Índice 2 Como nasceu a palavra Ergonomia? 3 O que é a Ergonomia? 3 Ergonomia no trabalho. 3 Posições correctas a ter no trabalho. 4 O equipamento ergonómico 6



Baixar 37 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho37 Kb.





Índice




Índice 2

Como nasceu a palavra Ergonomia? 3

O que é a Ergonomia? 3

Ergonomia no trabalho. 3

Posições correctas a ter no trabalho. 4

O equipamento ergonómico 6

Monitor 6

Teclados e ratos 6

Óculos protectores 7

Cadeiras 7

Acessórios 7



Vantagens da ergonomia 7

Conclusão 8



Como nasceu a palavra Ergonomia?


A palavra “Ergonomia” vem de duas palavras Gregas: “ergon” que significa trabalho, e “nomos” que significa leis.

A Ergonomia nasceu na era paleolítica quando o homem crio o seu 1º utensílio de sobrevivência. A partir da idade media com a chegada de novas tecnologias foram criados laboratórios A partir daí, esta ciência passou a englobar conhecimentos de outras áreas – como medicina, psicologia, engenharia, arquitectura, design –, todas focalizadas no objectivo comum que é o conforto.

O que é a Ergonomia?

Hoje em dia, a palavra é usada para descrever a ciência de “conceber uma tarefa que se adapte ao trabalhador, e não forçar o trabalhador a adaptar-se à tarefa”. A maior parte das pessoas já ouviu falar de Ergonomia e pensam que é algo relacionado com cadeiras, com ferramentas ou teclados de computador,... Mas a Ergonomia é muito mais do que isso! A Ergonomia é a aplicação de conhecimentos científicos relativos ao Homem para conceber objectos, sistemas e envolvimentos adequados. Sistemas de trabalho, de desporto, de lazer, ou outros, devem incluir princípio ergonómico na sua concepção, visando de forma integrada a saúde, a segurança e o bem-estar do indivíduo, bem como a eficácia dos sistemas. A Ergonomia está presente em tudo o que envolve as pessoas.


Ergonomia no trabalho.

A Ergonomia é uma disciplina que fundamenta a sua acção numa perspectiva científica do trabalho humano.



Pelos seus métodos, a ergonomia permiti uma outra inteligibilidade do funcionamento dos sistemas produtivos, a partir da compreensão de toda a actividade de trabalho do homem. Para tal, torna-se imperioso o conhecimento do funcionamento humano, nos diversos planos.

Os Ergonomia são centrados na actividade de trabalho

humano, permitido identificar, descrever e quantificar os

Comportamentos observáveis, exemplos:


-Acções exercidas directamente sobre o objecto de trabalho ou dispositivos técnicos;

-A comunicação interpessoal;

-Os deslocamentos no envolvimento de trabalho;

-A recolha da informação directamente sobre o objecto de trabalho ou dispositivos técnicos;

-As posturas de trabalho.

Posições correctas a ter no trabalho.

Cuidados a ter, para quem passa muitas horas em frente ao computador. Hoje em dia, com desenvolvimento da informática, as pessoas tornar-se mais dependentes da sua ferramenta de trabalho.

A postura correcta no posto de trabalho, pode prevenir que as pessoas não venham a ter mais tarde problemas de saúde, como por exemplo. Dores nas costas, dores de

cabeça, tensão. Todos estes factores acabam prejudicando a produtividade.


As dores de cabeça podem ser provocadas pelo excesso de tempo em frente ao monitor devido a luminosidade, e radiação. As dores nas costas devido ao excesso de tempo sentado.
Aqui estão alguns exemplos do que devemos ter em atenção em relação a postura.
Errado. Vários especialistas recomendam, não segurar o telefone com o ombro porque sobrecarrega apenas um lado da coluna.

Errado. Quem utiliza o teclado ao lado do computador tende a inclinar o corpo para ler o que escreve, deixando a coluna torcida por muito tempo. Em poucas horas estará sentindo os sintomas de dor nas costas e irritação com o trabalho

Errado. Cadeira sem encosto, são incómodas. As cadeiras tipo poltrona, muito confortáveis também não são recomendadas, a pessoa acha que está relaxando quando na verdade está fazendo um mal terrível à região lombar. Acaba assim se tornado o ciclo vicioso: quando mais se tenta relaxar dessa forma, mais aumentam as dores na coluna.

Errado. O cotovelo não pode estar abaixo da linha do pulso. Dessa forma a região fica sobrecarregada e os dedos acabam fazendo uma força extra para apertar o rato. A maioria dos casos de tendinite no pulso é causada por esse costume errado.

Errado. Não adianta estar sentado na posição correcta se os pés não alcançam o chão. O corpo fica sem apoio dessa forma.


  • Punho em uma posição neutra (sem dobrar).

  • Teclado directamente á sua frente.

  • Rato próximo do teclado e no mesmo nível.

  • Joelhos discretamente abaixo do quadril.

  • Pés apoiados no solo ou no descanso para os pés.

  • Ombros e quadris alinhados.

  • Encosto adaptado à curvatura da coluna.

  • Descanso de braço na altura do cotovelo.

  • Altura do assento abaixo da rotula.

O facto de pormos estes exemplos em pratica podemos corrigir certos problemas de saúde, futuros.


Para evitar incómodos deve manter-se direito, com os ombros descansados. Por norma, deveremos procurar ângulos de 90º graus entre a espinha e as pernas, ou entre estas e os pés, que devem ter um capo regulável. Por conseguinte, é importante estar sentado numa boa cadeira regulável, que tape a região lombar e braços e permita assentar os pés no chão.

Para conseguir um bom ângulo de visão, o pescoço deve estar direito e o olhar na linha do horizonte. Quando olha em frente, o topo do ecrã deve estar posicionado à mesma altura da linha de visão e a uma distância de 45 a 0 centímetros. Os braços devem estar ao lado do corpo, em ângulo recto. Os pulsos devem acompanhar a direcções dos braços, isto são devem estar direitos.

Após algumas horas de trabalho, são necessários alguns momentos de descanso, realizando exercícios simples: feche as mãos durante um segundo, para depois as a com os dedos estendidos, ou estenda os braços diante de si e faça-os rodar em pequenos círculos.

Pare de trabalhar regularmente e vá apanhar ar (no mínimo, dez minutos por cada hora de trabalho), ande para activar a circulação sanguínea, mexa as articulações dos dedos, braços e pernas e relaxe as costas e o pescoço. Como rotina, afaste o olhar do ecrã e foque-o no ponto mais distante da sala ou olhe através de uma janela observando o infinito... O corpo agradecerá!...




O equipamento ergonómico


O ambiente agora deverá possuir uma boa iluminação e os ecrãs estarem perpendiculares à orientação das lâmpadas. O tampo da secretária, o computador e o teclado não devem ter superfícies reflectoras e a cadeira deve ser ajustada de forma a se sentir confortável (o que pode significar diferentes escolhas pessoais). O mobiliário deve adaptar-se ao trabalhador e não o contrário.


Diversos estudos médicos defendem que trabalhar horas sem fim em frente de um computador leva ao aparecimento de algumas doenças tais como as lesões de carácter repetitivo (RSI - Repetitive Strain Injury) e a síndrome do canal cársico ou síndrome do túnel cársico.

não esteja cientificamente provado que o uso de periféricos ergonómicos possa diminuir ou evitar os riscos da síndrome do túnel cársico, muitos utilizadores encontraram algum alívio para as dores através da sua utilização.



Monitor

Para combater o cansaço dos olhos, o ideal será melhor optar pelos modelos LCD. No entanto por causa dos seus preços, estarão fora do alcance de muita gente. Quanto maior for o ecrã melhor pois não teremos de forçar a vista e assim não nos cansa tanto.


Teclados e ratos


Estes, mais o monitor, são aqueles que mais influenciam a sua saúde e provoca um maior cansaço ou não, dependendo da forma como os utilizamos. Uma grande parte dos teclados ergonómicos do mercado já inclui apoio para os pulsos, que é de utilização obrigatória. No entanto, os utilizadores que utilizam com muita intensidade deverão comprar um teclado ergonómico porque diminui o cansaço e aumenta a velocidade da introdução de dados. Um rato ergonómico também é aconselhado pois exige um menor esforço do pulso. Recomendam-se os modelos com sensor óptico (não tem bola) e que garante uma maior precisão entre o rato e o tapete.





Óculos protectores

Quando se passa longas horas em frente ao ecrã, deve-se procurar óculos de protecção e descanso da vista. Estes tipos de óculos fazem com que o cansaço e o vermelhão dos olhos sejam menores, e que as dores de cabeça sejam evitadas.



Cadeiras

Uma boa cadeira é fundamental.Como regra devemos procurar um modelo que nos permite ajustar a cadeira um maior numero de vezes (altura, apoio dos braços, do encosto e ângulos) e preparado para eventuais posições incorretas.



Acessórios

Copiar um texto de uma folha mal posisionada, para o computador é tambem muito cansativo.Deveria-se usar um suporte para as folhas e colocalo de preferência, entre o teclado e o monitor, fazendo um ângulo relativamente á secretária. O apoio para os pés também é de grande importancia se a cadeira estiver numa posição demasiado alta para conseguir apoiar correctamente os pés no chão.




Vantagens da ergonomia

A ergonómia com varias vantagens para os homems, quer no trabalho, quer nas suas actividades de lazer.

O seu objectivo é melhorar a facilidade de adaptação entre o homem, a máquina e o ambiente físico de trabalho.

Procurando um equilíbrio que permite adaptar os objectos, os materiais e instrumentos de trabalho a essas características tornando as tarefas de trabalho e lazer mais fáceis, confortáveis e seguras.


Ergonomia é sinónimo de eficiência.


Conclusão

“Proceder a forma de adaptação do trabalho ao homem e não do homem o trabalho.”


O objectivo da ergonómia é aplicar os princípios ergonómicos a fim de melhorar a compatibilidade entre o homem , a máquina e o ambiente físico de trabalho, através do equilibrio entre as exigências das tarefas das máquinas assim como a capacidade de processamento da informação humana.
Trabalho efectuado por:
Patricia Miranda;

Ricardo Santos;

Paula Serra;

Paulo Pires.


Fim.


Ergonomia







©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal