Luzes na cidade



Baixar 0.69 Mb.
Página1/6
Encontro24.07.2016
Tamanho0.69 Mb.
  1   2   3   4   5   6

 

 2507 Campinas, 7 de dezembro de 2008.



LUZES NA CIDADE

É interessante perceber que à medida que transcorre o mês de Dezembro, quando comemoramos o Natal, aumenta a quantidade de iluminação nas ruas, nas casas, nos estabelecimentos comerciais. A cada dia que passa vão se somando mais enfeites luminosos, pisca-piscas, árvores iluminadas... Os jardins e janelas vão se tornando vitrine de luzes, e trazem uma sensação muito gostosa de festa.

Quando pensamos neste cenário e o contrapomos ao ato de que o medo mais básico do ser humano é o “medo do escuro”, isso deve nos levar a meditar na bondade de Deus.

Qualquer um de nós tem histórias para contar sobre noites dormidas na cama dos pais, ou de pedidos para manter acesa a luz do corredor, o abajur do quarto, a lamparina, a vela, ou o correspondente que seja, simplesmente porque a escuridão é assustadora.

A escuridão nos faz sentir sozinhos mesmo quando acompanhados; nos faz sentir frágeis e desprotegidos ainda que armados até os dentes; nos faz sentir inseguros e desorientados... É por isso que uma das imagens mais poderosas que a Bíblia usa para definir Deus é que Ele é Luz! E que a Sua Palavra é Lâmpada.

O uso abundante das luzes nas comemorações de Natal remonta a tradições cristãs muito antigas. A guirlanda de luzes é uma delas: nela vão sendo acesas novas velas à medida que o Advento (palavra que na verdade quer dizer VINDA) se aproxima, pois no Natal comemoramos a vinda da Luz! É o cumprimento profético do que disse o profeta Isaías: “O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz” (Is 9.2 e Mt 4.16).

O Natal quer dizer que o Deus de amor, por pura misericórdia, resolveu atender a humanidade na sua necessidade mais básica. Trouxe-nos livramento do que o nosso medo mais básico é expressão: solidão, insegurança e morte! Jesus, a Palavra de Deus (lâmpada) feita gente; o próprio Deus (Luz) encarnado veio até nós para nos livrar do que nos era impossível. Ele nos livrou não só da causa e conseqüência que é o PECADO e a MORTE, mas também do MEDO delas, pois “o perfeito amor lança fora o medo” (I João 4.18).

Símbolos são coisas poderosas! Mas sem a realidade do que significam eles se tornam coisas vazias e sem finalidade. Durante este mês, enquanto transitamos entre as luzes do Natal, não apenas lembremos o que elas querem comunicar, mas mergulhemos na realidade dessa mensagem. Deixemos que a verdade do Advento guarde a nossa mente e coração, para que experimentemos da paz da esperança e da segurança do amor de Deus, que nos ilumina e lança fora o medo.

Que Deus nos abençoe neste Natal e sempre!

Gilson Quelhas, rev

                       




REUNIÃO DE ORAÇÃO DA SAF

 

Participe de nossa reunião de oração, toda terça-feira, às 15 horas, no templo. Nesta semana a reunião será dirigida pela Maria Silvia.



CULTO INFANTIL

Oi, amiguinho! Oi, amiguinha! Hoje vamos conhecer a história de: “Eliseu, o professor!” Esperamos vocês! Tia Raquel e tia Leila.



PAGAMENTOS A AUTÔNOMOS

A Tesouraria está disponibilizando, para uso dos Departamentos / Entidades Internas, impressos de recibo de pagamento a autônomos. Cada Departamento poderá pegar um ou mais como modelo e xerocar para uso a partir de agora. É conveniente lembrar que os pagamentos a autônomos estão sujeitos à retenção de INSS (11%) e, dependendo do valor, também Imposto de Renda, calculado conforme tabela.



PEDIDOS DE CÓPIAS EM CD

 O Depto. de Som e Imagem tem gravado regularmente todos os cultos e está pronto para atender a pedidos de cópias em CD dos irmãos que estejam interessados. O responsável pelo atendimento às encomendas é o irmão Rogério Diniz. O custo é de R$ 5,00 por unidade . Há alguns cultos recentes comemorativos de nosso Cinqüentenário, muito bonitos e muito requisitados, como o da comemoração do dia da passagem realizado no SPS e o da mocidade dos anos 60 e 70. Após os cultos e após a E.D. estará à disposição dos irmãos um novo sistema de reservas, no hall de entrada. Vamos usar mais esse meio para a evangelização!



CONSELHO

 

O Conselho está convocado à reunir-se na próxima terça-feira, dia 9, às 20 horas.



 

 

FESTA DE NATAL DA FAMÍLIA GUANABARINA

Família Guanabarina: gostaríamos de contar com todos vocês para nossa festa de Natal. Será no próximo dia 21, após o Culto Vespertino. O que trazer? Sanduíches de frios ou torradas com patês variados, em um prato decorado com enfeites de natal.

FESTA DE NATAL DA ESCOLA DOMINICAL

No próximo domingo, dia 14, teremos a festa de encerramento já comemorando o Natal. Todos estão convidados! Será no salão social, às 10 horas. Não haverá aula nas classes.

 

REGISTRO DE FALECIMENTO

Registramos o falecimento da irmã LUCILA CAVALLARI RIBEIRO, no dia 3 do corrente, sendo sepultada no mesmo dia no Cemitério das Aléias. Lembramos que Lucila era viúva do Rev. Américo Justiano Ribeiro, que foi professor do S.P.S. e pastor emérito da IPCAMPINAS. O Grupo de Oração Guanabara da IPJG e Newda Santini lhe deram assistência durante sua enfermidade. Aos familiares, nossa simpatia cristã.



GRUPOS DE ORAÇÃO E ESTUDO:

 

Grupo InterbairrosQuinta-feira, às 20 horas. Residência de Reginaldo e Rogério.



Grupo Guanabara - Quarta-feira, às 15 horas. Em recesso.

Grupo Cambui - Quarta-feira, às 20 horas. Residência de Cinthia e Jared.

Grupo Gramado - Quinta-feira, às 20h30. Favor contatar Ana Maria.

 

 



Jesus, A Luz do Mundo!

 

Adventus Redemptoris” ou “A Vinda do Redentor



7 de dezembro de 2008 anno Domini.

Segundo Domingo do Advento



LITURGIA MATUTINA

 

 



Prelúdio

 

Adoremos o Deus em Quem Esperamos


 

Coroa do Advento

 

Evangelho de Lucas 1.39-56


 

"Oh, Vinde Fiéis", HCC 90

 

Evangelho de Lucas 1.67-80


 

"Pequena Vila de Belém", HCC 98

Dízimos e Ofertas

 

Oração audível



 

 

Venha Celebrar a Criança Luz!

Musical Natalino - Comp. e arr. Tom Fettke

 

 



Coral Kay F. Brown

 

A LUZ

Composições e arranjos Tom Fettke


 

Cantai que o Salvador chegou.

Acolha a terra o Rei.

Ó vós, nações, a ele só

Contentes vos rendei, contentes vos rendei,

Oh, sim, contentes vos rendei!

 

Vinde adorar ao menino Rei,



Diante dele hinos bons rendei.

Ao eterno Deus seja o louvor

Puro e santo, dando glórias a Jesus, Senhor.

 

Narração: “O povo que andava em trevas viu uma grande luz; e sobre os que habitavam na terra de profunda escuridão resplandeceu a luz. Levanta-te, resplandece, porque é chegada a tua luz” (Isaías 9.2;60.1).

 

Venha celebrar a criança Luz!



Cristo as trevas rompeu,

Da escuridão nos libertou.

Venha celebrar a criança Luz! (2x)

Cristo as trevas rompeu,

Da escuridão nos libertou.

Venha celebrar a criança Luz! (2x)

Cristo as trevas rompeu,

Da escuridão nos libertou.

Venha celebrar a criança Luz!

 

Narração: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz.

 

Hoje nasceu a criança Luz



Que ao mundo Deus mandou.

A virgem Maria sua mãe será:

Do Espírito Santo graça sem igual terá.

E o nenê chamar-se-á Emanuel.

 

Canta aleluia ao Bom Conselheiro,



Canta aleluia ao poderoso Deus!

 

Canta aleluia para sempre ao Pai, e canta aleluia ao Príncipe da Paz!



Aleluia, aleluia, venha celebrar o nenê,

Poderoso, Pai da eternidade,

Deus conosco, Emanuel. Paz! Venha celebrar, Cristo.
CANÇÃO DA MANJEDOURA

 

1. Nasceu o Redentor, o Rei Emanuel



Que para nos salvar do céu desceu

O gado a mugir, as aves a cantar

Anunciam que Jesus nasceu!

 

Aleluia, Aleluia, Aleluia!



Nasceu Jesus!

Na manjedoura, na manjedoura,

Eis o menino, o Rei da Paz

 

2. Há esperança e luz vindas de Deus o Pai



Nova vida de amor e paz! Nasceu Jesus!

Aleluia, Aleluia, Aleluia! Nasceu Jesus!

Na manjedoura, na manjedoura,

Eis o menino, o Rei da Paz

 

3. Darei a Deus louvor e a Seu Filho amor



Sua Palavra será minha vida aqui

Vou proclamando: Nasceu Jesus!

 

  1   2   3   4   5   6


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal