Metadados dos Modelos Digitais de Elevação do Projeto spmggo50 Informação de identificação



Baixar 17.55 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho17.55 Kb.
Metadados dos Modelos Digitais de Elevação do Projeto SPMGGO50
Informação de identificação

Titulo 

MODELO DIGITAL DE ELEVAÇÃO 1:50.000

Data 

13/11/2007

Edição 

1a edição

Nome 

Modelo Digital de Elevação 1:50.000

Resumo 

O Modelo Digital de Elevação, que integra o projeto SPMGGO, representa o modelo numérico das características altimétricas da superfície, articuladas por folhas, segundo o recorte do mapeamento sistemático brasileiro. Abrange um quadrilátero geográfico de 15'00'' de latitude por 15'00' de longitude.

Finalidade 

Representar através de um modelo numérico, as características altimétricas da superfície

Crédito 

Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE / Diretoria de Geociências - DGC / Coordenação de Cartografia - CCAR



Ponto de contacto


Nome individual 

Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Nome da Organização 

Diretoria de Geociências - DGC / Coordenação de Cartografia - CCAR




Voz 

55 (21) 2142-4987

Numero de Fax 

55 (21) 2142-4973

Endereço 

Av. Brasil, 15671 - Parada de Lucas

Cidade 

Rio de Janeiro

Código postal 

21241-051

País 

BR

Endereço de correio electrónico 

cartografia@ibge.gov.br




Informação do sistema de referência


Codigo 

SAD69

gmd:elipsoide 

UGGI 67

gmd:parametros 

6378160,00 m e 298,25

gmd:sistemaDeProjecao 

UTM - Fuso 22


Informações de qualidade de dados


Instrução 

Modelo Digital de Elevação obtido através de processamento fotogramétrico analítico.

Fonte 

Fotografias aéreas, cuja data do voo é de julho de 2002, obtidas a partir de aerolevantamento executado pela empresa Base Aerofotogrametria e Projetos S.A.

Fonte 

Fotografias aéreas com escala aproximada de 1:35.000, com resolução de 0.7m. Para a obtenção das fotografias aéreas foi utilizada câmera Wild RC10, com distância focal 153.597 mm.




Etapa do processo 

O MDE foi gerado através de algoritmos de extração altimétrica por correlação de imagens em processos executados no aplicativo SOCET SET / ATE Automatic Terrain Extraction (v 4.3). No processo de extração do MDE, podem ocorrer anomalias nos modelos, ocasionadas por limitações práticas de correlação como, por exemplo, áreas de sombra. Estas anomalias normalmente são representadas por desníveis ou descontinuidades, tabuleiros de forma triangular e padrões de valores que não correspondem com o terreno. É recomendável a edição para reduzir ou eliminar estas anomalias. A exatidão pode variar, em média, 5 metros na componente altimétrica, dependendo das características da região.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal