Manual do professor etec de guaianazes



Baixar 65.83 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho65.83 Kb.

MANUAL DO PROFESSOR




ETEC DE GUAIANAZES



A “Educação é um ato de amor”, senti-

mento em que homens e mulheres vêem-

se como seres inacabados e, portanto,

receptivos para aprender.



Paulo Freire

Este Manual de Integração tem como objetivo integrar o servidor Docente no âmbito do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, Etec de Guaianazes por meio de informações essenciais e relativas à vida funcional – direitos, deveres, responsabilidades, proibições e penalidades, procurando esclarecer situações legais em que esteja envolvido.

Trata-se de uma compilação de dispositivos legais para orientação do servidor, com a finalidade de abordar situações comuns a todos, oferecendo instrumentos facilitadores de desempenho no trabalho pela orientação de procedimentos comuns ao professor, tendo como Bibliografia – Regimento Comum, Proposta de Currículo por Competências, Portarias: Coordenação de Área e Coordenação Pedagógica, Conselho Estadual de Educação de São Paulo.

Ocorrendo dúvidas quanto ao contido no presente Manual deve o servidor, procurando as Coordenações de Área, Coordenação Pedagógica, Secretaria Acadêmica, Diretoria de Serviços e Direção da Unidade de Ensino.

Solicitamos também a leitura do Regimento Comum das Etec’s, Plano Escolar, SAI – Sistema de Avaliação Institucional, Observatório Escolar, que estão disponibilizados de forma impressa na Sala de Leitura. A versão em mídia deverá ser solicitada junto a Coordenação Pedagógica da Escola.
A Direção.

PERFIL E HISTÓRICO



O Centro Paula Souza recebeu essa denominação em 10 de abril de 1971. Hoje está sediado em um prédio centenário projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo.

O Centro Paula Souza administra 141 Escolas Técnicas (Etec’s) e 39 Faculdades de Tecnologia (Fatec’s) estaduais em 120 cidades no Estado de São Paulo, As Etec’s atendem mais de 118 mil estudantes, sendo cerca de 30 mil no Ensino Médio e mais de 87 mil no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços, em 86 habilitações. Nas Fatec’s aproximadamente 25 mil alunos estão distribuídos em 39 cursos Superiores de Graduação. Em outubro de 1969, o governador Abreu Sodré assinou o Decreto-Lei que criou a entidade autárquica destinada a articular, realizar e desenvolver a educação tecnológica nos graus de Ensino Médio e Superior.

O Centro Paula Souza está vinculado à Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, órgão do governo estadual que tem por objetivo intensificar o desenvolvimento sustentável do Estado, estimular as vantagens competitivas das empresas e dos empreendedores paulistas, incorporar tecnologia aos produtos da região e fortalecer as condições para atração de investimentos no Estado.

PERFIL E HISTÓRICO DA ETEC 118 – DE GUAIANAZES


ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE GUAIANAZES – 118

Data da Fundação: 07/01/2004
Rua: Feliciano de Mendonça, 290 Bairro: Guaianases

São Paulo/SP CEP 08.460-365 Fone: (11) 2552-0140/2551-9484

E-mail: etec_guaianazes@yahoo.com.br

Site: etecdeguaianazes.com.br

A Escola Técnica de Guaianazes tem por missão:



Missão:

“CONTRIBUIR COM O AUMENTO DA EMPREGABILIDADE E MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DOS MORADORES DE GUAIANAZES E REGIÃO; ATRAVÉS DO DESENVOLVIMENTO DAS COMPETÊNCIAS E PELA PRÁTICA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL”.




HABILITAÇÕES OFERECIDAS

Técnico em Administração

Técnico em Automação Industrial

Técnico em Edificações

Técnico em Eletrônica

Técnico em Informática

Técnico em Nutrição e Dietética

Ensino Médio
HISTÓRICO DA UNIDADE – Características regionais

A Etec de Guaianazes está localizada numa região de alta densidade demográfica. A partir de março de 2004 tiveram início as aulas, com um público heterogêneo, composto por adolescentes, jovens e adultos, egressos do ensino médio, cursando a segunda ou terceira série do mesmo, ou ainda, oriundos do terceiro grau. A partir do ano de 2008, a Etec de Guaianazes, atendendo aos anseios de toda a comunidade escolar oferece também o Ensino Médio.

A escola tem uma área de abrangência por toda a região de Guaianazes, Cidade Tirandentes, São Miguel e Itaim Paulista, além dos bairros próximos do município de Ferraz de Vasconcelos.

ESTRUTURA FÍSICA E ADMINISTRATIVA DA ETEC

O prédio escolar da Etec de Guaianazes está dividido em 03 pavimentos:

TÉRREO

Portaria, Secretaria, Sala de Leitura, Laboratórios de Nutrição e Dietética (03), Laboratórios de Eletrônica (04), Cantina, Salas de Aula (04), Sanitários dos Alunos (masculino e feminino).



SUPERIOR

Sala da Direção, Diretoria de Serviços, APM, Sala da Coordenação, Sala dos Professores, Sala da Coordenação Pedagógica, Anfiteatro/Multi-Meios, Laboratórios de Informática (06), Salas de Aula (03), Sanitários dos Alunos (masculino e feminino), Sanitários Administrativos (masculino e feminino), Depósito (01).



INFERIOR

Laboratórios de Edificações (03), Laboratórios de Eletrônica (01), Sala de Aula (01), Depósito (01), Sanitários dos Alunos (masculino e feminino).


Corpo Diretivo

Diretor de Escola


Djalma Luiz da Silva


Direção de Serviços

José Carlos Vitorino

Secretaria

Catarina Ap. M. Tomasulo

Coordenação

Roberto Alexandre Urtado


Coordenação/Curso/Área


Coordenação/Curso/Área




Coordenador(a)

Curso

ÁreaPriscila Balbina Oliveira

Técnico em Administração

Gestão

Rosângela

Técnico em Informática

Informática

Jandira da Cruz Souza

Técnico em Edificações

Construção Civil

Adilson

Técnico em Eletrônica

Indústria

Ana

Técnico em Nutrição e Dietética

Saúde

Aguinaldo

Ensino Médio

Educação Básica

Adilson

Técnico em Automação Industrial

Automação Industrial










Os Princípios de Gestão Democrática norteiam a gestão da escola, valorizando as relações baseadas no diálogo e no consenso, a participação do professor possibilita a todos o comprometimento no processo de tomada de decisões, favorecendo um clima favorável.

Assim como é fundamental que ocorra Integração entre as áreas, direção, coordenação, professores, funcionários, comunidade. Através do: Conselho de Escola, Plano Plurianual, Plano Escolar, Projeto Político Pedagógico, Plano Coordenador Área, Plano Trabalho Docente.

INSTRUMENTOS DE GESTÃO E AVALIAÇÃO DA ETEC


OBSERVATÓRIO ESCOLAR

O Observatório Escolar é um instrumento de avaliação das escolas técnicas (Etec’s) implantado pela Coordenadoria de Ensino Técnico (Cetec) em 1998. Seu propósito é contribuir para a consolidação de uma rede de escolas técnicas competentes em educação profissional. Essa avaliação, de caráter pró-ativo, ajuda a criar uma cultura organizacional, com base na permanente evolução do pessoal e na melhoria contínua dos processos internos.

A verificação das diferentes práticas de cada unidade de ensino, embasada numa metodologia de finalidade construtiva e formativa, permite à comunidade escolar a identificação de eventuais fatores críticos, sinalizadores de oportunidades de melhoria, promovendo assim uma gestão participativa, que se reflete na efetividade do processo de ensino-aprendizagem.

SAI


O Sistema de Avaliação Institucional (SAI), criado pelo Centro Paula Souza, avalia todas as Etec’s e Fatec’s, anualmente. Por meio de mecanismos que coletam informações entre a comunidade acadêmica, pais de alunos e egressos, o SAI avalia os processos de funcionamento das escolas, seus resultados e impactos na realidade social onde a instituição se insere.

O SAI – Sistema de Avaliação Institucional baseia-se em dois pressupostos para avaliar o ensino que a Instituição oferece:

1 – Atendimento das aspirações e satisfação, de alunos e comunidade, geradas pelas necessidades de determinado momento. Elas indicam a eficiência da Instituição. São apuradas pelos questionários específicos para alunos, professores, funcionários, pais e diretores de escola.

2 – Resultados do desempenho escolar expressos pela produtividade, relação candidato/vaga, número de profissionais formados e empregabilidade de egressos dentre outros indicadores.

A popularização da internet como instrumento de pesquisa tornou mais prática a vida de estudantes e de trabalhadores. No entanto, a grande quantidade de material disponível na rede muitas vezes dificulta a busca por informações de qualidade. O Guia da Internet vem aprimorando seu foco para recomendar aos leitores páginas de instituições de ensino, institutos de pesquisa, bibliotecas, museus, órgãos de comunicação, entre outros.

Através do site www.centropaulasouza.sp.gov.br o professor tem acesso à releases, clipping e revistas, além de outras informações e links interessantes como cursos oferecidos nas Etec’s e Fatec’s.


O Professor é responsável pela condução do aluno na sua interação com o conhecimento.

Para tanto, é necessário competência técnica e responsabilidade no processo ensino-aprendizagem, respeitando sempre a si mesmo, os alunos e a escola. O professor exercendo sua liderança de forma dinâmica e pragmática leva seus alunos a trabalharem melhor em grupo, entender melhor o conteúdo apresentado, sendo um facilitador do aprendizado.


PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS ORIENTADORES

  • Ensino aprendizagem com foco no desenvolvimento de competências;

  • Leitura crítica da realidade e construção coletiva em ambientes cooperativos;

  • Respeito à diversidade;

  • Ética, estética e autonomia;

  • Contextualização do ensino-aprendizagem;

  • Interdisciplinaridade e formação de profissionais polivalentes;

  • Problematização do conhecimento (questões, incertezas, curiosidades, desafios, necessidades, idéias e valores);

  • Trabalho por projetos, tendo em mente o objetivo proposto e os meios para atingi-lo de forma arrojada.

FINALIDADES DA ETEC



  • Capacitar o educando para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para sua inserção e progressão no trabalho e em estudos posteriores;

  • Desenvolver no educando aptidões para a vida produtiva e social;

  • Constituir-se em instituições de produção, difusão e transmissão cultural, cientifica, tecnológica e desportiva para a comunidade local e regional.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM

Avaliação é elemento fundamental no processo ensino aprendizagem, constitui-se no processo contínuo e permanente com a utilização de instrumentos diversificados – textos, provas, relatórios, exercícios, seminários portifólios, dramatizações, TCC’s, etc. elaborados pelo professor, com acompanhamento da Coordenação, deverá priorizar aspectos qualitativos sobre os quantitativos. O Centro Paula Souza, utiliza-se do tripé Competência, Habilidade e Atitude para pautar a avaliação de nossos alunos, indo de encontro aos anseios do mercado o CHA – reforça o quanto é importante o ser humano em sua totalidade e potencialidade, não fragmentando o conhecimento ou privilegiando uma faceta dele.


A Recuperação deve ser sistemática e contínua, utilizando-se de instrumentos diferenciados. É direito do aluno ser promovido com direito até três progressões parciais, solicitar reclassificação e aproveitamento de estudos, respeitando suas particularidades e exigências previstas no regulamento.

As sínteses parciais no decorrer do ano/semestre letivo, virão acompanhadas de diagnóstico das dificuldades detectadas, indicando ao aluno os meios para recuperação de sua aprendizagem, expressarão o desempenho global do aluno.


COMPETÊNCIA

Capacidade de articular, acionar conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para resolver situações-problemas previstas ou não, enfrentando desafios e aproveitando oportunidades. Ex.: Análise de um case ou situação.


HABILIDADE

É saber fazer bem alguma coisa, de acordo com as necessidades ou solicitações de um contexto, com harmonia, agilidade, criatividade. Ex.: Executar procedimento com determinada ferramenta (Topografia).


ATITUDE

Maneira de agir em relação à pessoa, objeto, situação, etc; posição assumida, orientação, modo de proceder, dinâmica do comportamento. Ex.: Interesse pela realidade em que vive, vontade de cooperar.

HORÁRIO DAS AULAS

Matutino Ensino Médio

07h30 – 09h10 09h30 – 12h00

Matutino Ensino Técnico

07h30 – 9h25 09h55 – 12h00

Vespertino

13h20 – 15h25 15h55 – 17h45

Noturno


19h00 – 20h50 21h05 – 22h45

SÍNTESE DAS MENÇÕES



MB

Muito Bom

O aluno obteve excelente desempenho das competências do componente curricular no período.

B

Bom

O aluno obteve bom desempenho no desenvolvimento das competências curricular no período.

R

Regular

O aluno obteve desempenho regular no desenvolvimento das competências do componente curricular no período.

I

Insatisfatório

O aluno obteve desempenho insatisfatório no desenvolvimento das competências do componente curricular no período.

DIÁRIO DA CLASSE

É de responsabilidade do professor conferir os nomes dos alunos ao efetuar a apuração da freqüência dos mesmos, sempre anotando (.) para os presentes e (F) para os ausentes.

Deve o professor anotar também, data e conteúdo ministrado, além de eventuais ocorrências.

Após o término da aula, o diário da classe deverá ser deixado na Sala dos Professores.


CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO

Instrumento pedagógico que visa auxiliar o professor no planejamento das aulas e o acompanhamento de suas atividades em sala de aula, registrando informações pertinentes ao conteúdo ministrado, freqüência dos alunos, avaliações, critérios e ocorrências diversas. O caderno é personalizado para o professor e sua turma, possui ainda identificação da turma e calendário escolar. Ressalta-se a observação da Coordenação de Área quanto ao preenchimento do Caderno de Apoio Pedagógico.

SOLICITAÇÃO DE INSTALAÇÕES OU EQUIPAMENTOS

Qualquer instalação ou equipamento a ser utilizado em aula (laboratórios, quadra, anfiteatro, sala de multimídia), deverá ser reservado com antecedência em impresso próprio disponível na sala dos professores.

As salas de aula são de uso rotineiro e devem ser mantidas organizadas e com o quadro branco limpo, equipamentos desligados e guardados. Os alunos devem ser estimulados a utilizar a Sala de Leitura, tanto para consulta quanto para estudos, os professores deverão fazer sugestões de títulos aos alunos. A Sala de Leitura dispõe de regras de utilização próprias.

LABORATÓRIOS

Os laboratórios dispõe de regras de utilização próprias, no entanto, vale ressaltar, não é permitido dentro dos laboratórios:

Fumar, comer, beber, remanejar equipamentos sem autorização expressa do professor responsável pelo laboratório, utilizar softwares não fornecidos pelo laboratório, realizar atividades ou consultas em sites não autorizados pelo professor responsável pelo laboratório.

PRESENÇA E PONTUALIDADE

Assim como os alunos, os professores e funcionários também possuem folha de presença e devem ser responsáveis pela sua pontualidade em Sala de Aula no horário do início das aulas, tanto na entrada quanto no retorno do intervalo, evitando desta forma atrasos e perda de conteúdo.

Em caso de atraso superior a 15 minutos o professor deixará de fazer jus as aulas iniciais do período. Em caso de falta, a Coordenação ou Secretaria Acadêmica devem ser contatadas, para avisar os alunos. O motivo explicado ou justificado com documentação apropriada deve ser entregue à Diretoria de Serviços.

A aula deverá ser reposta sob orientação da Coordenação, fixando data e horário.

PLANO DE ENSINO

Os Planos de Ensino devem ser elaborados por cada professor e entregues à Coordenação no início das aulas, sendo apresentado aos alunos, de maneira sucinta no decorrer da primeira aula, não esquecendo os conteúdos abordados, estratégias utilizadas, critérios de avaliação, menções, desenvolvimento de competências, recuperação paralela e contínua, freqüência e pontualidade dos alunos. O professor deve entregar uma via impressa do Plano de Trabalho Docente à Coordenação, devidamente datado e assinado (este integrará os demais Planos da Área) e uma via por meio eletrônico à Secretaria Acadêmica.

DIREITOS DO CORPO DOCENTE

Participar da elaboração das propostas e planos escolares;

Concorrerem em eleições para conselhos, comissões, bancas, coordenação e direção, etc.

Ter assegurado condições de trabalho na unidade escolar; ser ouvido.

DEVERES DO CORPO DOCENTE

Elaborar, cumprir e informar os alunos sobre o Plano de Trabalho Docente;

Zelar pela aprendizagem dos alunos, estabelecendo estratégias de recuperação para os alunos;

Participar dos períodos dedicados ao Planejamento, Avaliação e Desenvolvimento Profissional, cumprir dias letivos e horas-aula;

Manter em dia anotações e observar prazos fixados;

Atender às orientações da Direção, Núcleo Gestão Pedagógica e Acadêmica e Núcleo Administrativo;

Estabelecer com os alunos, colegas e servidores clima favorável à ação educativa, colaborar com as atividades de articulação da escola com família e comunidade.

É VEDADO AOS MEMBROS DO CORPO DOCENTE

Durante as aulas ocupar-se de assuntos ou utilizar de equipamentos alheios ao processo ensino-aprendizagem;

Estimular alunos a comportamentos atentatórios à moral e normas disciplinares;

Dar aulas particulares remuneradas durante as aulas;

Fumar nas salas de aula, laboratórios, oficinas com aulas em desenvolvimento, sala dos professores;

Desrespeitar alunos e/ou dispensar alunos antes do término das aulas;

Retirar equipamentos e materiais sem autorização, ou para uso particular.

PENAS DISCIPLINARES

Repreensão;

Suspensão;

Dispensa, por justa causa.


PROTOCOLO

Declaro ter recebido, nesta data, o Manual de Integração Servidor Docente, comprometendo-me com sua leitura e atendimento às instruções nele contidas.

Local e Data _______________/ _____/ _____/ _______.


Nome por Extenso _________________________________.

Assinatura _______________________________________.


Esta folha deverá ser destacada e arquivada no prontuário do servidor.



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal