Kb.
Página1/3
Encontro29.07.2016
Tamanho193.78 Kb.
  1   2   3


II CONFERÊNCIA ESTADUAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL

EIXO 1 – EDUCAÇÃO, CULTURA E LAZER






CAMPINAS__GUARULHOS__SANTO_ANDRÉ__SANTOS__LITORAL_NORTE_/_VALE_DO_PARAÍBA__SÃO_CARLOS'>CAMPINAS

GUARULHOS

SANTO ANDRÉ

SANTOS

LITORAL NORTE / VALE DO PARAÍBA

SÃO CARLOS

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SÃO PAULO

VALE DO RIBEIRA /

ELDORADO

SOROCABA

BAURU

CAMPINAS

PRESIDENTE PRUDENTE


-FORTALECIMENTO DA APLICAÇÃO DA LEI 10.639/03. OS PROJETOS DEVEM CONSTAR NO CURRÍCULO NACIONAL E PARÂMETRO NACIONAL CURRICULAR.

-GARANTIR DO MEIO PASSE E A LUTA DO PASSE LIVRE; E QUE TODA FORMAÇÃO DESTINADA AOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO NO QUE TANGE A APLICAÇÃO DA LEI 10.639/03 DEVE VIR DO RECURSO DESTINADO A EDUCAÇÃO NOS DISTRITOS MUNICIPAIS, ESTADUAIS E FEDERAIS.

-GARANTIR A INSERÇÃO, COM QUALIDADE, DA TEMÁTICA SOBRE A CULTURA INDÍGENA E AFRO-DESCENDENTE NA PROPOSTA CURRICULAR, DESDE A EDUCAÇÃO INFANTIL.

-INSTITUIR NOS MUNICÍPIOS, EM SUAS RESPECTIVAS SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO, GRUPOS DE TRABALHOS OU NÚCLEOS QUE PENSEM E ESTRUTUREM AÇÕES SOBRE AS QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS, COM O OBJETIVO DE FAVORECER A IMPLEMENTAÇÃO DAS LEIS 10639/03 E 11.645/08.

-IMPLEMENTAR A LEI N. 10.639/93 NOS MUNICÍPIOS.

-DESENVOLVER AÇÕES QUE GARANTAM A IMPLANTAÇÃO DA LEI 11.645/08 - DISPÕE SOBRE A OBRIGATORIEDADE DA INCLUSÃO DA HISTÓRIA DA ÁFRICA E CULTURA NEGRA E INDÍGENA NO CURRÍCULO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO. DIVULGAR A LEI E DESTINAR ORÇAMENTO EM TODAS AS ESFERAS.

-IMPLANTAÇÃO NOS CURRÍCULOS, DE FORMA TRANSVERSAL, CONTEÚDOS PARA O ESTUDO DA REALIDADE SOCIAL/RACIAL DO POVO BRASILEIRO.

-COLOCAR COMO PRIORITÁRIAS TODAS AS PROPOSTAS RELACIONADAS A LEI 10.639/03, E QUE AS MESMAS SEJAM DE APLICAÇÃO A CURTO PRAZO.

-APLICAÇÃO DE FATO DA LEI 10.639/09.

-ASSEGURAR, IMPLEMENTAR EM TODAS AS MODALIDADES DE ENSINO PROGRAMA QUE ASSEGURE DE FORMA AFETIVA A IMPLANTAÇÃO DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E PARA O ENSINO DE HISTORIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA (LEI 10.639/03 E 11.645/08).

GARANTIR A APLICAÇÃO NA ÍNTEGRA DA LEI Nº 10639/03 E CRIAR INDICADORES DE SEU CUMPRIMENTO NAS ESCOLAS.

-CRIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAIS QUE SIRVAM DE SUBSÍDIO PARA QUE OS PROJETOS PEDAGÓGICOS CONTEMPLEM A LEI 10.639/03.

-APLICAÇÃO DA LEI 10.639/03 NO PROGRAMA ESCOLA DA FAMÍLIA E NA ESCOLA INTEGRAL.

-ROMPER COM O ENSINO ETNOCÊNTRICO INCLUINDO NA GRADE CURRICULAR DAS ESCOLAS AS MANIFESTAÇÕES CULTURAIS DE MATRIZ AFRICANA POR MEIO DE PROJETOS QUE ABORDEM A CAPOEIRA, O JONGO, O HIP HOP E TODOS OS OUTROS QUE CONTEMPLEM A MULTICULTURALIDADE BRASILEIRA GARANTINDO SUA ATUAÇÃO NAS DIVERSAS DISCIPLINAS DO CURRÍCULO ESCOLAR.

-CONTEMPLAR OUTRAS MANIFESTAÇÕES NEGRAS NO CONTEÚDO ESCOLAR (JONGO, HIP-HOP, CAPOEIRA, CONTOS E MÚSICA).

-RECONHECIMENTO E INCLUSÃO DO JONGO COMO CULTURAL E INCLUIR NO TERCEIRO SÁBADO DO MES DE JUNHO COMO DATA OFICIAL DENTRO DO CALENDÁRIO NACIONAL CONFORME GARANTE A LEI 10.639/2003.

-APROFUNDAR O ESTUDO DA DIVERSIDADE CULTURAL NA FORMAÇÃO ESCOLAR EM TODOS OS NÍVEIS DA EDUCAÇÃO.

-RESGATE DA CULTURA AFRO-DESCENDENTE IMPLANTADA NA EDUCAÇÃO.

-QUE A SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO IMPLEMENTE O COMITÊ TÉCNICO DA EDUCAÇÃO DA POPULAÇÃO NEGRA.

-CRIAR GRUPOS DE TRABALHO DENTRO DAS DIRETORIAS DE ENSINO E SECRETARIAS ESTADUAIS E MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO PARA DISCUTIR E CONSTRUIR PROJETOS QUE ABRANGEM A TEMÁTICA DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA.

-AMPLIAR A IMPLEMENTAÇÃO DA LEI 10.639/03, GARANTINDO A FORMAÇÃO PARA OS FUNCIONÁRIOS E EQUIPE GESTORA.

-GARANTIR PROGRAMAS DE FORMAÇÃO PARA TODOS E TODOS EDUCADORES/AS SOBRE AS QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS.

-INTENSIFICAR A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONTEÚDO DA LEI 10639/03.

CAPACITAR EDUCADORES PARA DESENVOLVER ATIVIDADES METODOLÓGICAS PARA IMPLANTAÇÃO DOS CONTEÚDOS DA REFERIDA LEI.

-CAPACITAÇÃO DE TODOS OS EDUCADORES EM TODOS OS SISTEMAS PARA O ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA, QUE CONSIDERE A NECESSIDADE DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E MATERIAL BIBLIOGRÁFICO ADEQUADOS À CONCEPÇÃO AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA, TENDO EM VISTA O QUE PRECONIZA A LEI 11.645/08 E PARCERIAS ENTRE TODAS AS ENTIDADES EDUCACIONAIS DA REGIÃO AFIM DE PROMOVER A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS.

-PARCERIAS ENTRE TODAS AS ENTIDADES EDUCACIONAIS DA REGIÃO A FIM DE PROMOVER A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS.

-APROFUNDAR A DISCUSSÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR QUE FORMAM PROFISSIONAIS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO E SAÚDE NAS QUESTÕES INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES.

-GARANTIR A CAPACITAÇÃO DE TODOS OS PROFESSORES DA REDES DE ENSINO PARTICULAR PARA ATUAREM NA IMPLEMENTAÇÃO DA LEI 11.645, E 10.639 DE 09/01/2003, PARA A ELABORAÇÃO DE PLANOS, PROJETOS, SELEÇÃO DE CONTEÚDOS MÉTODOS DE ENSINO CUJO FOCO SEJA A HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS.

-QUE OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO/ FORMAÇÃO MINISTRADOS NAS REDES OFICIAIS DE ENSINO TENHAM ENFOQUE À QUESTÃO ÉTNICO-RACIAL.

-CAPACITAR OS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL, MUNICIPAL E PARTICULAR PARA APLICAR CORRETAMENTE A DISCIPLINA CONFORME DETERMINA A LEI 10.639/2003 E 11.645/2004.

-PEDIR MATERIAL AO MEC PARA TRABALHAR O RACISMO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO, INSERINDO O CONTEÚDO DAS LEIS 10639/03 E 11645/08 NOS LIVROS DIDÁTICOS.

-FORMAÇÃO DE EQUIPE NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PARA ANALISAR LIVROS FORMAR UMA EQUIPE PARA ANALISAR LIVROS DIDÁTICOS EM RELAÇÃO À IMAGEM DA CRIANÇA NEGRA.

-GARANTIR A REVISÃO DOS CONTEÚDOS DOS LIVROS DIDÁTICOS NA PERSPECTIVA ÉTNICO-RACIAL.

-REVISÃO DO DECRETO SOBRE MATERIAL DIDÁTICO PRODUZIDO PELO ESTADO, OBSERVANDO-SE O QUE DEFINE A LEI 11.645/08.

-PRODUZIR E DISTRIBUIR REGIONALMENTE OU MUNICIPALMENTE MATERIAIS DIDÁTICOS, PARADIDÁTICOS QUE ATENDAM E VALORIZEM AS ESPECIFICIDADES (ARTÍSTICAS, CULTURAIS E RELIGIOSAS) LOCAIS DA POPULAÇÃO E DO AMBIENTE, VISANDO AO ENSINO E A APRENDIZAGEM DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS.

-IMPLEMENTAR UM COMITÊ TÉCNICO DE ACOMPANHAMENTO DA PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE EDITORAS, JÁ A PARTIR DO SEGUNDO SEMESTRE DE 2009, PARA QUE EM 2011, OS LIVROS DIDÁTICOS INDICADOS TRAGAM COMPONENTES CURRICULARES QUE ATENDAM DE FATO À APLICABILIDADE DA LEI N.º 10.639/09, BEM COMO DO PLANO DE DIRETRIZES.

-QUE O ESTADO SEJA OBRIGADO A INSTITUIR PARÂMETROS DE IDENTIFICAÇÃO, AVALIAÇÃO E ELIMINAÇÃO DA OCORRÊNCIA DE DISCRIMINAÇÃO, RACISMO E PRECONCEITO EM PRÁTICAS, LIVROS E DEMAIS RECURSOS NAS ESCOLAS MUNICIPAIS, ESTADUAIS E REDE PRIVADA. PROIBINDO A UTILIZAÇÃO DAQUELAS QUE NÃO ESTEJAM DENTRO DESSES PRINCÍPIOS.

-DEFINIR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA ESPECÍFICA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DAS LEIS 10.639 E 11.645.

DESENVOLVER CULTURA DE AUTOAVALIAÇÃO DAS ESCOLAS E NA GESTÃO DOS SISTEMAS DE ENSINO POR MEIO DE GUIAS ORIENTADORES COM BASE EM INDICADORES SOCIOECONÔMICOS, ÉTNICOS RACIAIS E DE GÊNERO PRODUZIDOS PELO INEP.

-QUE SEJA IMPLEMENTADO (COM RECURSOS FINANCEIROS E AMPLAMENTE DIVULGADO) O PLANO NACIONAL DE IMPLMENTAÇÃO DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E PARA O ENSINO DE HISTÓRIA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA, FORMULADO PELO MEC E SEPPIR E APRESENTADO À SOCIEDADE CIVIL EM 13 DE MAIO DE 2009.

-CRIAR UM CONSELHO NA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO QUE INTERVENHA NO PROJETO PEDAGÓGICO, COM O CARÁTER DE SUPERVISÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO.

-ELABORAR CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA O ENSINO DA HISTÓRIA DA ÁFRICA E HISTÓRIA INDÍGENA COM A PARTICIPAÇÃO DO MOVIMENTO SOCIAL DA REGIÃO, PROFESSORES DA REDE E ESPECIALISTAS DA ÁREA PARA A VALORIZAÇÃO DA HISTÓRIA, CONHECIMENTO E MANIFESTAÇÕES DA CULTURA NEGRA E INDÍGENA.

-QUE O GOVERNO OFEREÇA PARA OS JOVENS, CURSOS DE FORMAÇÃO ÉTNICO-RACIAL PARA QUE ATUEM COMO PROTAGONISTAS PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO INTERIOR DAS ESCOLAS.

-INCLUIR NOS CENTROS DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECAS MUNICIPAIS, DE CATÁLOGOS SOBRE LIVROS, DOCUMENTAÇÃO E PERIÓDICOS ESPECIFICAMENTE VOLTADOS PARA A QUESTÃO RACIAL E QUE SE DÊ CONHECIMENTO DELES PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS E A COMUNIDADES.



-(PRIORIDADE) ALTERAÇÃO DO CURRÍCULO BÁSICO DAS ESCOLAS COM A INCLUSÃO DE DISCIPLINAS ESPECÍFICAS PARA CONTEMPLAR EFETIVAMENTE A LEI 10.639/03, INCLUINDO O USO DE HISTÓRIA ORAL E DE DEPOIMENTO DE LIDERANÇAS, BEM COMO LÍNGUAS E DIALETOS AFRICANOS. INCLUIR A LEI 10.639/03 NO PROGRAMA ESCOLA DA FAMÍLIA E NA ESCOLA INTEGRAL.

-(PRIORIDADE) REALIZAR CURSOS SEMESTRAIS DE CAPACITAÇÃO PARA SUBSIDIAR A IMPLEMENTAÇÃO DA LEI 10639/03 E 11645/08, A PROFESSORES E INTERESSADOS NA TEMÁTICA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA.

-(PRIORIDADE) GARANTIR PROGRAMAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO (GESTORES/AS, DOCENTES E SERVIDORES/AS) EM HISTÓRIA AFRICANA, AFROBRASILEIRA E INDÍGENA.








SÃO PAULO

CRIAÇÃO DE ÓRGÃOS E COMISSÕES TÉCNICAS ESPECIFICAS DE RELAÇÕES ÉTNICOS RACIAIS NAS SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO E CULTURA, LAZER E ESPORTE.




SÃO PAULO

CRIAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL/SEMPPIR-SP COM DOTAÇÃO DE ORÇAMENTO PRÓPRIO E CORPO TÉCNICO ESPECIALIZADO.




SÃO PAULO

CRIAÇÃO DA COORDENADORIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS DA POPULAÇÃO INDÍGENA NA CIDADE DE SÃO PAULO.




SOROCABA

CRIAÇÃO DE ÓRGÃOS REGIONAIS (SECRETARIAS E FÓRUNS) E CARAVANAS PARA A PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL.




SANTOS

CRIAR UMA ESCOLA QUE ENSINE A LINGUA PORTUGUESA, A CULTURA E A HISTÓRIA DO BRASIL PARA ÁRABES.




SANTOS


CRIAÇÃO DE CRECHES COM O FUNCIONAMENTO DIURNO E NOTURNO COM PROFISSIONAIS CAPACITADOS PARA ORIENTAR CRIANÇAS E FAMILIARES OBRE O TEMA ÉTNICOS RACIAIS PARA ORIENTAR COM PRIORIDADE PARA AS ÁREAS MAIS CARENTES DE TODAS AS CIDADES DA REGIÃO METROPOLITANA.




SANTO ANDRÉ

CRIAÇÃO DE PÓLO REGIONAL DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA EM DIADEMA




PRESIDENTE PRUDENTE

CRIAR O PLANO MUNICIPAL/REGIONAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DE PRESIDENTE PRUDENTE.




PRESIDENTE PRUDENTE

CRIAÇÃO DO CENTRO DE CULTURA AFRICANA DE PRESIDENTE PRUDENTE.




PRESIDENTE PRUDENTE

CRIAÇÃO DO ORGÃO GESTOR DA POLÍTICA DE POLITICA DA PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL EM P PRUDENTE, INCLUINDO NO ORÇAMENTO DE 2010.




PRESIDENTE PRUDENTE

CRIAÇÃO DE UMA SEPPIR MUNICIPAL COM FUNCIONAMENTO A PARTIR DE 2010 COM O OBJETIVO DE DIVULGAR ORIENTAR AS POLITICAS AFIRMATIVAS E INTERCÂMBIO.




LITORAL NORTE / VALE DO PARAÍBA

CRIAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DA IGUALDADE RACIAL.





LITORAL NORTE / VALE DO PARAÍBA

CRIAÇÃO, MUNICIPAL, DA CEPIR.





LITORAL NORTE / VALE DO PARAÍBA

CRIAÇÃO DO DIMPIR – DIRETORIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL E DO PLANO MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL PARA O EXERCÍCIO DE 2010.




LITORAL NORTE / VALE DO PARAÍBA

CRIAÇÃO DE REDE REGIONAL DE FOMENTO À CULTURA, EDUCAÇÃO E TURISMO ÉTNICO NAS COMUNIDADES TRADICIONAIS, INDÍGENAS E QUILOMBOLAS.




SOROCABA

CRIAÇÃO DE CENTROS DE MEMÓRIA A NÍVEL REGIONAL PARA CONSULTA DE MATERIAIS QUE REGISTREM A HISTÓRIA DA POPULAÇÃO NEGRA LOCAL.




PRESIDENTE PRUDENTE

CRIAÇÃO DE UM ÓRGÃO QUE ANALISE O USO DA IMAGEM DO NEGRO NA MÍDIA.




SANTO ANDRÉ

CRIAÇÃO DE NÚCLEO DE ARTE AFRO-BRASILEIRA VOLTADO À MÚSICA, DANÇA, LITERATURA, CRIAÇÃO DA ORQUESTRA SINFÔNICA E CORAL DE AFRO-DESCENDENTES.




GUARULHOS

CRIAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA A CULTURA DOS POVOS INDÍGENAS PARA A RECUPERAÇÃO DA MEMÓRIA, IDENTIDADE E HISTÓRIA, BEM COMO A REALIZAÇÃO DE APRESENTAÇÕES CULTURAIS, VENDA DE ARTESANATO E OUTRAS PRODUÇÕES INDÍGENAS.




GUARULHOS

CRIAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA A CULTURA DOS POVOS NEGROS PARA A RECUPERAÇÃO DA MEMÓRIA, IDENTIDADE E HISTÓRIA, BEM COMO A REALIZAÇÃO DE APRESENTAÇÕES CULTURAIS, VENDA DE ARTESANATO E OUTRAS PRODUÇÕES.




GUARULHOS

CRIAR/ REORGANIZAR O CONSELHO MUNICIPAL DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO ARQUITETÔNICO ARTÍSTICO E CULTURAL GARANTINDO A PARTICIPAÇÃO DOS DIVERSOS GRUPOS ÉTNICOS NA FORMAÇÃO DOS MUNICÍPIOS.

GARANTIR A REPRESENTATIVIDADE E A DIVERSIDADE ÉTNICA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO INCLUINDO AS PROPAGANDAS GOVERNAMENTAIS E FORTALECER A DIFUSÃO DE VALORES CARACTERÍSTICOS DAS CULTURAS NEGRA E INDÍGENA POR MEIO DE APOIO, INCLUSIVE, DAS RÁDIOS COMUNITÁRIAS PRESENTES, EM SUA MAIORIA, NAS PERIFERIAS DA CIDADE.






SANTOS

CRIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DE UM MUSEU COM BASE MEMORIAL DA CIDADANIA E IMIGRAÇÃO PARA RESGATAR E DESTACAR OS IMIGRANTES DE TODAS AS ETNIAS NA REGIÃO DA BAIXADA SANTISTA.




SANTOS

CRIAR UM CENTRO REGIONAL AFRO, COM BIBLIOGRAFIAS AFRICANAS E AFRO-BRASILEIRAS, COM ESPAÇO PARA APRESENTAÇÕES TEATRAIS, DEBATES, FORMAÇÕES, OFICINAS, SHOWS E EVENTOS. ESTE ESPAÇO SERIA CRIADO E MANTIDO COM RECURSOS DAS SECRETARIAS DE CULTURA E JUSTIÇA E DEFESA DA CIDADANIA DAS 9 CIDADES DA REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA COMO UMA FORMA DE REPARAÇÃO PELA TENTATIVA DE ACULTURAÇÃO DO POVO NEGRO E DESTRUIÇÃO DA IDENTIDADE DO POVO NEGRO DO BRASIL. SUA GESTÃO SERIA UMA PARCERIA ENTRE OS MOVIMENTOS NEGROS E GOVERNOS LOCAIS.




CAMPINAS

INSTITUCIONALIZAR AS COORDENADORIAS E SECRETARIAS VOLTADAS PARA A PROMOÇÃO DE IGUALDADE RACIAL A FIM DE QUE SUPERE-SE O CARÁTER TEMPORAL PREVISTO PELOS GOVERNOS E TRANSFORME-SE EM POLÍTICAS PÚBLICAS PERMANENTES




ARAÇATUBA

(PRIORIDADE) CRIAR COODENADORIAS E/OU ÓRGÃOS DE GOVERNO A EXEMPLO DA SEPPIR DO GOVERNO FEDERAL DE GOVERNO NO SENTIDO DE RESPONDER AS DEMANDAS DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA TODA A POPULAÇÃO DA REGIÃO.






SANTO ANDRÉ

IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS NÃO REPRESSIVAS PARA JUVENTUDE QUE VALORIZEM A DIVERSIDADE CULTURAL E PROMOVAM A CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA.




SANTOS

INCENTIVAR E POPULARIZAR AS MANIFESTAÇÕES DAS ARTES POPULARES E FOLCLÓRICAS DE TODAS AS ETNIAS PRESENTES NO BRASIL




SOROCABA

DIFUSÃO DE PONTOS DE CULTURA E CENTRO DE REFERÊNCIA DA JUVENTUDE NA REGIÃO QUE VALORIZE AS MANIFESTAÇÕES DE CULTURA NEGRA COMO: CAPOEIRA, JONGO, HIP HOP E ETC.




SÃO CARLOS

AMPLIAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DA POPULAÇÃO NEGRA NO RESGATE HISTÓRICO DAS COMUNIDADES COMO UM INSTRUMENTO PEDAGÓGICO.




CAMPINAS

QUILOMBOLAS: PROJETOS DE INCENTIVO AS CULTURAS TRADICIONAIS, TROCAS CULTURAIS ENTRE OS GRUPOS ESPECÍFICOS,




SANTO ANDRÉ

ADOÇÃO DA CAPOEIRA NO ESPORTE E NA EDUCAÇÃO NO ÂMBITO MUNICIPAL, ESTADUAL E FEDERAL, ESTIMULAR A REALIZAÇÃO DE CAMPEONATOS E A PARTICIPAÇÃO DE CAPOEIRISTAS EM COMPETIÇÕES MUNICIPAL, ESTADUAL E FEDERAL. NA EDUCAÇÃO, INSERIR A CAPOEIRA COMO ATIVIDADE EXTRA CURRICULAR, EM EQUIPAMENTOS EDUCACIONAIS DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO E QUE A ATIVIDADE SEJA MINISTRADA POR UM PROFISSIONAL HABILITADO PELA LIGA MUNICIPAL DE CAPOEIRA E SEJA REMUNERADO.







SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

LAZER - CRIAR PROGRAMAS CULTURAIS NOS MOLDES DA FABRICA DE CULTURA ENVOLVENDO AS SECRETARIAS DE CULTURA, ESPORTE E LAZER. – CRIAÇÃO DE ESPAÇOS DE CULTURA E LAZER.




SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

CULTURA - INSERIR E PROMOVER O RESGATE DOM PATRIMÔNIO MANIFESTAÇÕES ÉTNICO-CULTURAIS DENTRO DOS GRUPOS CULTURAIS CRIAÇÃO (ITEM ACIMA).




SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

COMPROMETIMENTO DO PODER PÚBLICO PARA POPULARIZAR O CALENDÁRIO DE DATAS DAS DIVERSAS MANIFESTAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NOS MOLDES DO CALENDÁRIO SECAD-MEC E PREFEITURA DE SP.




SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

IMPLEMENTAR NO MUNICÍPIO A CRIAÇÃO DE MUSEU E CULTURA AFRO-BRASILEIRA COM APOIO DO PODER PÚBLICO E DA INICIATIVA PRIVADA.







SANTOS

INCLUIR VISITAS AS COMUNIDADES QUILOMBOLAS NAS ATIVIDADES EXTRAS CURRICULARES; QUE SEJAM INCLUÍDOS NOS ROTEIROS DE ECO-TURISMO HISTÓRICOS, VISITAS ÀS COMUNIDADES QUILOMBOLAS; GARANTIR MAPEAMENTO, SINALIZAÇÃO E AMPLA DIVULGAÇÃO DOS LOCAIS ONDE HOUVE QUILOMBOS NOS MUNICÍPIOS, NO ESTADO EM ÁREAS DA UNIÃO COMO FORMA DE RESGATE HISTÓRICO.

Catálogo: portal -> page -> portal -> cao civel -> inc social etnicas
cao civel -> Decreto nº 048, de 6 de maio de 1999
cao civel -> Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos
cao civel -> The public prosecution service and the search for the social inclusion: performance in the scope of the public policies
cao civel -> Origens, conceito e características dos direitos sociais: uma análise das conseqüÊncias do déficit na implementaçÃo dos direitos fundamentais de segunda dimensão origins, concept and characteristics of the social rights
cao civel -> *por Anália Belisa Ribeiro e Fábio Ramazzini Bechara
cao civel -> Decreto nº 55. 125, de 7 de dezembro de 2009
cao civel -> Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos
cao civel -> Inadmissibilidade nelson aparecido trindade
cao civel -> Inadmissibilidade
inc social etnicas -> Pacte. Siegfried ellwanger


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal