Metódico, o cavalinho



Baixar 25.18 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho25.18 Kb.
METÓDICO, O CAVALINHO

(Texto de James Goodwin Júnior/ adaptação de Alexandre Morcillo /

adaptado por Rogeria de Souza Valente Frigo)

1ª CENA

(Entra em cena “Elke”. Ela é uma égua muito bonita. Ganhou muitos prêmios em exposições. Ela vai à “boca de cena” e fica balançando a crina e se olhando no espelho. Logo após entra “Veloz” em disparada. Ele foi um grande cavalo de corridas. Cenário: curral).


Elke: Veloz! Será que você não pode parar de correr um pouco?
Veloz: Parar? Por que? Eu não posso é perder a forma.
Elke: Eu sei que você foi um grande corredor, mas está me atrapalhando!
Veloz: E eu também sei porque você passa o dia todo se arrumando!
Elke: Ora! Você não sabe que eu já ganhei muitos prêmios em exposições? Sou muito famosa, se te interessa!
(Entra em cena “General”. Ele é um cavalo nobre e se porta como tal).
General: Mas o que vocês dois tanto discutem? Lá de fora se ouve a confusão. Será que não há mais respeito com um cavalo como eu?
Elke: Seu metido!
Veloz: Só porque foi um cavalo da família real...
General: Bata na boca, seu cavalinho de corridas. Todos sabem que eu sempre fui o cavalo preferido da rainha. Ela se recusava a sair para um passeio sem que fosse comigo.
(Entra em cena “Nóbile”. Ele é um cavalo puro sangue e sempre traz em suas mãos um diploma, atestando sua virtude sangüínea).
Nóbile: Entretanto não sabe nem onde nasceu. Enquanto eu, tenho sempre o meu diploma para comprovar que sou um puríssimo sangue. Portanto, se discutiam quem é o maior, aqui estou.
(Todos discutem, tentando provar sua superioridade)
Veloz: Eu proponho que se faça uma pesquisa. Temos que saber qual de nós é o mais famoso.
Elke: Eu concordo. Mesmo porque já sei de antemão que serei a vencedora.
General (debochando): Ah! Se você pode me passar à frente!
Nóbile: Eu serei o vencedor! Sou o único que tenho diploma. Olhem!
(Discutem mais uma vez) (Entra em cena “Metódico”. Ele é um cavalo sereno e de fala doce)
Veloz: Ah! Lá está Metódico! Escute, Metódico, você não gostaria de participar da pesquisa que vai dizer qual de nós é mais famoso?
Metódico - (rindo): Eu não posso!
Nóbile: Mas por quê?
Metódico: Porque eu nunca fui um cavalo famoso.
Todos: Não?
Metódico: Mas, embora eu não tenha sido famoso, me sinto muito feliz e satisfeito. Sabem? Eu participei da Missão.
General: Participou da missão? Que Missão? Não entendi...
Metódico: A Missão... Eu levei Wesley para espalhar o Evangelho por toda parte.
Elke: Parece interessante!
Veloz: Vamos Metódico, conte esta história direitinho.
Metódico: A história começa com meu dono. O nome dele era John Wesley, era pastor da Igreja da Inglaterra, chamada Anglicana. Desde cedo, João dedicou seu trabalho às outras pessoas: pobres, presos, doentes...
General: Isto para mim não é novidade. Eu mesmo vi muitas vezes a Rainha ajudando esses tais pobres e doentes.
Metódico: Mas a maior preocupação dele era tornar-se um cristão verdadeiro. Ele lia, orava e trabalhava muito.
Elke: Coisa que muita gente aqui nunca fez! (Veloz, General e Nóbile percebem a indireta)
Metódico: Até que no dia 24 de Maio de 1738, Wesley foi a uma reunião em uma capela, na rua Aldersgate.
Veloz: Ah! A rua Aldersgate.
Nóbile: Ué! Você conhece?
Veloz: Eu não. Nunca a vi mais comprida.
Elke: Dá pra vocês dois deixarem o Metódico contar a história em paz... E aí Metódico, o que aconteceu lá?
Metódico: Bem, foi nessa capela que Wesley sentiu seu coração aquecido e saiu dali um outro homem.
General: Eu não conheço ninguém que tenha sentido esse calor no coração.
Nóbile: Eu só acredito se ele tiver um diploma provando.
Metódico: Wesley percebeu que a maior parte das pessoas que precisava ouvir as Boas Novas de Deus não ia à Igreja. Wesley começou a pregar nas ruas, nas estradas, nas minas de carvão...
Nóbile (limpando a roupa): Nas minas de carvão?
Metódico: Era uma mensagem viva, forte, que deu início a uma grande mudança na Igreja: o Movimento Metodista. O primeiro sermão ao ar livre marca bem o que é o Metodismo. Foi baseado em Lucas 4:16-21.


16   Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.

17   Então, lhe deram o livro do profeta Isaías, e, abrindo o livro, achou o lugar onde estava escrito:

18   O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos,

19   e apregoar o ano aceitável do Senhor.

20   Tendo fechado o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e todos na sinagoga tinham os olhos fitos nele.

21   Então, passou Jesus a dizer-lhes: Hoje, se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir.
Elke: Então foi assim que começou o Metodismo?
Metódico: E depois disso o movimento só cresceu! E o Metodismo se espalhou como fogo no capim seco.
Veloz (pulando): Ai! Ai! Ai!
General: O que é isso, Veloz?
Veloz: É que eu pensei que o capim seco estava pegando fogo.
Metódico: Wesley dizia: “O mundo é minha paróquia”. O homem não estava brincando! Ele andou a cavalo até os 70 anos. Eu mesmo viajei muito com ele.
Elke: Puxa!
Nóbile: Hum! Aposto como não foi muito longe.
Metódico: Ah! Aí é que você se engana. No Brasil, por exemplo, os metodistas chegaram em 1836. Mas como da primeira vez não deu certo...
Todos: Ah! Que pena!
Metódico: ...não desistiram. Tentaram de novo. E assim foi: a pé ou a cavalo, de barco ou de trator, carro ou caminhão, de ônibus e de todo jeito, o Metodismo se espalhou pelo Brasil inteiro!

Veloz: Mas isso deve fazer muito tempo.
Metódico: E continua se espalhando até hoje.
Elke: Então as pessoas que espalham o Metodismo devem andar de avião supersônico.
Metódico: Não! A cavalo ainda, a pé até... Muita gente espalha o Metodismo hoje, pregando o Evangelho, a libertação em Jesus Cristo. No nordeste e na região da Amazônia, homens, mulheres e crianças dependem também das orações e das ofertas que a sua igreja levanta no 3º domingo de maio, para não deixar o Metodismo parar.
Veloz: Puxa! Agora eu sei porque a oferta do 3º domingo de maio é chamada de “Oferta Missionária”.
Metódico: E você? Olhe em volta! Nós aqui no curral já descansamos. Mas eu garanto que há um jeito de você também participar desta história de gente e de cavalos, de amor a Jesus e às outras pessoas. Que tal você também ajudar a espalhar o Metodismo?
Elke: Eu vou participar desta história bonita!
Veloz: Vou correndo espalhar o evangelho!
General: Deixe comigo. Vou usar toda a minha formação para levar a mensagem de Cristo.
Nóbile: Não há coisa melhor do que a gente dar a vida para a obra de Deus.
(Metódico fica sozinho em cena)
Metódico: Viram? Nenhuma vida pode ser mais valorizada ou mais abençoada do que aquela que anuncia o Evangelho de Jesus.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal