LÍngua portuguesa e literatura brasileira



Baixar 180.4 Kb.
Encontro26.07.2016
Tamanho180.4 Kb.
LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA


1


5

10

15



20

25



TEXTO 1

Ciência e aquecimento global

O que até recentemente parecia ficção tomou forma na realidade como desafio que exige – se não solução imediata, algo bem pouco provável – ao menos encaminhamento promissor.

O aquecimento global, como conseqüência da liberação crescente na atmosfera de gases de efeito estufa, é o maior impacto ambiental da história da civilização, o que não significa que aponte para o final dos tempos.

[...]


O conhecimento científico tem participação ampla e profunda tanto no processo de aquecimento da Terra como nos encaminhamentos para evitar uma tragédia de proporções inéditas para a humanidade. Foram avanços de natureza científica – particularmente na termodinâmica, o estudo das transformações da energia – que permitiram a substituição de músculos humanos e animais pelas engrenagens das máquinas. Este mesmo conhecimento advertiu, já no século XIX, para o praticamente inevitável aquecimento futuro da atmosfera por elementos tão insuspeitos quanto vapor d’água e dióxido de carbono.

As manchetes dos jornais, anunciando a identificação do aquecimento global a partir de atividades humanas, fizeram do dióxido de carbono um vilão quase indefensável ao longo dos últimos meses. A verdade, no entanto, é que este gás é imprescindível para a vida como a conhecemos e, além disso, atua como cobertor químico, para fazer da Terra o mundo aconchegante que ela é.

Quais as possibilidades de o atual conhecimento científico permitir uma reversão deste processo, ainda que nem tudo volte a ser como antes?

A identificação do aquecimento global como de origem antrópica, devidamente separada de causas naturais que já foram responsáveis por esta ocorrência mais de uma vez na história da Terra, certamente não deve passar despercebida. Assim, o obstáculo maior, ao que tudo indica, não está no estoque de conhecimentos – promissores ainda que não ilimitados – mas na necessidade de mudança de hábitos, pela primeira vez na história da civilização, de toda a humanidade.


Ponto de Vista. Scientific American Brasil, São Paulo,

n. 19, p. 7, dez. 2003. Ed. especial.





Questão 01

Considerando o texto 1, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).


01. Existe uma relação de causa e conseqüência entre o conhecimento científico e o aquecimento global.

02. Causas naturais são as principais responsáveis pelo chamado efeito estufa.

04. O aumento gradativo do aquecimento global é irreversível.

08. O dióxido de carbono é totalmente prejudicial ao meio ambiente.

16. Somente os cientistas podem reverter o processo de aquecimento global.

32. [...] uma tragédia de proporções inéditas [...] (linhas 9-10) significa “uma catástrofe de dimensões sem precedentes”.

64. A dificuldade maior para tentar reverter o processo de aquecimento da Terra está na necessidade de mudança de hábitos do homem.




Questão 02

De acordo com o texto 1, é CORRETO afirmar que:


01. as palavras insuspeitos (linha 14), indefensável (linha 17), imprescindível (linha 18), despercebida (linha 25) e ilimitados (linha 27) apresentam prefixo com valor de negação.

02. entre as palavras liberação (linha 4), substituição (linhas 11-12), identificação (linha 16), reversão (linha 21), há duas que não são derivadas de verbo pelo acréscimo de sufixo.

04. as expressões sublinhadas no texto, tanto [...] como (linhas 8-9) e ainda que (linha 22), podem ser substituídas, respectivamente, por não só [...] mas também, e mesmo que, sem prejuízo para o sentido de cada frase.

08. as palavras foram (linha 10) e que (linha 11) não podem ser retiradas da frase simultaneamente, pois são necessárias para o entendimento da mesma.

16. as expressões sublinhadas em aquecimento futuro da atmosfera (linhas 13-14) e manchetes dos jornais (linha 16) têm valor de substantivo nesses contextos.

32. o segundo parágrafo é constituído por um período composto cuja oração principal é O aquecimento global é o maior impacto ambiental da história da civilização.

64. as palavras hídrico, termodinâmica, obstáculo e científico não obedecem à mesma regra de acentuação gráfica.



Questão 03

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) com relação às obras Menino de engenho, de José Lins do Rego e O Ateneu, de Raul Pompéia.


01. Em Menino de engenho, o autor retrata a infância de Carlinhos, cuja mãe é morta pelo pai. A partir de tal episódio, o garoto é levado ao engenho do avô, onde convive com muitas mulheres, entre elas Tia Maria e Sinhazinha.

02. Sérgio, em O Ateneu, e Carlinhos, em Menino de engenho, são personagens que, em primeira pessoa, contam suas experiências que envolvem também as primeiras descobertas a respeito do mundo dos adultos.

04. O menino Carlinhos, embora também ingresse num internato, considera-se mais experiente que Sérgio, pois já era, segundo ele próprio, um “menino perdido”.

08. Pode-se afirmar que há uma diferença básica entre Sérgio e Carlinhos. Enquanto o primeiro, por viver em um meio urbano, já era conhecedor da vida, o segundo conservava a inocência de um menino criado na roça.

16. Carlinhos, em Menino de engenho, tinha o afeto, o carinho e a proteção de Tia Maria, um anjo, segundo ele. Da mesma forma, Sérgio, em O Ateneu, tinha o carinho de D. Ema.

32. Em O Ateneu, Aristarco é o narrador da história. Ele conta as peripécias de um grupo de jovens educados nos moldes tradicionais em um internato, longe das camadas sociais inferiores, nas quais reinam a maldade, a violência e o crime.

64. As obras Menino de engenho e O Ateneu apresentam em comum, entre outros, os fatos de pertencerem ao mesmo período literário, retratarem o mesmo período histórico, priorizarem a análise psicológica das personagens e serem narrados em terceira pessoa.



Questão 04
Com relação às obras Dom Casmurro, de Machado de Assis, e Dois irmãos, de Milton Hatoum, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).
01. Em Dom Casmurro, Machado de Assis se esmera na observação psicológica das personagens, desvelando diferentes facetas da complexidade do comportamento humano, tais como: ciúme, traição, desconfiança, dissimulação.

02. Na obra de Machado de Assis há dois tempos que se entrelaçam: o presente, que é o momento em que o narrador escreve o livro e reflete sobre os fatos narrados dirigindo-se, por vezes, ao leitor; e o passado, que é o tempo da ação vivida pelas personagens.

04. A passagem Um liceu enlutado, um mestre assassinado: assim começou aquele abril [...], de Dois irmãos (Hatoum, 2006, p.143), remete ao contexto histórico do golpe militar de 1964, quando o professor e poeta Antenor Laval, amigo de Omar, foi agredido e preso por policiais do Exército em Manaus.

08. Zana, personagem de Dois irmãos, morreu sem saber que seus filhos, depois de muitas desavenças, realizaram, enfim, o sonho da mãe: fizeram as pazes e tentaram viver em harmonia na nova casa projetada e construída por Yaqub, separada por um muro alto da Casa Rochiram, em Manaus.

16. Só guardei um único envelope. Aliás, nem isso: uma fotografia em que ele e minha mãe estão juntos, rindo, na canoa atracada perto do Bar da Margem. Ela quase adolescente, ele quase criança (Hatoum, 2006, p.196). Este trecho de Dois irmãos envolve três personagens: Omar, o narrador; sua mãe, Zana; e Yaqub.

32. Capitu, em Dom Casmurro, e Domingas, em Dois irmãos, são personagens femininas típicas do romantismo, pois ambas idealizam o amor e lutam contra todos para, no final, conseguir viver sua paixão através do casamento.




Questão 05

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) com relação às obras Relatos de sonhos e de lutas, de Amilcar Neves e Encontros de Abismos, de Júlio de Queiroz.


01. Em Relatos de sonhos e de lutas, o autor retrata cenas do cotidiano de um ex-policial que sonha com fortes antigos, localizados na Ilha de Santa Catarina, onde é ambientada toda a história.

02. Ester, uma das personagens de Relatos de sonhos e de lutas, representa a mulher sonhadora, que espera a liberdade a qual, para ela, só existe nos sonhos.

04. Amilcar Neves faz uso de metonímias como “Os Olhos discentes”, “Olheiras profundas” e “Orelhas” para representar as personagens do conto “Vôo 254”.

08. Encontros de Abismos proporciona ao leitor uma reflexão que envolve religião e moral, através dos três contos que compõem a obra: “Escuridão no Meio-dia”, “Enigma no Entardecer” e “Fulgor na Noite”.

16. Em “Escuridão no Meio-dia”, entre outros fatos, é narrada a viagem de volta a São Paulo feita por Pastor Nivaldo, Professor Roriz e Monsenhor Lustosa, após participarem de um seminário religioso em Florianópolis.

32. No conto “Enigma no Entardecer” há referência ao Horto das Oliveiras, lugar sagrado onde, no livro, assim como na Bíblia, reinam apenas a meditação e as orações.

64. No conto “Fulgor na Noite” é narrada a história de Lázaro que, ameaçado por dois assaltantes, consegue fugir e reconstruir sua vida ao lado das irmãs.



1


5

10




TEXTO 2

Cedo ou tarde, uma dúvida cruel pinta na sua cabeça: “Que profissão escolher?”. Ou ainda: “Em que faculdade entrar?”. [...]

É por isso que a Editora Abril está lançando o Guia do estudante. Porque o que ele mais tem é exatamente o que você mais precisa saber: tudo sobre todas as profissões universitárias e técnicas, o mercado de trabalho, os cursos e o nível de todas as faculdades brasileiras, onde e como conseguir bolsas de estudo e muitas dicas de profissionais bem-sucedidos. Uma verdadeira luz pra você acertar na escolha da profissão que mais faz sua cabeça.

O melhor de tudo é que a decisão será sua e de mais ninguém. Com os pés no chão. Sentindo firmeza.

Pode contar com o Guia do estudante pra encarar essa parada. Ele vai dar a maior força pra você.
VEJA, São Paulo, n. 976, 1987 apud. Amaral, Emília et al. Português: novas

palavras: literatura, gramática, redação. São Paulo: FTD, 2000. p. 326.


Questão 06

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) em relação ao texto 2.

01. O pronome pessoal ele (linha 3) faz referência ao estudante que busca uma faculdade para cursar.

02. Nota-se, no início do texto, um tom menos formal, com uma linguagem próxima do cotidiano. Ao longo do segundo parágrafo, percebe-se que, ao descrever o produto, o autor do texto utiliza uma linguagem mais próxima da escrita, voltando, no final, a dirigir a palavra aos jovens, num tom mais coloquial.

04. Segundo o texto, o Guia do estudante oferece trabalho e meios de conseguir bolsas de estudo nas faculdades do Brasil e também do exterior.

08. De acordo com o texto, os pais devem se afastar no momento em que o jovem escolhe a profissão que quer seguir, pois o Guia do estudante será uma verdadeira luz na vida do jovem.

16. “Que profissão escolher?” e “Em que faculdade entrar?” são exemplos de discurso direto introduzido no texto para mostrar alguns questionamentos feitos pelos jovens no momento em que estão decidindo seu futuro profissional.

32. O trecho O melhor de tudo é que a decisão será sua e de mais ninguém. Com os pés no chão. Sentindo firmeza. pode ser assim reescrito, sem que seu sentido seja alterado: O melhor de tudo é que a decisão será sua e de mais ninguém com os pés no chão: sentindo firmeza.

64. O pronome possessivo sua (linhas 1, 8 e 9) se refere à segunda pessoa do discurso você.






Questão 07

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) com relação às obras Bagagem, de Adélia Prado e O Santo e a Porca, de Ariano Suassuna.




  1. Em Bagagem, a autora explora temas do cotidiano e, em muitos de seus poemas, homenageia autores como Carlos Drummond de Andrade, utilizando, principalmente, a intertextualidade.

  2. Apesar de tratar de temas que envolvem o cotidiano, Adélia Prado, em Bagagem, preferiu não abordar a religião, pois, segundo ela, “cada um tem o direito de acreditar no que quiser”.

04. Em O Santo e a Porca, o autor retrata de modo cômico e satírico as atitudes do velho Euricão, para quem a filha Margarida era o único tesouro.

08. A trama de Suassuna tem início a partir do momento em que Euricão recebe uma carta de Eudoro pedindo permissão para que Margarida se case com Dodó.

16. Em O Santo e a Porca, a personagem Margarida vive, às escondidas, um romance com Dodó que, utilizando um disfarce, se passa por guardião da moça.

32. Adélia Prado, como maior representante da poética dos anos 40, na Segunda Fase Modernista, apresenta em sua obra, quanto à forma, preocupação com a métrica e a rima; e quanto à temática, referência à realidade de modo vago e impreciso.




Questão 08

Considere os seguintes trechos do livro de Amilcar Neves, Relatos de sonhos e de lutas:




  1. Tá legal, malandro, tá legal. Os home é que entendem, não é isso? [...]

Tá legal, amizadinha, tá legal. Os home entendem. O resto é tudo burro de papel passado

e recibo assinado. (p. 81)


  1. Daí nós viemos os três. A gente sempre vinha os três. O Touro, a Cremilda e mais eu. Touro é como a gente conhece ele. (p. 80)




  1. O Touro, a mulata Cremilda e mais eu. Todo domingo. Lá de Brás de Pina pra ver o Vascão jogar. Só domingo. Na quarta não tem nunca Maraca. A grana não dá. Nem o batente deixa. (p. 80)

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).


01. Os três trechos ilustram a habilidade do autor em adequar a linguagem à fala das personagens no contexto.

02. O trecho II serve de exemplo para representar um fenômeno que vem ocorrendo cada vez com maior freqüência na língua portuguesa do Brasil: a substituição do pronome nós pelo pronome a gente.

04. No trecho III, o narrador afirma que, para assistir ao jogo do “Vascão”, ele e os amigos gastam o domingo todo indo de sua residência, em Brás de Pina, ao Maracanã.

08. A sentença Na quarta não tem nunca Maraca, no trecho III, significa que às quartas-feiras não há realização de jogos no Maracanã.

16. Daí nós viemos os três. A gente sempre vinha os três. O Touro, a Cremilda e mais eu., no trecho II, semanticamente corresponde a “O Touro, a Cremilda e eu sempre vínhamos juntos”.

32. É possível perceber, no trecho I, um certo tom irônico na fala da personagem.





Questão 09

Considere os trechos I e II:




  1. Se eu pagar a comissão que eles exigem pra eu poder continuar trabalhando na arquibancada, onde o pessoal tem mais grana, não sobra nada pra mim.

NEVES, Amilcar. Relatos de sonhos e de lutas. São Paulo: Fundação Nestlé de Cultura, 1991. p. 87.


II. (a) A confusão era geral. No meio dela, Capitu olhou alguns instantes para o cadáver tão fixa, tão apaixonadamente fixa, que não lhe admira lhe saltassem algumas lágrimas poucas e caladas...

[...]


(b) Momento houve em que os olhos de Capitu fitaram o defunto, quais os da viúva, sem o pranto nem palavras desta, mas grandes e abertos, como a vaga do mar lá fora, como se quisesse tragar também o nadador da manhã.
ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. São Paulo: FTD, 1991. p. 183.

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).


01. No trecho I, todas as palavras sublinhadas são pronomes.

02. No trecho II (a), ambas as palavras sublinhadas têm por função indicar procedência.

04. No trecho I, o vocábulo onde, que inicia uma oração subordinada, se refere a mais grana.

08. “Olhou alguns instantes para o cadáver tão fixa...”, do trecho II (a), remete ao modo como estava a mãe de Capitu no caixão: morta, inerte, fixa.

16. No trecho II (b), as palavras sublinhadas introduzem comparações.




Questão 10

Considere os textos a seguir:


I - “Conversam o carcereiro e o assassino de alta periculosidade. Carcereiro:

– E agora, o que vai fazer?

– Matar o tempo!”

II - “Na guerra, o general estimula seus soldados antes da grande batalha:

– Não esqueçam, ao avistar o inimigo, pensem logo no lema de nossa tropa: Ou mato ou morro.

Dito e feito. Quando encontraram os inimigos, metade do batalhão correu para o mato, e o restante para o morro.”

III -

Não se deixe explorar pela concorrência!

Compre na nossa loja.


ILARI, Rodolfo. Introdução à semântica: brincando com a gramática. São Paulo:

Contexto, 2001. p. 81; 104; 89.

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).


01. O elemento responsável pelo resultado humorístico no texto I é a quebra de expectativa do interlocutor em relação ao sentido do verbo “matar” usado pelo assassino; no texto II, a graça está na confusão provocada pela mudança de classe gramatical e de sentido das palavras “mato” e “morro”.

02. No texto II, a expressão “dito e feito” indica que os soldados corresponderam plenamente à expectativa do general quanto às atitudes da tropa sob seu comando.

04. Tanto o sujeito de “conversam”, no texto I, como o sujeito de “deixe”, no texto III, é indeterminado.

08. No texto I, “vai fazer” é uma forma alternativa de “fará” para indicar o tempo futuro do presente.

16. Os três textos apresentam verbo no modo imperativo.






ALEMÃO


TEXT 1

Der Klimawandel – Die Welt verändert sich






In den letzten 100 Jahren


ist die Temperatur um durchschnittlich

1 Grad gestiegen


In den letzten Jahren haben wir es deutlich gemerkt: Das Klima in der Welt ändert sich. Wir sprechen vom „Klimawandel“. Immer mehr Menschen brauchen immer mehr Energie. Es werden Abgase und Gifte in der Industrie und von Autos produziert. Tendenz steigend. Zu viel CO2 und andere Substanzen sind aber eine Gefahr für unsere Umwelt. Wenn die Werte weiter steigen, dann haben wir bald ein groβes Umweltproblem. Schon jetzt werden in der ganzen Welt
Veränderungen beim Wetter und beim Klima beobachtet: Die Temperatur der Meere steigt, das Eis der Pole schmilzt, der Wasserspiegel der Ozeane steigt. Während in Europa die Niederschläge zunehmen, nehmen sie auf dem afrikanischen Kontinent ab. Wasser wird immer knapper, in den Bergen gibt es häufiger Lawinen. Die UV-Strahlung der Sonne wird durch das Ozonloch weltweit gefährlicher.






Die Experten sind sich nicht sicher, was die konkreten Ursachen sind. Es besteht aber kein Zweifel, dass wir Menschen und unsere Maschinen für viele Veränderungen in der Natur verantwortlich sind. Damit dramatische Folgen vermieden werden können, darf in Zukunft nicht mehr so viel Energie verbraucht werden. Wir müssen sparsamer werden.

Aber es gibt auch Erfolge im Umweltschutz: Der Rhein war 1970 einer der am stärksten


verschmutzten Flüsse in Europa. In den letzten Jahren wurde die Qualität des Flusswassers durch Kläranlagen immer weiter verbessert. Viele Fischarten sind zurückgekehrt und man kann an manchen Stellen sogar wieder baden. Um fossile Energie zu sparen, wurden in den letzten zehn Jahren in Deutschland immer mehr Solaranlagen auf Hausdächern gebaut und der Bau von Windkraftanlagen wurde stark gefördert.


Aus: FUNK, Hermann; KOENIG, Michael; KOITHAN, Ute. Geni@l B1 –
Kursbuch – Zertifikatsniveau – Deutsch als Fremdsprache für
Jugendliche
. Berlin und München: Langenscheidt KG, 2004. S. 38.

Questão 11

„Das Klima in der Welt ändert sich.“

Welche sind die Folgen dieser Änderung?


Kreuzen Sie dem Text nach an.
01. Die Niederschläge nehmen auf dem afrikanischen Kontinent zu.

02. Die Produktion von CO2 nimmt ab.

04. Die Flüsse sind weiterhin sauber.

08. Es gibt in den Bergen immer weniger Lawinen.

16. Die Temperaturen und der Wasserspiegel der Meere steigen.

32. Das Schmelzen von dem Eis der Pole nimmt zu.





Questão 12


Ergänzen Sie dem Text nach:

Die Experten sind sich nicht sicher, was die konkreten Ursachen für viele Veränderungen in der Natur sind.

Trotzdem meinen sie, dass__________________________________________
01. die UV-Strahlungen der Sonne durch das Ozonloch ungefährlich sind.

02. die Menschen und ihre Maschinen dafür auch verantwortlich sind.

04. in der Zukunft nicht mehr so viel Energie verbraucht werden darf.

08. die Menschheit mehr sparen muss.

16. die Nähmaschinen stark umweltbelastend sind.

32. die Qualität des Rheinwassers wieder schlechter geworden ist.






Questão 13

Wir erleben einen Klimawandel.

Welche Folge(n) können wir bei diesem Prozess erkennen?



Kreuzen Sie dem Text nach an.
01. Das Wasser der Meere wird immer wärmer.

02. Die Temperaturen steigen.

04. Das Ozonloch wird immer kleiner.

08. Es gibt immer mehr Orkane auf dem afrikanischen Kontinent.

16. Das Wasser der Flüsse der Welt ist sauberer.

32. Die Meere werden immer kälter.



Questão 14


Kreuzen Sie dem Text nach an.
Welcher Erfolg/Welche Erfolge gibt es im Umweltschutz?
01. Der Rhein ist viel sauberer als früher.

02. Es werden immer weniger Solaranlagen gebaut.

04. Man kann sogar wieder im Rhein baden.

08. Die Autos machen mehr Lärm.

16. Es werden mehr Windkraftanlagen gebaut.

32. Viele Fischarten sind verschwunden.






Questão 15


Kreuzen Sie dem Text nach an.
[...] Immer mehr Menschen brauchen immer mehr Energie. Es werden Abgase und Gifte in der Industrie und von Autos produziert. Tendenz steigend. [...] Wenn die Werte weiter steigen, dann haben wir bald ein groβes Umweltproblem. [...]
Der Satz Tendenz steigend bedeutet hier:
01. Das Problem für unsere Umwelt wird immer gröβer.

02. Es werden immer weniger schädliche Substanzen in unsere Umwelt ausgelassen.

04. Unsere Umwelt verbessert sich wegen der Gifte der Industrie.

08. Abgase und Gifte sind kein Problem für die Umwelt.

16. Die Menschen brauchen immer mehr und mehr Energie.



Questão 16


Was passt? Ergänzen Sie.
Die Menschen wollen immer mehr einkaufen, neue Sachen um sich haben und werfen dadurch viel mehr weg. Diese Art gehört zu einer neuen Gesellschaft, die________________________ heiβt.
01. Reisegesellschaft

02. Klassengesellschaft

04. Baugesellschaft

08. Wegwerfgesellschaft

16. Herrengesellschaft



Questão 17


Kreuzen Sie an.
Unsere Welt verändert sich, wir sprechen von einem „Klimawandel“ und erleben wie immer mehr Menschen mehr Energie brauchen. Das ist ein Problem für die Zukunft und bedroht das Leben auf unserer Erde.
Was können wir machen, um eine noch gröβere Katastrophe zu vermeiden?
01. Auf kurzen Strecken mit dem Auto fahren.

02. Nicht so lange duschen.

04. Den Müll auf den Straβen liegen lassen.

08. Öfter mit dem Fahrrad fahren.

16. Zu Hause überall das Licht brennen lassen.

32. Immer mehr Recycling-Papier verwenden.





TEXT 2




Jugendliche und Computer

Die @-Generation?


Von je 100 Sechs- bis 19- Jährigen ...


... besitzen einen

eigenen PC

... nutzen einen

anderen PC

im Haushalt


... weder

... noch


GLOBUS - QUELLE: KVA 2001






KOPP, Gabriele; BÜTTNER, Siegfried; ALBERTI, Josef. Planet 3 – Kursbuch – Deutsch für Jugendliche. Ismaning: Hueber Verlag, 2007. S. 31.


Questão 18


Kreuzen Sie der Grafik nach an.
Wie sieht die @-Generation aus?
01. Die Altersgruppe ist nicht definiert.

02. Alle haben einen eigenen Computer.

04. Eine Minderheit benutzt einen Computer in der Schule.

08. 50 Prozent der Jugendlichen verwenden einen Computer zu Hause.

16. 25 Prozent der Jugendlichen sind Besitzer von einem Computer.



Questão 19


Sehen Sie sich die Grafik an und vergleichen Sie.

Der Grafik nach ___________________________

01. sind die Mädchen tätiger als die Jungen beim Briefe- und Texteschreiben.

02. schreiben die Jungen kaum Texte und Briefe am Computer.

04. malen und zeichnen die Mädchen mit Hilfe des Computers mehr als die Jungen.

08. benutzen die Mädchen den Computer für Lernprogramme genau soviel wie die Jungen.

16. rechnen die Jungen am Computer weniger als die Mädchen.





Questão 20


Kreuzen Sie der Grafik nach an.
Was passt?
01. 41% der Mädchen machen am Computer Spiele.

02. 89% der Jungen spielen am Computer.

04. Die Jungen interessieren sich ein wenig mehr für Surfen als die Mädchen.

08. Die Mädchen chatten viel mehr als die Jungen.

16. Mehr als die Hälfte der Mädchen verwenden den Computer als Lexikon.

REDAÇÃO

I N S T R U Ç Õ E S


1. Confira o número do(a) candidato(a), o local, o setor, o grupo e a ordem indicados na folha oficial de redação, a qual NÃO deverá ser assinada.


2. Leia e observe atentamente as Propostas 1, 2 e 3.
3. Escolha a Proposta que apresenta o tema sobre o qual você se sente mais bem preparado(a) para discorrer.
4. Evite copiar trechos dos textos apresentados.
5. Não escreva em versos, use linguagem clara e utilize a norma culta da língua portuguesa.
6. Não se esqueça de dar um título à sua redação.
7. Use caneta com tinta preta ou azul para transcrever seu texto do rascunho para a folha oficial de redação.
8. Redija um texto que tenha no mínimo 25 (vinte e cinco) e no máximo 30 (trinta) linhas.
9. Escreva com letra legível e ocupe todo o espaço das linhas, respeitando os parágrafos.
10. Não serão corrigidas redações escritas a lápis, nem redações na folha de rascunho.

Proposta 1

[...] O campo ético é constituído pelos valores e obrigações que formam o conteúdo das condutas morais, isto é, as virtudes. O sujeito ético ou moral, isto é, a pessoa, só pode existir se preencher as seguintes condições: ser consciente de si e dos outros; ser dotado de vontade para controlar e orientar desejos, impulsos, e para deliberar e decidir; ser responsável; ser livre para autodeterminar-se.

O campo ético é, portanto, constituído por dois pólos internamente relacionados: o agente ou sujeito moral e os valores morais ou virtudes éticas. [...]
Adaptado de: CHAUÍ, Marilena. A existência ética – Senso moral e consciência moral.
cap. 4. In: Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 1994. p. 334-338.


Escreva um texto considerando situações envolvendo personagens como Aristarco (O Ateneu), José Dias (Dom Casmurro), Omar ou Yaqub (Dois irmãos), tio Juca ou o coronel José Paulino (Menino de engenho), Demétrio (Encontros de Abismos), Olheiras Profundas (Relatos de sonhos e de lutas), Caroba (O Santo e a Porca) – enfim, estas ou outras personagens das obras listadas para o Vestibular 2008 – que podem ser vistas à luz do trecho acima.



PROPOSTA 2






Redija um texto tomando por base a complementação que você der para a frase acima.

PROPOSTA 3





VICTOR MEIRELLES: Primeira Missa no Brasil, 1861. Óleo sobre tela. Rio de
Janeiro, Museu Nacional de Belas Artes.



CANTO IV
“Meu canto de morte,

Guerreiros, ouvi:

Sou filho das selvas,

Nas selvas cresci;

Guerreiros, descendo

Da tribo tupi.

[...]

Sou bravo, sou forte,



Sou filho do Norte;

Meu canto de morte,

Guerreiros, ouvi.”

[...]
Dias, Gonçalves. I-Juca-Pirama. In:



Clássicos da Poesia Brasileira. São Paulo: Galex, [s/d]. p. 73-87.





ASSASSINATO DO ÍNDIO GALDINO COMPLETA 10 ANOS
Pataxó foi incendiado num ponto de ônibus em Brasília.

Cinco rapazes foram responsáveis pelo crime.

19/04/2007

Disponível em:

Acesso em: 7 set. 2007.








Jovens espancam e matam índio em Minas Gerais



Três jovens tentam arrancar a roupa do índio xacriabá antes de surrá-lo até a morte.
Disponível em:

Acesso em: 24 set. 2007.


Nas artes plásticas, na literatura, nas notícias das diversas mídias – assim temos acompa-


nhado a saga indígena. Escreva seu texto.

FOLHA DE RASCUNHO – REDAÇÃO

TRANSCREVA A REDAÇÃO PARA A FOLHA OFICIAL.



ESTE RASCUNHO NÃO SERÁ CORRIGIDO.


TÍTULO

01




02




03




04




05




06




07




08




09




10




11





12




13




14




15




16




17




18




19




20




21




22




23




24




25




26




27




28




29




30





QUESTÃO DISCURSIVA




I N S T R U Ç Õ E S

1. Confira o número do(a) candidato(a), o local, o setor, o grupo e a ordem indicados na folha oficial da questão discursiva, a qual não deverá ser assinada.


2. Leia atentamente a questão.
3. Escreva com letra legível, use linguagem clara e utilize a norma culta da língua portuguesa.
4. Use caneta com tinta preta ou azul para transcrever seu texto do rascunho para a folha oficial da questão discursiva.
5. Redija sua resposta utilizando até 15 (quinze) linhas.
6. Não serão corrigidas respostas escritas a lápis, nem respostas na folha de rascunho.




Fonte: REZENDE, A.P.; DIDIER, M.T. Rumos



da História. São Paulo: Ática, 2001. p. 624.
“Voava-se o vôo 254 na noite de 27 de maio de 1984. Exatamente um mês e dois dias antes, ou seja, a 25 de abril, travara-se a penúltima batalha entre Nação e Ditadura, ocasião em que esta, uma vez mais – a última vez –, derrotara aquela, manobrando com suspeita habilidade no Congresso Nacional para que fosse rejeitada uma emenda à Constituição que restabelecia o voto direto dos cidadãos para a próxima escolha do presidente da República.”
NEVES, Amilcar. Relatos de sonhos e de lutas. São Paulo: Estação Liberdade:
Fundação Nestlé de Cultura, 1991. p. 62.


No final da década de 1970, o Brasil começa a viver o processo de redemocratização.

Com base nessa afirmação e no texto acima, comente sobre a Campanha Diretas-Já e sua relação com o contexto político, social e econômico da época.


FOLHA DE RASCUNHO – QUESTÃO DISCURSIVA

TRANSCREVA A RESPOSTA DA QUESTÃO DISCURSIVA


PARA A FOLHA OFICIAL.

ESTE RASCUNHO NÃO SERÁ CORRIGIDO.




01




02




03





04




05




06




07




08




09




10




11




12




13




14




15













COPERVE CONCURSO VESTIBULAR-UFSC/2008 1a PROVA: CINZA



Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal