Octavio mendes cajado editora pensamento



Baixar 1.38 Mb.
Página78/78
Encontro08.08.2016
Tamanho1.38 Mb.
1   ...   70   71   72   73   74   75   76   77   78

Exercícios para Encontrar sua Disposição
para Ser Curador


Até que ponto mereço confiança? Uso bem minha vontade em consonância com a vontade divina? De que maneira uso a força? Sei amar? Sou capaz de dar amor sem condições? Respeito a autoridade dos que escolhi para dar-lhes autoridade a fim de aprender com eles? Posso fazer isso sem prejuízo da minha própria autoridade interior? Como atraiçôo minha integridade? Que é aquilo por que anseio? Que é o que desejo criar em minha vida? Quais são minhas limitações como mulher, como homem, como ser humano, como curador? Respeito a integridade, a força pessoal, a vontade e as opções dos meus pacientes? Vejo-me como um canal que chama a força de dentro dos pacientes, para que estes se acabem curando? Qual é o meu interesse pessoal em conseguir que alguém se cure? Vejo a morte como um fracasso?

Exercício para Ponderar a Natureza da Cura


O que é um curador?

O que é uma cura?

Qual é o propósito principal de uma cura?

Que é promover uma cura?

Quem cura?

Quem se cura?

Heyoan disse recentemente: “Não formule juízo sobre si mesmo, caro leitor, a partir das perguntas acima. Estamos percorrendo um caminho de purificação, e o amor é o maior de todos os agentes curativos. Não se rejeite, dizendo que nunca poderá fazer isso. Pode fazer e o fará. É uma simples questão de aceitar onde e quem você é, agora, como perfeito nas imperfeições. Nós, os do mundo do espírito, temo-lo em grande consideração e respeito. Vocês decidiram tornar-se seres físicos como uma grande dádiva, não só para vocês, mas também para o universo fisicamente manifestado. Suas mudanças pessoais no tocante à saúde e à integridade afetam os que os cercam, e não somente os que se encontram na sua vizinhança imediata, mas também todos os seres senscientes que vivem na superfície da terra; em verdade, a própria terra. Vocês são todos filhos da terra. Vocês são dela; ela é de vocês. Nunca se esqueçam disso, pois à proporção que nos movemos na direção da consciência planetária em futuro próximo, vocês se tornarão líderes dessa grande aventura rumo à luz. Acima de tudo, amem-se e honrem-se a si mesmos como nós os honramos. Afinal de contas, estamos na presença do divino quando estamos com vocês. Vocês estão aninhados nos braços de Deus e são amados. Compenetrem-se disso, e estarão livres, de volta à casa.”

Quando compreende que a vida se experimenta como uma pulsação, você se expande e alegra, move-se para o silêncio da paz e, em seguida, se contrai. Para muita gente, a contração é negativa. Muitos de vocês experimentarão uma alegria maravilhosa, como a de estar em companhia de anjos durante um seminário ou uma cura. O mesmo sentirá o paciente. Mas não se esqueçam de que, pela própria natureza do estado de alta energia expandida, vocês mais tarde se contrairão e sentirão mais a consciência separada que se acha dentro de cada um. A força e a intensidade da energia espiritual soltam e principiam a iluminar a substância da alma negra e estagnada. Quando ela volve à vida, você a experimenta como real. Tanta dor, tanta raiva e tanta agonia! Você talvez diga a si mesmo: “Ué, estou pior agora do que estava antes de começar.” Permita-me assegurar-lhe que isso não é verdade. Você está mais sensível. Depois de experimentar esses altos e baixos, essas expansões e contrações, a cada questão pessoal, descobrirá que eles se foram. Meses mais tarde, dirá: “Puxa! não farei mais isso.” E chorará de alegria, exatamente como nas primeiras vezes que voltou e experimentou a luz. Lembre-se de que paciência é a palavra da fé.


Revisão do Capítulo 27


  1. Quais são os principais atributos pessoais que o curador precisa desenvolver para permanecer claro?

  2. Para que servem os testes de vida?

Alimento para reflexões


  1. O que foi o seu processo pessoal de purificação para trazê-lo ao ponto a que você chegou em seu caminho?

  2. Você está pronto para ser curador? Em que níveis?

  3. Em que área do seu ser você teria maior propensão para usar mal a sua força de curador? O que é que o seu ser inferior, ou ser de sombra, pretende ali? Em que crença errônea se alicerceia essa pretensão? Como é que você pode curar essa sua parte e realinhar-se com a sua vontade divina interior?

  4. Responda às perguntas sob o título de “Exercício para encontrar seus medos”.

  5. Responda às perguntas sob o título de “Exercício para encontrar suas crenças negativas”.

  6. Faça o exercício de amor a si mesmo sob o título de “Amor”.

  7. Responda às perguntas sob o título de “Exercício para você se desembaraçar a fim de ser curador”.


Bibliografia



Allen R., “Studies into Human Energy Fields Promises Better Drug Diagnosis,” Electronie Desrgn News, abril 1974, Vol. 17, pp.

Anderson, Lynn, The Medicíne Woman. Nova York, Harper & Row, 1982.

Anônimo, Ethenc Vzsion and WhaÊ It Reveals. Oceanside, Calif., The Rosicrucian Fellowship, 1965.

Anônimo, Some Unrecognzzed Factors in Medícine. Londres, Theosophical Publishing House, 1939.

Bagnall, O., The Origíns and Properties of the Human Aura. Nova York, University Books, mc., 1970.

Bailey, A. A., Esoteric Healing. Londres, Lucis Press, Ltd., 1972.

Becker, R. O., Bachman, C., e Friedman, H., “The Direct Current Control System,” New York State Journal ofMedicine, 15 de abril, 1962, pp.

Beesely, R. P., The Robe ofMany Colours. Kent, The Coilege of Psycho-therapeutics, 1969.

Bendit, P. D., e Bendit, L. J., Man Incarnate. Londres, Theosophical Publishing House, 1957.

Bentov, 1., Stalking the Wild Pendulum. Nova York, Bantam Books, 1977. Ã espreita do pêndulo côsmico, Ed. Cultrix/Pensamento, São Paulo, 1989.

Besant, A., e Leadbeater, C. W., ThoughtForms. Wheaton, III., Theosophical Publishing House, 1971.

Blavatsky, H. P., The Secret Doctnne. Wheaton, III., Theosophical Publishing House, 1888.

Bohm, David, The Implicate Order. Londres, Routledge & Kegan Paul, 1981.

Brennan, B., Function of the Human Energy Field in the Dynamíc Process offfealth, Health and Disease. Nova York, Institute for the New Age, 1980.

Bruyere, Rosalyn, Depoimento pessoal. Glendale, Calif, Healing Light Center, 1983.

Bruyere, Rosalyn, Wheels of Líght. Glendale, Calif., Healing Light Center, 1987.

Burks, A. J, The Aura, Lakemont, Georgia, CSA Printers & Publishers, 1962.

Burr, H. S., Musselman, L. K., Barton, D. S., e Kelly, N. B., “Bioelectric Correlates of Human Ovulation”. Yale Journal ofBiology and Medicine, 1937, Vol. 10, pp. 155-160. Burr, H. S, e Lane, C. T., “Electrical Characteristics of Living Systems.” Yale Journal of Biology and Medicine, 1935, Vol. 8, pp. 3 1-35.

Burr, H. S., “Electrometrics of Atypical Growth.” Yale Journal of Biology and Medicine, 1952, Vol. 25, pp. 67-75.

Burr, H. S., e Northrop, F. S. G, “The Electro-Dynamic Theory ofLife.” Quarterly Revíew ol Biology, 1935, Vi. 10, pp. 322-333.

Burr, H. S., e Northrop, F. 5. G., “Evidence for the Existence of an Electrodynamic Field in the Living Organisms” Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, 1939, Vol. 24, pp. 284-288.

Burr, H. 5., The Fields of Lues Our Links with the Universe. Nova York, Bailantine Books, 1972.

Burr, H. 5., “The Meaning of Bio-Elec. tric Potentials.” Yale Journal of Biology and Medicine, 1944, Vol. 16, pp. 353-360.

Butier, W. E., How to Read the Aura, Nova York, Samuel Weiser, mc., 1971.

Capra, Fritjof, The Tao of Physics, Berkeley, Shambhala, 1975.

Cayce, Edgar, Auras. Virginia Beach, Virginia, ARE Press, 1945.

Cohen, Dr. David, Entrevista para The New York Times, 20 de abril, 1980.

De La Warr, G., Matter ín the Making. Londres, Vincent Stuart Ltd., 1966.

Dobrin, R., Conaway (Brennan), B., e Pierrakos, J., “Instrumental Measurements of the Human Energy Field.” Nova York, Institute for the New Age, 1978. Apresentado na Electro ‘78, IEBE Annual Conference, Boston, de 23 a 25 de maio, 1978.

Dobrin, R, e Conaway (Brennan) B., “New Electronic Methods for Medical Diagnosis and Treatment Using the Human Energy Field.” Apresentado na Electro ‘78, IEEE Conference, Boston, de 23 a 25 de maio, 1978.

Dumitrescu, 1., “Electrbnography.” Electronography Lab, Romania. Apresentado na Electro ‘78, IEEE Annual Conference, Boston, de 23 a 25 de maio, 1978.

Eddington, Arthur, The Philosophy of Physical Science. Ann Arbor, University of Michigan Press, 1958.

Emmanuel, Citaçáo de um guia da autona de meu amigo Pat Rodegast, usado do começo ao fim durante um seminário que apresentamos no Phoenicia Pathwork Center, Phoenicia, Nova York, julho de 1983.

“Experimental Measurements of the Human Energy Field.” Energy Research Group, Nova York, 1973.

“High Frequency Model for Kirlian Photography.” Energy Research Group, Nova York, 1973.

Gerber, J., Communication with the Spirit World ol God Teaneck, Nova Jersey, Johannes Gerber Memorial Foundation, 1979.

Hodson, G., Music Fonns. Londres, The Theosophical Publishing House, 1976.

Hunt, Dr. Valorie, Massey, W., Weinberg, R., Bruyere, R., e Habn, P., “Project Report, A Study of Structural Integration from Neuromuscular, Energy Field, and Emotional Approaches.” U.C.L.A., 1977.

Inyushin, V. M., and Chekorov, P. R., “Biostimulation Through Laser Radiation of Bioplasma.” Kazakh State University, USSR. Traduzido por Hill e Ghosak, University of Copenhagen, 1975.

Inyushin, V. M., “On the Problem of Recording the Human Biofield.” Parapsychology in the USSR, Part II, San Francisco, Calif., Washington Research Center, 1981.

Inyushin, V. M., Anotações de Seminário Alma-Ata, USSR, 1969.

Jaffe, Dr. Lionel, Entrevista para The New York Times, 20 de abril, 1980.

Karagulla, Schafica, Breakthrough to Creativity. Los Angeles, De Vorss, 1967.

Kilner, Walter J., M. D., The Human Aura. (novo titulo e nova edição de The Human Atmosphere) Park, Nova York, University Books, 1965.

Krieger, D., The Therapeutic Touch. Englewood Cliffs, N. J., Prentice-Haíl, 1979.

Krippner, 5., and Ruhin, D., (eds.), The Energies of Consciousness. Nova York, Gordon and Breach, 1975.

Kunz, Dora, e Peper, Erik, “Fields and Their Clinical Implications.” The Amerícan Theosophist, Dezembro 1982, pp.

Leadbeater, C. W., The Chakras. Londres, Theosophical Publishing House, 1974.

Leadbeater, C. W., The Science of the Sacraments. Londres, Theosophical PublishingHouse, 1975.

Leibnitz, Gottfreid, Monadology and Other Philosophical Essays. TraduçÉo de Paul Schrecker e Ann Schrecker. Indianapolis, BobbsMerrill, 1965.

Le Shan, L., The Medium, the Mystic, and the Physicist. Nova York, Bailantine Books, 1966.

Lowen, A., Physical Dynamics ol Character Structure. Nova York, Grune & Stratton, 1958.

Mann, W. E., Orgone, Reích and Eros. Nova York, Simon & Schuster, 1973.

Meek, G., Healers and the Heahng Process. Londres, Theosophical Publishing House, 1977.

Mesmer, F. A., Mesmerism. Tradução de V. R. Myers. Londres Macdonald, 1948.

Moss, T., Probability ol the Impossible:



Scientific Discoveries and Expiorations in the Psychic World. Los Angeles, J. P. Tarcher, 1974.

Motoyama, Dr. Hirosbi, The Functional Relationship Between Yoga A sanas and Acupuncture Meridians. Tokyo, Japan, I.A.R.P., 1979.

Murphy, Pat e Jim, “Murphy’s Theories, The Practical and the PsychicL” Healing Light Center. Glendale, Calif., 1980.

Mylonas, Elizabeth,A Basic WorkingManual and WorkbookforHelpers and Workers. Phoenicia Pathwork Center, Phoenicia, Nova York, 1981.

Niel, A., Magic and Mystery in Tibet. Dover, Nova York, 1971.

Ostrander, S., e Schroeder, L., Psychic Discoveries Behind the IrÉn Curtain. Englewood Cliffs. N. J., Prentice-Hall, 1970.

Pachter, Henry M., Paracelsus: Magic Into Science. Nova York, Henry Schuman, 1951.

Pierrakos, Eva, Guide Lectures, 1-258. Nova York, Center for the Living Force, 1956-1979.

Pierrakos, John C., The Case of the Broken Heart. Nova York, Institute for the New Age, 1975. (Monografia).

Pierrakos, John C, The Core Energetic Process. Nova York, Institute for the New Age, 1977. (Monografia).

Pierrakos, John C., The Core Energetic Process in Group Therapy. Nova York, Institute for the New Age, 1975. (Monografia).

Pierrakos, John C., The Energy Field in Man and Nature. Nova York, Institute for the New Age, 1975. (Monografia).

Pierrakos, John C., Human Energy Systems Theory. Nova York, Institute for the New Age, 1975. (Monografia).

Pierrakos, John C., Life Functions ol the Energy Centers of Man. Nova York, Institute for the New Age, 1975. (Monografia).

Pierraicos, John C., e Brennan, B., Personal Communication, 1980.

Powell, A. E., The Astral Body. Londres, Theosophical Publishing House, 1972.

Powell, A. E., The Causal Body. Londres, Theosophical Publishing House, 1972.

Powell, A. E., The Etheríc Double. Londres, Theosophical Publishing House, 1973.

Ravitz, L. J., “Application of the Electrodynamic Field Theory in Biology, Psychiatry, Medicine and Hypnosis, 1. General Survey.” Am. Journal of Clin. Hypnosis, 1959, Vol. l,pp. 135-150.

Ravitz, L. J., “Bioelectric Correlates of Emotional States.” Conn. State Medical Journal, 1952, Vol. 16; pp. 499-505.

Ravitz, L. J., “Daily Variations of Standing Potential Differences in Human Subjects.” Yale Journal ofBiology and Medicine, 1951, Vol. 24, pp. 22-25.

Ravitz, L. J., The Use of DC Measurements in Psychiatric Neuropsychiazry, Fail 1951, Vol. 1, pp. 3-12.

Reich, Wilhelm, Character Analysis. Londres, Vision Press, 1950.

Reich, Wilhelm, The Cancer Biopathy. Nova York, Farrar, Straus, e Giroux, 1973.

Reich, Wilhelm, The Discovery of the Orgone, Vol. 1, The Function 01 the Orgasm - TraduçÉo de Theodore P. Wolfe, Nova York, Orgone Institute Press, 1942. za ed., Nova York, Farrar, Straus, e Giroux, 1961.

Reich, Wilhelm, The Discovery of the Orgone, Vol. IL The (‘ancer Biopathy. TraduçÉo de Theodore P. Wolfe, Nova York, Orgone Institute Press, 1948.

Roberts, J., The Nature olPersonal Reality. Nova York, Bantani, 1974.

Rodegast, Pat, e Stanton, Judith, “Emmanuel’s Book,” Some Friends of Emmanuel, Nova York, 1985.

Rongliang, Dr. Zheng, “Scientific Research of Qigong.” Lenzhou University, People’s Republic of China, 1982.

Saffatti, J., “Reply to Bohm-Hiley,” Psychoenergetic Systems. Londres, Gordon & Breach, Vol. 2, 1976, pp. 1-8.

Schwarz, Jack, The Human Energy Systems. Nova York, Dutton, 1980.

Schwarz, Jack, Voluntary Controis. Nova York, Dutton, 1978.

Steiner, Rudolf, The Philosophy ofSpiritual Activity - Blauvelt, Nova York, Steiner Bcoks, 1980.

Surgue, T., There is a River. The Story of Edgar Cayce. Virginia Beach, Virginia, ARE Press, 1957.

Tansely, D. V., Radionics and theSubtle Anatomy of Man. Devon, Inglaterra, Health Science Press, 1972.

Tansely, D. V., Radionícs Interface with the Ether-Fields. Devon, Inglaterra, Health Science Press, 1975.

Targ, Russeil, and Harary, Keith, The Mmd Race. Nova York, Ballantine, 1984.

Vithoulkas, G., Homeopathy, Medicine of the New Man. Nova York, Avon Books, 1971.

Vladimirov, Y. A., Ultraweak Luminescence Accompanying Biochemical Reactions. USSR Academy of Biological Sciences, Izdatelstvo “Nauka,” Moscou.

Von Reichenbach, C., Physico-physiological Researches on zhe Dynamics of Magnetism, Electricity, Heat, Light, Crystallization, and Chemism, In Their Relation to Vital Force. Nova York, Clinton-Hall, 1851.

Westlake, A., The Pattern of Health. Berkeley, Shambhala, 1973.

White, John, e Krippner, S., Future Science. Nova York, Anchor Books, 1977.

White, John, Kundalini, Evolution and Enlightenment. Nova York, AnchorBooks, 1979.

Wilhelm, Richard, The Secret of the Golden Flower. Nova York, Harcourt, Bruce & World, mc., 1962.

Williamson, Dr. Samuel. Depoimento. Nova York, 1982.

Zukav, Gary, The Dancing ft44 Li Masters. Nova York, William Morrow& Co., 1979.




1 Publicado pela Ed. Pensamento com o nome de Homeopatia. Ciência e cura.

2 Publicado pela Ed. Pensamento com o nome de Dimensões da Radiônica.

3 Publicado pela Editora Pensamento com o nome de À espreita do pêndulo cósmico.
1   ...   70   71   72   73   74   75   76   77   78


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal