Mensagem de hoje: vida pacífica em um mundo hostil (04/10) vida pacífica em um mundo hostil



Baixar 14.64 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho14.64 Kb.
Celebrações de domingo manhã ICs

15 de março de 2015



Série: PODER PARA MUDAR SUA VIDA

Mensagem de hoje: VIDA PACÍFICA EM UM MUNDO HOSTIL (04/10)

VIDA PACÍFICA EM UM MUNDO HOSTIL

Um coração em paz dá saúde ao corpo...”

Pv 14.30 (AM)



  • INTRODUÇÃO:

Todos querem viver em paz! Desejamos viver em paz de espírito. As pressões do lar, do trabalho, dos estudos, da violência, dos problemas financeiros, as crises de relacionamentos, enfim as pressões do cotidiano diariamente tentam nos roubar a paz, não é verdade?


Muito de nós, infelizmente precisamos admitir que vivemos mais em estresse, do que em paz. Não é mesmo?
O mundo está a cada dia mais estressado. Só nos EUA são consumidas mais de 15 toneladas de aspirinas por ano. Livros de “paz de espírito” rapidamente se transformam em verdadeiros best-sellers.
Já Salomão a quase 3.000 anos atrás advertia: “O coração tranquilo é a vida da carne...” (Pv. 14:30).


  • Você Precisa de 3 Tipos de Paz:




  1. Paz Espiritual: Rm. 5:1 “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos a paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo,”

  2. Paz Emocional: Cl. 3: 15 “Que a paz de Cristo seja o juiz em seu coração, visto que vocês foram chamados para viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos.”

  3. Paz nos Relacionamentos: Rm. 12: 18. “Façam todo o possível para viver em paz com todos.”

Como de fato podemos encontrar paz?




  1. COMPREENDA A PROMESSA DA PAZ DE DEUS (Jo. 14:27)

Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo.”


A paz é um presente, não podemos conquista-la, não podemos recebê-la por méritos. É um presente que simplesmente aceitamos ou rejeitamos.
A paz do mundo é passageira. Alguém já calculou que nos últimos 3.500 anos apenas 286 anos o mundo viveu em paz.
A paz não se relaciona com as circunstâncias, isto é vivemos em paz, em meio a grandes turbulências. Permite-nos ficar tranqüilos em meio aos problemas.



  1. OBEDEÇA AOS PRINCÍPIOS DE DEUS (Sl. 119: 165-167).

Os que amam a tua lei desfrutam paz, e nada há que os faça tropeçar. Aguardo a tua salvação, Senhor, e pratico os teus mandamentos. Obedeço aos teus testemunhos; amo-os infinitamente!”


Se queremos paz, precisamos obedecer aos princípios da Palavra de Deus. Deus nos diz que viveremos em paz, quando fizermos o que Ele manda. “Siga as instruções” do manual da vida.



  1. ACEITE O PERDÃO DE DEUS (Mq. 7:18)

Quem é comparável a ti, ó Deus, que perdoas o pecado e esqueces a transgressão do remanescente da sua herança? Tu, que não permaneces irado para sempre, mas tens prazer em mostrar amor.”


Aceitar o perdão de Deus, é decidir sair do castigo imposto pelo pecado. Significa indulto. A culpa é o destruidor no. 1 da paz no coração das pessoas. Quando nos sentimos culpados nos sentimos perseguidos pelo nosso passado. “E se alguém encontrar o esqueleto em nosso armário?”
Miquéias diz que Deus tem prazer em limpar sua ficha. Lembre-se de I Jo. 1:9. O perdão de Deus está disponível para você agora mesmo.



  1. CONCENTRE-SE NA PRESENÇA DE DEUS (Is. 26:3)

Tu, Senhor, guardarás em perfeita paz aquele cujo propósito está firme, porque em ti confia.”


Se quisermos ter paz, temos que focalizar na presença de Deus. Ela dissipa todo mal e tudo que nos rouba a paz da presença de Deus em nós. Lembre-se do Sl. 146:1.



  1. CONFIE NO PROPÓSITO DE DEUS (PV. 3: 5-6)

Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará a as suas veredas.”


Se quisermos experimentar a paz de Deus, temos que confiar nos propósitos de Deus, eles sempre são maiores que os seus problemas. Mesmo que as coisas a princípio não façam sentido, Deus está no controle de tudo, por isso confie sempre.
Lembra-se do episódio de Lucas 8.22-25?
Certo dia Jesus disse aos seus discípulos: Vamos para o outro lado do lago. Eles entraram num barco e partiram. Enquanto navegavam, ele adormeceu. Abateu-se sobre o lago um forte vendaval, de modo que o barco estava sendo inundado, e eles corriam grande perigo. Os discípulos foram acordá-lo, clamando: Mestre, Mestre, vamos morrer! Ele se levantou e repreendeu o vento e a violência das águas; tudo se acalmou e ficou tranquilo. Onde está a sua fé?, perguntou ele aos seus discípulos. Amedrontados e admirados, eles perguntaram uns aos outros: Quem é este que até aos ventos e às águas dá ordens, e eles lhe obedecem?”
Por que Jesus dormia em meio a uma tempestade em alto mar? Ele confiava nos propósitos do seu Pai.



  1. PEÇA A PAZ DE DEUS (Fp. 4: 6-7)

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.”


Se você deseja ardentemente viver em paz, precisa pedir isto a Deus! Olhe a ordem: primeiro a oração, depois a paz! A paz é efeito da oração. Se você não está orando certamente está se preocupando.
Lembre-se de 1 Pedro 5.7 e João 14.1.
Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.”

1 Pe 5.7
Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; a creiam também em mim.”

1 Jo 14.1



  • CONCLUSÃO

O que está roubando a sua paz hoje? É uma culpa? Volte-se para Deus buscando o perdão. É uma preocupação? Uma mudança de emprego? As finanças? Uma pessoa difícil?


Qual é o seu medo mais profundo? Solidão? Fracasso? Morte? Enfermidade? Mudanças? Responsabilidade?
Faça comigo essa oração: Deus, conceda-me a serenidade para aceitar aquilo que não posso mudar, a coragem para mudar as coisas que posso e a sabedoria para saber qual é a diferença; vivendo um dia de cada vez, apreciando um momento de cada vez, recebendo as dificuldades como um caminho para chegar à paz, e, como Jesus, aceitando as circunstâncias do mundo como realmente são e não como gostaria que fosse. Confiando que o Senhor fará tudo dar certo se eu me entregar à Sua vontade assim poderei ser feliz nesta vida e supremamente feliz ao Seu lado na eternidade. Amém!




©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal