O que fazer quando estou em crise de enxaqueca?



Baixar 10.57 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho10.57 Kb.
O que fazer quando estou em crise de enxaqueca?
 Esteja sempre preparado! Os sofredores de enxaqueca devem ter sua medicação para as crises sempre à mão.
 Em caso de dor intensa, procure um local fresco e escuro para recostar, não deite.
 Coloque gelo sobre as áreas dolorosas.
 Tome o medicamento para crise recomendado pelo seu médico, mas nunca mais de duas vezes por semana.
 Beba muita água e coma moderadamente.
 Descanse.
Quando procurar o médico?
 Quando as crises de enxaqueca estão comprometendo a realização de suas atividades normais;
 Se você toma analgésicos para a dor de cabeça duas ou mais vezes por semana;
 Se os medicamentos que você está tomando não estão aliviando sua dor;
 Quando houver qualquer modificação no comportamento padrão de sua dor;
 Se houver reações aos medicamentos;
 Se engravidar durante o tratamento;
 Se a sua dor de cabeça é uma novidade, iniciando-se rapidamente e de forma intensa é fundamental a visita a um neurologista para afastar as causas mais graves.

NÃO SE ESQUEÇA: toda dor de cabeça tem uma causa!
Só um médico pode avaliá-a corretamente,
excluindo as causas mais sérias e ameaçadoras.

Consulta médica: como proceder?

  O diagnóstico correto da enxaqueca requer uma história minuciosa da dor do paciente além de um exame neurológico criterioso, portanto procure um médico que possa dispor de bastante tempo para a primeira consulta.
 Mantenha um relatório diário com informações sobre a sua dor, isso ajudará muito o seu médico.
 Durante a consulta médica, é muito importante estabelecer uma conversa honesta e aberta com o médico, pois algumas características que aparentemente não estão relacionadas com a dor podem ajudar no diagnóstico.
 Visitas regulares ao médico são importantes para ajustes necessários nas doses e medicações utilizadas.
 Informe ao médico todo tipo de medicamento que está fazendo uso.

Como evitar as crises?

 Mudanças no estilo de vida contribuem para o controle das crises de enxaqueca. Por exemplo, hábitos regulares para as refeições e sono;
 Mudanças na dieta diminuindo ou até mesmo eliminando certos alimentos que deflagram a dor;
 Evitar a ingestão de bebidas fermentadas como por exemplo o vinho tinto;
 Não se expor demasiadamente ao sol e à claridade;
 Evitar o uso excessivo de perfume ou a permanência em locais recém-pintados ou onde se estejam utilizando solventes químicos;
 Dietas ricas em magnésio e em um aminoácido chamado triptofano são úteis. O magnésio encontra-se em alimentos verdes frescos, frutos do mar e nozes e o triptofano é encontrado em alimentos como verduras frescas, feijão e outros cereais integrais.


http://www.dordecabeca.com.br/htm/sht_enxadicas.shtm
Dor de Cabeça
Dicas para facilitar o diagnóstico da enxaqueca

A consulta médica é fundamental para o diagnóstico e o tratamento da enxaqueca, principalmente porque os sintomas desse mal se confundem com vários outros. Assim, para facilitar o processo, siga algumas dicas preparadas pela Sociedade Brasileira de Cefaléia.



Prepare a consulta:

 Mantenha um relatório diário com informações sobre a sua dor.

 Estabeleça uma conversa honesta e aberta com o médico.

 Informe detalhadamente qual o tipo de medicação que você usa durante as crises.

 Fale bastante sobre seus hábitos, pois muitos deles podem interferir nas crises sem que você desconfie.

Mesmo que você já esteja em tratamento contra a enxaqueca, também existem algumas situações em que deverá procurar o médico imediatamente:

 Se o comportamento padrão de sua dor sofrer alguma mudança.

 Se o seu organismo estiver reagindo mal aos medicamentos.

 Se você engravidar durante o tratamento.


 

http://saude.terra.com.br/guia/abcdasaude/dordecabeca/interna/0,,OI403114-EI4208,00.html


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal