O avanço da Palavra de Deus



Baixar 26.53 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho26.53 Kb.













SEXTA SEMANA – O AVANÇO DA PALAVRA
INTRODUÇÃO
Entramos na 6ª Semana da Campanha de Jejum e Oração, com o tema “O Avanço da Palavra de Deus”.

A Campanha tem uma estrutura muito boa, oferece esboços de sermões adequados para cada semana.

A mensagem de hoje tem como ponto de partida uma das divisões do sermão oferecido como modelo.

A história de Jonas – Maurão – cantor conhecido pelas crianças – como “Jonas o Profeta Indigesto”.


QUEM ERA JONAS?
O Profeta Jonas viveu no tempo do Rei Jeroboão – II Reis 14.25. Sua história não é fictícia. Estudiosos afirmam que seria impossível que Jonas fosse engolido por uma baleia porque elas tem garganta estreita. No entanto, o Cachalote, semelhante a baleia, tem uma garganta que é grande o suficiente para passar uma pessoa adulta. Na verdade, a Bíblia não menciona que se trata de uma baleia e sim de um grande peixe.

O Pr. Valmir disse que se a Bíblia dissesse que Jonas foi engolido por uma sardinha ele creria.


O QUE REPRESENTA NÍNIVE?
Nínive era a Capital da Assíria. A primeira menção da cidade está em Gn. 10. 8 – 12. Cidade fundada por Ninrode, homem valente e conquistador.

Historicamente, Nínive tinha a fama de cruel. Os inimigos quando vencidos tinham suas mãos decepadas, olhos vazados e um tipo de tortura denominado empalamento – muito cruel – a vítima morria com muitas dores atravessada por um pedaço de madeira.

II Reis 17diz, como resultado do pecado, Israel foi tirado da sua terra e exilado na Assíria – v. 23.

Provavelmente, foi por estes motivos que Jonas desobedeceu a Deus: “Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença”. Jonas 1. 2.

Deus na sua Soberania e Misericórdia queria salvar Nínive da maldade e violência.

João disse: “o mundo inteiro está sob o poder do maligno” I João 5.19.



Mas Jonas tinha os seus motivos. Por isso, fugiu da presença de Deus, pagou a sua passagem e foi de navio para Tarsis. A cidade de Tarsis ficava do lado oposto de Nínive – Tarsis – Leste e Nínive – Oeste.

Jonas pagou sua passagem e foi para Tarsis. Pr. Isaltino escreveu que Deus não financia a desobediência.

Jovens queridos, a vida é feita de muitas escolhas, portanto, escolha obedecer a Deus, escolham subter suas decisões ao Senhor – sejam elas simples como planejar um passeio ou complexas como escolher a pessoa com quem vai namorar ou escolher o curso que vai definir sua vida profissional ou ainda o ministério em que você vai atuar. Submeta suas decisões ao Senhor e esteja disposto a obedecer.

Os mais maduros também precisam submeter as decisões ao Senhor. A experiência não é determinante para a tomada de decisões.

Precisamos ouvir mais a Deus, submeter as decisões a Ele e não ter medo de obedecê-lo.

Assim como Jonas, muitos de nós temos os nossos motivos pra tomar decisões, mas Deus na sua Soberania também tem os seus motivos que são mais elevados que os nossos. Isaías 55. 6 – 8: “Procurem a ajuda de Deus enquanto podem achá-lo; orem ao SENHOR enquanto ele está perto.



Que as pessoas perversas mudem a sua maneira de viver e abandonem os seus maus pensamentos! Voltem para o SENHOR, nosso Deus, pois ele tem compaixão e perdoa completamente.

O SENHOR Deus diz: “Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos, e eu não ajo como vocês”.

A distância entre Jope e Társis é aproximadamente de 3.000 Km, mas no meio do caminho “o Senhor fez soprar um forte vento sobre o mar, a tempestade foi violenta – os marinheiros clamaram aos seus deuses e Jonas dormia um sono profundo”. 1.4.

Tem gente dormindo, vivendo como se estivesse escondido de Deus. O salmo 139 afirma que “não podemos fugir de Deus, se estivermos num buraco ou no porão; se estivermos num lugar bem alto ou numa escuridão profunda, Deus nos vê”. “Os seus olhos estão em todos os lugares a contemplar os maus e os bons”. Pv. 15.3.

Ao ser acordado e confrontado pelos marinheiros, Jonas reconheceu o seu erro e como profeta de Deus, orientou aos marinheiros a joga-lo no mar.

Como último recurso, os marinheiros obedeceram, jogaram Jonas ao mar e quando viram as águas se acalmarem, imediatamente, “adoraram ao Senhor com temor, oferecendo-lhe sacrifício e fazendo-lhe votos”. 1.16.

Ai, o Senhor fez com que um grande peixe engolisse o profeta e ele ficou por ali durante três dias.

Dentro do grande peixe, desesperado, clamou ao Senhor. (Desenho animado – mostrou um Jonas ajoelhado, orando a Deus – não foi assim – imaginem um grande peixe, num imenso mar, talvez, nadando desesperadamente – não houve oportunidade para ajoelhar-se diante de Deus). Na verdade, o Grande Peixe nadava em obediência a Deus, levando o profeta para Nínive, lugar para onde deveria ter ido.

Jonas não era ignorante da Palavra de Deus. Dentro do Grande Peixe, enquanto era jogado de um lado para o outro, orou juntando diversas partes dos salmos. Sl. 12.1; 18.5-6; 61.2; 88.6; 691-2 e 14-15; 31.22; 69.1; 30.3 e 18.6.

I João 5.14 “se pedirmos as coisas segundo a vontade de Deus, Ele nos ouvirá”. É bom trazer à memória a Palavra do próprio Deus quando estamos orando.

Temos falado sobre Tempo a Sós com Deus (TNT) - experimente transformar os salmos e outros textos bíblicos em oração.

A oração de Jonas incluiu confissão “A Salvação vem do Senhor”. 2.9.



Jonas tinha os seus motivos. Ele desobedeceu a Deus, aos seus olhos – Nínive não merecia a misericórdia do Senhor – os ninivitas não mereciam a salvação.

A Salvação pertence ao Senhor. At. 4.12 “Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos”. É no nome de Jesus que podemos ser salvos.

Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim”. João 14.6.



A Salvação pertence ao Senhor. À Igreja de Jesus cabe a responsabilidade de pregar e ensinar o amor de Deus. “Pregue a Palavra, a tempo e fora de tempo”, pois “Deus deseja que todos sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. II Tm. 4.2 e I Tm. 2.4. Ele deseja que todos venham ao arrependimento. Façam discípulos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observarem tudo que tenho ensinado. É assim que a Palavra de Deus avançará.

Então, “Deus ordenou ao peixe, e ele vomitou Jonas em terra firme”. 2.10.

Notem que a tempestade obedeceu a voz de Deus, o Grande Peixe obedeceu a Deus, os marinheiros foram sensíveis às ordens de Deus e depois prestaram adoração, no entanto, Jonas, tão conhecedor da Palavra, deu ouvidos ao Senhor quando estava no fundo do poço, entre a vida

A dureza de coração é um problema sério da humanidade e tristeza para Deus – Dt. 5. 29 Deus diz: “Quem dera eles tivessem sempre no coração esta disposição para temer-me e para obedecer a todos os meus mandamentos. Assim, tudo iria bem com eles e com seus descendentes para sempre!”. Em Mc. 3.5 “Jesus ficou profundamente entristecido por causa dos corações endurecidos”.

Penso que a obediência e o novo coração que Deus nos deu, devem ser cultivados no dia-a-dia.

A Palavra veio pela 2ª vez e Jonas obedeceu – entrou na cidade e saiu pregando uma curta mensagem: “Daqui a 40 dias Nínive será destruída”.

A Bíblia não diz, digo eu, parece que Jonas pregou de má vontade. Por que? Pra percorrer a cidade seriam necessários 03 dias – Jonas percorreu apenas 01. Parece que a mensagem não chegou ao rei através de Jonas, mas as notícias chegaram até o rei.

Não importa, quando Deus está decidido a agir, ninguém pode impedir – Deus usa até uma mensagem meia boca, como a de Jonas e muda o coração de qualquer pessoa, até de uma cidade inteira.

Qualquer instrumento pode ser usado, basta que esteja nas mãos do Senhor.

O povo creu e se arrependeu. Todos abandonaram os seus maus caminhos e se humilharam diante de Deus. “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes” ... “aproximem-se de Deus e Ele se aproximara de vocês”. Tg. 4. 6 e 8.

O trabalho foi realizado, Deus exerceu misericórdia na vida da cidade de Nínive – Miquéias 7. 18: “Deus tem prazer em mostrar amor ou em exercer misericórdia”.

Então Jonas orou decepcionado com Deus. Ele sabia que o Senhor iria perdoar e salvar aquela gente – entrou num estado de depressão a ponto de não desejar viver.

Foi para uma parte alta da cidade, sol o incomodava, Deus permitiu o nascimento de uma planta que fazia sombra e o protegia do sol.

No outro dia, Deus mandou uma lagarta atacar a planta e ela morreu. Jonas ficou furioso e novamente desejou a morte.



Deus tratou com Jonas. Você tem compaixão de uma planta que nasceu numa noite e morreu logo em seguida, Nínive tem 120.000 pessoas eu não deveria ter compaixão desta cidade que não sabe discernir as coisas?

A Deus pertence a Salvação. Ele dá a quem quer!

A maldade dos ninivitas não é tão diferente da maldade de hoje. Maldade, Imoralidade, desonestidade, corrupção, egoísmo e indiferença, continuam as mesmas nos dias de hoje. A grande diferença hoje é a sofisticação, a modernidade e a informatização a serviço do pecador.


CONCLUSÃO

A Palavra e a Soberania de Deus estão acima de qualquer interesse.

Jonas parece ser o tipo difícil de aprender, depois de chegar perto da morte e concluir que a Salvação pertence ao Senhor, ele torce pela perdição de um povo que carregava a maldade e a violência em seu coração.

Antes de Jonas sentar no banco dos réus, é importante salientar que houve um progresso – na 1ª experiência, ele fugiu, mas na 2ª etapa, embora esteja profundamente deprimido, ele consegue abrir o seu coração e expor a sua decepção. Gosto do Sl. 142 – Derramo diante Dele o meu lamento, à Ele apresento a minha angústia.

O livro termina em tom amargoso, mas demonstra o tratar de Deus com Jonas. Ele trata conosco. O Senhor cuida das nossas vidas.

Talvez você tenha questões que incomodam o teu coração. Saiba que Deus trata conosco, com as dúvidas, com nossas indignações. Ele não deixará de colocar a mão em nossas feridas. Por outro lado, Ele não nos abandonará.

Deus é Soberano, Ele sabe o que Ele quer.

Ele não é um Deus que se adéqua a nós, nós é que temos que nos adequar a Ele. Temos que acertar nossas vidas aos seus planos.



A Salvação pertence ao Senhor, Ele derrama a sua graça e misericórdia a quem Ele quer – não me pergunte os critérios de Deus – apenas aprendamos a conviver em obediência com o Amor, a Soberania, a Bondade, a Graça e a Misericórdia do Senhor.




Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal