Origem do mundo e da humanidade a criaçÃo gênesis 1 a humanidade, ponto alto da criaçÃO



Baixar 5.7 Mb.
Página10/197
Encontro29.07.2016
Tamanho5.7 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   197

SERÁ QUE O PROJETO FRACASSOU?
15. Os inspetores israelitas foram, então, reclamar diante do Faraó, dizendo: "Por que o senhor trata assim os seus servos?
16. Estão exigindo que façamos tijolos, mas não nos dão palha. Seus servos são açoitados, mas o culpado é o seu povo!"
17. O Faraó, porém, respondeu: "Vocês são muito preguiçosos! É por isso que andam dizendo: 'Vamos oferecer sacrifícios a Javé'.
18. Pois agora, vão e trabalhem. Vocês não receberão palha, mas terão que produzir a mesma quantidade de tijolos".
19. Então os inspetores israelitas se viram em aperto, pois fora dito para eles que não deviam diminuir a produção diária de tijolos.
20. Quando saíram da presença do Faraó, encontraram Moisés e Aarão que estavam à espera deles.
21. Então lhes disseram: "Que Javé examine e julgue a vocês, porque vocês é que nos tornaram odiosos ao Faraó e à sua corte, e puseram na mão deles uma espada para nos matar".

O PROJETO CONTINUARÁ PELA FORÇA
22. Então Moisés voltou-se para Javé e perguntou: "Senhor, por que maltratas este povo? Por que me enviaste?
23. Desde que me apresentei ao Faraó para falar em teu nome, o povo é maltratado, e tu não libertaste o teu povo".

[Êxodo 6]Êxodo 6



1. Javé respondeu a Moisés: "Agora você verá o que vou fazer ao Faraó. É pela força que ele os deixará partir, e até os expulsará do seu país!"
2. Deus falou a Moisés: "Eu sou Javé.
3. Apareci a Abraão, a Isaac e a Jacó como o Deus Todo-poderoso, mas a eles não dei a conhecer o meu nome: Javé.
4. Também estabeleci minha aliança com eles, para lhes dar a terra de Canaã, a terra em que residiam como imigrantes.
5. Eu ouvi os gemidos dos filhos de Israel que os egípcios escravizaram, e me lembrei da minha aliança.
6. Portanto, diga aos filhos de Israel: Eu sou Javé. Eu tirarei de cima de vocês as cargas do Egito, eu os libertarei da escravidão e os resgatarei com mão estendida, fazendo justiça solene.
7. Eu os adotarei como meu povo e serei o Deus de vocês, aquele que tira de cima de vocês as cargas do Egito.
8. Depois eu farei vocês entrarem na terra que prometi, com juramento, a Abraão, a Isaac e a Jacó: eu a darei como propriedade para vocês. Eu sou Javé".
9. Moisés comunicou isso aos filhos de Israel, mas eles não fizeram caso, porque estavam no limite da resistência, por causa da dura escravidão.
10. Javé disse a Moisés:
11. "Vá dizer ao Faraó, rei do Egito, que deixe os filhos de Israel sair do território dele".
12. Moisés, porém, falou a Javé: "Se nem os filhos de Israel me dão ouvidos, como é que o Faraó vai me ouvir, a mim que não tenho facilidade de falar?"
13. Javé falou a Moisés e Aarão e os enviou ao Faraó, rei do Egito, para tirarem os filhos de Israel do país do Egito.

MOISÉS E AARÃO SÃO IRMÃOS E LEVITAS
14. Estes são os chefes de suas famílias. Filhos de Rúben, primogênito de Israel: Henoc, Falu, Hesron e Carmi. São os clãs de Rúben.
15. Filhos de Simeão: Jamuel, Jamin, Aod, Jaquin, Soar e Saul, filho da cananéia. São os clãs de Simeão.
16. Nomes dos filhos de Levi, com seus descendentes: Gérson, Caat e Merari. Levi viveu cento e trinta e sete anos.
17. Filhos de Gérson: Lobni e Semei, com seus clãs.
18. Filhos de Caat: Amram, Isaar, Hebron e Oziel. Caat viveu cento e trinta e três anos.
19. Filhos de Merari: Mooli e Musi. São os clãs de Levi, com suas descendências.
20. Amram casou-se com sua tia Jocabed, e ela lhe deu Aarão e Moisés. Amram viveu cento e trinta e sete anos.
21. Filhos de Isaar: Coré, Nefeg e Zecri.
22. Filhos de Oziel: Misael, Elisafã e Setri.
23. Aarão casou-se com Isabel, filha de Aminadab, irmã de Naasson, e ela lhe deu Nadab, Abiú, Eleazar e Itamar.
24. Filhos de Coré: Asir, Elcana e Abiasaf. São os clãs dos coreítas.
25. Eleazar, filho de Aarão, casou-se com uma das filhas de Futiel, que lhe gerou Finéias. São estes os chefes das famílias dos levitas, segundo seus clãs.
26. E estes são Aarão e Moisés; foi a eles que Javé disse: "Tirem do Egito os filhos de Israel, segundo seus exércitos".
27. Foram eles, Moisés e Aarão, que falaram ao Faraó, rei do Egito, para que deixasse os filhos de Israel sair do Egito.

DEUS TOMA A INICIATIVA
28. Quando Javé falou a Moisés no Egito,
29. Javé lhe disse: "Eu sou Javé. Diga ao Faraó, rei do Egito, tudo o que estou dizendo a você".
30. Moisés respondeu a Javé: "Não sei falar com facilidade. Como é que o Faraó vai me ouvir?"

[Êxodo 7]Êxodo 7



1. Javé disse a Moisés: "Veja! Eu faço você como um deus para o Faraó, e seu irmão Aarão será seu profeta.
2. Você falará tudo o que eu mandar, e seu irmão Aarão falará ao Faraó, para que este deixe os filhos de Israel partir de sua terra.
3. Eu, porém, vou endurecer o coração do Faraó, e multiplicarei sinais e prodígios no país do Egito.
4. O Faraó não vai ouvir vocês; e então, eu colocarei a minha mão em cima do Egito e tirarei do Egito os meus exércitos, o meu povo, os filhos de Israel, fazendo solene justiça.
5. Desse modo, os egípcios saberão que eu sou Javé, quando eu estender a minha mão em cima do Egito e fizer os filhos de Israel sair do meio deles".
6. Moisés e Aarão fizeram exatamente o que Javé tinha ordenado.
7. Quando falaram ao Faraó, Moisés tinha oitenta anos, e Aarão oitenta e três.

4. A LUTA PELA LIBERTAÇÃO

COMEÇA O CONFRONTO
8. Javé disse a Moisés e Aarão:
9. "Se o Faraó pedir que vocês façam algum prodígio, você dirá a Aarão que pegue a vara de você e a jogue diante do Faraó; e ela se transformará em cobra".
10. Moisés e Aarão se apresentaram diante do Faraó e fizeram o que Javé lhes havia mandado. Aarão jogou a vara diante do Faraó e seus ministros, e ela se transformou em cobra.
11. O Faraó, porém, mandou chamar os sábios e os encantadores de cobras, e também eles, os magos do Egito, fizeram o mesmo com suas ciências ocultas:
12. cada um jogou a sua vara e elas se transformaram em cobras. No entanto, a vara de Aarão devorou as varas deles.
13. Apesar disso, o coração do Faraó se endureceu e ele não fez caso de Moisés e Aarão, exatamente como Javé havia predito.

DA ÁGUA DA VIDA AO SANGUE DA MORTE
14. Javé disse a Moisés: "O coração do Faraó está endurecido, e ele se recusa a deixar o povo partir.
15. Vá encontrar o Faraó de manhã. Ele vai sair até o rio, e você o esperará na margem do Nilo. Leve consigo a vara que se transformou em cobra.
16. Diga ao Faraó: Javé, o Deus dos hebreus, me enviou a você para dizer: 'Deixe meu povo partir para que me sirva no deserto. Até agora você não fez caso.
17. Portanto, assim diz Javé: Com isto, você ficará sabendo que eu sou Javé: com esta vara que tenho na mão, vou tocar as águas do rio e elas se transformarão em sangue:
18. os peixes do rio morrerão, o rio vai ficar cheirando mal, e os egípcios não poderão mais beber a água do rio' ".
19. Javé disse a Moisés: "Diga a Aarão: 'Tome a vara e estenda a mão sobre as águas do Egito, sobre os rios, canais, lagoas e sobre todos os reservatórios, para que se convertam em sangue. Haverá sangue em toda a terra do Egito, até nas vasilhas de madeira e de pedra' ".
20. Moisés e Aarão fizeram como Javé tinha mandado. Aarão ergueu a vara, tocou a água do rio diante do Faraó e de sua corte; e toda a água do Nilo se transformou em sangue.
21. Os peixes do rio morreram, o rio ficou poluído, e os egípcios não podiam beber a água do rio. E houve sangue por todo o país do Egito.
22. Os magos do Egito, porém, fizeram o mesmo com suas ciências ocultas. O coração do Faraó se endureceu e ele não fez caso, exatamente como Javé havia predito.
23. O Faraó voltou para o palácio, sem se preocupar com o caso.
24. Os egípcios cavaram nos arredores do rio para encontrar água potável, pois não podiam beber a água do rio.

UMA NEGOCIAÇÃO FRAUDULENTA
25. Sete dias depois de ter tocado o Nilo,
26. Javé disse a Moisés: "Apresente-se ao Faraó e diga a ele: 'Assim diz Javé: Deixe meu povo partir para que me sirva.
27. Se você não o deixar partir, eu infestarei todo o território de você com rãs:
28. o Nilo ferverá de rãs, que subirão, entrarão em seu palácio, nas casas e quartos e até em sua cama; o mesmo acontecerá na casa de seus ministros e de seu povo, nos fornos e amassadeiras.
29. As rãs virão por cima de você, de seus ministros e de todo o seu povo' ".

[Êxodo 8]Êxodo 8



1. Javé disse a Moisés: "Diga a Aarão: 'Estenda a mão com a vara sobre os rios, canais e lagoas, e faça subir rãs sobre todo o território egípcio' ".
2. Aarão estendeu a mão sobre as águas do Egito, e fez subir rãs que infestaram todo o território egípcio.
3. Os magos do Egito, porém, usaram suas ciências ocultas e fizeram o mesmo: fizeram subir rãs por todo o território egípcio.
4. O Faraó mandou chamar Moisés e Aarão, e lhes disse: "Rezem a Javé, para que afaste as rãs de mim e do meu povo. Então eu deixarei o povo partir para que ofereça sacrifícios a Javé".
5. Moisés disse ao Faraó: "Diga-me, por favor, quando é que eu devo rezar por você, por seus ministros e por seu povo, a fim de livrar das rãs você e suas casas, de modo que as rãs fiquem somente no Nilo".
6. O Faraó respondeu: "Amanhã." Moisés disse: "Será conforme está pedindo, para que você saiba que não há ninguém como Javé nosso Deus.
7. As rãs se afastarão de você, de sua casa, dos seus ministros e do seu povo. Ficarão somente no rio".
8. Moisés e Aarão saíram do palácio do Faraó. E Moisés suplicou a Javé por causa das rãs que ele havia mandado contra o Faraó.
9. Javé cumpriu o que Moisés lhe pedia: morreram as rãs que estavam nas casas, pátios e campos:
10. foram ajuntadas em montes imensos, e a terra ficou poluída.
11. Mas o Faraó viu que havia trégua, e seu coração ficou endurecido e não lhes deu ouvidos, exatamente como Javé tinha predito.

A IDEOLOGIA DO OPRESSOR É DESMASCARADA
12. Javé disse a Moisés: "Diga a Aarão: 'Estenda a vara e toque o pó do chão, e ele se transformará em mosquitos por todo o território egípcio' ".
13. Aarão estendeu a mão com a vara e tocou o pó do chão, que se transformou em mosquitos, que atacavam homens e animais. E todo o pó do chão se transformou em mosquitos por todo o país do Egito.
14. Os magos do Egito tentaram fazer o mesmo, usando suas ciências ocultas para produzir mosquitos, mas não conseguiram. Os mosquitos atacavam homens e animais.
15. Então os magos disseram ao Faraó: "Isso é o dedo de Deus". Mas o coração do Faraó se endureceu e ele não os ouviu, exatamente como Javé tinha predito.

O OPRESSOR RECONHECE A FORÇA DE JAVÉ
16. Javé disse a Moisés: "Levante-se de madrugada, apresente-se ao Faraó quando ele sair para o rio, e diga-lhe: 'Assim diz Javé: Deixe meu povo partir para que me sirva.
17. Se você não deixar o meu povo partir, eu mandarei moscas contra você, contra seus ministros, seu povo e as casas que você tem. As casas dos egípcios e até mesmo o solo em que pisam ficarão cheios de moscas.
18. Nesse dia, eu tratarei de maneira diferente o território de Gessen, onde reside o meu povo, para que aí não haja moscas. Assim, você saberá que eu sou Javé e estou no país.
19. Farei uma distinção entre o meu povo e o seu povo. Este sinal acontecerá amanhã'."
20. Assim fez Javé: nuvens de moscas invadiram o palácio do Faraó e de seus ministros e todo o território egípcio, de modo que toda a terra do Egito ficou infestada de moscas.
21. O Faraó mandou chamar Moisés e Aarão, e disse a eles: "Vão oferecer sacrifícios ao Deus de vocês dentro do meu território".
22. Moisés respondeu: "Não é oportuno fazer isso, porque nossos sacrifícios a Javé nosso Deus são abomináveis para os egípcios. Se imolarmos diante deles o que eles abominam, certamente irão nos apedrejar.
23. Temos que viajar três dias pelo deserto, para oferecer sacrifícios a Javé nosso Deus, conforme ele nos mandou".
24. O Faraó propôs: "Eu deixarei vocês fazer sacrifícios ao Deus de vocês no deserto, com a condição de que vocês não se afastem muito. Rezem por mim".
25. Moisés respondeu: "Logo que eu sair da sua presença, rezarei a Javé, para que amanhã mesmo ele afaste as moscas do Faraó, dos seus ministros e do seu povo. Mas que o Faraó não torne a me enganar, não permitindo que o povo vá fazer sacrifícios a Javé".
26. Moisés saiu da presença do Faraó e orou a Javé.
27. E Javé fez o que Moisés pedia: afastou as moscas do Faraó, dos seus ministros e do seu povo, até que não ficou uma só.
28. Mas o Faraó endureceu o coração também dessa vez, e não deixou o povo partir.

[Êxodo 9]Êxodo 9



JAVÉ ESTÁ COM O SEU POVO
1. Javé disse a Moisés: "Apresente-se ao Faraó e diga a ele: Assim diz Javé, o Deus dos hebreus: 'Deixe meu povo partir para que me sirva.
2. Se você não o deixar partir, e o continuar segurando à força,
3. a mão de Javé vai ferir, com uma peste maligna, o rebanho do campo, os cavalos, jumentos, camelos, bois e ovelhas'.
4. Javé, no entanto, fará distinção entre os rebanhos de Israel e os rebanhos dos egípcios, de modo que nada perecerá do que pertence aos filhos de Israel.
5. Javé estabeleceu um prazo: amanhã Javé fará isso no país".
6. Javé cumpriu sua palavra no dia seguinte. E morreram todos os animais dos egípcios, mas não morreu nenhum dos animais dos filhos de Israel.
7. O Faraó mandou averiguar e viu que do rebanho de Israel nenhum animal havia morrido. No entanto, o Faraó endureceu o coração e não deixou o povo partir.

A IDEOLOGIA DO OPRESSOR É DERROTADA
8. Javé disse a Moisés e Aarão: "Peguem do forno um punhado de cinza, e Moisés o atire no ar diante dos olhos do Faraó.
9. A cinza se transformará em pó sobre todo o território egípcio e cairá sobre homens e animais, produzindo úlceras e chagas em toda a terra do Egito".
10. Eles pegaram cinza do forno, apresentaram-se ao Faraó, e Moisés a jogou para o ar, e os homens e animais ficaram cobertos de tumores e chagas.
11. Os magos, por causa dos tumores, não puderam ficar de pé diante de Moisés, porque havia tumores nos magos e em todos os egípcios.
12. Javé, porém, endureceu o coração do Faraó e este não os ouviu, exatamente como Javé tinha predito a Moisés.

OS INTERESSES DIVIDEM A CLASSE DOMINANTE
13. Javé disse a Moisés: "Levante-se de madrugada, apresente-se ao Faraó, e diga a ele: 'Assim diz Javé, o Deus dos hebreus: Deixe meu povo partir para que me sirva,
14. pois desta vez mandarei todas as minhas pragas contra você, contra seus ministros e contra o seu povo, para que você saiba que não há ninguém como eu em toda a terra.
15. De fato, se eu já tivesse estendido a mão para ferir você e o seu povo com peste, você teria desaparecido da terra.
16. Entretanto, foi exatamente para isto que eu o conservei de pé, para lhe mostrar a minha força e para que minha fama se espalhe por toda a terra.
17. No entanto, você continua a reter o meu povo e não o deixa partir!
18. Veja bem! Amanhã, a esta mesma hora, farei cair uma pesada chuva de pedras, como nunca se viu no Egito, desde o dia em que foi fundado até hoje.
19. Agora, portanto, mande recolher seus animais e tudo o que você tem no campo, porque os homens e animais que estiverem no campo e não se refugiarem sob um teto vão morrer por causa da chuva de pedras' ".
20. Os ministros do Faraó que respeitaram a palavra de Javé apressaram-se em dar refúgio a seus escravos e colocar o rebanho em estábulos.
21. E aqueles que não deram importância à palavra de Javé deixaram os escravos e o rebanho no campo.
22. Javé disse a Moisés: "Estenda a mão para o céu, e cairá chuva de pedras em todo o território egípcio: sobre homens e animais e sobre toda a vegetação".
23. Então Moisés estendeu a vara para o céu, e Javé mandou trovões e chuva de pedras, e caíram raios sobre a terra. E Javé fez cair chuva de pedras no território egípcio.
24. Caiu chuva de pedras acompanhada de raios; era uma chuva tão forte como nunca houve em toda a terra do Egito, desde que começou a ser nação.
25. A chuva de pedras destruiu tudo o que havia no território egípcio: feriu tudo o que se encontrava no campo, homens e animais, destruiu a vegetação campestre e quebrou todas as árvores do campo.
26. Só não houve chuva de pedras na terra de Gessen, onde viviam os filhos de Israel.
27. Então o Faraó mandou chamar Moisés e Aarão, e lhes disse: "Desta vez eu pequei. Javé é justo, e eu com meu povo somos ímpios.
28. Rezem a Javé, porque já bastam esses trovões e a chuva de pedras! Eu os deixarei partir, e vocês não ficarão mais aqui".
29. Moisés respondeu: "Quando eu sair da cidade, estenderei as mãos para Javé: os trovões cessarão e não haverá mais chuva de pedras, para que você saiba que a terra pertence a Javé.
30. Quanto a você e seus ministros, porém, eu sei que vocês ainda não temem o Deus Javé".
31. O linho e a cevada se perderam, pois a cevada já estava na espiga e o linho estava florescendo;
32. o trigo e o centeio, porém, não se perderam, porque são tardios.
33. Moisés saiu do palácio do Faraó e da cidade. E estendeu as mãos para Javé. Os trovões e a chuva de pedras cessaram, e parou de chover sobre a terra.
34. Ao ver que a chuva, as pedras e os trovões tinham parado, o Faraó continuou a pecar, endurecendo o coração, tanto ele como seus ministros.
35. O coração do Faraó se endureceu. E ele não deixou partir os filhos de Israel, exatamente como Javé tinha predito a Moisés.

[Êxodo 10]Êxodo 10



NÃO CEDER EM NADA!
1. Javé disse a Moisés: "Apresente-se ao Faraó, pois eu endureci o coração dele e de seus ministros, para realizar entre eles os meus sinais,
2. a fim de que você conte ao seu filho e ao seu neto de que modo eu caçoei dos egípcios, e quantos sinais realizei no meio deles. Assim, vocês saberão que eu sou Javé".
3. Então Moisés e Aarão se apresentaram diante do Faraó e lhe disseram: "Assim diz Javé, o Deus dos hebreus: 'Até quando você vai se negar a humilhar-se diante de mim? Deixe meu povo partir para que me sirva.
4. Se você não deixar meu povo partir, amanhã mandarei gafanhotos sobre o seu território.
5. Eles cobrirão a superfície da terra, e não se poderá mais ver o chão. Comerão todo o resto que não foi atingido pela chuva de pedras e todas as árvores que crescem no campo.
6. Encherão as casas que você tem, assim como de seus ministros e de todos os egípcios, como seus pais e avós nunca viram, desde o dia em que vieram à terra até hoje' ". Moisés virou-se e saiu da presença do Faraó.
7. Então os ministros disseram ao Faraó: "Até quando esse homem será para nós uma armadilha? Deixe essa gente partir para que sirva o seu Deus Javé. Você não vê que o Egito está arruinado?"
8. Fizeram Moisés e Aarão voltar à presença do Faraó, e este lhes falou: "Vão servir a Javé, o Deus de vocês. Mas me digam quem é que vai".
9. Moisés respondeu: "Temos que ir com jovens e velhos, com filhos e filhas, com os rebanhos e o gado, porque para nós é uma festa de Javé".
10. O Faraó replicou: "Que Javé os acompanhe, se eu os deixar partir com suas crianças. Vocês têm más intenções!
11. De modo nenhum: vão somente os homens e sirvam a Javé, se é isso que vocês estão querendo". E os expulsaram da presença do Faraó.
12. Javé disse a Moisés: "Estenda a mão sobre o Egito, para que venham gafanhotos sobre o país, e devorem toda a vegetação da terra e tudo o que se salvou da chuva de pedras".
13. Moisés estendeu a vara sobre a terra do Egito. E Javé fez soprar sobre o país um vento oriental, durante todo o dia e toda a noite. Quando amanheceu, o vento oriental já havia trazido os gafanhotos.
14. E os gafanhotos invadiram todo o território egípcio, e eram tão numerosos como nunca houve antes e nunca mais haverá.
15. Cobriram toda a superfície do solo e devastaram a terra. Devoraram toda a vegetação do solo e todo o fruto que a chuva de pedras tinha deixado nas árvores. E em todo o território egípcio não ficou nada verde nas árvores, nem na vegetação do campo.
16. O Faraó mandou chamar às pressas Moisés e Aarão, e disse a eles: "Pequei contra seu Deus Javé, e contra vocês.
17. Perdoem o meu pecado ainda esta vez, e rezem para que seu Deus Javé afaste de mim esse castigo mortal".
18. Moisés saiu do palácio do Faraó e rezou a Javé.
19. Então Javé fez soprar do ocidente um forte vento, que arrastou os gafanhotos e os lançou no mar Vermelho: não ficou um só gafanhoto em todo o território egípcio.
20. Javé, porém, endureceu o coração do Faraó, e este não deixou que os filhos de Israel partissem.

O OPRESSOR APELA PARA A VIOLÊNCIA
21. Javé disse a Moisés: "Estenda a mão para o céu. E sobre todo o território egípcio haverá uma escuridão que se poderá apalpar".
22. Moisés estendeu a mão para o céu. E uma densa treva cobriu o território egípcio durante três dias.
23. Uma pessoa não via a outra, e por três dias ninguém se levantou do lugar em que estava. Contudo, havia luz em toda parte onde habitavam os filhos de Israel.
24. O Faraó mandou chamar Moisés e Aarão, e disse a eles: "Vão servir a Javé; fiquem somente os rebanhos e o gado de vocês; as crianças poderão ir com vocês".
25. Moisés respondeu: "Mesmo que você desse as vítimas para os sacrifícios e holocaustos, a fim de oferecermos a Javé nosso Deus,
26. ainda assim o nosso gado deveria ir conosco. Não ficará nenhum animal, pois precisamos deles para oferecer a Javé nosso Deus. Nem nós mesmos sabemos como vamos servir a Javé, enquanto não chegarmos lá".
27. Javé, porém, endureceu o coração do Faraó. E este não quis deixá-los partir.
28. E o Faraó disse a Moisés: "Saia da minha presença e tome cuidado para não se apresentar de novo. Porque se eu tornar a vê-lo, você morrerá imediatamente".
29. Moisés respondeu: "Seja como você está dizendo: nunca mais me apresentarei".

[Êxodo 11]Êxodo 11



A UM PASSO DA VITÓRIA
1. Javé disse a Moisés: "Farei vir mais uma praga contra o Faraó e contra o Egito. Só então ele os deixará partir daqui; melhor ainda, ele os expulsará daqui.
2. Portanto, diga ao povo que cada homem peça objetos de prata e ouro ao seu vizinho, e toda mulher à sua vizinha".
3. E Javé fez com que o povo ganhasse a simpatia dos egípcios. Moisés também era muito estimado no Egito pelos ministros do Faraó e pelo povo.
4. Moisés disse: "Assim diz Javé: à meia-noite, eu passarei pelo meio do Egito,


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   197


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal