Leia: o alce e os lobos



Baixar 16.72 Kb.
Encontro04.08.2016
Tamanho16.72 Kb.
ESCOLA: ________________________________________________DATA:_____/_____/_____

PROF:______________________________________________________TURMA:____________



NOME:________________________________________________________________________

Leia:

O alce e os lobos
A água do lago estava tão limpa que refletia as imagens da floresta como um espelho. Todos os animais que foram beber água viram seus reflexos. O urso e seu filhote pararam admirados, mas foram embora. E assim passou pelo lago uma porção de animais.

Até que chegou um bando de alces que se espalhou pelas margens. Um deles abaixou a cabeça para beber e parou, olhando para os seus chifres:

- Que lindo par de galhos! Que maravilhosa é a minha imagem com esta bonita cabeça!

De repente, olhou para as suas pernas, compridas e finas, e ficou triste:

- Mas que pernas horrorosas! Nunca tinha reparado na feiura das minhas pernas. Elas estragam a minha beleza.

Enquanto olhava para o seu corpo, uma alcateia de lobos ferozes foi chegando e espalhou o bando, que correu assustado. O alce correu para a mata e perdeu-se do bando.

No caminho, prendeu o chifre numa árvore e quase foi devorado pelo lobo. Mas suas pernas eram mais fortes e ligeiras do que as do lobo, que, cansado, desistiu de caçar o alce.

“Que susto!”, pensou o alce, já fora de perigo. “Por causa desses chifres inúteis, quase percorro a minha vida. Se não fossem as minhas pernas...”

Moral: Nem sempre a beleza resolve os problemas.
Jean de La Fontaine. O alce e os lobos. Adaptação de M. Carneiro. São Paulo: Melhoramentos, 1988.
Questão 1 – O objetivo do texto é:

a) informar

b) entreter

c) ensinar

d) divulgar
Questão 2 – Assinale o segmento que caracteriza o clímax da história:

a) “- Mas que pernas horrorosas! Nunca tinha reparado na feiura das minhas pernas.”.

b) “[...] uma alcateia de lobos ferozes foi chegando e espalhou o bando, que correu assustado.”.

c) “O alce correu para a mata e perdeu-se do bando.”.

d) “No caminho, prendeu o chifre numa árvore e quase foi devorado pelo lobo.”.

Questão 3 – Pode-se afirmar que o texto se constrói por meio da oposição entre:

a) a beleza e a agilidade

b) a feiura e a utilidade

c) a utilidade e a esperteza

d) a beleza e a utilidade
Questão 4 – Há o predomínio no texto de sequências do tipo:

a) descritivas

b) expositivas

c) narrativas

d) argumentativas
Questão 5 – Observe:

Trecho 1 - “De repente, olhou para as suas pernas, compridas e finas, e ficou triste:

- Mas que pernas horrorosas!”.

Trecho 2 - “Mas suas pernas eram mais fortes e ligeiras do que as do lobo, que, cansado, desistiu de caçar o alce.”.
a) Identifique os adjetivos utilizados pelo alce na caraterização de suas pernas:

compridas, finas, horrorosas, fortes, ligeiras.
b) Explique a oposição entre os adjetivos utilizados no princípio da história (trecho 1) e os adjetivos utilizados ao final da história (trecho 2):

No princípio da história, o alce se entristece com o aspecto físico de suas pernas. Já ao final, ele percebe que foram as habilidades, e não a aparência de suas pernas, que salvaram a sua vida.
Questão 6 – Relacione:

Substantivos: Adjetivos:

1. par de galhos ( 3 ) bonita

2. imagem ( 5 ) inúteis

3. cabeça ( 1 ) lindo

4. lobos ( 4 ) ferozes

5. chifres ( 2 ) maravilhosa
Questão 7 – “[...] do que as do lobo, que, cansado, desistiu de caçar o alce.”. Identifique nesse segmento o substantivo que foi omitido:

O substantivo “pernas” foi omitido no segmento acima: “do que as pernas do lobo”.


www.acessaber.com.br



Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal