Iv comunicação Capitular Jundiaí, 28 de novembro de 2013



Baixar 8.26 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho8.26 Kb.
IV Comunicação Capitular

Jundiaí, 28 de novembro de 2013


Queridas Irmãs, Formandas

e Leigos Missionários Scalabrinianos!

Saudações!
O XIII Capítulo Geral chega o seu final! Escreveu-se mais um capítulo da história das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo – Scalabrinianas. Com certeza não foi um capítulo para tão somente ser guardado em seus documentos, mas para “erguer os olhos e ver os campos” como testemunhas da esperança e profecia.

A realidade dos “campos” suscitou em cada capitular a ousadia de fazer deste tempo um tempo e um espaço de realizações. Os campos estão diante dos olhos, a vida religiosa consagrada urge atitudes, a mobilidade humana alerta movimentos e ações.

No domingo 24 as Irmãs da Província N. Sra. Aparecida presentearam as capitulares com um espetáculo de dança representado por um grupo de baile. Os dançarinos resgataram aspectos regionais da cultura de sul a norte do Brasil.

Na última semana do capítulo cada irmã participante foi convidada a olhar os campos que há necessidade de prestar atenção. Dedicou-se tempo para a avaliação e votação do documento final bem como de projetos congregacionais tais como: processo de Beatificação de Madre Assunta Marchetti, AISSMi, projeto de formação permanente e outros temas de interesse congregacional.

A Celebração Eucarística de encerramento e envio aconteceu dia 28 de novembro presidida pelo Pe. Emidio Girotto, cs. Ir. Neusa de Fátima Mariano, superiora geral nas palavras de encerramento do capítulo exortou a todas as irmãs para serem testemunhas da esperança e profecia. Salientou a experiência vivida e partilhada no capítulo que mostrou a necessidade de um reencantamento pela pessoa de Jesus Cristo centro da vida consagrada e reencontrar o primeiro amor. Recomendou que não deixemos que nada nos roube a esperança porque unidas à fé e à caridade, a esperança nos projeta para um futuro, dá novo impulso e nova força à vida de todos os dias. Insistiu em um olhar sobre a realidade atual da Congregação, com olhar de fé sobre o fenômeno migratório, certas de que os migrantes são verdadeiros portadores de novos tempos “construtores ocultos e providenciais da fraternidade universal” que possibilitam uma tomada de consciência mais profunda do ideal de Vida Consagrada e Missionária. Finalmente lembrou os caminhos a serem percorridos em vista da revitalização do ser consagrado e missionário da Irmã Missionária de São Carlos Borromeo Scalabrinianas.

Ao concluir a celebração ungiu a cada capitular e entregou um crucifixo, renovando o primeiro envio missionário das irmãs Assunta e Carolina Marchetti, Ângela Larini e Maria Franceschini, hoje estendido a cada irmã mscs.

Agradecemos as muitas mensagens recebidas, todas elas carregadas de afeto e de encorajamento que teceram a “tenda da unidade”, formando assim comunhão congregacional.

Convictas da responsabilidade de tornar vivas as decisões capitulares, suplicamos a Maria Mãe dos Migrantes que caminhe conosco e pela intercessão de São Carlos, do bem-aventurado João Batista Scalabrini, Madre Assunta e Pe. José Marchetti, sejamos fiéis ao projeto de Deus e à missão Scalabriniana.

Rendemos graças ao Senhor que nos chamou, consagrou e enviou para ser Testemunhas da esperança e profecia e com coragem “erguer os olhos e ver os campos: já estão dourados”.

Grande abraço a todas!

Equipe de Comunicação:

Irmãs:


Elisete Signor e Nelí Basso (português)

Ligia Ruiz Gamba (espanhol)



Elisabeth Pedernal (inglês)

Giulina Bosini (italiano)


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal