Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão de Tomar



Baixar 43.1 Kb.
Encontro26.07.2016
Tamanho43.1 Kb.




Instituto Politécnico de Tomar



Escola Superior de Gestão de Tomar

Curso

Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional

Ano Lectivo

2008/2009




Ficha da Unidade Curricular




Unidade Curricular

Economia Política

Área Científica

Economia

Classificação curricular

Obrigatória

Ano / Semestre

1.º / 1.º




Créditos ECTS

Horas de trabalho do aluno

Carga horária das sessões de ensino

Natureza Colectiva (NC)

Orientação Tutorial (OT)

5

135

30 T + 30 PL

15 OT




Docentes

Categoria

Responsável

Maria do Rosário Baeta Neves

Professora Coordenadora

Teóricas

Maria do Rosário Baeta Neves

Professora Coordenadora

Teórico-Práticas







Práticas







Prático-Laboratorial

Maria do Rosário Baeta Neves

Professora Coordenadora




Objectivos

1. Fornecer conceitos, teorias, modelos e políticas económicas basilares e relevantes da economia.

2. Desenvolver capacidades de identificação, análise e resolução de problemas de natureza económica.

3. Incutir e aplicar técnicas de cálculo usadas pela ciência económica actual.





Programa Previsto

1. Introdução

1.1. O que é a economia. O problema da escassez e os bens económicos

1.2. A interdisciplinaridade da economia

1.3. Os tipos de organização económica

1.4. A presença do Estado na vida económica

2. O pensamento económico

2.1. Noções operatórias

2.2. Doutrinas económicas

2.3. A relação entre as teorias e as políticas económicas

3. A medição da actividade económica

3.1. A contabilidade nacional: definição, evolução histórica e os diversos agregados macroeconómicos

3.2. As ópticas da medição da actividade económica: produção, rendimento e despesa

3.3. A avaliação da actividade económica a preços constantes e a preços correntes

4. As políticas macroeconómicas

4.1. As políticas orçamental, fiscal, monetária e cambial

4.2. A policy-mix pós-euro e os factores de crescimento económico. O caso português.

4.3. Análise final de documentos síntese: grandes opções do plano, orçamento do Estado, programa de estabilidade e crescimento, relatórios de conjuntura nacionais e de organizações comunitárias ou mundiais

5. Comércio internacional

5.1. Pagamentos internacionais

5.2. Organizações de cooperação e integração

5.3. Proteccionismo versus integração económica

5.4. A economia global

5.5. O negócio internacional

6. A procura e a oferta

6.1. A função procura

6.2. A função oferta

6.3. O equilíbrio. A cruz marshalliana

6.4. A intervenção do Estado

7. A elasticidade

7.1. O conceito, a representação gráfica e a análise numérica

7.2. A elasticidade da procura

7.3. A elasticidade da oferta

8. As estruturas de mercado

8.1. A concorrência perfeita

8.2. A concorrência imperfeita





Bibliografia

Livros

Base

1. Andrade, João Sousa (1998), Introdução à Economia, Coimbra, Minerva.

2. Belbute, José (2003), Princípios de Macroeconomia, Lisboa, Gradiva.

3. Castro, Alberto de, Barbot, Cristina e Nascimento, Álvaro (1994), Microeconomia, Lisboa, McGraw-Hill.

4. Cunha, Paulo Pitta e Cunha e Morais, Luís Silva (2008), A Europa e os Desafios do Século XXI, Coimbra, Almedina

5. Frank, Robert H. e Bernanke, Ben S. (2003), Princípios de Economia, Lisboa, McGraw-Hill.

6. Frank, Robert H. (1998), Microeconomia e Comportamento, Lisboa, McGraw-Hill.

7. Mata, José (2002), Economia da Empresa, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian.

11. Martinez, Pedro Soares et al (2007), Globalização Económica, Coimbra, Almedina
8. Medeiros, Eduardo Raposo (2000), Economia Internacional, Lisboa, ISCSP.

9. Medeiros, Eduardo Raposo de (1998), Blocos Regionais de Integração Económica no Mundo, Lisboa, ISCSP.

10. Medeiros, Eduardo Raposo de (2008), Evolução e Tendências da Integração Económica Regional, Lisboa, Petrony.

12. Neves, João César das (1992), Introdução à Economia, Lisboa, Editorial Verbo.

13. Porto, Manuel (2004), Economia, Coimbra, Livraria Almedina.

14. Porto, Manuel (2001), Teoria da Integração e Políticas Comunitárias, Lisboa, Livraria Almedina.

15. Porto, Manuel et al (1999), Organizações Internacionais, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian.

16. Samuelson, Paul A. e Nordhaus, William D. (2005), Economia, Lisboa, McGraw-Hill.

17. Santos, Jorge, Braga, Jacinto, Teixeira, Manuel e Aubyn, Miguel St. (2001), Macroeconomia, Lisboa, McGraw-Hill.

18. Ucha, Isabel (1995), Introdução à Economia — Sínteses, Exercícios e Soluções, Lisboa, Editorial Verbo.


Complementar


1. Amaral, João Ferreira do (1996), Política Económica, Cosmos.

2. Barata, José Martins (1998), Moeda e Mercados Financeiros, Lisboa, José Martins Barata.

3. Blaug, Mark, A Metodologia da Economia, Lisboa, Gradiva.

4. Cunha, Paulo Pitta e (1993), Integração Europeia: Estudos de Economia Política e Direito Comunitários, Imprensa Nacional Casa da Moeda

4. Cunha, Paulo Pitta e, et al (2008), Tratado de Lisboa, Faculdade de Direito, Lisboa.

5. Denis, Henri (1987), História do Pensamento Económico, Lisboa, Livros Horizonte.

6. Diulio, Eugene A. (1977), Macroeconomia, Rio de Janeiro, McGraw-Hill.

7. Dornbusch, Rudiger, Fischer, Stanley e Startz, Richard (1998), Macroeconomia, Lisboa, McGraw-Hill.

8. Dunn Jr., Robert M. e Ingram, James C., (2000), International Economics, New York, John Wiley & Sons.

9. Dunn Jr., Robert M. e Ingram, James C., (2000), International Economics— Study Guide, New York, John Wiley & Sons.

10. Guillochon, Bernard (1998), Economia Internacional, Lisboa, Planeta Editora.

11.Hutington, Samuel (2001), O Choque das Civilizações e a Mudança na Ordem Mundial, Gradiva.

12. Lindert, Peter H. e Thomas, A. Pugel (1996), International Economics, Chicago, Irwin.

13. Lipsey, Richard e Chrystal, Alec (2004), Economics, London, Oxford University Press.

14. Lipsey, Richard e Chrystal, Alec (1995), An Introduction to Positive Economics, London, Oxford University Press.

15. Mankiw, Gregory (2003), Principles of Economics, South Western College Publishing.

16. Marques, Walter (1998), Moeda e Instituições Financeiras, Lisboa, Publicações Dom Quixote.

17. Moura, Francisco Pereira de (1978), Lições de Economia, Coimbra, Livraria Almedina.

18. Neves, João César das (2004), Princípios de Economia Política, Lisboa, Editorial Verbo.

19. Neves, João César (2003), O que é a Economia?, Lisboa, Principia.

20. Neves, João César (1998), Nobel da Economia, Lisboa, Principia.

21. Nielsen, Jorgen Ulff-Moller, Madsen, Erik Strojer e Pedersen, Kurt (1997), International Economics: the Wealth of Open Nations, London, McGraw-Hill.

22. Pereira, Eduardo Sousa, Paiva, Amadeu e Pacatão, Helena (1998), Hermes Revelado — Lições de Comércio Internacional, Lisboa, McGraw-Hill.

23. Porto, Manuel (2001), Teoria da Integração e Políticas Comunitárias, Lisboa, Livraria Almedina.

24. Porto, Manuel Lopes (2006), O Orçamento da União Europeia: Perspectivas Financeiras 2007-13, Almedina

25. Shapiro, Robert, (2008), Futurecast 2020 A Global Vision of Tomorrow, Profile Books Ltd

26. Sousa, Alfredo de (1987), Análise Económica, Lisboa, Universidade Nova de Lisboa — Faculdade de Economia.

27. Taylor, Artur (1984), As Grandes Doutrinas Económicas, Lisboa, Europa América.

28. Toffler, Alvin (1984), A Terceira Vaga, Lisboa, Livros do Brasil.

29. Varian, Hal R. (1999), Intermediate Microeconomics — A Modern Approach, New York, W. W. Norton.



Jornais, Revistas e Outras Publicações

1. Caderno de Economia, Expresso

2. Jornal de Negócios

3. Vida Económica

4. Semanário Económico

5. Financial Times

6. Foreign Affairs, Council on Foreign Relations

7. Foreign Policy, Carnegie Endowment for International Peace

8. Exame

9. Nova Cidadania, Instituto de Estudos Políticos, Universidade Católica Portuguesa

10. Economia Pura

11. Cadernos de Economia, Ordem dos Economistas

12. The Economist

13. Relatório anuais e trimestrais, Banco de Portugal

14. Anuários e relatórios estatísticos, INE e Eurostat

15. Portugal, o Euro e as Empresas, Ministério da Economia



16. Relatório do Desenvolvimento Humano, PNUD, ONU

Webgrafia

Nacional


  1. www.bportugal.pt (Banco de Portugal)

  2. www.ine.pt (Instituto Nacional de Estatística)

  3. www.ordemeconomistas.pt (Ordem dos Economistas)

  4. www.min-financas.pt (Ministério das Finanças)

  5. www.dgep.pt (Direcção-Geral de Estudos e Previsão)

  6. www.dgt.pt (Direcção-Geral do Tesouro)

  7. www.gee.min-economia.pt (Gabinete de Estratégia e Estudos)

  8. www.depp.msst.gov.pt (Direcção-Geral de Estudos, Estatística e Planeamento)

  9. www.eurojogo.home.sapo.pt (Eurojogo)

  10. www.min-economia.pt (Ministério da Economia e da Inovação)

  11. www.adi.pt (Agência de Inovação)

  12. www.autoridadedaconcorrencia.pt (Autoridade da Concorrência)

  13. www.investinportugal.pt (Agência Portuguesa para o Investimento)

  14. www.cfe.iapmei.pt (Centro de Formalidades das Empresas)

  15. www.dgempresa.min-economia.pt (Direcção-Geral da Empresa)

  16. www.iapmei.pt (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento)

  17. www.prime.min-economia.pt (Programa de Incentivos à Modernização da Economia)

  18. www.icep.pt (Instituto das Empresas para os Mercados Externos)

  19. www.dgturismo.pt (Direcção-Geral do Turismo)

  20. www.aip.pt (Associação Industrial Portuguesa)

  21. www.cap.pt (Confederação dos Agricultores de Portugal)

  22. www.cip.org.pt (Confederação da Indústria Portuguesa)

  23. www.ccp.pt (Confederação do Comércio e Serviços de Portugal)

  24. www.anje.pt (Associação Nacional dos Jovens Empresários)

Internacional

  1. www.undp.org (Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas)

  2. www.imf.org (Fundo Monetário Internacional)

  3. www.worlbank.org (Banco Mundial)

  4. www.oecd.org (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico)

  5. www.europa.eu.int (Portal da União Europeia)

  6. www.ecb.int (Banco Central Europeu)

  7. europa.eu.int/comm/economy_finance/indicators/annual_macro_economic_database/ameco_en.htm (Base de Dados Macroeconómicos Anuais, AMECO)

  8. www.wto.org (Organização Mundial de Comércio)

  9. www.unctad.org (Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento)

  10. www.unido.org (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial)

  11. www.cfr.org (Council on Foreign Relations)

  12. www.foreignpolicy.com (Carnegie Endowment for International Peace)




Critérios de Avaliação

Avaliação Contínua

Através da realização de trabalhos práticos até 17 de Janeiro. A dispensa de exame far-se-á com a classificação final (média aritmética simples dos tabalhos práticos) mínima de 10 valores.

Avaliação em Época Normal

Através da realização de um exame entre 19 e 31 de Janeiro e englobando toda a matéria leccionada ao longo do 1.º semestre. A aprovação no exame far-se-á com a classificação final mínima de 10 valores.

Avaliação em Recurso

Através da realização de um exame entre 9 e 21 de Fevereiro e englobando toda a matéria leccionada ao longo do 1.º semestre. A aprovação no exame far-se-á com a classificação final mínima de 10 valores.




Observações







Horário de Orientação Tutorial

Dia

Horário

Local

Segunda-feira

Quinta-feira



Das 16:30 às 18:30

Das 14:00 às 18:00



Gabinete O 212








Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal