O quali-quantitativa do percolado gerado no aterro controlado de santa maria rs



Baixar 1.09 Mb.
Página9/16
Encontro18.07.2016
Tamanho1.09 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   16

6.2. Recomendações


Conforme os estudos e observações durante a pesquisa recomenda-se:

  • Um Método viável para se reduzir às concentrações efluentes consistiria em realizar atividades diárias de cobertura dos resíduos com material argiloso. Em aterros bem operados encontram-se relações discretas entre o volume de precipitações e as concentrações de poluentes, confirmado em estudos de Fiúza et alii (2000);

  • A instalação de um medidor automático de vazão na calha Parshall, a fim de minimizar erros e obter um histórico de dados maior e confiável;

  • A instalação de uma calha Parshall no leito do Arroio Ferreira a fim de possibilitar a medição de vazões do rio e, conseqüentemente, avaliação das águas quanto à carga poluidora originada das concentrações efluentes as lagoas do aterro;

  • Encerradas as atividades de disposição final de resíduos, testar modelos matemáticos computacionais complexos, baseados no Método do balanço hídrico para estimativa de vazões;

  • Realizar o estudo do balanço hídrico no aterro da Caturrita, possuindo como base de dados eventos de precipitação e evapotranspiração por probabilidades de ocorrência, conforme séries históricas anteriores;

  • Realizar o estudo do grau de compactação dos resíduos, coeficiente de escoamento do aterro, capacidade de campo do material de cobertura para aperfeiçoar as simulações;

  • Estudar o perfil do oxigênio dissolvido no Arroio Ferreira, a jusante do ponto de lançamento de efluentes, principalmente quanto aos processos de estabilização da matéria orgânica presentes na água.


7. Referências bibliográficas

APHA; AWWA ; WPCF. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. 20 ed. Washington (EUA): Joint Editorial, 1998.

BRASIL. MINISTÉRIO DO INTERIOR. Diretrizes Nacionais de Limpeza Urbana: 1a Fase – Formulação do Programa. Rio de Janeiro: Sema/CNDU/Abes, 1983.

______. Resolução CONAMA No 357/2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 08 mar., Seção 1. Brasília, 2005.

BRITO, E. do N. & MOREIRA, I. V. D. (Orgs) Legislação Ambiental Básica. Rio de Janeiro: Fundação Estadual de Engenharia do Ambiente, 1992.

capelo Neto, j.; mota, s.; silva, f. j. a. Geração de Percolado em Aterro Sanitário no Semi-Árido Nordestino. Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 4, n. 3, p. 160 – 167, 1999.

Ciência & meio ambiente. Lixo Urbano. Janeiro/Junho de 1999.

Dutra, D. A. Uso dos Recursos Hídricos na Bacia Hidrográfica do Arroio Ferreira Santa Maria/RS. 2001. 127f. Monografia (Trabalho de Graduação A, apresentado ao Curso de Geografia, como requisito parcial para obtenção do grau de Licenciado em Geografia) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2001.

EHRIG, H. J., Cantidad y Contenidos de Lixiviados de Rellenos de Desechos Domésticos, In: Proyecto CEPIS/GTZ Fortalecimiento Técnico de CEPIS, San José, Costa Rica, (1992).



Embrapa. Banco de Dados Climáticos do Brasil. Disponível em: . Acesso em: 08 nov.2004.

FARQUHAR, G. J. Leachate: Production and Characterization. Departamento de Engenharia Civil, Universidade de Waterloo, Canadá, 1988.



Fiúza, j. m. s. et alii. Monitoramento do Chorume do Aterro Centro de Salvador. In: XXVII Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária e Ambiental. Anais..., Porto Alegre, 3 a 8 Dezembro de 2000.

FNS .- Fundação Nacional de Saúde – Ministério da Saúde. 1999. Manual de Saneamento. 3a edição. Brasília/DF.

fleck, e. et alii. A Metodologia de Monitoramento Ambiental e Operacional dos Aterros Sanitários de Porto Alegre e Municípios Conveniados. In: XXVII Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária e Ambiental. Anais..., Porto Alegre, 3 a 8 Dezembro de 2000.

Fepagro florestas - RS. Fundação Estadual de Pesquisas Agropecuárias.

gariglio, l. p. & melo, g. c. b. de. Metodologia Racional para Monitoramento Ambiental de Aterros de Resíduos Sólidos Urbanos. In: XXII Congresso brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Anais..., Joinvile, 14 a 19 Setembro de 2003.

Germano, p. c. c. et alii. Relação DQO x DBO Em Sistema Aeróbio de Disposição de Resíduos Sólidos do Aterro Sanitário – Capão da Canoa / RS. In.: VI Seminário Nacional de Resíduos Sólidos – ABES – 22 a 25 de Setembro de 2002 – Gramado, RS

herrera, r. g.; cárdenas, l. k.; castillo, r. r. Basureros Activos. Simulación de La Lixiviacion - El Caso de Mérida, México. In: XXVII Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária e Ambiental. Anais..., Porto Alegre, 3 a 8 Dezembro de 2000.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Quantidade diária de lixo coletado, por unidade de destino final do lixo coletado, segundo as Grandes Regiões, Unidades da Federação, Regiões Metropolitanas e Municípios das Capitais–2000. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/>. Acesso em: 12 out.2003.



______ In: Coleta e Disposição Final do Lixo: Aterros, 1989. Disponível em: <http://www.ambientebrasil.com.br/>. Acesso em: 18 de mar. 2005.

Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia. Agrometeorologia - Balanço Hídrico. Disponível em: <http://reia.inmet.gov.br/agrometeorologia/agro_menu.php?opc=4>. Acesso em: 28 mar.2005.

Jang, Y. –S.; Kim, y. –w.; lee, s. –i. Hydraulic properties and leachate level analysis of Kimpo metropolitan landll, Korea. (2001). Disponível em:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   16


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal