Neste número Atividades de Transição



Baixar 87.72 Kb.
Encontro24.07.2016
Tamanho87.72 Kb.

B

oa Vontade Mundial

Carta de Notícias 2009 Nº 2

Um boletim regular focalizando a energia da Boa Vontade nos assuntos mundiais



TEMPO DE TRANSIÇÃO


_

Neste número

____________________
Atividades de

Transição

____________________
Mantrans do Novo Grupo de Servidores do Mundo

____________________
Dia da

Grande Invocação

____________________


Editor:

Dominic Dibble



www.worldgoodwill.org

___________________________________________________________________________________


HÁ muitos anos, que o Boletim da Boa Vontade Mundial tem caracterizado o serviço de vários grupos, sob o título de ‘Atividades de Transição’. Uma transição implica em uma mudança de um estado para outro: em termos de consciência poderíamos utilizar várias metáforas, como por exemplo, a mudança de vida ou a renovação de um ponto de vista. Entretanto, se estamos atravessando de um estado para outro, pode-se perguntar: onde temos estado e, mais importante ainda nesta época de crise, para onde nos dirigimos?

Alice Bailey indica que a transição, atualmente em curso, se dá entre duas diferentes épocas ou períodos de distintas consciências. A era que está agora se encerrando, a qual veio condicionando as civilizações humanas a cerca de dois mil anos, que ela denomina de pisceana e a era aquariana que está chegando. Acredite-se ou não em Astrologia, é impossível negar as grandes mudanças que vêm ocorrendo na consciência humana, bem como nesse complexo sistema de relacionamentos, a que denominamos “sociedade”. Na era de Peixes, havia uma tendência geral, entre a maioria das pessoas, para aceitar a autoridade de instituições, fossem elas religiosas, políticas, ou culturais. Neste momento assiste-se a uma mudança de atitude em relação à opinião das pessoas sobre as questões fundamentais da vida humana. Isso está conectado ao crescimento da informação disponível e ao poder da mente humana em absorver e aplicar essa informação de forma inteligente, duas tendências que estão intimamente ligadas ao crescimento da educação de massas. Naturalmente, esta grande mudança envolve alguns problemas, como uma rejeição cega à autoridade, que é tão equivocada quanto a aceitação cega, podendo conduzir a comportamentos que danifiquem o tecido social. Pode levar algum tempo para que os efeitos perturbadores dessa expansão de consciência em massa comecem a diminuir, mas o resultado final deverá ser positivo, e o cidadão final deverá revelar-

se mais apto a compreender os complexos problemas que se colocam à humanidade e a encontrar soluções criativas.

Simultaneamente, à medida que cada vez mais indivíduos revelam capacidade mental, surge outro desenvolvimento naqueles que já possuem experiência na utilização da mente. Eles estão descobrindo a urgência crescente de um trabalho conjunto com outros indivíduos com mentes idênticas, em grupos coordenados, de forma a concretizar a visão de um mundo melhor. A extraordinária explosão do número de organizações não-governamentais surgidas desde o início do século XX é prova desta tendência. Embora de tempos em tempos, muitos destes grupos possam se ver em diversos graus de oposição ao “status quo”, uma de suas características principais é o fato de não se definirem unicamente por esta oposição, tendo antes uma visão positiva do futuro que estão tentando trazer à realidade.

Os grupos mencionados neste boletim representam um amplo leque de abordagens, desde o nível da apresentação de uma visão, até a materialização da mesma, passando por programas de educação e formação. Cada fase é necessária para efetivar uma visão de altos ideais ancorada em técnicas e práticas que permitam melhorar a vida quotidiana das pessoas. Assim, o trabalho dos diferentes grupos pode se complementar e reforçar os esforços uns dos outros.

Estes grupos, e muitos outros afins, estão construindo uma ponte de ligação entre os problemas do mundo de hoje e as soluções do mundo de amanhã. Em um nível mais profundo, eles são exemplos da consciência de interligação necessária para a obtenção de uma transição segura da era de Peixes para a era de Aquário. Todas as pessoas de boa vontade podem encontrar inspiração e oportunidade de colaboração com o seu trabalho no serviço da humanidade.





Atividades de Transição – Prova emergente do serviço grupal




WE, THE WORLD (WTW) (Nós, o Mundo), busca desenvolver uma nova era da consciência planetária e trabalha para a otimização da mudança social por meio da formação de redes globais entre grupos e indivíduos. WTW produzem e promovem eventos e outros programas que aumentem o conhecimento e a consciência pública, relativamente a questões sociais críticas, tais como a violência, a pobreza e os danos ecológicos. A filosofia que se encontra subjacente a este trabalho baseia-se no pensamento global holístico, que identifica a causa dos problemas e ações mundiais com base no princípio de que “As ações de cada indivíduo têm impactos nos sistemas ambientais, econômicos e sociais do mundo, que por sua vez afetam cada um de nós...” Seu objetivo é a construção de um movimento ampliado, regido pela ética, que transmita a mensagem da existência de um número significativo de pessoas que estão se movendo para a construção de um mundo que sirva a todos.

O trabalho da WTW vem sendo desenvolvido com base no pressuposto de que a transformação global começou pelo menos em duas vias críticas: em primeiro lugar, há um número significativo de pessoas que está se envolvendo de forma visível para fazer do mundo um lugar melhor e, por outro lado, que há a noção de que o mundo está se aproximando de um modelo de solidariedade e afastando-se de um modelo de dominação.

Os exemplos das iniciativas desenvolvidas pela WTW são muitos e incluem: a promoção mundial anual da paz e sustentabilidade — 11 Dias de Unidade Global de 11 a 21 de Setembro — tendo havido mais de 700 eventos em mais de 60 países desde 2006; 10 Milhões de Cliques pela Paz, uma campanha apadrinhada pelo Arcebispo Desmond Tutu, Arun Gandhi, Deepak Chopra e muitos outros, desenvolvida a partir da internet com o objetivo de conseguir milhões de dólares para refugiados e educação pacífica; Apoio para a Campanha 2020, um empreendimento social global que junta organizações sem fins lucrativos, organizações comerciais, governamentais e um grande número de pessoas para conseguir uma Terra Sustentável até o ano 2020; “Your Voice Matters” (“A Sua Voz é Importante”), um anúncio de Serviço Público na televisão e na Internet, que conta com a imagem de diversas celebridades e pessoas desconhecidas e visa aumentar a consciência acerca de diversas questões, procurando envolver pessoas na busca de soluções; e o Documentário de Longa Metragem We, The World e Campanha Coordenada é a história épica de como uma jovem mulher inspira o mundo a unir-se para acabar com a pobreza, a destruição ecológica e a guerra. Em colaboração com a Comissão de Coordenação das Comunicações para as Nações Unidas e com outros grupos, realizou-se também uma Campanha Global para a Consciência e Ação da Água, que incluiu o Dia Mundial da Água — 22 de Março de 2009. Para mais informações acerca destas e outras iniciativas, favor visitar www.wetheworld.org: We, The World, 211 East 43rd St. Suite 710, NewYork, NY 10017, USA; Tel: + 1-21 2-867-0846; Email:info@wetheworld.org
  

No ano de 2000, o escritor e ativista sueco Jakob von Uexküll teve a idéia de criar um conselho global não-partidário composto por anciãos sábios, pensadores, pioneiros e jovens dirigentes. Esta idéia materializou-se em 2004 sob a forma de World Future Council (WFC) (Conselho para o Futuro Mundial). O WFC é um fórum internacional de 50 figuras altamente respeitadas – cientistas, defensores dos direitos humanos, ativistas ambientais, artistas e políticos, tais como Pauline Tangiora, uma anciã maori da Nova Zelândia, Hafsat Abiola, um defensor de direitos humanos e civis da Nigéria, David Krieger, presidente da Fundação da Paz da Era Nuclear, Dr. Vandana Shiva, físico, ativista ambiental e escritor, e Marie Claire Cordonier Segger que trabalha como assessora jurídica sênior junto das Nações Unidas e vários países nas Américas, África e Ásia. A visão do WFC abrange um mundo seguro, justo, pacífico e sustentável. A sua missão é a de educar os formuladores de opiniões em todo o mundo acerca das políticas-chave que irão beneficiar o bem-estar das gerações futuras. No primeiro congresso realizado, todos os membros do Conselho prometeram às crianças do mundo que fariam tudo ao seu alcance para ajudar a tornar sustentável a vida na Terra, com toda a sua beleza e diversidade, para as gerações futuras, comprometendo-se simultaneamente a lutar pela paz e pela justiça. Os principais desafios globais identificados pelo WFC agrupam-se em três categorias: Meio Ambiente, Questões Sociais e Economia e Política, pretendendo-se que o endereço da internet do WFC se torne um ponto de encontro multimídia para informação sobre as políticas que mudam o mundo. De início, o enfoque é sobre Clima e Energia — como transformar os sistemas energéticos globais e a necessidade de uma transição para uma energia limpa, segura, renovável e descentralizada para todos, reduzindo ao mesmo tempo a procura global total de energia. O WFC promove soluções políticas existentes que tenham impacto significativo sobre todos estes aspectos, e procurem construir redes estratégicas entre aqueles que tentam atuar em prol deste renascimento energético. Outros tópicos que serão abordados na campanha climática são as cidades sustentáveis, os sistemas alimentares sustentáveis, a conservação das florestas tropicais e o estabelecimento de uma Agência Internacional de Energia Renovável. O Fórum ‘online ‘WFC KidsCall” promove a participação e a discussão por parte de jovens sobre os principais desafios globais. Para mais informações, visite:



www.worldfuturecouncil.org; World Future Council,P.O.Box 11 01 53,D-20401 Hamburg, Germany;Tel: +49-(0)-40-3070-9 14-0; Fax: +49-(0)-40- 3070-914-14; Email: info@worldfuturecouncil.org
  
TED provém de Technology, Entertainment, Design (Tecnologia, Entretenimento, Projeto) e a sua missão é difundir idéias. Hoje em dia, TED é uma comunidade global diversificada que ajuda as pessoas que procuram uma compreensão mais profunda do mundo e, através disso, um futuro melhor para todos. Existem três aspectos principais da TED: duas conferências anuais, o Prêmio TED e as palestras no endereço da internet que são abertas ao público e livres de qualquer encargo. A conferência anual, realizada em Long Beach, na Califórnia, reúne mais de mil pessoas de diversas especialidades. Durante quatro dias, 50 palestrantes apresentam idéias desafiadoras, ocupando um espaço de 18 minutos cada. Em 2009, também se realiza uma conferência global em Oxford. O Prêmio TED é atribuído a três individualidades excepcionais, cada uma delas recebendo 100.000 dólares americanos. No entanto, mais importante ainda é a atribuição do ”Um Desejo para Mudar o Mundo”. Consideremos por exemplo o desejo de Karen Armstrong, estudante religiosa e vencedora do prêmio de 2008, que declarou “Desejo que ajudem à criação, lançamento e propagação de uma Carta de Compaixão, criada por um grupo de pensadores inspirados reconhecidos das três tradições de Abraão — judaísmo, cristianismo e islamismo - e baseada nos princípios fundamentais de justiça e respeito universais”. A “conversa” patente no website da TED sobre este “desejo” encoraja as pessoas a criar uma campanha de largo espectro para encontrar ou sugerir candidatos em nível mundial que integrem um grupo de doze dirigentes espirituais para trabalhar na Carta da Compaixão. Encoraja ainda a colaboração com a Aliança das Civilizações das Nações Unidas para ajudar a criar uma Carta acessível de duas páginas, para conseguir, por um processo de nomeação, que milhares de dirigentes religiosos concordem com a Carta e a assinem, dando-lhe uma voz pública. Houve ainda outros dois vencedores deste prêmio em 2008: Neil Turok, cosmólogo e ativista em educação, e Dave Eggers, escritor, filantropo e empresário literário.
Quem visita o website da TED poderá ajudar a difundir idéias enviando por email os seus oradores, palestras e temas preferidos a outras pessoas, podendo ainda adicionar os seus próprios pensamentos às páginas de discussão. Poderão realizar uma sessão TED no seu local de trabalho ou na comunidade, criando desta forma uma discussão acerca de qualquer uma das palestras, que são distribuídas pela concessão de uma licença da Creative Commons. Podem também partilhar idéias, levando assim inspiração a pessoas em todo o mundo e, em alguns casos, com um convite para falar na conferência TED. Para mais informações, visitar: www.ted.com;TED Conference LLC, 55 Vandam Street, 1 6th Floor, New York, NY 10013, USA; Tel: + 1-212-346-9333; Fax: + 1-212-227-6397

  


O Right Llvellhood Award (Prêmio de Vida Correta), conhecido como o “Prêmio Nobel Alternativo”, foi criado em 1980. Existem neste momento 133 laureados provenientes de 57 países. Ao contrário do que acontece com os prêmios Nobel, o Prêmio de Vida Correta não tem categorias específicas, mas reconhece que, ao tentar enfrentar os desafios humanos do mundo atual, o trabalho mais inspirador e notável desafia frequentemente qualquer classificação habitual. Por exemplo, os laureados de 2008 incluem Krishnammal e Sankaralingam Jagannathan, dedicados à visão de Gandhi de justiça social e desenvolvimento humano sustentável na Índia; Amy Goodman, a jornalista política independente que lançou “Democracia Agora”, isto é, o programa noticioso independente de maior crescimento nos EUA; Asha Hagi, que dedicou a sua vida à paz e à reconciliação na Somália, e Monika Hauser, fundadora da organização “medica mondiale”, que trabalha para prevenir e penalizar a violência sexual contra as mulheres e jovens durante o tempo de guerra e para dar apoio às sobreviventes.

Emergiu recentemente uma nova iniciativa desta insti-tuição de caridade sueca politicamente independente: A Universidade de Vida Correta (The Right Livelihood College — RLC), para trabalha a partir da principal universidade da Malásia — Universiti Sains Malaysia— USM.

Esta iniciativa educativa oferecerá programas que irão apoiar os Laureados na transmissão, para uma nova geração, dos seus conhecimentos e qualificações. Especificamente, a RLC auxilia a tornar os conhecimentos dos Laureados acessíveis a todos; ajuda os projetos dos vencedores deste prêmio a desenvolverem-se e florescerem de forma efetiva e sustentável para uma aprendizagem experiencial; liga entre si a comunidade global de vencedores deste prêmio de forma a conseguirem alcançar os seus objetivos comuns; promove as soluções de maior êxito para problemas globais urgentes por meio do desenvolvimento de informação, comunicações e atividades educativas, incluindo materiais de estudo com base na internet, encontros, estabelecimento de redes e um programa de bolsas de investigação e de estágios. Por último, a RLC liga-se ativamente a instituições do mesmo âmbito que promovam programas que se identifiquem com os objetivos da Fundação do Prêmio de Vida Correta.

O Diretor da Universidade, Professor Anwar Fazal, declarou que a iniciativa planeja incluir palestras a cargo dos Laureados, bolsas e estágios, cursos internacionais, coleções de livros, “O Prêmio Nobel Alternativo”, filmes documentários e séries de “dias de ação” para promover dias das Nações Unidas tais como: o Dia Mundial da Biodiversidade, o Dia Mundial da Paz e o Dia Mundial da Saúde. Para mais informações, visitar: www.rightlivelihood .org/college.htrnl; Anwar Fazal, Director, The Right Livelihood Coilege, c/o Centre for Policy Research and lnternational Studies (CenPRIS), Universiti Sains Malaysia, 11800 USM, Penang, MALAYSIA;Tel: +60-4-6532042, 6532047; Fax: +60-4-6584820; Email: college@rightlivelihood.org

  

AVAAZ.org é um novo movimento global da internet com uma missão democrática simples: erradicar a distância entre o mundo que temos e o mundo que a maioria das pessoas em todos os lugares quer. A Internet e a tecnologia transformaram as comunicações e, hoje em dia, as pessoas podem ligar-se e mobilizar-se como nunca antes. De acordo com a Avaaz, o aparecimento de um novo modelo de política transmitida pela internet e alimentada por pessoas constitui um agente de mudança, ligando entre si pessoas de todo o mundo. Desta forma, equilibra-se a falta de democracia no processo de globalização, em que as decisões são freqüentemente delineadas por elites políticas e entidades empresariais não-responsabilizáveis, em vez de o serem pelas opiniões e valores dos povos do mundo. O aspecto principal desta comunidade ‘online’ é uma lista de email trabalhada em 13 idiomas, que envia alertas e mensagens sobre questões globais aos membros da comunidade, que engloba neste momento mais de 3,2 milhões de membros em todo o mundo. Os membros da Avaaz respondem aos alertas combinando rapidamente pequenas porções de tempo e dinheiro que podem produzir uma força coletiva poderosa. Em algumas horas, podem ser enviadas centenas de mensagens a dirigentes políticos sobre questões tais como a mudança climática, o genocídio e o escândalo terrorista no Mumbai. Um exemplo da ação coletiva da comunidade Avaaz foi o que aconteceu em dezembro último, quando mais de 175.000 pessoas, oriundas de mais de 192 países, assinaram uma petição climática em relação ao pacote climático da União Européia. Além disso, foram feitos inquéritos independentes de opinião pública na Alemanha, Itália e Polônia, pagos através de pequenos donativos, tendo-se obtido uma “vasta maioria” a favor de uma forte ação em nível climático apesar da crise econômica. Em relação à crise no Congo, a comunidade Avaaz respondeu com alertas, sondagens, ‘briefings’ (instruções resumidas) e um protesto simbólico em apoio à força de manutenção de paz da União Européia. Para mais informações acerca da Avaaz e das principais campanhas que leva a efeito, visitar: www.avaaz.org; Avaaz Foundation, 857 Broadway, 3rd floor, New York, NY 10003 U.S.A.

  


A Gaia Education (Educação Gaia) criada em 2005, consiste num programa internacional cujo objetivo é o desenvolvimento de cursos sobre o projeto e o desenvolvimento de comunidades sustentáveis. Os cursos são concebidos por uma equipe de educadores que vivem em aldeias ecológicas, conhecidos como GEESE — Global Educators for a Sustainable Earth (Educadores Globais para uma Terra Sustentável) — e constituem uma contribuição oficial para a Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 das Nações Unidas.
As ecovilas em todo o mundo oferecem experiências e lições valiosas acerca do projeto e da criação de comunidades sustentáveis em contexto rural e urbano, sendo o seu objetivo difundir amplamente o conhecimento e as competências. A Ecovillage Design Education — EDE (Educação para o Projeto de Ecovilas) possui quatro pilares de base: Panorama Mundial, Projeto Econômico, Projeto Social e Projeto Ecológico. Estas quatro facetas são interligadas de acordo com o meio ambiente Iocal. O currículo adapta-se tanto a povos de países desenvolvidos, como de países em vias de desenvolvimento, a regiões rurais e urbanas e os locais onde se encontram constituem uma seleção diversificada de ecovilas bem estabelecidas, e ocasionalmente centros urbanos de sustentabilidade.

O encontro GEESE de 2007 na Tailândia abrangeu educadores de 13 nacionalidades e trabalhou idéias tais como a difusão da mensagem de atividades de neutralização de carbono e de baixo impacto em todo o globo. A EDE tem estado presente em locais tão variados como: a cidade de São Paulo; Lotan, um Kibbutz do deserto em Israel; e em Findhorn, uma ecocomunidade espiritual a nordeste da Escócia. Durante o encontro, os centros acima mencionados apresentaram as suas versões das atividades piloto da EDE, ocorridas no ano anterior, o mesmo tendo acontecido com a Ecovila Tamera em Portugal, Ithaca ao norte do Estado de Nova Iorque, o Instituto Tonantzin Tlalli, no México e Sarvodaya, no Sri Lanka.

Os seguintes exemplos dão uma idéia melhor das atividades da EDE: Lotan utilizou a sua experiência de permacultura e vida ecológica para sustentar um programa prático de 10 semanas, no qual a plantação e a colheita de safras, a criação de sistemas de reciclagem de desperdícios e a construção de casas de adobe constituíram uma parte prática do programa. Findhorn ofereceu um programa intensivo de formação de um mês, o qual combinou práticas espirituais e sociais únicas que foram desenvolvidas na Fundação Findhorn com uma experiência prática de iniciativas locais de vida correta e projetos de concepção ecológica. Além disso, o programa foi oferecido como formação de multiplicadores, utilizando uma abordagem experiencial vitalizante e sessões diárias de meditação para explorar uma mudança de atitude na tendência cultural dominante a nível mundial, bem como metodologias de ensino participativas. Em São Paulo, a EDE tomou a forma de fins-de-semana e serões durante um período de tempo, juntando 100 habitantes urbanos que trabalhavam ou que estavam interessados nos desafios complexos da sustentabilidade urbana. Muitos participantes tiveram oportunidade de levar o que aprenderam e aplicá-lo diretamente no seu local de trabalho na cidade, tal como aconteceu com o grupo de Zeladores de Jardins Públicos que se juntaram a esta formação. Em São Paulo, os passos seguintes incluem o trabalho com adolescentes, o envolvimento da administração pública e a criação de um programa de ensino à distância e de cursos universitários. Para informações mais detalhadas, visitar: www.gaiaedu cation.org; The Park, Findhorn, Forres, Morayshire, lV36 3TZ, UK;Tel: +44.1309-69201 1; Fax: +44-1309- 691301
  

A City Montessori School — CMS (Escola Cidade de Montessori) tem sede em Lucknow, na Índia, e é a maior escola do mundo em número de alunos numa única cidade. A escola foi fundada em 1959 por um jovem casal visionário, Jagdish Gandhi, um seguidor de Gandhi socialmente motivado, com sua mulher, a Dra. Bharti Gandhi, psicóloga infantil. Ocupa-se da educação de mais de 35.000 alunos, desde o método Montessori para crianças em idade pré-escolar até à educação superior em nível de licenciatura. Possui 20 delegações disseminadas em Lucknow. Quase dois terços dos seus alunos são crianças nas classes pré-primária e primária, com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos, e mais de 80% dos alunos das classes mais adiantadas da CMS começaram a estudar com esta entidade antes de completarem os 10 anos de idade. A UNESCO atribuiu à escola o seu Prêmio para a Educação pela Paz em 2002, tendo-a assim felicitado pelos seus esforços na promoção dos valores de paz, harmonia religiosa, tolerância e co-existência entre crianças.

A Escola possui uma vasta gama de instalações educativas e recreativa modernas, incluindo uma piscina, um recreio de grandes dimensões e um auditório recentemente construído com uma capacidade de 3.500 lugares, bem como instalações modernas para investigação e formação.

Uma das principais características da CMS é a ênfase dada aos pólos gêmeos de Divindade e Globalismo. A escola esforça-se ativamente por inculcar nos alunos a filosofia de ‘Jai Jagat (Glória para o Mundo!). Este pensamento fortalece-os com uma perspectiva global e com o conceito de cidadania mundial. O sistema educativo da CMS esforça-se por destruir os estreitos muros domésticos existentes e por abrir-se a novas possibilidades para colaboração global em todos os campos dos esforços humanos. Procura desenvolver nas crianças o caráter uno de Deus e da humanidade, bem como a unidade de todas as religiões.

Os encontros diários para oração garantem que as crianças sejam alimentadas espiritualmente e é inculcada uma cidadania mundial através de atividades, tais como acampamentos de férias, intercâmbios e diversos outros eventos que a CMS organiza todos os anos de forma a oferecer às crianças de diferentes culturas e nacionalidades a oportunidade de se encontrarem e experimentarem uma interação transcultural.Todos os eventos da CMS têm início com uma oração pela paz no mundo. As Cerimônias de Oração pela Paz Mundial são organizadas sob a égide da Sociedade de Oração do Japão pela Paz Mundial, com sede em Nova lorque.


Inspirados pelos valores instilados pela sua educação, os alunos da CMS servem as suas comunidades locais e nacionais. Fundaram por exemplo os EcoClubes, realizaram seminários ambientais, organizaram a plantação de árvores e projetos de limpeza, e instigaram a legislação do Estado sobre controle da poluição da água.
O impacto global da CMS pode ser visto claramente através de uma visita à respectiva página da Internet, www.cmseducation.org, na qual são reveladas muitas iniciativas internacionais. Um exemplo a salientar é a Conference of Chief Justices of the World (Conferência Internacional dos Magistrados do Mundo); The World Judiciary Summit — (A Cúpula Judiciária Mundial), prevista para ter lugar no Centro de Convenções para a Unidade no Mundo, em Lucknow, em dezembro de 2009. Esta reunião irá deliberar sobre a necessidade de implementação de uma lei internacional e de concessão de poder ao Tribunal de Justiça lnternacional, auxiliando assim na construção de apoio público global para assegurar um mundo mais seguro para as crianças e para as gerações vindouras. Para mais informações acerca da CMS, visitar: www.cmseducation.org; Head Offuce, Jai Jagat House, 12 Station Road, Lucknow, Uttar Pradesh, lndia;TeI:+91-263-8738; Fax: +91-263- 8008; Email: info@cmseducation.org
  

O Israel/Palestine Centre for Research and Information (IPCRI) (Centro de Investigação e Informação Israel/Palestina) é um empreendimento de criação de novas idéias de israelitas e palestinos, consagrado ao desenvolvimento de soluções práticas para o conflito árabe-israelita. O IPCRI foi fundado em 1988 com o objetivo de promover o diálogo em diversos níveis entre sociedades civis israelitas e palestinas. Como tal, é uma das iniciativas de construção de pontes mais antigas, bem como uma das muito poucas que sobreviveram ao ataque violento da intifada Al-Aqsa e às restrições associadas impostas ao diálogo por ambas as partes. O IPCRI teve origem no princípio de que deveria haver uma parceria conjunta entre intelectuais, acadêmicos, profissionais, políticos e outros, israelitas e palestinos, refletindo uma convicção de que a implementação e a construção da paz deve envolver de igual modo esforços conjuntos e bipartidários (auxiliados pela comunidade internacional).
Nas suas próprias palavras, a visão que inspira o IPCRI é “paz com justiça para todas as partes, prosperidade econômica juntamente com respeito pelos direitos humanos, diálogo com tolerância pela diversidade; estes ideais só podem ser tornados realidade por meio de perseverança, trabalho árduo e pensamento realista. A firmeza de propósito deve caminhar lado a lado com uma vontade de compromisso pragmático. O IPCRI combina o coração com a mente”.

O pessoal que integra o IPCRI está organizado em três departamentos que trabalham numa vasta seleção de campos. A Unidade de Análise Estratégica ocupa-se de questões como o futuro dos assentamentos israelitas, a segurança, a soberania, as fronteiras, o futuro de Jerusalém e a questão dos refugiados. Atualmente, o foco principal reside na reconstrução de um processo de paz e na criação de mecanismos de coordenação e colaboração. O Departamento do Meio Ambiente e da Água ocupa-se de questões como os padrões ambientais na agricultura, saúde pública e meio ambiente, poluição da água, distribuição de água e desenvolvimento de novos modelos inovadores para a gestão conjunta dos recursos naturais. Por último, a Educação para a Paz concentra-se na formação de professores e no desenvolvimento de livros de textos sobre educação para a paz em escolas israelitas e palestinas.

O IPCRI promove também um fórum para a resolução criativa de problemas, para a exploração de opções e delineamento de soluções, incluindo o diálogo periódico regular entre peritos em áreas especializadas,tais como a cooperação econômica, a gestão da água, o meio ambiente, o futuro de Jerusalém, a sociedade civil, identidades coletivas e lei comercial. O IPCRI realizou conferências em Jerusalém, Taba, Cairo, Londres, Oxford, Turquia, Gaza e outros locais. A pesquisa tem sido patrocinada e publicada, estando disponível em biblioteca e banco de dados. Para mais informações, consultar www.ipcri.org; IPCRI, P.O. Box 9321, Jerusalem 9 1092, Israel.

  
O Millenium Viliages Project (Projeto Aldeias Milênio) é dirigido e executado por comunidades residentes na África, em países como Etiópia, Quênia, Uganda, Ruanda, Tanzânia, Malawi, Senegal, Mali, Gana e Nigéria. Esta iniciativa ousada está a cargo de mais de 400.000 pessoas que oferecem o seu tempo, qualificações e recursos para que o projeto tenha êxito e faça a diferença sobre às condições locais. O projeto de Aldeias Milênio tem como base os resultados obtidos pelo Projeto Milênio das Nações Unidas e é conduzido por equipes científicas, políticas e de planejamento com a cobertura do Instituto da Terra, Promessa Milênio e Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas. A chave do êxito das Aldeias Milênio reside no princípio de que as comunidades têm de ser apoiadas a liderar o seu próprio desenvolvimento. Para garantir o êxito, têm de oferecer generosamente seu tempo, qualificações e recursos. Sendo as Aldeias Milênio um investimento em direção a um fim sustentável da pobreza extrema, as comunidades das Aldeias Milênio fortalecem as suas instituições e governos locais, assegurando a preparação e implementação das intervenções na sua própria comunidade. Isto é necessário para garantir que o seu desenvolvimento se torne sustentável e auto-suficiente.


Com a ajuda dos novos avanços em termos de ciência e tecnologia, o pessoal do projeto trabalha com as aldeias para criar e conseguir planos de ação sustentáveis e a cargo das comunidades que estejam ajustadas às necessidades específicas das aldeias e que sejam concebidos para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Soluções simples como distribuir sementes de elevado rendimento, adubos, medicamentos, poços de água potável e materiais para construir salas de aula e clínicas; combater de forma eficaz a pobreza extrema e alimentar as comunidades, conduzindo-as a uma nova era de saúde e oportunidade. Este processo é enriquecido pelo estado mais avançado da ciência e da tecnologia, englobando agroflorestas, redes de canteiros tratadas com inseticidas, medicamentos anti-retrovirais, Internet, sensores remotos e sistemas de informação geográfica.

As comissões das comunidades e os governos locais vêm construindo durante um período de cinco anos à continuidade destas iniciativas e desenvolvendo uma base sólida para o crescimento sustentável. Para mais informações, visite a página da Internet em www.millenniumvillages.org; Email: trowbridge©ei.columbia.edu; Tel: + 1-212-854-9485 (email e telefone de contacto de ErinTrowbridge);The Earth Institute at Columbia University, 405 Low Library, MC 4335, 535 West 116th Street, NewYork NY 10027, USA


  

Partners in Health — PIH (Parceiros na Saúde) é uma organização sem fins lucrativos que se dedica a providenciar cuidados de saúde de qualidade em comunidades pobres. A sua missão é tanto médica, como moral. Para além da caridade em si, oferece solidariedade. Não apenas se preocupa com os cuidados de saúde e serviços sociais, como também pressiona as empresas farmacêuticas e as entidades influentes em termos de legislação de políticas. A PIH foi criada em 1987, levando cuidados de saúde aos habitantes do Planalto Central montanhoso no Haiti, e está agora ativa em outras localidades do Haiti, bem como em vários outros países, incluindo o Peru, a Sibéria, Ruanda, Lesoto, Malawi e também nos Estados Unidos da América (Boston). Possui um orçamento de 50 milhões de dólares americanos. Os três objetivos da PIH são: cuidar dos doentes, aliviar as causas-base da doença nas comunidades e partilhar as lições aprendidas em todo o mundo. A PIH acredita que a saúde é um direito humano fundamental, não um privilégio.

O trabalho da PIH baseia-se em cinco princípios fundamentais: acesso aos cuidados primários de saúde no seio da comunidade, acesso gratuito a cuidados primários de saúde e à educação para as pessoas atingidas pela pobreza, parcerias comunitárias (oferecer uma intermediação vital entre a clínica e a comunidade), contemplação das necessidades econômicas e sociais básicas através de parceiros comunitários (melhorando o acesso à alimentação, ao abrigo, a água limpa, a instalações sanitárias, a oportunidades educativas e econômicas) e servir os pobres através do setor público, de forma a assegurar acesso universal e sustentável aos cuidados de saúde. Mencionam-se abaixo alguns exemplos ilustrativos do trabalho que vem sendo desenvolvido pela PIH:


Zanmi Lasante (ZL,”Parceiros na Saúde” em Kreyol do Haiti) é o projeto-mãe da PIH, através do qual uma pequena clínica comunitária cresceu e se tornou num Complexo Sócio-Médico: um hospital com serviço completo e 104 leitos, com dois blocos de cirurgia, enfermarias para adultos e crianças, um centro de doenças infecciosas, uma clínica ambulatorial, uma clínica de saúde feminina, clínicas de oftalmologia e medicina geral, um laboratório, um local de armazenamento de produtos farmacêuticos, um banco de sangue da Cruz Vermelha, serviços de Raios-X e uma dúzia de escolas. O ZL alargou também as suas operações a outras oito localidades em todo o Planalto Central do Haiti e para além dele. Hoje em dia, o ZL é considerado um dos maiores centros não-governamentais prestadores de cuidados de saúde no Haiti, e o único prestador de cuidados primários integrados, independentemente da capacidade econômica de mais de meio milhão de pessoas pobres que vivem no Planalto Central montanhoso.

Mais recentemente, na seqüência dos furacões registrados no Haiti em 2008, o MaIária Net Challenge (Rede Desafio para a Malária) recolheu fundos para a compra de 10.000 cortinados para camas, uma forma eficaz e barata de proteção contra a malária.

lnshuti Um Buzima (“Parceiros na Saúde” no idioma nacional do Ruanda, o kinyaruanda) foi o primeiro projeto do PIH na África. Lançado na primavera de 2005 a convite do governo de Ruanda, o projeto responde à crise crescente na saúde global, levando à África o modelo de cuidados PIH. lnshuti Um Buzima (IMB) considera este desafio como parte de uma parceria inovadora entre organizações públicas e privadas muito envolvidas, incluindo o Ministério da Saúde de Ruanda, o Fundo Global de Luta contra a AIDS, a Tuberculose e a Malária, e a Iniciativa Clinton contra o HIV/AIDS. Em conjunto, o IMB e os seus parceiros assumiram um compromisso de desenvolver o tratamento e os cuidados do HIV nas zonas rurais do Ruanda, de fortalecer os programas nacionais de avaliação e formação nacionais e de desenvolver, documentar e difundir um modelo de cuidados rurais para o HIV que possa ser adaptado e reproduzido em todo o Ruanda, bem como noutros países africanos.

Nos bairros interiores de Boston nos EUA, o projeto Prevention and Access to Care and Treatment — PACT (Prevenção e Acesso aos Cuidados e Tratamento) está ao serviço dos pacientes com HIV mais doentes e marginalizados. Os membros da comunidade visitam os doentes com HIV diária ou semanalmente, para garantir que não faltem às consultas médicas, que tomem os seus medicamentos e que tenham acesso a outros serviços sociais e de necessidades essenciais. O PACT recruta e forma também pessoas de comunidades de risco para que se tornem dirigentes de prevenção e redução de danos, realizando atividades educativas e de apoio junto dos usuários de seringas para droga, no intuito de os auxiliar e evitar que se infectem com HIV. Para mais informações, visitar www.pih.org; Partners in Health, 800 Boylston Street, 47th Floor, Boston, MA 02199, USA;Tel: + 1-617- 432-5256; Fax:+ 1-617-432-5300; Email:info@pih.org






BOA VONTADE É... uma qualidade essencial que estabelece uma ponte

entre o passado e o futuro.


Mantram do novo grupo de servidores do mundo

______________________________________________________________________________

Existe uma forte relação subjetiva entre todos os servidores do Plano. Este grupo integrado e coerente transmite energia espiritual em todas as áreas do pensamento e da ação humanos para fortalecer a unidade mundial e as corretas relações humanas. Homens e mulheres de boa vontade unem-se pelo pensamento todos os dias às dezessete horas, hora local usando a seguinte oração breve, silenciosa e com atenção focalizada:

Que o Poder da Vida Una se derrame pelo grupo de todos os verdadeiros servidores.

Que o Amor da Alma Una caracterize as vidas dos que procuram ajudar os Grandes Seres.

Que eu cumpra minha parte no trabalho Uno, através do esquecimento próprio, da inofensividade e da palavra correta.







DIA MUNDIAL DE INVOCAÇÃO 2009

_________________________________________________________________________________________________________

Para construir uma sociedade global mais justa, interdependente e amorosa, a humanidade precisa, sobretudo de mais luz, amor e vontade espiritual. No Domingo, dia 6 de Junho de 2009, unir-se-ão pessoas de boa vontade de todo o mundo e de diferentes formações religiosas e espirituais, na invocação dessas energias mais elevadas através da utilização da Grande Invocação. Quererá contribuir para este trabalho de cura através da inclusão da Grande Invocação nos seus pensamentos, preces ou meditações no Dia Mundial de Invocação?






A GRANDE INVOCAÇÃO


Do ponto de Luz na Mente de Deus,

Flua Luz às mentes dos homens;

Que a Luz desça à Terra.


Do ponto de Amor no Coração de Deus,

Flua Amor aos corações dos homens;

Que o Cristo volte à Terra.
Do centro onde a Vontade de Deus é conhecida,

Guie o propósito as pequenas vontades dos homens.

O Propósito que os Mestres conhecem e a que servem.
Do centro a que chamamos a raça dos homens,

Cumpra-se o Plano de Amor e Luz

E que Ele cerre a porta onde mora o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na

Terra




(versão adaptada)
Do ponto de Luz na Mente de Deus

Flua luz às mentes humanas,

Que a Luz desça à Terra.
Do ponto de Amor no Coração de Deus

Flua Amor aos corações humanos

Que Aquele Que vem volte à Terra.
Do centro onde a Vontade de Deus é conhecida

Guie o propósito as pequenas vontades humanas –

O Propósito que os Mestres conhecem e a que servem.

Do centro a que chamamos a raça humana

Cumpra-se o Plano de Amor e Luz

E que ele vede a porta onde mora o mal.


Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na

Terra







Se desejarem enviar esta mensagem a outras pessoas, estão disponíveis “ecards” no nosso endereço de Internet. A Grande Invocação está em www.lucistrust.org/ecard/ e a versão adaptada em www.lucistrust.org/ecard2
Muitas religiões acreditam que um Instrutor Mundial virá no futuro (daí “Aquele que vem”), conhecendo-O por designações tais como: o Senhor Maitreya, o Iman Mahdi, o Kalki avatar, etc. Esta designações são algumas vezes usadas por pessoas de crenças específicas nas versões da Grande Invocação.


Três Festivais Espirituais (Páscoa, Wesak e o Festiva! de Boa vontade) este celebrado desde 1952 como Dia Mundial de Invocação já estão sendo celebrados por todo o mundo, embora ainda não sejam relacionados entre si e como parte da Aproximação espiritual unificada da humanidade. É chegada a hora de todos os três festivais serem celebrados simultaneamente em todo o mundo, sendo alcançada uma grande unidade espiritual por seu intermédio, o que possibilitará estabilizar nesta época os efeitos da grande Aproximação já tão perto de nós por meio da invocação unida da humanidade em todo o planeta.

Alice Bailey





AJUDANDO A CONSTRUIR CORRETAS RELAÇÕES HUMANAS ISSN 0818-4984


Boa Vontade Mundial é um movimento internacional para ajudar a mobilizar a energia da Boa Vontade e a construir corretas relações humanas. Foi estabelecido em 1932 como uma atividade de serviço da Fundação Lucis (Lucis Trust). A Lucis Trust é uma instituição educacional beneficente registrada na Inglaterra. Nos Estados Unidos é uma corporação educacional sem fins lucrativos, e na Suíça está registrada como associação sem fins lucrativos. Boa Vontade Mundial é reconhecida pelas Nações Unidas como Organização Não Governamental e é representada nas sessões de informação na sede das Nações Unidas. A Lucis Trust está na lista do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas.

A Carta de Notícias da Boa Vontade Mundial é publicada quatro vezes por ano. Exemplares para distribuição serão enviados a pedido. A Carta de Notícias é encontrada em dinamarquês, holandês, francês, alemão, grego, italiano, português, russo, espanhol e sueco.

O endereço da Carta de Notícia na Internet é: www.worldgoodwill.org




Boa Vontade Mundial conta exclusivamente com doações para manter seu trabalho. Carta de Notícias é distribuída gratuitamente para a maior divulgação possível, mas donativos são sempre necessários para este serviço, e sempre muito bem-vindos.





COMUNIDADE BRITÂNICA

3 Whitehall Court

Suite 54

London, SW1A 2EF

UK

E-mail: worldgoodwill.uk@lucistrust.org



EUROPA

1 Rue de Varembé (3è)

Case Postale 31

1211 Geneva 20

SWITZERLAND

E-mail: geneva@lucistrust.org



AMERICA

120 Wall Street

24th Floor

Nova York, NY 10005

USA

E-mail: worldgoodwill.us@lucistrust.org


Por autorização de Boa Vontade Mundial,



este boletim é publicado e distribuído no Brasil
FUNDAÇÃO CULTURAL AVATAR
Rua Dr. Pereira Nunes, 141 – Ingá – Niterói – RJ – Cep.: 24210-430 – Telefax: (55) (21) 2621-0217
e cujo endereço na Internet é: www.nitnet.com.br/~fcavatar
A partir do número 01/2007 a Carta de Notícias, editada no Brasil,

está disponível no site www. nitnet.com.br/~fcavatar.




©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal