O negrinho do pastoreio



Baixar 12.14 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho12.14 Kb.
NOME: ____________________________________________________

DATA: _____________ PROFESSORA: _______________________

Objetivo: ampliar e relacionar conhecimentos referentes ao folclore nacional e à história do Brasil, buscar informações de acordo com regras pré-estabelecidas, utilizar adequadamente o dicionário.
O NEGRINHO DO PASTOREIO
O Negrinho do Pastoreio é uma lenda folclórica brasileira que surgiu no Rio Grande do Sul. Ela surgiu no século XIX, período no qual ainda havia a escravidão no Brasil. Ela retrata bem a violência e injustiça impostas aos escravos da época.

De acordo com a lenda, havia um menino negro escravo, adolescente, que tinha como tarefa cuidar do pasto e dos cavalos de um rico fazendeiro.

Certo dia, o menino voltou do trabalho e foi acusado por seu patrão de ter perdido um dos cavalos. O fazendeiro mandou então que o menino fosse açoitado e em seguida voltasse ao pasto para recuperar o cavalo.

Após muitas horas, não encontrou o cavalo e retornou à fazenda, sendo novamente castigado pelo fazendeiro que, para aumentar o castigo, colocou o menino pelado dentro de um formigueiro.

No dia seguinte, o patrão foi ver a situação do menino e ficou surpreso, pois o garoto estava livre e sem nenhum ferimento, montado sobre o cavalo baio que havia sumido.

Dizem que o menino foi salvo por um milagre e transformado em anjo. Até hoje considera-se que ele seja o protetor das pessoas que perdem algo. Quando perde-se alguma coisa, é possível pedir ao menino que ajude a encontrar. Em retribuição, a pessoa deve acender uma vela ou comprar uma planta para o menino.



( conto popular )
Atividades


  1. O Negrinho do Pastoreio é uma lenda do período da escravidão. Como os escravos, o menino sofria castigos diversos. Escreva um pouco sobre essa época de nossa história. Explique como era a vida de um escravo e quais castigos eram comuns de serem aplicados aos negros:

Resposta: ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. De acordo com a lenda, o fazendeiro considerou que o Negrinho do Pastoreio houvesse cometido dois erros, portanto aplicou dois castigos, um para cada erro. Complete a tabela, relacionando a causa e a conseqüência de cada castigo:




Erro do Menino

Castigo Aplicado














  1. Procure no dicionário o significado das seguintes palavras, retiradas do texto:




  1. Baio: _______________________________________________

___________________________________________________

  1. Açoitar: _____________________________________________

___________________________________________________

  1. Retribuição: __________________________________________

___________________________________________________


  1. Agora que você já sabe bem o significado das palavras acima, escreva uma frase para cada palavra, diferente da frase utilizada no texto:

  1. ___________________________________________________

  2. ____________________________________________________

  3. ____________________________________________________




  1. Qual foi o milagre que aconteceu com o Negrinho do Pastoreio?

Resposta: ___________________________________________________________________________________________________________


  1. Encontre no texto o que se pede:




  1. Uma palavra proparoxítona: _______________________________

  2. Duas palavras paroxítonas: _______________________________

  3. Quatro palavras trissílabas: _______________________________

  4. Dois substantivos comuns: ________________________________

  5. Um substantivo próprio: _________________________________




  1. Negrinho do Pastoreio é uma lenda do folclore brasileiro. Faça uma lista com outras seis lendas conhecidas em nosso folclore:

Resposta: __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal