Materiais a serem empregados material de enchimento e aterro



Baixar 35.33 Kb.
Encontro26.07.2016
Tamanho35.33 Kb.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PISTA DE BICICROSS



MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUTIVO


OBJETIVO: CONSTRUÇÃO DE PISTA DE BICICROSS
PROJETO: O projeto será fornecido pela prefeitura municipal de Pirapora.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS:
MATERIAIS A SEREM EMPREGADOS
MATERIAL DE ENCHIMENTO E ATERRO

O material de enchimento e aterro deverá ser submetido a aprovação pela fiscalização e será de inteira responsabilidade do empreiteiro o seu fornecimento e transporte. O aterro será colocado na varanda que será construída na extremidade esquerda do prédio. O aterro será umedecido e compactado em camadas de 20 cm.


CIMENTO PORTLAND COMUM

Deverá satisfazer a todas as condições estabelecidas nas especificações brasileiras EB-1 e EB-208 , sendo do tipo CP- 320. O cimento deverá ser em voas condições de uso, a julgo da fiscalização.

Deverá ser empregado cimento de boa qualidade e de marca reconhecida.
ÁGUA

A água destinada ao amassamento do concreto deverá ser potável e será fornecida pelo contratante, em torneira próximo obra. A torneira e a ligação serão por conta do empreiteiro, puxado do ponto indicado pela Fiscalização.


AREIA

A areia para execução do concreto deverá obedecer todas as condições estabelecidas nas especificações brasileiras EB-4, da ABTN. Para a argamassa, a mesma deverá estar limpa e isenta de sais e matéria prima.


PEDRA BRITADA

Deverá ter como origem, rocha cristalina, com granulometria conhecida e satisfazer as condições de dosagem racional dos concretos e atender as especificações da EB-4, da ABNT, não apresentando impurezas e devendo Ter aprovação prévia da fiscalização.


CAL HIDRATADA

Poderá ser empregada em substituição cal virgem, desde que seja de boa qualidade e deverá ser submetida à apreciação da fiscalização.


AÇO PARA CONCRETO ARMADO.

O aço para concreto armado deverá satisfazer todas as condições estabelecidas pela EB-3, da ABNT. Só poderão ser empregados quando isentos de óleo, excesso de ferrugem ou pintura. As emendas serão realizadas de acordo com o disposto no item 6.3.5 da NB-1/78


FORMAS DE MADEIRA

Poderão ser executadas com madeira serrada em bruto, com espessura não inferior a 2,5 cm ou em chapas de madeira compensada. Será permitido o reaproveitamento de peças desde que se realize a limpeza conveniente das mesmas e que estejam em boas condições de uso, a julgo da fiscalização.


MADEIRAS

Para emprego provisório em andaimes e escoramento, poderão ser usadas peças em madeira de lei serrada ou madeira roliça de eucalipto ou similar, dependendo dos esforços a que foram submetidas.



CONCRETO

Na confecção e lançamento da argamassa para concreto armado deverá ser seguido inteiramente a NB-1/78 . Para aplicação de lastros, camadas protetoras e outros fins secundários, poderá ser usado concreto com dosagem de 250 kg de cimento por metro cúbico ( 90 kg/cm2 aos 7 dias )


ARGAMASSA

As argamassas deverão ser preparadas em masseiras, tabuleiros, estrados ou superfícies planas, impermeáveis e resistentes.

As argamassas contendo cimento deverão ser aplicadas, no máximo, em 2,5 horas a contar do primeiro contato do cimento com água.

Serão adotados conforme o fim a que se destinam, os seguintes tipos de argamassas, definidos por seu traço volumétrico.



  1. chapisco: traço 1:3 - cimento/areia grossa

  2. emboço : traço 1 : 2 : 8 - cimento/cal/areia média

  3. assentamento de ladrilhos cerâmicos com argamassa traço 1 : 3 - cimento/areia com uma camada de pó de cimento para aplicação das peças.

  4. assentamento de azulejo com argamassa traço 1 : 1 : 6 - cimento/cal/areia ou o emprego de argamassa pronta de boa qualidade tipo quartizolit.


TIJOLOS

Os tijolos a serem empregados serão de 8 furos nas dimensões de 10 x 20 x 20, de boa qualidade, conforme aprovação da fiscalização atendendo a todos os requisitos da EB-9 da ABNT.


ESQUADRIAS

Os portais e alizares deverão ser de sucupira. A madeira deverá estar seca quando forem assentados. As portas serão do tipo prancheta de sucupira, nas dimensões do projeto.

As janelas serão metálicas, tipo basculante. Seguirão as medidas do projeto arquitetônico.
Vidros

As janelas deverão receber vidros liso com a espessura de 3 mm


Peças cerâmicas e rodapé

As peças cerâmicas deverão ser de boa qualidade.


Azulejo

Os azulejos deverão ser nas dimensões 15 x 15 de marca conhecida e de boa qualidade e de cor branca. Terão azulejo as paredes dos banheiros, até o teto.


Rede hidráulica

Os tubos e conecções deverão ser em PVC rígido, soldável, tipo ponta e bolsa, classe 15. Os registros, torneiras e válvulas serão de metal e de boa qualidade.


Rede de esgoto sanitário

Os tubos e conecções deverão ser em PVC, deverão ser de boa marca e qualidade comprovada.


Rede elétrica

Os cabos deverão atender as especificações das normas brasileiras, as tomadas e interruptores de marca conhecida e de boa qualidade.


Louças e metais sanitários

As louças e metais sanitários que serão utilizados na obra deverão ser de boa qualidade, marca conhecida e bom acabamento. As cores das louças serão definidas posteriormente.


Diversos

Os pórticos serão confeccionados com tubos metálicos de 40 mm, conforme detalhes do projeto arquitetônico.

A cerca será confeccionada com tubos metálicos de 40 mm e tela de arame galvanizado, conforme detalhes do projeto arquitetônico.
Pintura

A tinta usada para pintura interna de parede e teto será látex PVA de primeira qualidade. Para a pintura externa deverá ser usado tinta acrílica de boa qualidade., as esquadrias e proteções deverão ser pintadas com tinta esmalte sintético brilhante de boa qualidade.



SERVIÇOS A SEREM EXECUTADOS
Reaterro e aterro compactado

Após a conclusão dos serviços de concretagem da fundação, os reaterros e aterros deverão ser compactados mecânica ou manualmente, em camadas, umidificadas, condizentes com o tipo de compactação, nunca, porém, superior a 20 cm.


Execução de contrapiso

O contrapiso será executado com concreto magro com consumo de 250 kg/m³ , no mínimo, e com espessura de 7 cm, nivelado convenientemente e sarrafeado.


Alvenaria de tijolo

As paredes serão levantadas com tijolo cerâmico de 8 furos de 10 cm de espessura.


Execução de concreto armado.

Todo concreto armado de superestrutura deverá ter uma resistência de 150kg/m² após 7 dias e aço CA-50 A , conforme projeto estrutural.

Antes do lançamento do concreto, as superfícies das formas que ficarão em contato com o mesmo serão limpas, molhadas e calafetadas e demais precauções preconizadas pelo art. 9.5

Da NBA-1/78.

O lançamento do concreto não deverá exceder a 60 minutos desde a mistura do cimento com a água.

O preparo do concreto no canteiro será de preferência com o emprego de betoneira de eixo vertical. Outros métodos de preparo ficarão a julgo da fiscalização.

Deverá ser executado cuidadosamente a cura de todas as superfícies expostas, como objetivo de impedir a perda da água necessária à hidratação do cimento.

No caso de falha de concretagem a mesma deverá ser corrigida conforme aprovação da fiscalização, podendo ser exigida a sua demolição e reconstrução.


Revestimento de parede e teto

O reboco será executado sobre chapisco de conformidade com a argamassa e deverá ser aprumado e alinhado. Os cantos e junções deverão ser constituídos por linhas verticais e horizontais perfeitas.

A espessura de aplicação será aproximadamente 2,5 cm.
Revestimento com azulejo

O assentamento de azulejos será a prumo e conforme especificação da argamassa destas especificações e rejuntado com cimento branco.


Piso cerâmico e rodapés

Serão assentados de conformidade com as especificações item argamassa e o item de piso e rodapé destas especificações e rejuntados com cimento branco.


Assentamento de caixas esmaltadas e quadros

As caixas esmaltadas e quadros deverão ser assentadas nas alturas padrões usuais e deverão ser aprumadas e niveladas. Após o chumbamento , as mesmas deverão ser limpas de restos de argamassa.


Instalações elétricas

Todas as instalações deverão ser executadas por pessoal qualificado. Todos os pontos de luz e força deverão ser devidamente testados.


Instalação hidro-sanitárias

Todo serviço deverá ser executado por profissional capacitado, com utilização de ferramentas e aparelhos apropriados a cada serviço e a cada material.

A execução deverá seguir as prescrições da ABNT e recomendações do fabricante.

Nas instalações para esgoto sanitário deverá ser obedecidas o que se segue, utilizando materiais indicados nos Rede hidráulica, Rede esgoto sanitário e Louças e metais sanitários destas especificações e de conformidade com o projeto.


a) Todo aparelho será instalado de forma a facilitar a sua limpeza e remoção, bem como a evitar a contaminação de água potável;

b) Todo aparelho sanitário, na sua ligação ao ramal de descarga ou esgoto, será protegida por sifão sanitário ou caixa sifonada com grelha;

c) As águas de lavagem de piso serão recolhidas por caixa sifonada;

d) Todos os aparelhos sanitários deverão satisfazer as exigências da EB-44 da ABNT e atender ao item Louças e metais sanitários destas especificações;

e) Correrão por conta do empreiteiro o fornecimento e instalações de todos os aparelhos e acessórios, bem como sua proteção até a entrega da obra, os quais deverão estar limpos e em prefeito funcionamento.
Assentamento de esquadrias e portas

Todas as janelas e portais deverão ser assentados, alinhados, nivelados e devidamente aprumados. As portas deverão estar perfeitamente encaixadas nos portais e Ter perfeito funcionamento.


Pintura de esquadrias

As esquadrias de metal deverão receber uma demão contra corrosão e duas demãos em tinta esmalte sintético, na cor a ser definida.

As esquadrias de madeira deverão receber duas demãos de verniz fosco.
Pinturas de parede e teto

Sobre as paredes internas e tetos, devidamente preparadas lixadas, deverá ser Aplicada massa corrida e posteriormente lixada . Sobre a massa corrida será aplicada duas demãos de tinta PVA látex, conforme o item Pintura destas especificações.

Sobre as paredes externas devidamente preparadas e lixadas deverá ser aplicada uma demão de líquido selador e sobre o mesmo duas demãos de tinta acrílica .
Limpeza

A obra devera ser entregue completamente limpa de qualquer tipo de entulho.


Confecção da Pista

Regularização e nivelamento do terreno confeccionando a pista de rolamento.

Serão instaladas manilhas de concreto Ø 300 mm, para drenagem pluvial da pista, conforme projeto arquitetônico.

Os obstáculos serão construídos com o aterro mecânico e manual, sendo modulados conforme detalhes do projeto arquitetônico.

A pista receberá uma camada de pó de pedra, que deverá ser molhado e compactado, dando um acabamento uniforme.

A rampa de largada receberá uma camada de 10 cm de concreto, com acabamento em ranhuras transversais. As raias serão marcadas com tinta para piso, na cor branca ou amarela.

As curvas serão imprimadas e receberão uma camada de asfalto com compactação e acabamento manual.

Os taludes laterais dos obstáculos e das curvas serão gramados.

Ao longo das laterais da pista serão instalados 06 pontos de água para irrigação dos gramados e da pista.

Serão construídos um podium para a premiação dos pilotos, mastros para hasteamento de bandeiras, bases concretadas para os fiscais de prova, conforme detalhes do projeto arquitetônico.

Serão confeccionados em tubos metálicos de 40 mm pórticos de largada e chegada, conforme detalhes do projeto.

Será instalado um semáforo com braço metálico, conforme projeto.

As raias de espera serão construídas com tubos metálicos e cordas de nylon, conforme projeto.

O gate de largada será construído com tubos metálicos de 60 mm, conforme projeto.

A pista terá 8 postes de iluminação no mesmo padrão da avenida.

Será instalado um padrão de energia trifásico, com disjuntor tripolar de 120 A. A instalação elétrica da pista terá 5 pontos, conforme projeto.

A pista será fechada com cerca confeccionada com tubo metálico Ø 40 mm e tela galvanizada, conforme projeto. Serão instalados 2 portões de 3,00 m e 1 portão de 1,00 m.

Serão construídas arquibancadas em alvenaria de tijolo cerâmico rebocada e pintada com tinta para piso.

Será construída uma área de concentração para pilotos com piso cimentado rodeado por banco de concreto, conforme projeto.

Pirapora-MG, julho de 2013



Pagina - Paulo Cézar de Araújo Neves - Eng. Civil – CREA – MG 18.457/D



Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal