Lendo para a minha familia na escola justificativa



Baixar 12.59 Kb.
Encontro04.08.2016
Tamanho12.59 Kb.
LENDO PARA A MINHA FAMILIA NA ESCOLA

JUSTIFICATIVA

Sabendo que a leitura é o ponto de partida para a construção do saber, que através dela nos apropriamos de conhecimentos de mundo diversos, que desperta e auxilia à compreensão e comunicação e que a família é parte fundamental para esse despertar, entendemos que a escola tem o dever de auxiliar e aperfeiçoar o gosto e o prazer pela leitura proporcionando o contato com a diversidade literária, estimulando a criatividade dos alunos assim como também o diálogo, com este fim este projeto foi desenvolvido com o intuito de motivar o gosto da leitura individual e coletiva, seja ela na escola, na família ou em outros ambientes sociais.

Acreditando que o reconhecimento, a valorização familiar e o acompanhamento dos pais no momento da leitura beneficia a criança em vários sentidos: no aprendizado, na pronúncia melhor das palavras, na ampliação do vocabulário e na comunicação, consideramos que esse projeto é fundamental para o desenvolvimento do hábito de ler em crianças da educação infantil e ensino fundamental.

OBJETIVOS


  • Despertar o prazer pela leitura;

  • Estimular o desenvolvimento da criatividade e a fluência dos alunos;

  • Possibilitar a leitura em público superando a timidez, como o medo pelo microfone;

  • Estimular a ampliação do vocabulário e da escrita ortográfica;

  • Despertar nos pais a importância da leitura e o reconhecimento do progresso escolar do filho.

METODOLOGIA

O projeto se dá da seguinte maneira:

Semanalmente os alunos, divididos por equipe, escolhem no momento da leitura um livro para apresentar à turma na quinta-feira e a forma de apresentação pode ser por fantoche, ilustrações, dramatização, porém tem que haver a leitura do livro escolhido, após esse passo, as equipes decidem como vão apresentar e quem vai ler. A confecção do material é dividida e a professora auxilia na doação do material.

No dia da apresentação para a turma é montado um teatro na sala de aula com caixa de som, microfone e cortina. A turma, juntamente com a professora, elege a melhor contação da história que será apresentada à família de um dos alunos na sexta-feira.

É verificado com antecedência na agenda qual das famílias vêm assistir a contação na sexta-feira, pois a cada semana é feito um agendamento diretamente com a professora, e o livro é direcionado ao aluno que será o novo leitor da apresentação chamado de leitor principal juntamente com o já eleito e apresentado pela equipe.

Após essa escolha, novamente transformamos nossa sala num teatro, onde a família do aluno leitor tem um lugar especial na frente, a equipe é responsável por manusear os fantoches ou ilustrações ou realizar a dramatização se assim tiver e o leitor principal, juntamente com o outro leitor, fazem a apresentação da história do livro.

Finalizamos a apresentação com a socialização do livro com a turma e as considerações finais ficam por conta da família e da professora.

Para a culminância do projeto fizemos na escola dois momentos: um foi a contação da história do livro Sapo Zé e a Lagarta Kaká texto de Erilene Vieira Rocha, com a presença de alguns país, demais turma da escola e a autora do livro, foi um momento muito proveitoso onde a história foi lida por dez alunos e as imagens da história foram coladas num tnt formando um livro gigante, utilizando um recurso diversificado, após a apresentação os alunos e os pais fizeram uma entrevista com a escritora do livro e inúmeras foram as perguntas e os pais se sentiram a vontade. O segundo momento foi um piquenique literário dentro da escola em baixo das árvores do pátio, com a presença da mãe ou pai dos alunos, onde cada participante do piquenique teve seu momento de escolha de livro e leitura, seja ela, leitura de imagem ou texto escrito. Após esse momento cada mãe ou pai ouvia a leitura do seu filho e alguns leram para os mesmos.

O piquenique foi encerrado pela leitura coletiva do livro “Pé de Pilão” de Mário Quintana.

AVALIAÇÃO

Entre muitos projetos que já participei de leitura, considero esse o mais completo e interessante, pois é notória a felicidade dos pais em ver o filho ou filha lendo em público.

Mas vai mais além, a satisfação da criança em ler para seus pais também é imensa, pois segundo a maioria delas, tinham vergonha de praticar a leitura para a família. Percebi, nesse período, a preocupação dos alunos em aprimorar o material que ia ser apresentado aos pais o que denota a importância do projeto e da família para cada um.

O interesse dos pais em agendar o seu dia também foi muito gratificante.

Quanto à leitura fluente houve um grande e satisfatório avanço.

A inibição foi vencida pela turma ajudando à inclusão efetiva na escola uma vez que uma aluna especial que não costumava participar das atividades lúdicas e ficava sempre isolada, passou a ajudar nas apresentações.

O piquenique foi outro momento rico de aprendizado no sentido valorização a leitura.

A felicidade de trocas de leitura entre pai e filho, foi algo emocionante para me professora, que pude perceber a felicidade no rosto das crianças e dos pais, onde a leitura pode ser compartilhada e o meu intuito de passar para os pais a importância de sentar com o filho para ler, foi consolidado por eles.



É fato que a contação do Sapo Zé e a Lagarta Kaká com a presença da autora do livro, valorizou a culminância do projeto. A empolgação dos pais e alunos em estar com uma escritora de um livro e juntos participarem da entrevista, os fizeram perceber que é através do estudo e estimulo a leitura, que se alcança o caminho do sucesso e o mundo da imaginação é algo mágico, que só quem lê sabe decifrar isso.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal