Ismael quintero rojas



Baixar 1.09 Mb.
Página1/12
Encontro03.08.2016
Tamanho1.09 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12
COMO LER E INTERPRETAR O LIVRO DO PROFETA ISAIAS

Uma introdução geral através de chaves de leitura

Por

ISMAEL QUINTERO ROJAS

Phd em estudos teológicos

Curso de Bíblia e Teologia

Para estudantes de Licenciatura e Mestrado em Estudos Teológicos



SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE MIAMI

Bogotá – Colômbia, agosto de 2009



GUIA DO ESTUDANTE E FACILITADOR

Introdução

Estudar o livro de Isaias é um grande desafio, pela transcendência dos escritos e a complexidade dos mesmos. Não obstante, nos aproximamos do escrito sagrado, em interesse de fazer uma introdução didática ao estudo do livro. Por meio destas ideias introdutórias, é possível ter uma rota para o estudo detalhado deste livro profético. Não se pretende fazer um estudo detalhado, do livro, mas dar ideias gerais para seu estudo, desde diversos tópicos, chaves ou enfoques.

Bem vindos ao curso do livro de Isaias. Durante o estudo serão analisados as ferramentas e princípios bíblicos para uma vida cristã centrada em Cristo. Também se conhecera as implicações bíblicas e pastorais de uma vida submetida à vontade soberana de Deus.

Objetivos do estudo


  1. Apresentar ideias básicas introdutórias para o estudo do livro do profeta Isaias

  2. Propor o método das chaves de leitura como um método de estudo bíblico

  3. Analisar textos bíblicos específicos desde cada um dos tópicos propostos

  4. Elaborar um marco de referência geral para o estudo do livro de Isaias.

  5. Identificar aspectos relevantes desde os enfoques de leitura para a vida cristã

  6. Propor dinâmicas de aplicação e contextualização do livro a nossa tarefa

  7. Contextualizar de maneira adequada e prática o livro de Isaias.

Metodologia

Para a compreensão de Isaias, se articulam várias metodologias, com o fim de aproveitar ao máximo o estudo e avaliar a apreensão dos conteúdos do livro e as temáticas das conferências. Entre as metodologias temos:



  1. Exposição geral, com ajuda de projetor, para dar início a cada enfoque do livro. Nessa exposição, será explicado cada enfoque e a forma como podemos estuda – lo em detalhes sem desvirtuar ou alterar o marco de referência teológica e bíblica geral.

  2. Perguntas ao final de cada exposição. Os participantes têm a oportunidade de expor seus comentários, inquietudes, pontos de vista ou interrogantes relacionados com o tema. Este com o propósito de esclarecer as dúvidas e gerar interação.

  3. Atividades de reforço. Ao finalizar cada sessão de estudo ou enfoque de leitura e análise do livro, os alunos desenvolverão atividades que devem ser realizadas por estudantes de maneira individual e em pequenos grupos para reforçar os estudos.

  4. Produto final. Como resultado do estudo do livro de Isaias, se realizará uma plenária geral, para avaliar o aprendido, de maneira participativa e expor os trabalhos finais dos assistentes.

Métodos de estudo

As chaves de leitura são um método que busca estudar as Sagradas Escrituras em perspectiva. Ou seja, pretende ler, analisar e contextualizar a verdade bíblica desde um enfoque especifico. Desta forma, é possível chegar a conclusões mais pertinentes, dependendo do enfoque ou visão que pretendemos estudar. Este estudo deve ser coerente, acertado e centrado em uma sã teologia, para ele é necessário um adequado marco de referência bíblica, teológica e doutrinal. Do contrário, as conclusões ou apreciações não farão justiça as Escrituras.

Além do mais, parte – se da chave hermenêutica que é analisar cada texto a luz dos atributos de Deus. Nesse sentido, nos planejamos neste curso, revisar os conteúdos do livro de Isaias, propondo dez chaves de leitura, as quais nos permitiram estuda – lo de forma especifica, por enfoques e de maneira concatenados ou interralacionada.

O estudo por meio de chaves do livro de Isaias permite enfocar mais facilmente, as verdades proféticas e identificar com mais facilidade a pertinência, as contribuições, as aplicações e as responsabilidades que tem o crente e a igreja, ante a revelação de Deus e suas verdades eternas.



Tópicos de estudo

  1. Chave Histórica

Pergunta: Que acontecimentos históricos são os fios condutores da temática do livro e sua incidência nas realidades abordadas?

Conteúdo: esta chave de leitura propõe identificar os variados aspectos históricos que se suscitam na época do profeta e do escrito. Ao identificar os acontecimentos históricos, podemos contextualizar melhor o livro, avaliar sua transcendência histórica e sua incidência especifica a partir da realidade concreta. Além do mais, nos permite ver a ação de Deus em seu povo através de diversas circunstâncias e situações reais e dolorosas.



  1. Chave Gramatical

Pergunta: Como incide o gênero literário na exposição das verdades bíblicas e que riqueza há para seu estudo?

Conteúdo: Consideremos nestes aspectos relacionado com a gramática, estilo literário, símbolos e ênfases que o autor faz em seu escrito. Relacionaremos o estilo com o conteúdo, para ver a riqueza da mensagem e a pertinência para a época imediata e as posteriores. Comentaremos o relacionado com a crítica moderna, que baseando – se em aspectos literários, tem sugerido a opção de dois, três ou mais autores do livro. Apresentaremos as razões da unidade literária e do conteúdo do livro, fazendo justiça ao texto bíblico. Daremos pauta para um estudo gramatical, indutivo, analítico do livro, desde um marco de referência ajustado a uma sã teologia sistemática.



  1. Chave Antropológica

Pergunta: Como se descreve a humanidade neste livro e que transcendência tem esta descrição para o trabalho humano?

Conteúdo: Neste tópico busca – se definir ao homem e a mulher que se apresentam no livro. Ou seja, como se descreve a realidade da humanidade e do povo em termos antropológicos. Quais são os componentes recorrentes que incidem na apresentação, ação e desenvolvimento do homem em Isaias. O que identifica as famílias e as relações desde sua condição de seres humanos. Sem ser antropocêntricos, é nossa responsabilidade do estudo das verdades bíblicas e além do mais identificar desde a exegese, que caracterizava ao homem e a mulher dessa época em relação com a nossa.



  1. Chave Ética

Pergunta: Que princípios éticos, valores e dimensões éticas e morais se recriam no livro e que incidência tem para a vida cristã e para o conteúdo do livro?

Conteúdo: Uma vez que haja estabelecido um marco antropológico, segundo a narração bíblica, é pertinente conhecer o comportamento desse homem e mulher. Quais são as realidades éticas e morais, os princípios e os valores que recriam no livro. Que incidência tem no desenvolvimento do conteúdo do livro e nas realidades que afrontam. Como Deus responde as estas expressões da ética e a moral de seu povo. Com estas apreciações, pode – se identificar a realidade sócia – espiritual do povo de Deus e das nações vizinhas da época do profeta.



  1. Chave Bíblica

Pergunta: Que verdades bíblicas são recorrentes no livro e como podemos articula – las em nossa contextualização geral da bíblia?

Conteúdo: As verdades bíblicas não são exclusivas de um livro das Escrituras. Sempre se ampliam complementam, fortalecem e desenvolvem em outros livros das Sagradas Escrituras. Nesse sentido, podem-se identificar algumas das verdades bíblicas centrais no livro de Isaias e sua incidência e transcendência em toda a Escritura. Para este enfoque requer – se um bom conhecimento da Bíblia e um bom método para coloca – las em perspectivas e em sujeição recíproca os textos do mesmo tema. Um desafio em Isaias é relaciona – luz com o resto da Bíblia e ver sua aplicabilidade e unidade.



  1. Chave Teológica

Pergunta: Quais são os atributos de Deus neste livro e a descrição de seu caráter de tal maneira que se possa compreender o escrito?

Conteúdo: Um dos postulados hermenêuticos mais sobre salientes e úteis para uma sã interpretação da Palavra de Deus, é interpreta – la a luz dos atributos ou perfeições de Deus. Ou seja, conhecer os atributos, expressões e manifestações do Senhor que sobressaem no texto, para identificar seu agir e revelação do livro. Isto nos permite abordar a leitura do livro desde a perspectiva de Deus. Ele é o centro de todas as coisas. Um estudo teocêntrico nos livrará da tentação do subjetivismo, humanismo, materialismo, misticismo, antropocentrismo e muitos perigos. As conclusões desta divisão serão primarias para o estudo do livro de Isaias e as demais estarão sujeitas a esta revelação do caráter divino.



  1. Chave Cristológica

Pergunta: Como Cristo é descrito no livro e que importância tem com o resto das Escrituras Sagradas?

Conteúdo: Todo o crente do evangelho sabe que o centro da verdade da mensagem da salvação e das Sagradas Escrituras, é o Senhor Jesus Cristo. Nesse sentido, todo o estudo da Bíblia, deve identificar as mensagens cristológicas ou messiânicos que se apresentam. Sem Cristo não há salvação, vida, esperança, céu. O livro de Isaias é muito rico em símbolos, profecias, verdades e desafios eminentemente cristológicos e evangélicos, pelo que é imprescindível um estudo destes textos e sua respectiva relação com a totalidade da Escritura. Esse enfoque nos permite ver a Cristo, ser consolados pela boa nova de sua redenção e libertação do pecado e suas conseqüências desastrosas.



  1. Chave Pastoral

Pergunta: Que desafios planejam a igreja em seu fazer pastoral a partir do livro de Isaias e como aplica – lo a nossa pastoral?

Conteúdo: a partir do enfoque antropocêntrico e ético, podem – se identificar realidades de injustiças, abandono, miséria e dor/ Coletivos de necessidade, como viúvas, órfãos, pobres, exilados, desprezados, entre outros. Ditos coletivos, não é um problema, senão o campo de ação pastoral para os crentes. A pertinência de um livro identifica - se pela aplicabilidade de sua mensagem a realidade social, econômicas e familiares similares. Nesse sentido, através do livro de Isaias, recriam – se diversos campos de ação pastoral que suplicam pela dinâmica de trabalho da igreja. Ante a ação salvifica do Redentor, somos poderosamente compelidos a servir.



  1. Chave Eclesiológica

Pergunta: Como Isaias apresenta a igreja e que relação tem com a descrição neo testamentária, como viver eclesialmente segundo este livro?

Conteúdo? Por ser a salvação para um povo, chamado por Deus o corpo do Senhor, sua mensagem é para a comunidade ou assembléia. A igreja como organismo vivo estabelecido e mentido por Deus de maneira soberana tem desafios, missão e ação delegada por Deus para seu desenvolvimento e operatividade. Conhecer os desafios da igreja, quanto à origem, composição, governo, sacramentos, ministérios e além do mais, é uma grande bênção. Nesse sentido, propõe – se no livro de Isaias conhecer aspectos eminentemente eclesiais e suas implicações para a igreja de todos os tempos.



  1. Chave Escatológica

Pergunta: Que verdades eternas, transcendentais e futuras se dão aos crentes no livro e que papel joga na vida cristã?

Conteúdo: Se tem dito sempre que Isaias é um livro que fala muito de eventos futuros e finais. Ou seja, que é um livro escatológico, por suas profecias sobre o futuro glorioso de Israel e os seguidores de Messias. Incluso alguns grupos sectários e enganadores tem tomado apartes deste livro e os tem analisado sem fazer justiça a totalidade da Escritura e tem enganado a muitos. Propõe – se em conseqüência, analisar os aspectos escatológicos do livro de Isaias e suas incidências para a vida do crente. Com isto em mente, é mais fácil e esperançoso viver em meio das realidades que golpeiam nosso coração e ameaçam nossa fé no Senhor.



Materiais para o curso:

  • Comentário bíblico do livro de Isaias e guia do Pastor Ismael Quintero

  • Comentário bíblico de Isaias, por Matthew Henry (Ed. Clie, 1990)

  • Dispor das seguintes versões de bíblias: RVR 1960, NVI.

  • Um caderno de trabalho par realizar as tarefas

  • Fazer parte de um grupo de estudo

  • Estar inscrito em um dos programas teológicos da Instituição

  • Cumprir com todos os requisitos acadêmicos

Designações acadêmicas

Durante este curso os estudantes deveram cumprir com as seguintes designações ou deveres acadêmicos, para poder acessar aos créditos respectivos da matéria



  • Assistir às 8 horas de conferência que inicia a matéria e às 8 horas de aulas presenciais, em grupo de estudo.

  • Ler as 8 lições do módulo, com seus respectivos anexos, questionários e tarefas.

  • Para cada lição o aluno deve desenvolver em seu caderno de tarefas, as oficinas respectivas e mostrar ao facilitador.

  • Elaborar semanalmente os registros de observação e análises dos capítulos assinalados, segundo indica – se, levando em conta as 10 chaves estudas.

  • Preparar e expor um tema de uma das lições em seu grupo, durante 10 minutos. O tema deve centrar – se em um tópico de leitura dos propostos no curso.

  • Realizar o estudo analítico e indutivo dos capítulos assinalados, tendo em conta as chaves de leitura expostas no curso.

  • Preparar e apresentar um trabalho escrito, com todas as normas para a apresentação de trabalhos da MINTS, sobre um dos temas sugeridos para o ensaio. Deve ter como base para dita tarefa, a leitura do módulo e os conteúdos das conferências sobre o livro de Isaias. Licenciatura 5 páginas, Mestrado: 8 páginas

  • Elaborar um relatório de leitura do comentário de Isaias, por Matthew Henry (Ed. Clie, 1990). Os estudantes de mestrado deverão apresentar relatório do comentário bíblico de Isaias e de um livro relacionado com o tema do curso; para entrega – lo na quarta aula. Desta forma completam as 500 páginas.

  • Apresenta um exame final escrito dos conteúdos do curso.

Avaliação do curso

  • Assistir às 8 horas de conferência e às 8 horas de aulas presenciais (10%). Se não puder assistir à conferência, deve comprar – la em formato de DVD ou MP3.

  • Ler e desenvolver as 8 lições do livro com suas oficinas e anexos (20%). Todos os questionários e quadros devem ser desenvolvidos.

  • Apresentação de tarefas semanais e leituras assinaladas (10%). Cada semana o facilitador deverá revisar o cumprimento no desenvolvimento das tarefas

  • Preparação e exposição do tema de uma lição durante 10 minutos (10%). O facilitador solicitará por sorteio, a cada estudante, expor o tema de uma lição.

  • Análise escrita sobre um tópico de leitura do livro (20%). Cada estudante, ao começo do curso, deve definir o tema a desenvolver em seu ensaio.

  • Relatório de leitura sobre o comentário sobre Isaias (10%). Os estudantes de Mestrado apresentaram além do mais, relatório de leitura de outro livro como parte do exame.

  • Apresentar um exame final escrito dos conteúdos do curso (20%). Na quarta aula, se entregará ao estudante um exame escrito para desenvolvê-lo em 25 minutos.

Temas sugeridos para os ensaios

  • Que sucessos históricos são os fios condutores da temática do livro e sua incidência nas realidades abordadas?

  • Como indicio o gênero literário na exposição das verdades bíblicas e que riqueza há para seu estudo?

  • Como se descreve a humanidade neste livro e que transcendência tem esta descrição para o trabalho humano?

  • Que princípios éticos, valores e dimensões éticas e morais se recriam no livro e que incidência tem para a vida cristã e para o conteúdo e do livro?

  • Que verdades bíblicas são recorrentes no livro e como podemos articula –las em nossa contextualização geral da bíblia?

  • Quais são os atributos de Deus neste livro e a descrição de seu caráter de tal maneira que possam compreender o escrito?

  • Como se descreve Cristo no livro e que importância tem com o resto das Escrituras Sagradas?

  • Que desafios se planejam na igreja em seu fazer a partir do livro de Isaias e como aplica – lo a nossa pastoral?

  • Como Isaias apresenta a igreja e que relação tem com a descrição neo testamentária, como viver eclesialmente segundo este livro?

  • Que verdades eternas, transcendentais e futuras se dão aos crentes no livro e que papel joga na vida cristã?

Estrutura do curso

Aula 1

  • Introdução, contexto e chave histórica do livro de Isaias

  • Desenvolvimento de registros de observação dos capítulos 1-17 com seus questionários

  • Leitura dos capítulos 1 -17 do livro de Isaias nas três versos disponíveis

  • Preparar perguntas de discussão sobre a temática das lições respectivas

  • Exposições dos 25% dos estudantes do grupo

Aula 2

  • Chave gramatical, antropológica e ética do livro de Isaias

  • Desenvolvimento de registros de observação dos capítulos 17 – 34 com seus questionários

  • Leitura dos capítulos 17 – 34 do livro de Isaias nas três versões disponíveis

  • Preparar perguntas de discussão sobre a temática das lições respectivas

  • Exposições dos 25% dos estudantes do grupo

Aula 3

  • Chave Bíblica, teológica e cristológica do livro de Isaias

  • Desenvolvimento de registros de observação dos capítulos 35 -51 com seus questionários

  • Leitura dos capítulos 35 – 51 do livro de Isaías na versão NVI.

  • Preparar perguntas de discussão sobre a temática das lições respectivas

  • Exposições do 25% dos estudantes do grupo

Aula 4

  • Chave pastoral, eclesiológica, escatológica e conclusão do livro de Isaías’

  • Desenvolvimento de registros de observação dos capítulos 52-66 com seus questionários

  • Preparar perguntas de discussão sobre a temática das lições respectivas

  • Exposições dos 25% dos estudantes do grupo

  • Apresentação do exame final e entrega de trabalho final do curso

Estrutura da aula

  • Orações iniciais e boas vindas (3 minutos)

  • Chamada (2 minutos)

  • Introdução ao tema da aula (20 minutos)

  • Esclarecer dúvidas dos estudantes a respeito a leituras e oficinas (25 minutos)

  • Revisão de registros de observação e avanços dos quadros anexos (20 minutos)

  • Instruções para próxima aula (10 minutos)

  • Oração e despedida (10 minutos). Dedicar um bom tempo para oração um pelos outros

Não se esqueça

  • Na quarta aula você deve entregar seu trabalho final

  • Todos os estudantes devem entregar o relatório do comentário de Isaias

  • Os estudantes de Mestrado devem entregar relatório de leitura de outro livro lido

  • Estar em dia com pagamentos

  • Durante 25 minutos apresentarem o exame final escrito

  • Os estudantes à distância, deveram enviar todas as tarefas ao facilitador


INTRODUÇÃO

Todo crente genuíno, descansa na verdade da suficiência de Deus através de toda a Escritura e crê em sua total inspiração, pela soberana graça de Deus. Neste sentido, aproxima – se dela, como fonte de vida, verdade, ensino e autoridade máxima para a vida e a consciência humana. A maioria dos crentes tem optado por ler o Novo Testamento em detrimento do Antigo Testamento. Há várias razões para ele. Uma das principais é a ignorância sobre a unidade perfeita dos testamentos. Outra razão é a preguiça mental para estudar aprofundar aspectos da revelação do Senhor em toda a Escritura. Outra muito preponderante, é que na atualidade a maioria dos cristãos protestantes, ao dispencionalistas, ou seja, vêem o AT como cumprido e em desuso para nossos dias.

Pelas razões anteriores, entre outras, se tem decidido fazer um estudo dos livros do Antigo Testamento. A idéia é mostrar como toda a Palavra de Deus é vigente e útil para os crentes em particular e a igreja em geral. Em conseqüência, nesta oportunidade nos aproximamos ao estudo do profeta Isaias. A ideia, mais que um estudo detalhado e pormenorizado do livro, os quais não estão em condições de fazer, é apresentar alguns apontes gerais do livro. Para alcançar este propósito, se tem identificado 10 chaves de leitura ou tópicos de estudo. Mediante eles, será possível abranger todo o livro e fica na responsabilidade do estudante sério e comprometido com as Escrituras, a continuidade no estudo indutivo e analítico do livro, tendo como ponto de partida o método apresentado no curso.

A maneira de introdução quer ressaltar a riqueza litúrgica e celebrativa deste livro profético. No livro do profeta Isaias há vários cânticos. Tem-se identificado pelo menos dez hinos que exaltam atributos de Deus, sua intervenção a favor do povo e as graças e glórias da redenção. Estes cânticos ou hinos solenes, como expressões litúrgicas de profunda adoração os pode encontrar no livro da seguinte maneira: primeiro cântico 2:2-5, segundo cântico 12:2-5, terceiro cântico 26:1-4, 7:9-12, quarto cântico 33:13-16, quinto cântico 38:10-14, 16b-20, sexto cântico 40:10-17, sétimo cântico 42:10-16, oitavo cântico 45:15-25, nono cântico 61:10-62:5, décimo cântico 66:10-14. Para cada chave de leitura, propostas neste estudo usarão um cântico dos relacionados aqui, o qual servira como parte do trabalho indutivo, analítico e gramatical do livro.

Um destes cantos é o hino de alegria e vitória que se proclama no capítulo 42. É possível que o cântico registre o tempo do regresso dos judeus do exílio de Babilônia. O hino começa com um chamado a “cantar ao Senhor um cântico novo” (Isaias 42:10), como acontece nos Salmos (Sal. 95:1; 97:1)

Isaias exorta a entoar um cântico novo concordando com a liberdade perfeita e definitiva prometida pelo Senhor, ao invés de voltar o olhar para a opressão, a angústia ou o caos do passado. Por isso, junto com o convite, se fala do poder de Deus para transformar a história e a criação, para leva- las por caminhos insuspeitos para a luz.

Este cântico novo nos convida a entoar as graças da liberdade, como mudança radical na história de um povo que tem experimentado opressão e exílio em terra estrangeira (Sal. 136). A novidade tem com freqüência na Bíblia o sabor de uma realidade perfeita e definitiva. É as madrugadas a plenitude salvifica que ela carimba a ocupada e pecaminosa história da humanidade. O cântico de Isaias caracteriza – se por este elevado tom.

Deus por meio do profeta e dos salmistas nos convida a elevar ao Senhor um “cântico novo” (Is, 42:10-12). Todo espaço fica envolvido neste dever de adoração, exaltação e gratidão para com o Senhor, mesmo as tribos de Cedar (Is. 21:16-17). Todos os habitantes da terra são convidados a participar em uma espécie de numeroso coro para aclamar ao Senhor exaltando – lhe e dando – lhe a glória que pertence somente a Ele.

Após, o solene convite ao cântico (Is. 42:10-12), o profeta coloca em cena o Senhor, representado como Deus do êxodo que livrou a seu povo da escravidão do Egito: “O Senhor sai como herói, excita seu ardor como um guerreiro” (Is. 43:13). Semeia o terror entre todos os adversário, que oprimem aos demais e cometem injustiças. O cântico de Moises também apresenta ao Senhor durante a travessia do mar Vermelho como um “guerreiro”, disposto a alçar sua destra poderosa para atemorizar aos inimigos (Ex. 15:3 – 8). Com o regresso dos judeus da deportação da Babilônia está a ponto de ter lugar uma salvação poderosa similar ao êxodo e os fieis tem que ser conscientes de que a história não fica em mãos do destino caótico das potencias opressoras. A última palavra lhe corresponde a Deus justo e forte. O salmista Davi, em seu canto dizia: “Da – nos ajuda contra o adversário, que é vão o socorro do homem” (sal. 59:13).

Ao entrar em cena, “o Senhor expõe com veemência palavras de salvação para seu povo e de juízo para os opressores (Is. 42:14-16). Lembre – se que “desde o antigo” guardou “silêncio”, ou seja, no participar. O silêncio divino é freqüentemente motivo de perplexidade, incluso de escândalo para o justo, segundo testemunho bíblico (Jó 3:1-26). Sem embargo, este silêncio não indica ausência, como se a história ficasse nas mãos dos perversos e o Senhor permaneceria indiferente e impassível. Estar calado desemboca em uma relação parecida as dores de parto da mulher que tem que fazer esforços, suar e gritar. Não obstante, o juízo divino sobre o mal tem como meta um resultado vivo e fecundo, para seus seguidores, que devem dar graças a Ele por sua poderosa liberação.



Os crentes são capazes de perceber os sinais da ação divina, mesmo quando escondida, tornando-se monótona e aparentemente sem sentido. Descubra com os olhos da fé, esta presença divina no espaço e no tempo, atuando em nosso nome, é uma fonte de esperança e confiança, mesmo quando nosso coração está inquieto e agitado. "Como as árvores da floresta tremem ao vento"(Isaías 7:2). O Senhor aparece em cena para decidir e julgar "com justiça e retidão"(Sl 95:13). Seu julgamento é o preâmbulo para o seu reino da liberdade e da salvação definitiva para o seu povo.
Com estas observações introdutórias em mente, ecoando em nossos corações, vamos continuar como se relaciona com o ensaio introdutório ao livro de Isaías.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal