Mec universidade federal rural do rio de janeiro



Baixar 21.46 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho21.46 Kb.


MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

DAARG – DEPARTAMENTOS DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E REGISTRO GERAL

DRA - DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS

PROGRAMA ANALÍTICO




DISCIPLINA



CÓDIGO: IT 137 NOME: ENERGIA NA AGRICULTURA II

CRÉDITOS: 03

(T2 P1) Cada Crédito corresponde a 15h/ aula



DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA



INSTITUTO DE TECNOLOGIA

OBJETIVO DA DISCIPLINA:

Conscientizar os alunos dos problemas que a humanidade enfrenta diante da necessidade cada vez maior de energia; apontar soluções para a falta de energia no campo; dar a conhecer as diferentes fontes de energia, como extraí-la, transformá-la e utilizá-la; despertar a consciência do estudante para o uso racional da energia, a redução do desperdício, e a preservação dos recursos naturais renováveis como fontes de energia alternativa.

EMENTA: Introdução. Conceitos básicos em energia. Combustão, combustíveis e fornalhas. Biodigestores rurais. Aproveitamento de pequenas quedas d’água. Energia solar. Energia eólica. Outras fontes de energia.

PROGRAMA ANALÍTICO:

1-Introdução


Consumo de Energia pelo Homem ao Longo de sua História.


Energia e Meio Ambiente.

Distribuição da Energia na Agricultura Mundial.

O Fluxo de Energia no Setor Rural.

Alimento e Dependência Energética.

Energia como Fator de Produção e Desenvolvimento Sócio-Econômico do Meio Rural.

Sistemas Integrados de Produção de Energia e Alimentos.

Planejamento e Uso da Energia no Meio Rural.

Classificação das Fontes de Energia.


2-Conceitos Básicos em Energia

Fonte de potência, força, trabalho, energia, potência, rendimento na conversão da energia em trabalho e calor, conversão de unidades.


3 – Combustão, combustíveis e fornalhas

Princípios gerais da combustão.

Combustíveis (classificação, propriedades, características, etc.).

Fornalhas (classificação, tipos, características, dimensionamento).


4 -Biodigestores

Introdução. Princípio geral do processo de biodigestão anaeróbica. Fatores que afetam a biodigestão. Classificação dos biodigestores. Componentes de um biodigestor. Biofertilizante. Utilização do biogás na propriedade rural. Dimensionamento de biodigestores.


5 - Aproveitamento de Pequenas Quedas d’Água.

Rodas movidas à água

Introdução. Classificação. Dimensionamento.

Turbinas hidráulicas

Pelton, Francis, Kaplan, Michell Banki. Aplicações na geração de energia elétrica.
6 - Energia Solar

Introdução. Radiação Solar. Aproveitamento direto e indireto da energia solar. Aplicações da Energia Solar na Agricultura. Tipos de coletores solares. Princípio de funcionamento. Fatores que afetam a eficiência dos coletores. Utilização de Painéis Fotovoltáicos.


7-Energia Eólica

Introdução. Distribuição do potencial eólico no mundo. Fatores que afetam a energia dos ventos. Sistemas e componentes dos motores eólicos. Classificação dos motores eólicos. Determinação da potência eólica. Velocidade máxima, média e nominal dos ventos. Velocidade de partida e fechamento. Curva de duração da velocidade dos ventos. Dimensionamento de um motor eólico para bombeamento de água e geração de energia elétrica.


7-Outras Fontes de Energia

Energia Nuclear na Agricultura.

Gasogênio.

Célula combustível.


BIBLIOGRAFIA:



ALDABÓ LOPEZ, Ricardo. Energia eólica. 4ª ed. São Paulo: Artliber, 2002. 156 p.
ALDABÓ LOPEZ, Ricardo. Energia Solar. 4ª ed. São Paulo: Artliber, 2002. 155 p.
BEZERRA, A.M. Aplicações Práticas da Energia Solar. Nobel, 1990. 134 p.
BRANCO, Samuel Murgel. Energia e meio ambiente. 13. ed. São Paulo: Moderna, 1996. 96p.
BRASIL. Manual de Energia Solar. 2.ed. rev. e melhorada. Brasilia: A Secretaria, 1978. 54p.
BRASIL. MINISTERIO DAS MINAS E ENERGIA. Fontes alternativas de energia.. 2a ed., 1a impressão. Brasilia: Ministerio das Minas e Energia, Secretaria de Tec, 1983. 87p.
COMETTA, E. . Energia Solar. Utilização e Empregos Práticos. Hemus, 1982. 127 p.
CONTI, Marcelo; HERMANN, Roberto E. Las maquinas en la agricultura moderna : tratado de mecânica agrícola. New and enl. ed. Buenos Aires: Bartolome U. Chiesino, 1950. 2v.
DICK, William E. Atomic Energy in Agriculture. 1957.
DUARTE, E. F., COUTO, JOSÉ L. VIANA, CASTANHEIRA, RENATO G. Rodas hidráulicas – uma opção energética. UFRRJ: imprensa universitária.
ELETROBRÁS. Manual de Microcentrais Hidrelétricas. Brasília: DNAEE, 1985. 344p.
ENCONTRO SOBRE BIOGAS AUTOMOTIVO PARA EMPRESA RURAL; EMBRATER. Coletânea dos trabalhos apresentados. 3. rd. ed. Brasilia: EMBRATER, 1986. 102p.
Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais/CETEC. Uso da madeira para fins energeticos. 7.ed. 1980
LUCAS JÚNIOR, J., SOUZA, C. de F., LOPES, J. D. S. Construção e operação de biodigestores. Viçosa: CPT, 2003. 176p.
M. LUIZ, ADIR. Como Aproveitar a Energia Solar. Edgard Blucher, 1985. 191 p.
MELLO, Marcello Guimarães. Biomassa: energia dos trópicos em Minas Gerais. Rev. ed. Belo Horizonte: Labmídia, 2001. 268p.
MIALHE, Luiz Geraldo. Máquinas Motoras na Agricultura. São Paulo: EPU/EDUSP., 1980. 289 p. vol. I.
NOGUEIRA,Luiz Augusto Horta. Biodigestão: a alternativa energética. 1ªed. São Paulo: Nobel, c1986. 93p. ISBN 8521304226(broch.)
PALZ, WOLFGANG. Energia Solar e Fontes Alternativas. Hemus, 1981. 358 p.
WILLIAMS, James Richard, 1941. Solar energy. 2.ed. 1977.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal