No Pequeno Auditório, dia 15 de Julho Música electrónica e vídeo com Phill Niblock e Katherine Liberovskaya



Baixar 14.01 Kb.
Encontro21.07.2016
Tamanho14.01 Kb.

Nota à Imprensa | segunda-feira, 12 de Julho de 2010


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
No Pequeno Auditório, dia 15 de Julho

Música electrónica e vídeo com Phill Niblock e Katherine Liberovskaya

Na próxima quinta-feira, dia 15 de Julho, apresentam-se em concerto o especialista norte-americano em música electrónica Phill Niblock e a artista visual canadiana Katherine Liberovskaya. O espectáculo decorrerá no Pequeno Auditório do TMG às 21h30.

Phill Niblock é um conceituado artista intermedia novaiorquino que usa música, filmes, fotografia, vídeo e computadores nos seus espectáculos. Foi capa da revista “Wire” e é um conhecido precursor do minimalismo musical, explorando, nos seus trabalhos, as micro-tonalidades. A sua sonoridade vai à procura dos diferentes tons possíveis no espaço de cada performance. Simultaneamente, exibe vídeos e filmes que incidem sobre o movimento de pessoas em situações de trabalho, ou imagens a preto e branco geradas por computador, numa espécie de flutuação temporal. É também o director da Experimental Intermedia, uma fundação sedeada em Nova Iorque que se dedica em exclusivo à investigação em diversas áreas das artes visuais e da música electrónica.

Neste concerto no TMG, Niblock será acompanhado por Katherine Liberovskaya, uma video & media artist e que divide o seu trabalho entre Montreal e Nova Iorque. Desde os finais da década de 80, tem trabalhado sobretudo com vídeo experimental.


Concerto apresentado numa parceria do TMG com a Binaural/Nodar.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Transblues – Festival de Blues Béjar | Guarda

Os Blues animam as noites da cidade mais alta
Começa na próxima sexta-feira (16 de Julho) na Guarda a segunda edição do Transblues - Festival de Blues Béjar | Guarda, uma iniciativa do Teatro Municipal da Guarda e da Junta de Castela e Leão no âmbito do programa POCTEP – Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha Portugal, da União Europeia, e com o apoio da Câmara Municipal da Guarda e do Ayuntamiento de Béjar.

O Transblues arranca com o concerto no Jardim José de Lemos (21h30) do trio norte-americano Michael Hill's Blues. Após quatro álbuns de estúdio aclamados pela crítica e um álbum ao vivo, dando primazia sempre às músicas originais, o grupo está de regresso aos palcos para novos concertos. O “power” e a energia, as histórias eloquentes, o canto negro apaixonado e a grande presença em palco fazem deste grupo uma das referências norte-americanas dos Blues. O trio, liderado pelo Guitarrista Michael Hill, orgulha-se do seu estilo Nova-Iorquino que apela aos Blues “vivos” e originais. A crítica rotula a sua música de “Blues do século XXI”. Música original, divertida e em “aceleração máxima”, promete o trio.

No mesmo palco e à mesma hora, no dia seguinte (17 de Julho) actua Larry Garner, uma das maiores estrelas norte-americanas dos Blues. As suas canções são histórias sobre o passado, sobre o quotidiano, sobre pessoas como todos nós às quais acrescenta uma grande dose de ironia e sentido de humor. Ele nasceu no berço dos Blues, em pleno Louisiana, e iniciou-se na música inspirado por artistas como Silas Hogan e Clarence Edwards. Acompanha Garner em palco o Norman Beaker Band, grupo do Reino Unido que já actuou com outros “monstros” consagrados dos Blues como BB King, Buddy Guy, Alexis Korner, Jack Bruce, Van Morrison ou Chuck Berry, entre muitos outros.

No Domingo, dia 18 e ainda no Jardim José de Lemos é a vez do guitarrista francês Cisco Herzhaft. Músico há mais de 30 anos, ele tem como maiores inspirações os “gigantes” Muddy Waters e Big Bill Bronzy. Este guitarrista francês acompanhou Jonh Lee Hooker nos anos 60 e desde então tem desenvolvido um estilo muito pessoal. A sua música é uma mistura de Folk, Blues e Ragtime.

O Transblues Guarda terá ainda dois espectáculos no Café Concerto do TMG, ambos às 22h00. Na terça, dia 20 de Julho, actua o projecto português Stonebones & Bad Spaghetti, a única banda de “Bluegrass” em Portugal. Bluegrass é uma forma de música popular, com raízes na música tradicional das ilhas britânicas, na música rural dos negros e no jazz e blues. Este é um dos géneros musicais característicos do sul dos Estados Unidos. Utiliza, principalmente, instrumentos acústicos como banjo, guitarra acústica, bandolim, baixo e violino. O reportório da banda é constituído por música americana, tendo por base o bluegrass, o Jazz dos anos 20 e 30, os Blues, a música tradicional irlandesa, Vaudeville, Dixie, Country e os clássicos de sempre.

No dia seguinte, 21 de Julho, e a fechar a 2ª edição do Transblues vai estar o grupo espanhol Gatos Bizcos.

O grupo reuniu-se em Madrid pela primeira vez em 2008. A sua música inspira-se em quase todos os géneros musicais, muito embora a música negra afro-americana seja o principal denominador comum do seu repertório: Blues, Swing, Jazz e Rock & Roll prometem animar a noite no Café Concerto.

Coincidindo com o espírito de interactividade e partilha de culturas do festival, no dia 15 actuará em Béjar o projecto português Minnemann Blues Band e no dia 21, como já referimos, actuará na Guarda o projecto espanhol Gatos Bizcos.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Na Galeria de Arte até 25 de Julho

Quatro”: exposição de Sofia Areal, Manuel Casimiro, Jorge Martins e Nikias Skapinakis


Sofia Areal, Manuel Casimiro, Jorge Martins e Nikias Skapinakis são os quatro artistas plásticos convidados a expor na Galeria do TMG nos próximos meses, numa organização do TMG e dos Artistas Unidos. Quatro artistas com percursos, abordagens e escolhas totalmente diferentes. Um deles, Nikias Skapinakis, diz que apenas os une «o gosto pela pintura».

A mesma opinião tem Jorge Silva Melo, dos Artistas Unidos, que escreve no catálogo de “Quatro”: «Nada, sim, nada mesmo liga, nada une estes trabalhos de artistas tão diferentes, nada. Nem nada de comum eles nos prometem, não.

Pois que poderíamos lançar entre a distância tão medida de Skapinakis, a sua lucidez apolínea, o seu rigor mental e o fulgor abrasivo de Sofia Areal? Ou entre a acrobacia dos círculos de Sofia e as provocações geométricas de Manuel Casimiro, no seu sempre enigmático gesto desviante? E a turva melancolia que se desprende destas telas translúcidas de Jorge Martins?

Nem a idade, nem os pressupostos, nem as técnicas, nem os tempos, nem o momento da vida, nada ocupa neles o mesmo lugar, nada os une.

Nem nada querem impor, lei ou programa.

Diz Skapinakis: apenas os une o gosto de pintar.

Apenas a pintura: e tão diferentes, tão.

E será devido à claridade desse gosto simultâneo, desse diário trabalho, dessa persistente inquietação com as transformações da tela que esta inesperada junção de quatro artistas singulares (e tão distantes) me toca e surpreende.».

“Quatro” ficará patente na Galeria de Arte do TMG até 25 de Julho. A exposição tem entrada livre e pode ser visitada de terça a domingo.
Para mais informações, contactar:

Gabinete de Comunicação e Imagem

Teatro Municipal da Guarda

Rua Batalha Reis, 12, 6300-668, GUARDA, PORTUGAL



Tel. 271 205 240 • Fax. 271 205 248

gci@tmg.com.pt

www.tmg.com.pt
Catálogo: images -> file
file -> Estado de mato grosso
file -> Teatro no Grande Auditório, dia 1 de Junho Companhia João Garcia Miguel traz “Romeu e Julieta” ao tmg
file -> Música no Grande Auditório, dia 23 Março
file -> Espectáculo que comemora os 812 anos da Guarda, dias 26 e 27 de Novembro no tmg a guarda e o seu universo poético revisitados por guardenses em dia de aniversário!
file -> Música no Pequeno Auditório, dia 27 de Setembro Ensemble Vortex abre o ciclo Síntese no tmg
file -> Teatro de sombras na Sala de Ensaios, dia 26 de Maio Catabrisa no último dia do ovni
file -> Musical em Patins, dia 14, no Grande Auditório “Cinderela” no Famílias ao Teatro
file -> Teatro no Pequeno Auditório, dia 27 “Não se brinca com o amor” pelos Artistas Unidos
file -> Dança no Grande Auditório, dia 26 de Outubro Companhia Nacional de Bailado apresenta coreografias de Anne Teresa De Keersmaeker
file -> No Pequeno Auditório, dia 13 de Julho


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal