Nobres membros da mesa diretora



Baixar 12.81 Kb.
Encontro26.07.2016
Tamanho12.81 Kb.

Discurso proferido pelo Deputado Federal André Zacharow em ___/___/___

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE

NOBRES MEMBROS DA MESA DIRETORA

E LÍDERES DAS BANCADAS

ILUSTRES COLEGAS

E SENHORES

Ocupamos esta tribuna hoje para parabenizar a Igreja Presbiteriana do Brasil, que está comemorando seus 150 anos de fundação.


Uma das mais antigas denominações protestantes do País, presente em todos os estados da federação, a Igreja Presbiteriana foi fundada em 1862 pelo missionário Ashbel Green Simonton, que chegou no Brasil em 12 de agosto de 1859, sendo esta a data comemorada pela instituição como data de fundação.
Trata-se de uma denominação cristã comprometida com valores éticos e morais com uma atuação marcante no contexto social brasileiro, tanto na evangelização quanto na área educacional, responsável por instituições de ensino que têm alcançado excelência e reconhecimento internacional, como por exemplo, Universidade Presbiteriana Mackenzie, Instituto Presbiteriano Gammon, entre outras.
Tudo começou quando o missionário Ashbel Simonton chegou ao Rio de Janeiro em 1859, aos 26 anos de idade, e já em abril de 1860, dirigiu o seu primeiro culto em português.
Em janeiro de 1862 foi fundada a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro.

No breve período em que viveu no Brasil, Simonton, auxiliado por alguns colegas, fundou o primeiro jornal evangélico do país – o Imprensa Evangélica, de 1864, criou o primeiro presbitério, em 1865; e organizou um seminário em 1867.


O ex-padre José Manuel da Conceição foi o primeiro brasileiro a tornar-se pastor, em 1865.
Ele visitou incansavelmente dezenas de vilas e cidades no interior de São Paulo, Vale do Paraíba e sul de Minas, pregando e fundando comunidades, e ajudando a impulsionar a expansão da igreja no País.
Essa expansão também se deve ao trabalho pioneiro dos missionários.
Em setembro de 1888 foi organizado o Sínodo da Igreja Presbiteriana do Brasil, que assim tornou-se autônoma, desligando-se das igrejas norte-americanas.
Com bem destacou recente reportagem do jornal O Globo a propósito das comemorações dos 150 anos, a Igreja Presbiteriana do Brasil tem com uma de suas marcas desde a chegada dos primeiros missionários. Acompanhar os avanços da modernidade, utilizando-os como instrumento de evangelização e difusão da palavra de Deus e dos princípios do cristianismo.
O grupo, ligado à doutrina calvinista, ajudou a desenvolver o ensino no país, trazendo o primeiro curso de engenharia e introduzindo aqui as escolas mistas, onde estudavam meninos e meninas, brancos e negros.
E também trouxe o ensino da educação física e um dos esportes preferidos dos brasileiros: o basquete.

Em um País tão carente de referências morais e éticas, a Igreja Presbiteriana do Brasil segue sendo um baluarte para aqueles que buscam na fé um rumo para suas vidas.


Portanto, queremos cumprimentar o presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, reverendo Roberto Brasileiro Silva, bem como a todos os membros da Igreja Presbiteriana do Brasil, pela passagem dos 150 anos de fundação desta grande obra, que certamente continuará dando frutos e inspirando milhões de brasileiros a terem no amor a Deus e ao próximo a medida de todas as coisas, e o instrumento para construir um mundo mais justo e uma sociedade mais humana.




SENHOR PRESIDENTE, PEÇO A VOSSA EXCELÊNCIA QUE AUTORIZE A DIVULGAÇÃO DO MEU PRONUNCIAMENTO NO PROGRAMA A VOZ DO BRASIL, NO JORNAL DA CÂMARA E EM TODOS OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DESTA CASA.

ANDRE ZACHAROW



Deputado Federal


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal