Novo Circo francês no Cineteatro Alba Um equilíbrio entre acrobacia, música, artes plásticas e manipulação de objetos. É assim que pode ser definido “Debout de Bois”, uma espetáculo da companhia francesa La main d’oeuvres



Baixar 4.99 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho4.99 Kb.




Gabinete de Comunicação

comunicacao@cm-albergaria.pt

Novo Circo francês no Cineteatro Alba

Um equilíbrio entre acrobacia, música, artes plásticas e manipulação de objetos. É assim que pode ser definido “Debout de Bois”, uma espetáculo da companhia francesa La main d’oeuvres, que vai ser apresentado no Cineteatro Alba na noite de 26 de Maio (22h00).

“Debout de Bois” trata o equilíbrio. Entre artes de circo e teatro de objeto, o espetáculo é baseado no movimento, acrobacias e manipulação de um tronco de árvore que ora é um parceiro, um aparelho de circo ou um instrumento de música. Num universo sonoro e plástico feito de pedaços de madeira, o artista Sébastien Dault desconstrói e reinventa novas formas de se manter de pé. Explorando os possíveis, questionando os contrastes de fundo e de forma(s), com a frescura e o prazer duma infância redescoberta, estamos perante uma bela confrontação de realidades.

Sébastien Dault é acrobata, trapezista e percussionista, sendo diplomado pelo Centro Nacional de Artes do Circo de Chalons-en-Champagne. Sempre à procura de novas possibilidades, o artista gosta de “derrubar os princípios, contemplar o invisível e inventar, inventar…” Na companhia La main d’oeuvres Sébastien Dault é acrobata, maquinista, coreógrafo, condutor, equilibrista, preparador físico, transformador de objetos, percussionista, carpinteiro, colecionador. Sensível ao gesto e à musicalidade, ele articula o seu trabalho em torno dos objetos, do corpo e do movimento.

Os bilhetes para “Debout de Bois” já estão à venda, com preços a partir de 5 euros.



pág.|



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal