Lição 3 Sábado, 19 de abril de 2014. Sansão



Baixar 38.98 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho38.98 Kb.

19, Abril, 2014 Lição 3— Sansão Pag.



Lição 3

Sábado, 19 de abril de 2014.

Sansão

E o Espírito do Senhor o começou a impelir [a Sansão] de quando em quando” Juízes 13:25.

A promessa de Deus de que por meio de Sansão Ele iria começar ‘a livrar a Israel da mão dos filisteus’ (Juízes 13:5) foi cumprida; mas quão escuro e terrível é o registo daquela vida que poderia ter sido um louvor a Deus e uma glória para a nação!” — Conflict and Courage, p. 132.

Estudo adicional:

Patriarcas e profetas, pp. 560-568 (“Sansão”).

Domingo, 13 de abril Ano bíblico: I Reis 7 e 8

1 • ISRAEL de novo sob opressão

A • O que os israelitas fizeram durante o tempo de prosperidade e paz que houve após as vitórias de Gedeão e Jefté? Juízes 10:6 e 7; 13:1.

6 Então, tornaram os filhos de Israel a fazer o que parecia mal aos olhos do SENHOR e serviram aos baalins, e a Astarote, e aos deuses da Síria, e aos deuses de Sidom, e aos deuses de Moabe, e aos deuses dos filhos de Amom, e aos deuses dos filisteus; e deixaram o SENHOR e não o serviram. 7 E a ira do SENHOR se acendeu contra Israel, e vendeu-o em mão dos filisteus e em mão dos filhos de Amom.

1 E os filhos de Israel tornaram a fazer o que parecia mal aos olhos do SENHOR, e o SENHOR os entregou na mão dos filisteus por quarenta anos.

B • Como o Senhor respondeu ao clamor por libertação partido de corações divididos em uma dessas ocasiões? Juízes 10:13 e 14. Diria Deus o mesmo a Seu povo hoje?

13 Contudo, vós me deixastes a mim e servistes a outros deuses; pelo que não vos livrarei mais. 14 Andai e clamai aos deuses que escolhestes; que vos livrem eles no tempo do vosso aperto.

C • Naqueles dias, bem como hoje, como o povo de Deus devia ajudar na obra de reforma para obter livramento do pecado e da opressão? 2 Crónicas 7:14.

14 e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.

“Quando Seu povo [de Deus] abandonou os pecados que Lhe haviam excluído a presença, Ele lhes ouviu as orações, e logo Se pôs a agir em prol deles.”— Patriarchs and Prophets (Patriarcas e profetas), p. 558.

“Nossa primeira obra é pôr o pecado de lado; mas a fim de fazer isso, devemos nos aproximar tanto de Deus que possamos entender Seu caráter e Seus requisitos, e assim mensurar nossa pecaminosidade e nossa necessidade de um Salvador.” — The Review and Herald, 4 de março de 1884.
Segunda-feira, 14 de abril Ano bíblico: I Reis 9 e 10

2 • o cativeiro de um libertador escolhido

A • Como Deus respondeu às orações de Israel para livrá-los da opressão dos filisteus? Juízes 13:24 e 25.

24 Depois, teve esta mulher um filho e chamou o seu nome Sansão; e o menino cresceu, e o SENHOR o abençoou. 25 E o Espírito do SENHOR o começou a impelir de quando em quando para o campo de Dã, entre Zorá e Estaol.

“Posto que não fossem aparentemente atendidos [no pedido de libertação], embora ano após ano o poder do opressor continuasse a repousar mais pesadamente sobre a terra, a providência de Deus lhes estava preparando auxílio. Ainda nos primeiros anos da opressão dos filisteus, nascera uma criança por meio da qual era desígnio de Deus rebaixar a força daqueles poderosos adversários.” — Patriarchs and Prophets (Patriarcas e profetas), p. 560.



B • Em vez de consagrar-se à missão, como Sansão permitiu que Satanás o desviasse e o tornasse um escravo dos poderes das trevas? Juízes 14:1-3.

1 E desceu Sansão a Timna; e, vendo em Timna a uma mulher das filhas dos filisteus, 2 subiu, e declarou-o a seu pai e a sua mãe, e disse: Vi uma mulher em Timna, das filhas dos filisteus; agora, pois, tomai-ma por mulher. 3 Porém seu pai e sua mãe lhe disseram: Não há, porventura, mulher entre as filhas de teus irmãos, nem entre todo o meu povo, para que tu vás tomar mulher dos filisteus, daqueles incircuncisos? E disse Sansão a seu pai: Tomai-me esta, porque ela agrada aos meus olhos.

“Houvesse Sansão obedecido às ordens divinas tão fielmente quanto o fizeram seus pais, seu destino teria sido mais nobre e mais feliz. Mas a associação com os idólatras o corrompeu. Achando-se a cidade de Zorá próxima do território dos filisteus, Sansão veio a travar relações amistosas com eles. Assim, em sua mocidade, surgiram camaradagens cuja influência lhe obscureceu toda a vida. Uma jovem que habitava na cidade filisteia de Timnate conquistou as afeições de Sansão, e ele decidiu fazer dela sua esposa.” Ibidem, p. 562.

“[Sansão] Não procurou saber se poderia melhor glorificar a Deus estando unido ao objeto de sua escolha ou se estava colocando-se em posição em que não poderia cumprir o propósito a ser realizado pela sua vida. A todos os que em primeiro lugar procuram honrá-lO, Deus prometeu sabedoria; mas não há promessa àqueles que se inclinam a agradar a si mesmos.

Quantos não estão adotando a mesma conduta de Sansão! Quantas vezes se efetuam casamentos entre os que são tementes a Deus e os ímpios, porque a inclinação governa a escolha de marido ou mulher!” — Ibidem, p. 563.



C • O que Sansão fez depois que descobriu que a própria noiva o havia traído? O que aconteceu depois que ele deixou a festa de casamento? O que ocorreu quando a ira de Sansão “esfriou”? Juízes 14:15-20; 15:1 e 2.

15 E sucedeu que, ao sétimo dia, disseram à mulher de Sansão: Persuade a teu marido que nos declare o enigma, para que, porventura, não queimemos a fogo a ti e à casa de teu pai; chamastes-nos vós aqui para possuir o que é nosso, não é assim? 16 E a mulher de Sansão chorou diante dele e disse: Tão-somente me aborreces e não me amas; pois deste aos filhos do meu povo um enigma a adivinhar e ainda mo não declaraste a mim. E ele lhe disse: Eis que nem a meu pai nem à minha mãe o declarei e to declararia a ti? 17 E chorou diante dele os sete dias em que celebravam as bodas; sucedeu, pois, que, ao sétimo dia, lho declarou, porquanto o importunava; então, ela declarou o enigma aos filhos do seu povo. 18 Disseram-lhe, pois, os homens daquela cidade, ao sétimo dia, antes de se pôr o sol: Que coisa há mais doce do que o mel? E que coisa há mais forte do que o leão? E ele lhes disse: Se vós não lavrásseis com a minha novilha, nunca teríeis descoberto o meu enigma. 19 Então, o Espírito do SENHOR tão possantemente se apossou dele, que desceu aos asquelonitas, e matou deles trinta homens, e tomou as suas vestes, e deu as mudas de vestes aos que declararam o enigma; porém acendeu-se a sua ira, e subiu à casa de seu pai. 20 E a mulher de Sansão foi dada ao seu companheiro, que o acompanhava.

1 E aconteceu, depois de alguns dias, que na sega do trigo Sansão visitou a sua mulher com um cabrito e disse: Entrarei na câmara à minha mulher. Porém o pai dela não o deixou entrar. 2 Porque disse seu pai: Por certo dizia eu que de todo a aborrecias; de sorte que a dei ao teu companheiro; porém não é sua irmã mais nova mais formosa do que ela? Toma-a, pois, em seu lugar.

Terça-feira, 15 de abril Ano bíblico: I Reis 11 e 12

3 • a luz de sansão transforma-se em trevas

A • Depois de ouvir que sua esposa havia sido dada a outro homem, como Sansão se vingou dos filisteus? Juízes 15:4 e 5.

4 E foi Sansão, e tomou trezentas raposas, e, tomando tições, as virou cauda a cauda, e lhes pôs um tição no meio de cada duas caudas. 5 E chegou fogo aos tições, e largou-as na seara dos filisteus, e assim abrasou os molhos com a sega do trigo e as vinhas com os olivais.

B • Como Sansão vingou a retaliação homicida dos filisteus contra a sua esposa e o pai dela? Juízes 15:6-8.

6 Então, disseram os filisteus: Quem fez isto? E disseram: Sansão, o genro do timnita, porque lhe tomou a sua mulher e a deu a seu companheiro. Então, subiram os filisteus e queimaram a ela e a seu pai. 7 Então, lhes disse Sansão: Assim o havíeis de fazer? Pois, havendo-me vingado eu de vós, então, cessarei. 8 E feriu-os com grande ferimento, perna juntamente com coxa; e desceu e habitou no cume da rocha de Etã.

“Sua vingança [de Sansão], devastando todos os campos e vinhas dos filisteus, induziu-os a assassiná-la, embora as ameaças deles a houvessem compelido ao engodo com que tivera início aquela calamidade. Sansão já havia dado prova de sua força maravilhosa, matando sozinho um leão novo, bem como matando trinta dos homens de Asquelom. Agora, levado à cólera pelo bárbaro assassínio da esposa, atacou os filisteus, e feriu-os ‘com grande ferimento’ (Juízes 15:8).” — Patriarchs and Prophets (Patriarcas e profetas), pp. 563 e 564.



C • Descreva o processo pelo qual Sansão desenvolveu um caráter impróprio à missão de reforma a que foi chamado. Como a história dele se repete frequentemente com alguns dos que foram chamados a ser a luz do mundo? Compare Mateus 6:23 com Gálatas 5:9 e 1 João 2:11.

23 Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!

9 Um pouco de fermento leveda toda a massa.

11 Mas aquele que aborrece a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.

“Se não preferirmos entregar-nos inteiramente a Deus, achamo-nos então em trevas. Quando fazemos qualquer reserva, deixamos aberta uma porta pela qual Satanás pode entrar para nos extraviar com suas tentações. Ele sabe que, se nos puder obscurecer a visão de maneira que os olhos da fé não possam ver a Deus, não haverá barreira contra o pecado.

A predominância de um desejo pecaminoso revela a ilusão da alma. Cada condescendência com aquele desejo avigora a aversão da alma para com Deus. Ao seguirmos a senda escolhida por Satanás, encontramo-nos envolvidos pelas sombras do mal, e cada passo leva a uma treva mais densa e aumenta a cegueira do coração.

[...] Nutrindo persistentemente o mal, desatendendo voluntariamente as súplicas do divino amor, perde o pecador o amor ao bem, o desejo em torno de Deus, a própria capacidade de receber a luz do Céu. O convite da misericórdia ainda é cheio de amor, a luz brilha ainda tão resplandecente como quando raiou a princípio em sua alma; mas a voz cai em ouvidos moucos, e a luz, em olhos cegos.” — Thoughts From the Mount of Blessing (O maior discurso de Cristo), p. 92.


Quarta-feira, 16 de abril Ano bíblico: I Reis 13 e 14

4 • “os filisteus vêm sobre ti”

A • Apesar do propósito divino de libertar Israel por meio de Sansão, que ato demonstrou a degradação espiritual dos israelitas? Juízes 15:10-13. De quem é a culpa, em muitos casos e em primeiro lugar, quando tal estado de coisas existe entre o povo de Deus? Isaías 3:12; Mateus 15:14.

10 E disseram os homens de Judá: Por que subistes contra nós? E eles disseram: Subimos para amarrar Sansão, para lhe fazer a ele como ele nos fez a nós. 11 Então, três mil homens de Judá desceram até à cova da rocha de Etã e disseram a Sansão: Não sabias tu que os filisteus dominam sobre nós? Por que, pois, nos fizeste isto? E ele lhes disse: Assim como eles me fizeram a mim, eu lhes fiz a eles. 12 E disseram-lhe: Descemos para te amarrar, para te entregar nas mãos dos filisteus. Então, Sansão lhes disse: Jurai-me que vós mesmos me não acometereis. 13 E eles lhe falaram, dizendo: Não, mas fortemente te amarraremos e te entregaremos na sua mão; porém, de maneira nenhuma, te mataremos. E amarraram-no com duas cordas novas e fizeram-no subir da rocha.

12 Os opressores do meu povo são crianças, e mulheres estão à testa do seu governo. Ah! Povo meu! Os que te guiam te enganam e destroem o caminho das tuas veredas.

14 Deixai-os; são condutores cegos; ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova.

“Há homens em posições de responsabilidade que ensinam uma coisa e praticam outra. Enquanto estão prontos a condenar os irmãos, seu próprio caráter é mais defeituoso à vista de Deus do que o daqueles a quem criticam e condenam. Esses homens são líderes cegos de cegos, e tanto líderes quanto os por eles liderados estarão perdidos, a menos que haja arrependimento verdadeiro e confissão sincera perante Deus.” — Special Testimony to the Battle Creek Church, p. 13.



B • Depois de Sansão julgar Israel por vinte anos (Juízes 15:20), como Satanás fez dele um escravo dos inimigos de Israel? Juízes 16:1, 4-6, 16-20.

20 E julgou a Israel, nos dias dos filisteus, vinte anos.

1 E foi-se Sansão a Gaza, e viu ali uma mulher prostituta, e entrou a ela.

4 E, depois disto, aconteceu que se afeiçoou a uma mulher do vale de Soreque, cujo nome era Dalila. 5 Então, os príncipes dos filisteus subiram a ela e lhe disseram: Persuade-o e vê em que consiste a sua grande força e com que poderíamos assenhorear-nos dele e amarrá-lo, para assim o afligirmos; e te daremos cada um mil e cem moedas de prata. 6 Disse, pois, Dalila a Sansão: Declara-me, peço-te, em que consiste a tua grande força e com que poderias ser amarrado para te poderem afligir.

16 E sucedeu que, importunando-o ela todos os dias com as suas palavras e molestando-o, a sua alma se angustiou até à morte. 17 E descobriu-lhe todo o seu coração e disse-lhe: Nunca subiu navalha à minha cabeça, porque sou nazireu de Deus, desde o ventre de minha mãe; se viesse a ser rapado, ir-se-ia de mim a minha força, e me enfraqueceria e seria como todos os mais homens. 18 Vendo, pois, Dalila que já lhe descobrira todo o seu coração, enviou e chamou os príncipes dos filisteus, dizendo: Subi esta vez, porque, agora, me descobriu ele todo o seu coração. E os príncipes dos filisteus subiram a ela e trouxeram o dinheiro na sua mão. 19 Então, ela o fez dormir sobre os seus joelhos, e chamou a um homem, e rapou-lhe as sete tranças do cabelo de sua cabeça; e começou a afligi-lo, e retirou-se dele a sua força. 20 E disse ela: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. E despertou do seu sono e disse: Sairei ainda esta vez como dantes e me livrarei. Porque ele não sabia que já o SENHOR se tinha retirado dele.

“Que mudança para aquele que fora juiz e campeão de Israel – agora fraco, cego, preso, rebaixado ao trabalho mais servil! Pouco a pouco, tinha violado as condições de sua vocação sagrada. Deus tinha tido muita paciência com ele; mas, quando se entregou tanto ao poder do pecado que traiu o seu segredo, o Senhor Se afastou dele.” — Patriarchs and Prophets (Patriarcas e profetas), p. 566.



C • Visto que Sansão não sabia como controlar os olhos (num sentido espiritual; Mateus 5:28 e 29), o que Deus permitiu que os filisteus fizessem (num sentido literal)? Juízes 16:21.

28 Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar já em seu coração cometeu adultério com ela. 29 Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti, pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que todo o teu corpo seja lançado no inferno.

21 Então, os filisteus pegaram nele, e lhe arrancaram os olhos, e fizeram-no descer a Gaza, e amarraram-no com duas cadeias de bronze, e andava ele moendo no cárcere.

“Em sofrimento e humilhação, como joguete dos filisteus, Sansão aprendeu mais acerca de sua fraqueza do que jamais soubera antes; e as aflições o levaram ao arrependimento. Crescendo-lhe o cabelo, a força lhe voltava gradualmente; seus inimigos, porém, considerando-o um prisioneiro algemado e indefeso, não tinham apreensões.” — Ibidem.


Quinta-feira, 17 de abril Ano bíblico: I Reis 15 e 16

5 • entre os heróis da fé

A • Por que, pensa você, o nome de Sansão é mencionado entre os dos heróis da fé? Hebreus 11:32; Juízes 16:28-30.

32 E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gedeão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel, e dos profetas,

28 Então, Sansão clamou ao SENHOR e disse: Senhor JEOVÁ, peço-te que te lembres de mim e esforça-me agora, só esta vez, ó Deus, para que de uma vez me vingue dos filisteus, pelos meus dois olhos. 29 Abraçou-se, pois, Sansão com as duas colunas do meio, em que se sustinha a casa, e arrimou-se sobre elas, com a sua mão direita numa e com a sua esquerda na outra. 30 E disse Sansão: Morra eu com os filisteus! E inclinou-se com força, e a casa caiu sobre os príncipes e sobre todo o povo que nela havia; e foram mais os mortos que matou na sua morte do que os que matara na sua vida.

B • A que advertência todo cristão deve atentar, sobretudo os que estão envolvidos diretamente no serviço do Senhor? 1 Coríntios 10:12.

12 Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia.

“O cuidado providencial de Deus estivera com Sansão, a fim de que ele pudesse estar preparado para realizar a obra que fora chamado a fazer. Mesmo no princípio da vida, esteve cercado de condições favoráveis para força física, vigor intelectual e pureza moral. Mas, sob a influência de companheiros ímpios, deixou aquele apego a Deus que é a única salvaguarda do homem, e foi arrastado pela onda do mal. Aqueles que no caminho do dever são levados à prova podem estar certos de que Deus os guardará; mas, se os homens voluntariamente se colocam sob o poder da tentação, cairão, mais cedo ou mais tarde.

Justamente aqueles que Deus Se propõe a usar como Seus instrumentos para uma obra especial, Satanás, empregando seu máximo poder, procura desencaminhar. Ele nos ataca em nossos pontos fracos, procurando, pelos defeitos do caráter, obter domínio sobre o homem todo; e sabe que, se tais defeitos são acalentados, terá êxito. Mas ninguém precisa ser vencido. O homem não é deixado sozinho, a vencer o poder do mal pelos seus fracos esforços. O auxílio está às mãos, e será dado a toda alma que realmente o desejar.” — Patriarchs and Prophets (Patriarcas e profetas), p. 568.
Sexta-feira, 18 de abril Ano bíblico: I Reis 17-19

recapitulação e reflexão INDIVIDUal

1. Quando os fiéis adoradores de Israel estavam rogando por livramento, a quem Deus levantou na família de Manoá?

2. Qual foi o primeiro passo errado de Sansão de que se tem registo?

3. Quão cedo Sansão sentiu as sofridas consequências de um casamento entre um crente e um descrente, o qual é um grande erro?

4. Descreva, passo a passo, como Sansão permitiu que sua luz se transformasse em trevas.

5. Sob quais terríveis condições Sansão ainda pôde se arrepender?
Sábado, 19 de abril Ano bíblico: I Reis 20 e 21


Lições da Escola Sabatina A Luz Do Mundo (II) Abril – Junho, 2014





Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal