ippb instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas


C. DESENVOLVENDO A MEDIUNIDADE



Baixar 0.91 Mb.
Página2/25
Encontro18.07.2016
Tamanho0.91 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   25

C. DESENVOLVENDO A MEDIUNIDADE


1. Percebendo o duplo, a aura e os chacras

2. Trabalhando a aura e os chacras

3. Identificando e modificando energias

4. Usando o pensamento e os sentimentos

5. Manipulando energias

6. Método das cinco fases – Edgard Armond

  1. Primeira fase – percepção de fluidos

  2. Segunda fase – aproximação

  3. Terceira – fase – contato

  4. Quarta fase – envolvimento

  5. Quinta fase – manifestação



D. EXERCENDO A MEDIUNIDADE


  1. Harmonização inicial, limpeza e encerramento

    1. Preparação

    2. Limpeza

    3. Encerramento

2. Acoplando com espíritos elevados

3. Conversando com espíritos elevados

4. Acoplando com espíritos perturbados

5. Conversando com espíritos perturbados

6. Cura espiritual ou energética

7. Assistência a distância

8. Analisando e interpretando mensagens mediúnicas escritas e faladas

E. MEDIUNIDADE NA PRÁTICA


1. Estudo

    1. Necessidade e importância de estudo contínuo

    2. Amor ao estudo, sem apego ao que é estudado

    3. A leitura como um dos principais meio de estudo

    4. Cursos complementares

    5. Estudo e universalismo

    6. Aplicação prática do estudo

2. Mediunidade e compromissos

  1. Compromisso espiritual

  2. Compromisso mediúnico

  3. Compromisso com a instituição e o grupo mediúnico

  4. Compromisso com amparadores

  5. Compromisso com necessitados encarnados e desencarnados

  6. Compromisso consigo mesmo

  7. Compromisso com o estudo e o auto-aperfeiçoamento

  8. Parceria espiritual e parceria mediúnica

  9. Espírito de equipe e equipe de espíritos

3. Disciplina

  1. Disciplina exterior e disciplina interior

  2. Disciplina versus obediência

  3. Disciplina versus mal-humor

  4. Disciplina espiritual e disciplina mediúnica

  5. Preparo prévio para o trabalho mediúnico

  6. Sintonia antes e depois do trabalho mediúnico

4. Ética

  1. Preconceitos

  2. Julgamentos

  3. O médium dá o exemplo

  4. Discrição

  5. Compaixão sem paixão

5. Autocontrole mediúnico

  1. Passividade mediúnica versus disponibilidade mediúnica

  2. O médium comanda o fenômeno



D. INFLUENCIAÇÃO ESPIRITUAL


1. Espíritos simpáticos

  1. Espíritos são pessoas desencarnadas e pessoas são espíritos encarnados

  2. Amparadores, mentores, protetores, guias, amigos, guardiões, etc.

2. Assédios e ataques espirituais

  1. Físicos e espirituais

  2. Intrafísicos e extrafísicos

3. Defesa espiritual ou energética

4. Obsessão

  1. Causas e origens

  2. Graus ou níveis

  3. Tipos

  4. Auto-obsessão

  5. Prevenção e tratamento

  6. Obsessão e mediunidade

5. Desobsessão

  1. Métodos

  2. Eficácia

  3. Cuidados

  4. Extensões

6. Vampirismo energético

  1. Definição

  2. Exemplos

G. LENDAS ou FATOS?


    1. Patuás, amuletos e talismãs

    2. Magia, bruxaria e despachos

    3. Exus, pombas giras e afins

    4. Aparelhos parasitas

    5. Fluidoterapia: evidências científicas

    6. Evidências científicas sobre a eficácia do passe

    7. Umbral


Considerações Iniciais



Embora seja um trabalho de intensa pesquisa e prática, este não é um trabalho científico. É muito mais um trabalho de compilação e organização de vários conceitos, vivências, hipóteses e fatos, estudados ou trazidos não só por mim, mas também por vários outros autores, pesquisadores, estudiosos da área espiritual e mediúnica.

O projeto que deu origem a este material é, por isto e de muitas maneiras, um trabalho inédito.


Inédito pela proposta que não é, como na maioria dos casos, de formar médiuns, mas de esclarecer pessoas sobre a mediunidade em si mesma e sobre a mediunidade de cada um.

Inédito pelo ambiente em que foi conduzido: universalista, livre de preconceitos, dogmas, fanatismos, radicalismos e ranços de qualquer tipo, e distante das sessões em terreiros, centros, tendas e mesas que tanto se popularizaram no Brasil.

Inédito pelo conteúdo amplo, diversificado e abrangente, que se permitiu buscar referências nas mais diferentes correntes, doutrinas, técnicas e filosofias, inclusive as mais tradicionais, tentando ser o mais completo e livre possível, sem deixar de estar comprometido com a responsabilidade, o discernimento e o esclarecimento do maior número possível de pessoas.

Inédito por vários conceitos nele contemplados, que ainda não constam da literatura considerada oficial sobre o assunto, mas, nem por isso, menos válidos, uma vez que são vivenciados por muitos médiuns, em diversos lugares e situações.

Inédito pela abordagem bem humorada, leve e despojada com que foi tratado, desmitificando médiuns e desmistificando a mediunidade.

Inédito pela linguagem simples, popular e didática com que os temas foram tratados, permitindo que todas as pessoas pudessem compreendê-los sem rodeios, sem receios e sem meias palavras.

Inédito pela pessoa que o idealizou, montou e concretizou, sendo eu mesma médium há tanto tempo e poucas vezes tendo visto os próprios médiuns falarem e esclarecerem sobre mediunidade.

Inédito para mim que, mesmo estando em contato com a mediunidade há mais de 25 anos e envolvida com cursos mediúnicos há alguns anos, nunca tive a oportunidade de tratar do assunto de forma tão aberta e abrangente, para um público tão eclético.

É justamente por seu caráter inusitado que este trabalho não tem, como nunca teve, a pretensão de ser definitivo ou de fechar questão em qualquer dos temas e conceitos que explora. Muito pelo contrário, é por saber-se inusitado que, acima de tudo, pretende ser apenas mais uma contribuição que mereça ser modificada, aperfeiçoada, complementada, enriquecida, criticada, analisada e posta à prova por aqueles que realmente se interessam pelo assunto, estudando e observando os médiuns e os fenômenos mediúnicos.

Se alcançarmos este merecimento da análise séria e da crítica construtiva e responsável, já nos daremos por felizes, pois teremos, com certeza, cumprido o papel original a que nos propusemos: promover o conhecimento da mediunidade por meio de diálogo franco, aberto e universalista.




Maísa Intelisano

Outubro de 2004






  1. Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   25


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal