Mensagem de Discipulado o poder da rendiçÃO



Baixar 8.5 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho8.5 Kb.


Mensagem de Discipulado

O PODER DA RENDIÇÃO

Jonas 2.1-10

1 Então, Jonas, do ventre do peixe, orou ao SENHOR, seu Deus, 2 e disse: Na minha angústia, clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do abismo, gritei, e tu me ouviste a voz. 3 Pois me lançaste no profundo, no coração dos mares, e a corrente das águas me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas passaram por cima de mim. 4 Então, eu disse: lançado estou de diante dos teus olhos; tornarei, porventura, a ver o teu santo templo? 5 As águas me cercaram até à alma, o abismo me rodeou; e as algas se enrolaram na minha cabeça. 6 Desci até aos fundamentos dos montes, desci até à terra, cujos ferrolhos se correram sobre mim, para sempre; contudo, fizeste subir da sepultura a minha vida, ó SENHOR, meu Deus! 7 Quando, dentro de mim, desfalecia a minha alma, eu me lembrei do SENHOR; e subiu a ti a minha oração, no teu santo templo. 8 Os que se entregam à idolatria vã abandonam aquele que lhes é misericordioso. 9 Mas, com a voz do agradecimento, eu te oferecerei sacrifício; o que votei pagarei. Ao SENHOR pertence a salvação! 10 Falou, pois, o SENHOR ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra.”

Ao observarmos toda a palavra de Deus, vemos que o Senhor tem um compromisso com a obediência e a observação de seus princípios, quando nos rendemos aos propósitos de Deus e submetemos nossa vontade à Sua vontade colhemos os benefícios dessa rendição. Para nos rendermos à sua vontade precisamos entender as seguintes questões:



  1. Deus sempre está no controle

Em nenhum momento da história do mundo ou do universo o Senhor perdeu o controle de qualquer situação. Deus é soberano, onipotente, onipresente, onisciente, etc. Ele é conhecedor de todas as coisas e mantém tudo de acordo com sua vontade. Muitos têm a impressão de que Deus trava uma batalha difícil de ser vencida contra o inimigo. Entretanto não há dificuldade para Deus contra o reino do Inferno. Não há demônio, principado e potestade que não seja subjugado pelo poderoso nome de Jesus. O livro de Jó nos ensina sobre o poder e majestade do nosso maravilhoso Deus, criador e mantenedor do universo.

Além de ter todo controle a Bíblia nos ensina em Mateus 7.9-11 que Deus tem boas coisas reservadas para os seus filhos: “9 Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? 10 Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? 11 Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?”. Além disso, Ele sempre fazer tudo para nosso bem, é o que nos preceitua o texto de Romanos 8.28: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.



  1. A humildade é o caminho para rendição

Jonas enquanto lutava contra sua missão foi resistido e impedido por Deus de prosseguir, em Tiago 4.6b a Bíblia declara que “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”. Sermos humildes diante de Deus é reconhecermos que os planos dEle sobre nós são melhores do que os nossos. É aceitarmos a vontade do Senhor para nós e andarmos de acordo com o que a sua Palavra nos instrui. A partir do momento que entendemos essa verdade nos humilhamos perante Deus e aceitamos Seu senhorio, nos rendemos a sua vontade e fluímos no cumprimento daquilo para o que Ele nos designou. O contrário da humildade chama-se orgulho, é você acreditar que seus desígnios e vontades são maiores e melhores que os de Deus.

  1. Na sua missão está sua provisão

Existem preciosas promessas decorrentes da obediência. Quando estamos no centro da vontade de Deus “as benção vêm e nos alcançam” como vemos descrito em Deuteronômio 28. Quando cuidamos daquilo que o Senhor nos comissionou fazer Ele cuida do que precisamos, assim vemos em Mateus 6.33 “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Quando Deus nos comissiona Ele também nos capacita, Ele nunca nos enviará a cumprir uma missão sem nos fornecer os insumos para concluí-la.

Jonas quando se rendeu ao chamado de Deus foi capaz de cumprir sua missão e livrar toda uma nação da destruição, foi capaz de conhecer o tamanho do amor do Senhor por nós. Precisamos a aprender com o exemplo de Jonas a não sermos orgulhosos e pensarmos apenas em nosso próprio bem estar, mas fazer aquilo que o Eterno nos convocou a fazer para experimentarmos tudo aquilo que a Palavra nos promete, tanto par nós quanto para o que nos cercam. A rendição aos propósitos de Deus irá nos levar a níveis que sequer imaginamos, pois a Palavra nos promete em 1 Coríntios 2.9 que “como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam”.


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal