Museu de Olaria de Barcelos 1 – Importância do Museu para a cidade



Baixar 8 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho8 Kb.
Museu de Olaria de Barcelos

1 – Importância do Museu para a cidade

O Museu de Olaria, dado o seu importante espólio, as actividades pedagógicas e de formação que dinamiza, assim como a afluência de público que o visita representa um importante pólo cultural e económico para a região.


Dada a importância deste Museu para Barcelos, a autarquia já iniciou um novo projecto de reestruturação e reconstrução do Museu, que visará ampliar o espaço, criar novas salas, zonas de lazer, a fim de melhorar os serviços prestados pelo Museu aos seus visitantes, mantendo, contudo, o traçado original da casa dos Mendanhas.
O Museu possui actualmente em estudo um depósito de colecção pertencente ao Museu de Etnografia e História do Porto / Instituto dos Museus e da Conservação. Desta colecção fazem parte objectos de olaria de vários centros produtores portugueses, sendo significativo o conjunto referente à região Norte. São peças recolhidas desde o final do século XIX até à primeira metade do século XX.
2- Origem do Museu

O Museu de Olaria de Barcelos foi criado em 1963, após a doação de uma valiosa colecção recolhida pelo etnógrafo barcelense Joaquim Selles Paes de Villas Boas, constituída por cerca de 700 peças representativas do mais significativo e do melhor que se fazia nas olarias do concelho na década de 1940. Ao conjunto de peças da região de Barcelos, Selles Paes juntou alguns artefactos de barro de outras proveniências, assim como outros objectos de carácter etnográfico, tais como diversos instrumentos de trabalho.


Inicialmente designado Museu Regional de Cerâmica e, posteriormente, Museu de Cerâmica Popular Portuguesa, o crescimento do espólio do Museu tornou as suas instalações iniciais insuficientes, tornando-se, então, necessária a aquisição de um espaço próprio e adequado à concretização da missão e objectivos que este projecto pretendia concretizar.
Assim, em 1982, a Câmara Municipal de Barcelos adquiriu, em pleno centro histórico da cidade, a Casa dos Mendanhas Benevides Cyrne, um edifício do século XVIII, onde se encontra actualmente o Museu de Olaria inaugurado a 29 de Julho de 1995.
3- A colecção

O Museu de Olaria conta, actualmente, com um espólio de cerca de 8000 objectos, provenientes não só do concelho de Barcelos, mas também de outras regiões de Portugal e de países lusófonos, nomeadamente Brasil, Angola e Timor, ou de outros, tais como Espanha, Chile e Argélia.


O espólio do Museu de Olaria é essencialmente etnográfico e representativo da actividade de produção de olaria. Paralelamente, a instituição possui algumas peças de faiança, azulejos e cerâmica arqueológica, assim como alguns instrumentos de trabalho.
O património da instituição resulta da aquisição a particulares e antiquários, de doações e de trabalhos de campo em centros oleiros extintos ou em vias de extinção e de outros ainda em laboração, testemunho da tradição de uma região de um modo particular, e da herança de um povo, de um modo geral.
 

Fonte: http://www.museuolaria.org



-


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal