O que é um Diário de Campo ?



Baixar 9.07 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho9.07 Kb.

O que é um Diário de Campo ?

É algo parecido com o prontuário médico ou um diário de classe. Nele está contida toda a história e evolução de um dado paciente ou turma.


No caso do prontuário, incluem-se aí os registros dos diferentes profissionais que lidam com o doente, assim como exames complementares e outros documentos legais. Serve como registro atual, e pode ser usado para estudos de caso e/ou prova legal.
No caso do diário de classe há a lista de presença, datas, títulos e conteúdos das aulas. Alguns professores incluem alguma descrição dos eventos e até comentários sobre alunos. Assim como o prontuário serve também como registro atual, e pode ser usado para estudos de caso e/ou prova legal.
O diário de campo é similar. Pesquisadores na área de Ciências Humanas utilizam-no com freqüência como um "prontuário / diário de classe", só que neste caso o "paciente / turma" é a pesquisa. Nele o pesquisador registra eventos, observações de eventos e eventualmente suas reflexões sobre o ocorrido. Tem por objetivo coletar os dados relevantes para a pesquisa em curso, que serão posteriormente analisados, e que gerarão algum tipo de comunicação científica.
No caso desta disciplina, o seu diário de campo é similar ao já descrito. Aqui o "paciente / turma" é você. Os dados são os eventos da disciplina e fora dela que de alguma forma tiveram relação com este curso. São também suas reflexões sobre eles. A idéia é que você possa mostrar-me como foi o seu desenvolvimento durante o curso.


Qual o conteúdo do diário de campo ?

O seu diário deverá conter duas partes. Uma descreve, já dito eventos relacionados à disciplina. A outra as suas reflexões sobre eles. Em particular aqueles operacionais, mais pertinentes a sua tese. Ao longo do curso você terá aulas sobre temas de metodologia. Uma parte deles ministrado pelo Professor Alexandre, os outros por mim. Para este diário importam mais os temas das minhas aulas. O Prof. Alexandre solicita um outro tipo de avaliação.


É claro que a teoria e a prática se misturam de forma às vêzes indissolúvel, e em alguns momentas seus comentários e reflexões integrarão estes dois aspectos. Isto não é um problema, ao contrário, mostrará seu melhor desempenho ao integrar os dois aspectos do curso. Mas isto não significa que nestes diários seja esperado um exercício de reflexão teórica. Este não é o caso. O que espero aqui, é que você seja capaz de pensar preferencialmente sobre os aspectos mais operacionais do seu caminhar acadêmico.
Note que a descrição dos eventos NÃO é um relatório das aulas. Nada do tipo "o professor começou a aula dizendo... depois... terminou...". Não é isto o que importa. Como descrito acima, um diário de campo registra apenas os eventos relevantes para a sua evolução. E é assim que você deverá fazer. Registre apenas o que for relevante para o seu aprendizado. Assim é que se você achar que o início de uma aula foi marcante por alguma razão, registre-o. Se o final foi irrelevante, suprima-o do seu diário.
Mas perceba ainda que diversos outros eventos fora de aula podem ter significado para o seu artigo final; uma conversa com o seu professor, seu namorado(a); um livro que leu; uma prova que fez; uma refeição em um restaurante ou uma compra em uma loja qualquer. Não importa o que seja, nem ainda que o evento seja "importante" - aqui tem o mesmo valor um artigo lido ou um pensamento durante uma compra. Importa isto sim o quanto este evento contribui para construção do seu processo de desenvolvimento.
Agora, mais importante que a descrição de eventos, é a sua reflexão sobre eles. Que tipo de conclusão você tirou ? Qual associação com outras idéias, eventos ou situações você fez ? É aqui que você demonstra e exercita a sua capacidade de aprender. Sendo mais específico, sua capacidade de traduzir em efeitos práticos e concretos os eventos ocorridos em aula. Mais que isto, a sua capacidade de transferir para fora dela o que normalmente costuma restringir-se às paredes da sala; mesmo que seja apenas sobre a sua história pessoal.
Fui claro ?

Prof. Mauricio


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal