O intelectual e o Poder: a carreira Política de Gustavo Capanema. Por



Baixar 5.97 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho5.97 Kb.




O Intelectual e o Poder: A Carreira Política de Gustavo Capanema. Por: Simon Schwartzman. Introdução. Um dos grandes méritos dos arquivos pessoais é que eles nos permitem ir além das versões oficiais e públicas dos fatos, aproximando-nos das pessoas de carne e osso, que são os verdadeiros protagonistas da história. A busca desta dimensão mais profunda não deve ser confundida com a crença na existência de uma "história secreta", mais verdadeira e não confessada, em contraposição à versão pública e supostamente enganosa dos eventos. Não há dúvida de que a versão oficial da história é freqüentemente parcial e enganosa, e existem certamente eventos importantes que jamais vêm a luz, a não ser pelo trabalho exaustivo do pesquisador. No entanto, a própria complexidade dos fatos históricos faz com que seja quase impossível deturpá-los intencionalmente; da mesma forma, alguns detalhes íntimos ou secretos podem certamente dar mais cor e detalhe ao que é publicamente sabido, mas dificilmente lhe alteram o sentido. A pesquisa em arquivos pessoais não tem, portanto, o objetivo de descobrir o que "verdadeiramente" aconteceu, dentro de uma visão conspirativa da história, e muito menos o de revelar fatos e detalhes que só interessam à intimidade das pessoas. O que este tipo de material permite é adquirir uma visão muito mais rica e complexa dos fenômenos históricos, a partir das motivações e visões de seus protagonistas. Que estes protagonistas fazem parte de um contexto muito mais amplo, sobre o qual têm pouca influência, e que muitas vezes nem sequer chegam a entender, não precisa ser repisado. Captar suas motivações e os propósitos de suas ações não significa, pois, necessariamente, aceitar que as coisas ocorreram como eles as viam, percebiam ou queriam. Significa, isto sim, compreender como eles compreendiam o mundo que os circundava, e como agiam a partir desta compreensão. Gustavo Capanema se educou junto à elite intelectual mineira, viveu a excitação revolucionária dos anos 30 e ocupou por muitos anos uma posição central em relação aos assuntos de educação e cultura no país. Estes foram também os anos da ascensão do fascismo, da guerra civil espanhola, da intensificação dos conflitos ideológicos, do Estado Novo e do eventual alinhamento brasileiro contra as potências do Eixo.
Sua carreira, sua obra política e administrativa estão profundamente marcadas por estes eventos. Seu arquivo pessoal, parte do acervo do Centro de Pesquisa e Documentação em História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas, revela...


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal