No Pequeno Auditório, dia 13 de Julho



Baixar 12.42 Kb.
Encontro22.07.2016
Tamanho12.42 Kb.

Nota à Imprensa | sexta-feira, 5 de Julho de 2013


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
No Pequeno Auditório, dia 13 de Julho

Três dedos abaixo do joelho”: peça premiada de Tiago Rodrigues a partir de relatórios da censura

O TMG apresenta no dia 13 de Julho (sábado) a nova produção da Mundo Perfeito: "Três dedos abaixo do joelho". A peça conta com encenação de Tiago Rodrigues e interpretação de Isabel Abreu e Gonçalo Waddington e foi galardoada com os prémios de melhor espectáculo da Sociedade Portuguesa de Autores e o Globo de Ouro na mesma categoria.

No arquivo da Torre do Tombo, Tiago Rodrigues encontrou um arquivo enorme da censura exercida sobre o teatro durante o regime fascista. Entre milhares de textos de teatro submetidos ao exame dos censores do Secretarido Nacional de Informação, Tiago Rodrigues ficou particularmente interessado nos relatórios escritos pelos próprios censores onde explicam os cortes ou proibições de textos e encenações.

A ironia por trás de "Três dedos abaixo do joelho” é que transforma os censores em dramaturgos, usando os seus relatórios como o texto de um espectáculo que é uma máquina de censurar poética e absurda. De alguma forma, aqueles que oprimiram a liberdade artística e política do teatro deixaram-nos uma herança que nos pode ajudar a redescobrir o perigo e a importância do teatro na sociedade.

Com raízes na cidade da Guarda, o encenador Tiago Rodrigues dirigiu para o Mundo Perfeito textos de

alguns dos mais importantes novos autores portugueses a par de textos inéditos de criadores internacionais como Tim Etchells ou Nature Theatre of Oklahoma. Ainda ao nível da colaboração com artistas internacionais, destacam se as criações “Berenice”, em co-produção com a companhia belga “tg STAN”, “Yesterday’s Man”, de Tiago Rodrigues com os artistas libaneses Tony Chakar e Rabih Mroué e o projecto "Estúdios", que desde 2008 tem dado origem a vários espectáculos, promovendo a colaboração de artistas portugueses com criadores norte americanos, holandeses, belgas, croatas, franceses, escoceses, congoleses e brasileiros.

Dirigido por Tiago Rodrigues e Magda Bizarro, «o projecto Mundo Perfeito é reconhecido pela qualidade do seu trabalho, por uma actividade intensa e pela permanente tentativa de inovar e de se reinventar».


Tertúlia no Café Concerto, dia 11 de Julho

Café a meias” com os candidatos à Câmara Municipal



da Guarda

Em Julho, a tertúlia do TMG “Café a Meias” vai ter como convidados os candidatos à Câmara Municipal da Guarda: Álvaro Amaro, Baltasar Lopes, José Igreja, Mário Martins e Virgílio Bento.

Serão eles os protagonistas desta conversas, partilhando com o público do Café Concerto os seus livros, discos, filmes e outros prazeres.

A sessão está marcada para a próxima quinta-feira, dia 11, às 22h00. A entrada é livre.

Recorde-se que esta é já a quarta sessão da tertúlia “Café a Meias” que já contou com as participações de Helder Sequeira e Mota da Romana, Luís Celínio e Joaquim Igreja, e Maria Antonieta Garcia e Elsa Fernandes.
Artes Plásticas na Galeria de Arte.

Últimos dias para ver “Gravuras de Vieira da Silva”

Até 14 de Julho, o TMG apresenta, numa parceria com a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, na sua Galeria de Arte, a exposição “Gravuras de Vieira da Silva”.


A Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva conta no seu espólio com uma significativa colecção de gravura de Maria Helena Vieira da Silva. De um conjunto de 286 gravuras foram seleccionadas 33, pela sua representatividade técnica – abrangem desde o buril à águatinta, serigrafia e litografia; pela sua data de produção, que vai dos anos 1960 a 1991, ou seja, todo o período de maturidade da artista; e ainda pela sua diversidade temática e plástica, de representações mais abstractas a representações figurativas, todas elas resultantes de um similar percurso da artista na pintura.
Este conjunto que se apresenta na Galeria de Arte do TMG é, deste modo, um percurso gráfico revelador de um outro percurso, o pictórico, dando a conhecer a todos os públicos a obra da maior artista plástica portuguesa do século XX.

Nascida em Lisboa em 1908, Maria Helena Vieira da Silva foi pintora da Segunda Escola de Paris, tendo-se destacado no panorama da arte internacional. A pintora ganhou vários prémios internacionais e, partir de 1958, organizam-se retrospectivas da sua obra, por toda a Europa. Morreu em Paris em 1992.


A exposição tem entrada livre e poderá ser visitada de terça a sexta das 16h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00, aos sábados das 15h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00 e aos domingos das 15h00 às 19h00.
Para mais informações, contactar:

Gabinete de Comunicação e Imagem

Culturguarda E.M. / Teatro Municipal da Guarda

Rua Batalha Reis, 12, 6300-668, GUARDA, PORTUGAL



Tel. 00351 271 205 240 • Fax. 00351 271 205 248

gci@tmg.com.pt

www.tmg.com.pt


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal