Origem do mundo e da humanidade a criaçÃo gênesis 1 a humanidade, ponto alto da criaçÃO


Enquanto estiver vivo e tiver um sopro de vida, não se entregue ao poder de ninguém. 22



Baixar 5.7 Mb.
Página105/197
Encontro29.07.2016
Tamanho5.7 Mb.
1   ...   101   102   103   104   105   106   107   108   ...   197

21. Enquanto estiver vivo e tiver um sopro de vida, não se entregue ao poder de ninguém.
22. É melhor que seus filhos peçam a você, do que você depender deles.
23. Em tudo o que você faz, seja sempre dono de seus atos, e não deixe que se manche a sua boa fama.
24. Quando chegar o fim dos dias de sua vida, no momento da morte, reparta a herança.

A RESPEITO DOS ESCRAVOS
25. Para o asno, forragem, chicote e carga; para o escravo, pão, correção e trabalho.
26. Faça o seu escravo trabalhar com disciplina, e você encontrará sossego. Deixe-o com as mãos livres, e ele procurará a liberdade.
27. Jugo e rédea dobram o pescoço; torturas e interrogatório dobram o mau escravo.
28. Mande-o trabalhar, para que não fique ocioso, porque a ociosidade ensina muitos males.
29. Obrigue-o ao trabalho que compete a ele; e se não obedecer, prenda-o em correntes.
30. Entretanto, não cometa excessos com ninguém, e não pratique nada contra a justiça.
31. Se você tem só um escravo, trate-o como a você mesmo, pois você o comprou a preço de sangue.
32. Se você tem só um escravo, trate-o como irmão, porque você precisa dele, assim como de si mesmo.
33. Se você o maltratar, ele fugirá, e por qual caminho você irá procurá-lo?

[Eclesiástico 34]Eclesiástico 34



O VALOR DOS SONHOS
1. O insensato tem esperanças vãs e ilusórias, e os imbecis voam com os sonhos.
2. Quem confia nos sonhos está agarrando sombras e perseguindo o vento.
3. A visão dos sonhos é um simples reflexo, é como imagem do rosto diante do espelho.
4. Do impuro, o que pode sair de puro? E que verdade se pode tirar da mentira?
5. Adivinhações, presságios e sonhos são coisas inúteis, como as imaginações da mulher em dores de parto.
6. Se não forem enviados pelo Altíssimo numa de suas visitas, não lhes dê atenção.
7. Os sonhos fizeram muitos extraviar-se, e muitos que neles esperaram acabaram caindo.
8. A perfeição da Lei está além dessas mentiras, e a sabedoria é perfeita para a boca do fiel.

O AUMENTO DA EXPERIÊNCIA
9. O homem que muito viajou conhece muitas coisas, e quem tem muita experiência fala com discernimento.
10. Quem não foi provado conhece pouco, mas quem muito viaja aumenta sua habilidade.
11. Vi muitas coisas em minhas viagens, e o meu conhecimento ultrapassa as minhas palavras.
12. Muitas vezes estive em perigo de morte, mas fui salvo graças à minha experiência.
13. O espírito daqueles que temem ao Senhor viverá, porque a esperança deles está em alguém que pode salvá-los.
14. Quem teme ao Senhor não tem medo de nada e não se assusta, porque o Senhor é a sua esperança.
15. Feliz aquele que teme ao Senhor. Em quem se apóia? Quem é que o sustenta?
16. O Senhor cuida daqueles que o amam. Ele é escudo poderoso e sustentáculo forte, abrigo contra o vento sufocante e abrigo contra o ardor do meio-dia, proteção contra os obstáculos e socorro contra as quedas.
17. O Senhor eleva a alma e ilumina os olhos, concedendo saúde, vida e bênção.

RELIGIÃO QUE ESCONDE A INJUSTIÇA
18. Oferecer sacrifício de bens injustamente adquiridos é fazer zombaria, e as ofertas dos infiéis não são agradáveis.
19. O Altíssimo não gosta das ofertas dos injustos e não é pela abundância das vítimas que ele perdoa os pecados.
20. Como quem imola o filho na presença do próprio pai, assim é aquele que oferece sacrifícios com os bens dos pobres.
21. O pão dos indigentes é a vida dos pobres, e quem tira a vida dos pobres é assassino.
22. Mata o próximo quem lhe tira seus meios de vida, e derrama sangue quem priva o operário de seu salário.

A VERDADEIRA RELIGIÃO
23. Um constrói e outro derruba. Que proveito tiram disso, além da fadiga?
24. Um abençoa, outro amaldiçoa. Qual dos dois será ouvido pelo Senhor?
25. Um se purifica do contato com cadáver, e depois o toca de novo. Que proveito tira de sua purificação?
26. Assim é o homem que jejua por seus pecados, mas depois vai e os comete de novo. Quem ouvirá a súplica dele? De que serviu a sua humilhação?

[Eclesiástico 35]Eclesiástico 35



1. Observar a Lei vale mais do que oferecer sacrifícios, e observar os mandamentos é como oferecer sacrifício de comunhão.
2. Retribuir um favor é como oferecer flor de farinha, e dar esmola é como oferecer sacrifício de louvor.
3. O que agrada ao Senhor é afastar-se do mal, e o sacrifício pelo pecado é afastar-se da injustiça.
4. Não se apresente de mãos vazias diante do Senhor, pois tudo isso é pedido pelos mandamentos.
5. A oferta do justo alegra o altar, e o perfume dela sobe até o Altíssimo.
6. O sacrifício do justo é aceito, e o seu memorial não ficará esquecido.
7. Glorifique o Senhor com generosidade, e não seja mesquinho nos primeiros frutos que você oferece.
8. Quando oferecer alguma coisa, esteja de rosto alegre, e consagre o dízimo com boa vontade.
9. Ofereça ao Altíssimo conforme o dom que ele fez a você; dê com generosidade, segundo suas possibilidades.
10. Porque o Senhor retribui a oferta e ele, em troca, lhe dará sete vezes mais.

DEUS OUVE O CLAMOR DO POBRE
11. Não tente subornar a Deus, porque ele não aceitará o suborno. Não confie num sacrifício injusto,
12. porque o Senhor é juiz que não faz diferença entre as pessoas.
13. Ele não dá preferência a ninguém contra o pobre. Pelo contrário, atende a súplica do oprimido.
14. Ele não despreza a súplica do órfão, nem a viúva que desafoga suas queixas.
15. Será que as lágrimas da viúva não lhe descem pela face, e o grito dela não se levanta contra quem a faz chorar?
16. Quem serve ao Senhor será recebido com benevolência, e sua súplica chegará até as nuvens.
17. A súplica do pobre penetra as nuvens, e ele não sossega, enquanto ela não chegar até lá.
18. Ele não desiste, até que o Altíssimo intervenha para fazer justiça aos justos e realize o julgamento.
19. O Senhor não tardará, nem terá paciência com os injustos,
20. enquanto não quebrar as costas dos cruéis e tomar vingança das nações;
21. enquanto não exterminar a multidão dos orgulhosos e quebrar o cetro dos injustos,
22. enquanto não retribuir a cada um conforme as suas ações e julgar as ações humanas segundo as intenções de cada um;
23. enquanto não fizer justiça ao seu povo e o alegrar com a sua misericórdia.
24. A misericórdia é bem-vinda no tempo da aflição, como as nuvens de chuva no tempo da seca.

[Eclesiástico 36]Eclesiástico 36



GRITO DO POVO OPRIMIDO
1. Tem compaixão e olha por nós, Senhor Deus do universo. Infunde o teu temor em todas as nações.
2. Levanta a tua mão contra as nações estrangeiras, para que elas vejam o teu poder.
3. Castigando-nos, tu mostraste às nações a tua santidade. Agora, mostra-nos a tua grandeza, castigando as nações.
4. Desse modo elas reconhecerão, como também nós reconhecemos, que não existe um Deus além de ti, Senhor.
5. Renova os sinais e realiza outros prodígios. Glorifica a tua mão e o teu braço direito.
6. Desperta o teu furor e derrama a tua ira, para destruir o adversário e abater o inimigo.
7. Apressa o tempo e lembra-te do juramento, e assim teus grandes feitos serão proclamados.
8. Que o sobrevivente seja devorado pela ira do fogo, e os que maltratam o teu povo encontrem a ruína.
9. Esmaga a cabeça dos chefes inimigos, que dizem: "Não há ninguém como nós!"
10. Reúne todas as tribos de Jacó e dá-lhes a herança, como no princípio.
11. Senhor, tem piedade do povo que é chamado com o teu nome. Tem piedade de Israel, que trataste como primogênito.
12. Tem compaixão de Jerusalém, tua cidade santa, e lugar do teu repouso.
13. Enche Sião com o relato das tuas maravilhas, e o teu povo com a tua glória.
14. Dá testemunho diante das tuas criaturas, que existem desde o princípio, e cumpre as profecias feitas em teu nome.
15. Recompensa aqueles que esperam em ti, e que os teus profetas sejam dignos de crédito.
16. Senhor, ouve a oração dos teus servos, segundo a bênção de Aarão sobre o teu povo.
17. E todos os que habitam a terra reconheçam que tu és o Senhor, o Deus dos séculos.

COMO DISCERNIR
18. O estômago consome todo tipo de alimento, mas um alimento é melhor do que outro.
19. O paladar distingue o gosto da caça, e a mente sábia discerne as palavras mentirosas.
20. Coração perverso causa tristeza, mas o homem experiente o acalma.

O VALOR DA MULHER
21. A mulher aceita qualquer marido, mas as mulheres não são todas iguais.
22. A beleza da mulher alegra o rosto e supera todos os desejos do homem.
23. Se nos lábios dela existe bondade e doçura, o seu marido é o mais feliz dos homens.
24. Quem adquire esposa tem o começo da fortuna, pois ela é auxiliar semelhante a ele e coluna de apoio.
25. Onde não há cerca, a propriedade é saqueada, e onde não há mulher, o homem vagueia gemendo.
26. Quem confia em ladrão esperto que corre de cidade em cidade?
27. Assim é o homem que não tem ninho e se deita onde a noite o surpreende.

[Eclesiástico 37]Eclesiástico 37



O VERDADEIRO AMIGO
1. Todo amigo declara amizade, mas existe amigo que é amigo só de nome.
2. Por acaso, não é tristeza mortal o companheiro ou amigo que se transforma em inimigo?
3. Ó inclinação perversa! De onde saiu você para cobrir a terra com traição?
4. O companheiro se alegra com o amigo na felicidade, mas no momento da desgraça torna-se hostil.
5. O companheiro sofre com o amigo por interesse, mas no momento da briga toma o escudo.
6. Em seu coração não se esqueça do amigo; e não se esqueça dele quando você estiver na prosperidade.

CUIDADO COM OS CONSELHEIROS
7. Todo conselheiro dá conselhos, mas há quem dá conselho em seu próprio interesse.
8. Seja cauteloso com o conselheiro, e procure saber quais são as necessidades dele. Pois ele pode aconselhar em benefício próprio e não lançar a sorte em favor de você,
9. dizendo: "Você está num bom caminho". Depois, ele fica de longe, vendo o que vai acontecer a você.
10. Não peça conselhos a quem olha você com desconfiança, e esconda a sua intenção de todos os que têm inveja de você.
11. Nunca peça conselhos a uma mulher sobre a rival dela; nem a um covarde sobre a guerra; nem a um negociante sobre o comércio; nem a um comprador sobre a venda; nem a um invejoso sobre a gratidão; nem a um egoísta sobre a bondade; nem a um preguiçoso sobre o trabalho; nem a um empreiteiro sobre o fim da tarefa; nem a um empregado preguiçoso sobre um grande trabalho. Não procure nenhuma dessas pessoas para receber delas algum conselho.
12. Ao contrário, freqüente sempre o homem fiel, a quem você conhece como praticante dos mandamentos, que tenha a mesma disposição sua e que, se você tropeçar, sofrerá com você.
13. Siga o conselho do seu próprio coração, porque mais do que este ninguém será fiel a você.
14. A alma do homem freqüentemente o avisa melhor do que sete sentinelas colocadas em lugar alto.
15. Além disso tudo, peça ao Altíssimo que dirija seu comportamento conforme a verdade.

O VERDADEIRO SÁBIO
16. A palavra é o princípio de qualquer obra, e antes de agir, é preciso refletir.
17. A raiz dos pensamentos é a mente, e ela produz quatro ramos:
18. bem e mal, vida e morte. Mas os quatro são dominados pela língua.
19. Existe quem é capaz de instruir muitas pessoas, mas é inútil para si mesmo.
20. Existe quem ostenta sabedoria em palavras, mas é detestado e acaba morrendo de fome.
21. Porque o Senhor não lhe concede sua graça, ele fica desprovido de qualquer sabedoria.
22. Existe quem é sábio só para si, e os frutos seguros de sua inteligência estão em sua própria boca.
23. O homem sábio instrui o seu povo. Todos podem confiar nos frutos de sua inteligência.
24. O homem sábio é cumulado de bênçãos, e é proclamado feliz por todos os que o vêem.
25. A vida do homem tem os dias contados, porém os dias de Israel são incontáveis.
26. O sábio gozará de confiança no meio do seu povo, e seu nome viverá para sempre.

AUTOCONTROLE
27. Meu filho, prove a si mesmo durante a sua vida. Veja o que é prejudicial, e não o conceda a si próprio.
28. Nem tudo convém a todos, nem todos gostam de tudo.
29. Não seja insaciável de prazeres, nem se precipite sobre os pratos de comida.
30. Porque o abuso na comida provoca doenças, e a gula produz cólicas.
31. Muitos morreram por causa da gula, e quem sabe se controlar vive muito tempo.

[Eclesiástico 38]Eclesiástico 38



MEDICINA E PROJETO DE DEUS
1. Honre os médicos por seus serviços, pois também o médico foi criado pelo Senhor.
2. Do Altíssimo vem a cura, e o médico recebe do rei o pagamento.
3. A ciência do médico o faz levantar a cabeça e ser admirado pelos grandes.
4. Da terra, o Senhor criou os remédios, e o homem de bom senso não os despreza.
5. Não foi para manifestar o poder do Senhor que as águas foram adoçadas com um pedaço de madeira?
6. O Senhor deu aos homens a ciência para que pudessem glorificá-lo por causa das maravilhas dele.
7. Com elas, o médico cura e elimina a dor, e o farmacêutico prepara as fórmulas.
8. Dessa maneira, as obras de Deus não têm fim, e dele vem o bem-estar para a terra.
9. Meu filho, se você ficar doente, não se descuide. Suplique ao Senhor, e ele o curará.
10. Evite as faltas, lave as mãos e purifique o coração de todo pecado.
11. Ofereça incenso e um memorial de flor de farinha, e faça gordas ofertas, conforme suas possibilidades.
12. Depois, consulte o médico, pois também ele foi criado pelo Senhor. Não o afaste, porque você precisa dele.
13. Há casos em que a cura depende só dele.
14. Ele também suplica ao Senhor, a fim de que lhe conceda aliviar a doença e curar seus pacientes.
15. Quem peca contra o seu Criador, que caia nas mãos do médico!

O LUTO
16. Meu filho, derrame lágrimas pelo morto, e faça luto como alguém que sofre profundamente. Depois enterre o cadáver segundo o costume, e não deixe de honrar o túmulo dele.
17. Chore amargamente, bata no peito e observe o luto proporcional à dignidade do morto, durante um ou dois dias, para evitar os comentários do povo; e depois console-se de sua tristeza.
18. Porque a tristeza leva para a morte, e qualquer aflição do coração consome as forças.
19. Na desgraça a tristeza permanece, e uma vida triste é insuportável.
20. Não entregue seu coração à tristeza, mas afaste-a, pensando no fim que você terá.
21. Não se esqueça: da morte não há retorno. Sua tristeza em nada servirá ao morto, e você acabará se prejudicando.
22. Lembre-se: a sorte dele será também a sua. Eu ontem, e você hoje.
23. Quando o morto repousa, pare de pensar nele. Console-se, porque o espírito dele já partiu.

CONSTRUTORES DO MUNDO
24. A sabedoria do escriba é adquirida em horas de lazer. Aquele que está livre de atividades, torna-se sábio.
25. Como poderá tornar-se sábio aquele que maneja o arado e cuja glória consiste em manejar o ferrão? Como pode tornar-se sábio aquele que guia bois, não abandona o trabalho e só sabe falar das crias de vacas?
26. Somente se preocupa com os sulcos que traça, e fica sem dormir, preocupado com a forragem das bezerras.
27. O mesmo acontece com todo carpinteiro e construtor, e com qualquer pessoa que trabalha dia e noite: aqueles que fazem entalhes para os selos procuram pacientemente variar o desenho; eles tentam reproduzir o modelo e se preocupam em terminar o trabalho.
28. Da mesma forma, o ferreiro se assenta diante da bigorna e se entrega a trabalhar o ferro: a chama de fogo seca-lhe a carne, e ele se debate com o calor da forja; o barulho do martelo o ensurdece e seus olhos se fixam no modelo do objeto. Ele se esforça em acabar o trabalho e fica atento para retocá-lo, até ficar perfeito.
29. O oleiro se assenta para fazer o trabalho, girando a roda com os pés e dedicando total cuidado à sua obra. Todos os seus gestos são calculados:
30. com o braço modela a argila e com os pés quebra sua resistência; ele se preocupa em acabar o polimento e passa a noite limpando o forno.
31. Todos esses artesãos confiam em suas próprias mãos, e cada um é hábil em sua profissão.
32. Sem eles, seria impossível construir uma cidade, e ninguém poderia nelas habitar ou andar.
33. Mas eles não são requisitados no conselho do povo, não têm lugar especial na assembléia, não se assentam na cadeira do juiz, nem conhecem as disposições legais.
34. Eles não brilham pela cultura, nem pelo julgamento, e não entendem de provérbios. Entretanto, são eles que sustentam as necessidades básicas, e a oração deles consiste em realizar o próprio trabalho.

[Eclesiástico 39]Eclesiástico 39



PRESERVANDO A MEMÓRIA DO POVO
1. Diferente é o caso de quem se aplica em meditar a Lei do Altíssimo. Ele investiga a sabedoria de todos os antigos e se dedica ao estudo das profecias.
2. Preserva as sentenças dos homens famosos e penetra a sutileza das parábolas.
3. Busca o sentido oculto dos provérbios e se ocupa com os enigmas das parábolas.
4. Desempenha funções entre os grandes e marca presença nas reuniões dos chefes. Viaja entre povos estrangeiros, fazendo a experiência do bem e do mal entre os homens.
5. De manhã cedinho, dirige o coração ao Senhor que o criou e reza diante do Altíssimo, abrindo a boca em oração e implorando por seus pecados.
6. Se for da vontade do supremo Senhor, ele ficará repleto do espírito de inteligência e fará chover palavras de sabedoria e agradecerá ao Senhor na oração.
7. O Senhor dirigirá seu conselho e sua ciência, e ele meditará nos mistérios divinos.
8. Ele fará brilhar a instrução do seu ensinamento e se orgulhará com a Lei da Aliança do Senhor.
9. Muitos elogiarão a sua inteligência, e ele nunca será esquecido. Não desaparecerá a sua recordação, e a sua fama viverá de geração em geração.
10. Os povos falarão da sua sabedoria e a assembléia proclamará os seus louvores.
11. Se viver por muito tempo, deixará um nome mais famoso que mil outros, e quando morrer, isso lhe bastará.

TODAS AS COISAS SÃO BOAS
12. Vou expor agora as minhas reflexões, pois estou repleto delas como a lua cheia.
13. Escutem-me, filhos santos, e cresçam como roseira plantada à beira d'água corrente.
14. Espalhem bom perfume como incenso e floresçam como lírio. Espalhem perfume e entoem um canto, bendizendo ao Senhor por todas as suas obras.
15. Engrandeçam o nome do Senhor e proclamem os louvores dele com seus cânticos e cítaras. Vocês o louvarão assim:
16. Como são magníficas todas as obras do Senhor! Todas as suas ordens são executadas pontualmente. Não é preciso dizer: "O que é isto? Por que aquilo?" Todas as coisas serão esclarecidas a seu tempo.
17. A uma ordem dele, a água parou e se juntou e, à sua voz, se formaram os reservatórios de água.
18. Sob sua ordem, tudo o que ele deseja é realizado, e não há quem possa impedir sua obra de salvação.
19. Diante dele estão todas as obras dos homens, e nada consegue esconder-se de seus olhos.
20. Seu olhar se estende de eternidade em eternidade, e para ele nada é extraordinário.
21. Não é preciso dizer: "O que é isto? Por que aquilo?" Pois todas as coisas foram criadas para uma finalidade.
22. Sua bênção transborda como rio e rega a terra como inundação.
23. Dessa forma, as nações fazem experiência de sua ira, tal e qual como transformou as águas em deserto salgado.
24. Seus caminhos são retos para os homens santos, mas para os injustos estão cheios de obstáculos.
25. Desde o princípio, as coisas boas foram criadas para os bons, assim como os males foram criados para os pecadores.
26. Para a vida do homem, as coisas de primeira necessidade são as seguintes: água, fogo, ferro, sal, farinha de trigo, leite, mel, suco de uva, óleo e roupa.
27. Todas essas coisas são boas para os fiéis, mas para os pecadores se tornam más.
28. Há ventos que foram criados para castigar e que, enfurecendo, se tornam flagelo. Quando chegar o fim, eles desencadearão sua violência, e aplacarão o furor do seu Criador.
29. Fogo e granizo, fome e morte foram criados para castigar.
30. Os dentes das feras, os escorpiões, as cobras e a espada vingadora existem para arruinar os injustos.
31. A uma ordem do Senhor, essas coisas se alegram e estão prontas na terra para qualquer necessidade. No tempo oportuno, não transgredirão a ordem recebida.
32. Por isso, desde o início tive certeza e, depois de refletir, coloquei por escrito:
33. "Todas as obras do Senhor são boas, e ele prevê todas as necessidades no momento certo".
34. Não se pode dizer: "Isto é pior do que aquilo", porque no momento certo todas as coisas serão reconhecidas como boas.
35. Agora, cantem hinos com o coração e com a boca, e bendigam o nome do Senhor.

[Eclesiástico 40]Eclesiástico 40



A VIDA É UM ABSURDO?
1. Sorte penosa foi criada para cada homem, e jugo pesado foi dado aos filhos de Adão, desde o dia em que saem do ventre materno até o dia em que voltam para a mãe de todos. O objeto de suas reflexões e o temor do seu coração exprimem a espera pelo dia da morte.
3. Desde aquele que se assenta em trono glorioso até o mendigo sentado no chão e na cinza;
4. desde aquele que veste púrpura e coroa até o que se veste com pano grosseiro, tudo é raiva, inveja, ansiedade, inquietação, medo da morte, ressentimento e brigas.
5. Mesmo quando o homem repousa na cama, o sonho noturno lhe perturba os pensamentos.
6. Por um pouco, quase nada, ele repousa. Mas no sono, como em pleno dia, fica perturbado pelos fantasmas de sua mente, como quem fugiu da linha de batalha.
7. No momento em que está para salvar-se, acorda, e fica maravilhado porque não havia nada a temer.
8. Isso acontece a toda criatura, desde o homem até o animal, mas para o pecador é sete vezes pior:
9. morte, sangue, luta, espada, miséria, fome, destruição e flagelos.
10. Tais males foram criados para os injustos, e foi por causa deles que aconteceu o dilúvio.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   101   102   103   104   105   106   107   108   ...   197


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal