Origem do mundo e da humanidade a criaçÃo gênesis 1 a humanidade, ponto alto da criaçÃO


Diante deles, a terra treme e o céu se abala; o sol e a lua se escurecem, e as estrelas perdem o brilho. 11



Baixar 5.7 Mb.
Página141/197
Encontro29.07.2016
Tamanho5.7 Mb.
1   ...   137   138   139   140   141   142   143   144   ...   197

10. Diante deles, a terra treme e o céu se abala; o sol e a lua se escurecem, e as estrelas perdem o brilho.
11. Javé faz ouvir a sua voz à frente do seu exército. Seus batalhões são os mais numerosos, são valentes os encarregados de executar a ordem de Deus. Grandioso e terrível é o Dia de Javé! Quem poderá suportá-lo?

RASGUEM O CORAÇÃO, E NÃO AS ROUPAS
12. Pois agora - oráculo de Javé voltem para mim de todo o coração, fazendo jejum, choro e lamentação.
13. Rasguem o coração, e não as roupas! Voltem para Javé, o Deus de vocês, pois ele é piedade e compaixão, lento para a cólera e cheio de amor, e se arrepende das ameaças.
14. Quem sabe, ele volte atrás e se arrependa, deixe para nós bênção, oferta e libação de vinho para Javé, o Deus de vocês.
15. Toquem a trombeta em Sião, proclamem um jejum, convoquem uma assembléia.
16. Reúnam o povo, organizem a comunidade, chamem os velhos, reúnam os jovens e crianças de peito. O jovem esposo saia do quarto, a jovem esposa deixe o seu leito.
17. Os sacerdotes, ministros de Javé, venham chorar entre o pórtico e o altar, e digam: "Javé, tem piedade do teu povo! Não entregues a tua herança à vergonha, à caçoada das nações". Por que se deveria dizer entre os povos: "Onde está o Deus deles?"

A FARTURA SE TRANSFORMA EM AGRADECIMENTO
18. Javé teve ciúmes da sua terra e compadeceu-se do seu povo.
19. Javé respondeu a seu povo: Eu lhes mandarei trigo, vinho e azeite em abundância, e nunca mais farei de vocês a vergonha das nações.
20. Mandarei para longe o invasor do Norte, para um lugar seco e deserto: a vanguarda para o mar do Oriente e a retaguarda para o mar do Ocidente. Aí, ele vai cheirar mal e feder, porque foi longe demais.
21. Terra, não tema; alegre-se e faça festa, pois Javé fez coisas grandiosas.
22. Não temam, feras, pois o verde voltou às pastagens dos campos. As árvores já estão carregadas de frutos, a figueira e a parreira já produzem sua riqueza.
23. Alegrem-se, filhos de Sião, e façam festa a Javé, o Deus de vocês. Pois ele mandou no tempo certo a chuva mansa e fez cair também a chuva forte: as primeiras e as últimas chuvas, tudo como antigamente.
24. Os terreiros estão forrados de cereais, os tanques estão transbordando de vinho e azeite novo.
25. Estou compensando os anos que foram devorados pelo gafanhoto, o saltador, o descascador, o cortador, o meu poderoso exército que um dia mandei contra vocês.
26. Agora vocês poderão comer com fartura e louvar o nome de Javé, o Deus de vocês, pois no meio de vocês ele fez maravilhas. Meu povo nunca mais passará vergonha.
27. Vocês ficarão sabendo, então, que eu estou no meio de Israel. Eu sou Javé, o Deus de vocês, e não há outro. Meu povo nunca mais passará vergonha.

[Joel 3]II. O DIA DE JAVÉ



Joel 3

O DOM DO ESPÍRITO
1. Depois disso, derramarei o meu espírito sobre todos os viventes, e os filhos e filhas de vocês se tornarão profetas; entre vocês, os velhos terão sonhos e os jovens terão visões!
2. Nesses dias, até sobre os escravos e escravas derramarei o meu espírito!
3. Farei prodígios no céu e na terra: sangue, fogo e colunas de fumaça.
4. O sol vai se mudar em trevas, e a lua em sangue, diante da chegada do Dia de Javé, grandioso e terrível!
5. Então, todo aquele que invocar o nome de Javé será salvo, pois a salvação estará no monte Sião e em Jerusalém - como disse Javé - e entre os sobreviventes estarão aqueles que Javé tiver chamado.

[Joel 4]Joel 4



O JULGAMENTO DOS OPRESSORES
1. Nesses dias, nesse tempo, eu vou mudar a sorte de Judá e Jerusalém;
2. vou reunir todas as nações do mundo e fazê-las descer ao vale de Josafá. Aí abrirei um processo contra elas, por causa de Israel, que é meu povo e minha propriedade. Pois elas espalharam Israel entre as nações e repartiram entre si a minha terra.
3. Rifaram o meu povo; trocaram meninos por prostitutas e meninas a troco de vinho para se embriagarem.
4. E vocês, o que querem de mim, Tiro, Sidônia e distritos da Filistéia? Vocês, por acaso, vão se vingar de mim? Se pensarem nisso, faço recair essa vingança sobre suas próprias cabeças.
5. De fato, vocês roubaram minha prata e meu ouro, levaram para seus templos os meus tesouros.
6. Vocês venderam aos gregos os filhos de Judá e de Jerusalém, somente para afastá-los de sua terra.
7. Pois agora, eu vou tirá-los do lugar para onde foram vendidos. Faço voltar contra vocês aquilo que vocês praticaram:
8. pela mão dos filhos de Judá, venderei os filhos e filhas de vocês, e eles os venderão à distante nação dos sabeus. Assim falou Javé.

O JUÍZO FINAL
9. Proclamem isto entre as nações: Preparem uma guerra santa, alistem soldados; venham, avancem todos os guerreiros!
10. Transformem seus arados em espadas, e as foices em lanças! Diga o covarde: "Eu sou um soldado!"
11. Corram, venham todas as nações vizinhas e se reúnam aí. Javé, manda os teus soldados lá do alto.
12. Venham, nações, e subam ao vale de Josafá, porque eu me sentarei aí para julgar todas as nações vizinhas.
13. Lancem a foice, porque a colheita está madura. Venham pisar, pois o tanque está cheio e os barris transbordando, porque é grande a maldade das nações.
14. Multidões e multidões no vale da Decisão, porque o Dia de Javé está próximo, no vale da Decisão.
15. O sol e a lua se escurecem, e as estrelas perdem o seu brilho.
16. Javé ruge de Sião, de Jerusalém faz ouvir o seu grito: os céus e a terra começam a tremer! Javé, porém, é um esconderijo para o seu povo, é um abrigo para os filhos de Israel.
17. Vocês ficarão sabendo que eu sou Javé, o Deus de vocês, que moro em Sião, meu santo monte. E Jerusalém será santa; estrangeiros nunca mais passarão por dentro dela.

JAVÉ HABITARÁ COM SEU POVO
18. Nesse dia, as montanhas gotejarão vinho novo, das colinas escorrerá leite, e a água correrá em todos os riachos de Judá. Do templo de Javé brotará uma fonte que irrigará o vale das Acácias.
19. O Egito será uma desolação e Edom será um deserto desolado, por causa da violência contra os filhos de Judá, por terem derramado sangue inocente na terra deles.
20. Judá será habitado para sempre, e Jerusalém por todas as gerações.
21. Vingarei o sangue deles, que ainda não foi vingado. E Javé habitará em Sião.

[Amós 1]Amós 1



TÍTULO
1. Palavras de Amós, um pastor de Técua, que teve visões a respeito de Israel, no tempo de Ozias, rei de Judá, e no tempo de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel, dois anos antes do terremoto.

PORTA-VOZ DE JAVÉ
2. Ele disse: Javé ruge de Sião, de Jerusalém faz ouvir o seu grito; as pastagens dos pastores murcham, e até o pico do Carmelo seca.

I. O JULGAMENTO ESTÁ PRÓXIMO

1. JULGAMENTO DAS NAÇÕES VIZINHAS

DAMASCO
3. Assim diz Javé: Por três crimes de Damasco e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque moeram Galaad com grade de ferro.
4. Porei fogo na casa de Hazael e queimarei os palácios de Ben-Adad;
5. arrebentarei os ferrolhos de Damasco; eliminarei os chefes de Biceat-Áven e o dono do poder em Bet-Éden; e o povo de Aram irá cativo para Quir - diz Javé.

FILISTÉIA
6. Assim diz Javé: Por três crimes de Gaza e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque fizeram cativo um povo inteiro, para entregá-lo a Edom.
7. Porei fogo nas muralhas de Gaza e queimarei seus palácios;
8. eliminarei os chefes de Azoto e o dono do poder em Ascalon; voltarei minha mão contra Acaron, e o que sobrar dos filisteus será liquidado - diz Javé.

TIRO
9. Assim diz Javé: Por três crimes de Tiro e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque fizeram cativo um povo inteiro para entregá-lo a Edom, sem respeitar o pacto de irmãos.
10. Porei fogo nas muralhas de Tiro e queimarei seus palácios - diz Javé.

EDOM
11. Assim diz Javé: Por três crimes de Edom e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque perseguiram seus irmãos com a espada, sem ouvir a voz do sangue fraterno, e porque acenderam sua raiva para sempre, guardando ódio eterno.
12. Porei fogo em Temã e queimarei os palácios de Bosra - diz Javé.

AMON
13. Assim diz Javé: Por três crimes de Amon e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque rasgaram o ventre das mulheres grávidas de Galaad, só para alargar suas fronteiras.
14. Porei fogo nas muralhas de Rabá e queimarei seus palácios, com gritos de guerra no dia da batalha, como vendaval em dia de tempestade;
15. seu rei irá para o cativeiro, junto com seus chefes - diz Javé.

[Amós 2]Amós 2



MOAB
1. Assim diz Javé: Por três crimes de Moab e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque eles queimaram até a cinzas os ossos do rei de Edom.
2. Porei fogo em Moab e queimarei os palácios de Cariot; Moab vai morrer em meio ao barulho, entre gritos de guerra e ao som da corneta;
3. eliminarei o juiz que aí existe e, com ele, trucidarei as suas autoridades - diz Javé.

JUDÁ
4. Assim diz Javé: Por três crimes de Judá e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque desprezaram a lei de Javé e não guardaram os seus mandamentos, tomando um caminho no rastro das mentiras que um dia seus pais já tinham seguido.
5. Porei fogo em Judá e queimarei os palácios de Jerusalém.

2. JULGAMENTO DE ISRAEL
6. Assim diz Javé: Por três crimes de Israel e pelo quarto, eu não vou perdoar: porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sandálias;
7. pisoteiam os fracos no chão e desviam o caminho dos pobres! Pai e filho dormem com a mesma jovem, profanando assim o meu nome santo.
8. Diante de todos os altares eles se deitam sobre roupas penhoradas e no templo do seu deus bebem o vinho de juros.
9. E à frente de vocês, fui eu quem derrotou os amorreus, altos como cedros do Líbano e fortes como carvalhos: os frutos deles, eu cortei por cima, e por baixo as suas raízes.
10. Fui eu quem retirou vocês da terra do Egito e, através do deserto, guiei vocês durante quarenta anos, a fim de os tornar proprietários da terra dos amorreus.
11. Entre os filhos de vocês escolhi profetas, e entre os jovens de vocês escolhi homens consagrados. Não foi assim, ó filhos de Israel? - oráculo de Javé.
12. No entanto, vocês embriagaram os homens consagrados e taparam a boca dos profetas.
13. Pois eu vou abrir o chão debaixo de vocês, como abre o chão uma carroça carregada de feixes.
14. O mais veloz não conseguirá fugir, a força do valente de nada lhe valerá; o forte não escapará da morte,
15. o arqueiro não ficará de pé, o ligeiro das pernas não escapará, e nem mesmo o cavaleiro salvará a própria vida;
16. o mais corajoso dos guerreiros fugirá nu nesse dia! - oráculo de Javé.

[Amós 3]II. AMEAÇAS CONTRA AS INJUSTIÇAS



Amós 3

JAVÉ PEDE CONTAS
1. Escutem bem esta palavra que Javé diz a respeito de vocês, ó filhos de Israel, e a respeito de toda família que eu tirei da terra do Egito:
2. De todas as famílias da terra, você foi a única que eu conheci; e é justamente por isso que eu vou lhe pedir contas de todos os seus pecados.

A VOCAÇÃO PROFÉTICA
3. Será que duas pessoas andam juntas, sem antes estarem de acordo?
4. Ruge o leão na floresta, sem que tenha uma presa? Solta o leãozinho seu urro no esconderijo, sem que tenha a sua caça?
5. Cai o pássaro por terra, sem que haja armadilha? Levanta-se uma rede do chão, sem que tenha pego algo?
6. Soa a trombeta na cidade, sem que a população se alarme? Vem alguma desgraça sobre a cidade, sem que Deus a tenha mandado?
7. Do mesmo modo, o Senhor Javé não faz coisa alguma sem revelar seu segredo aos profetas, seus servos.
8. Ruge o leão: quem não temerá? Fala o Senhor Javé: quem não profetizará?

SAMARIA SERÁ DESTRUÍDA
9. Proclamem nos palácios de Azoto e nos palácios da terra do Egito. Digam a eles para se reunirem nas montanhas da Samaria, a fim de verem quantas desordens aí existem e quantos oprimidos há em seu meio!
10. Não sabem viver com honestidade - oráculo de Javé - aqueles que em seus palácios entesouram violência e opressão.
11. Portanto, assim diz Javé: O inimigo cercará o país, derrubará seu poder e saqueará seus palácios.
12. Assim diz Javé: Como o pastor salva da boca do leão duas patas ou um pedaço de orelha, assim se salvarão os filhos de Israel, que moram em Samaria sobre uma tábua de cama ou sobre uma coberta de damasco.

NÃO HAVERÁ REFÚGIO
13. Escutem e testemunhem contra a casa de Jacó - oráculo do Senhor Javé, Deus dos exércitos.
14. No dia em que eu pedir contas a Israel de seus crimes, pedirei contas pelo altar de Betel; as pontas do altar serão quebradas e cairão por terra.
15. Vou derrubar a casa de inverno, junto com a casa de verão. Serão destruídas as casas de marfim, desaparecerão os palácios de luxo - oráculo de Javé.

[Amós 4]Amós 4



AS DAMAS DA SOCIEDADE
1. Escutem esta palavra, vacas de Basã, que moram no monte de Samaria: vocês que oprimem os fracos, maltratam os necessitados, e dizem a seus maridos: "Tragam algo para beber".
2. O Senhor Javé jura por sua santidade que para vocês há de chegar o dia em que serão carregadas com ganchos e seus filhos em arpões.
3. Terão que passar, uma atrás da outra, pela brecha da muralha, e para o Hermon serão levadas - oráculo de Javé.

UM CULTO QUE CONDENA
4. Dirijam-se a Betel, e pequem; vão a Guilgal, e pequem ainda mais! Ofereçam de manhã seus sacrifícios e ao terceiro dia levem seus dízimos!
5. Ofereçam pão fermentado como sacrifício de louvor e proclamem em alta voz as ofertas espontâneas! Pois é disso que vocês gostam, filhos de Israel! - Oráculo do Senhor Javé.

ADVERTÊNCIA SEM CONVERSÃO
6. Eu deixei limpos os seus dentes em todas as cidades, e de todos os lugares retirei o pão. Mas nem assim mesmo vocês voltaram para mim! Oráculo de Javé.
7. De vocês eu escondi a chuva, três meses antes da colheita; eu mandava chover numa cidade e não fazia chover na outra; numa roça eu mandava chover, e a outra, onde não chovia, secava.
8. Duas ou três cidades iam cambaleando beber água em outra cidade, e não conseguiam matar a sede. Mas nem assim mesmo vocês voltaram para mim! Oráculo de Javé.
9. Com o carvão e a ferrugem do trigo eu castiguei vocês; sequei suas hortas e vinhedos e o gafanhoto comeu suas figueiras e oliveiras. Mas nem assim mesmo vocês voltaram para mim! Oráculo de Javé.
10. Uma peste eu lhes mandei, igual às pragas do Egito; matei seus guerreiros à espada, e os cavalos foram levados pelo inimigo. Fiz subir pelas narinas de vocês o mau cheiro do acampamento. Mas nem assim mesmo vocês voltaram para mim! Oráculo de Javé.
11. Eu revirei vocês de cabeça para baixo, como Deus fez com Sodoma e Gomorra, e vocês ficaram como tição puxado do fogo. Mas nem assim mesmo vocês voltaram para mim! Oráculo de Javé.
12. Pois é assim que eu tratarei você, Israel. E porque vou tratá-lo assim, prepare-se, Israel, para encontrar-se com seu Deus!

HOMENAGEM A JAVÉ
13. Vejam: ele forma os montes e cria os ventos; manifesta seu pensamento ao homem; faz a aurora e o crepúsculo e caminha sobre as alturas da terra: seu nome é Javé, Deus dos exércitos.

[Amós 5]Amós 5



LAMENTAÇÃO
1. Escutem esta palavra que vou pronunciar contra vocês; é uma lamentação por você, casa de Israel:
2. Caiu para nunca mais se levantar, a jovem Israel! Está prostrada no seu próprio chão, não há quem a levante!
3. Pois assim diz o Senhor Javé à casa de Israel: A cidade que punha em campo mil guerreiros, ficará apenas com cem; aquela que saía com cem, ficará apenas com dez.

PROCUREM A MIM, E VOCÊS VIVERÃO
4. Assim diz Javé à casa de Israel: Procurem a mim, e vocês viverão.
5. Não procurem Betel, não façam romarias a Guilgal, nem corram para Bersabéia. Pois Guilgal irá toda para o exílio e Betel será reduzida a nada.
6. Procurem a Javé, e vocês viverão. Senão, ele virá como um fogo sobre a casa de José e a queimará, e em Betel não haverá quem o apague.
7. Ai dos que transformam o direito em veneno e atiram a justiça por terra.

HINO AO CRIADOR
8 . É ele quem fez as Plêiades e o Órion, é ele quem transforma as trevas em aurora o dia em noite escura. Ele convoca as águas do mar para inundar a face da terra. Seu nome é Javé.
9 . É ele quem determina a invasão da fortaleza e comanda a destruição da praça forte.

O PROCESSO CONTRA A RIQUEZA
10. Eles odeiam os que defendem o justo no tribunal e têm horror de quem fala a verdade.
11. Porque esmagam o fraco, cobrando dele o imposto do trigo, eles poderão construir casas de pedras lavradas, mas nelas jamais irão morar; poderão plantar vinhas de ótima qualidade, mas do seu vinho não beberão.
12. Pois eu sei como são numerosos os seus crimes e graves os seus pecados: exploram o justo, aceitam subornos e enganam os necessitados no tribunal!
13. É por isso que nesse tempo o prudente se cala, pois o tempo é de desgraça.

CONVERTAM-SE!
14. Procurem o bem e não o mal; então vocês viverão. Quem sabe, assim - como vocês dizem - Javé, Deus dos exércitos, estará com vocês.
15. Odeiem o mal e amem o bem; restabeleçam o direito no tribunal. Quem sabe, assim, Javé, Deus dos exércitos, terá misericórdia do resto de José.

A RUÍNA ESTÁ CHEGANDO
16. Assim diz Javé, o Senhor Deus dos exércitos: Em todas as ruas haverá gemidos, em todas as vielas dirão: "Ai, ai!" Chamarão para o luto o lavrador, e para o choro aqueles que sabem lamentar.
17. Em todos os vinhedos haverá gemidos, porque eu passarei no meio de você - diz Javé.

O DIA DE JAVÉ
18. Ai dos que vivem suspirando pelo Dia de Javé! Como será para vocês o Dia de Javé? Será trevas, e não luz.
19. Será como o indivíduo que foge do leão e topa com o urso; ou como a pessoa que, entrando em casa, apóia a mão na parede e é mordido pela cobra.
20. Pois o Dia de Javé, por acaso não será trevas, ao invés de luz, escuridão sem claridade alguma?

O VERDADEIRO CULTO
21. Eu detesto e desprezo as festas de vocês; tenho horror dessas reuniões.
22. Ainda que vocês me ofereçam sacrifícios, suas ofertas não me agradarão, nem olharei para as oferendas gordas.
23. Longe de mim o barulho de seus cânticos, nem quero ouvir a música de suas liras.
24. Eu quero, isto sim, é ver brotar o direito como água e correr a justiça como riacho que não seca.
25. Vocês por acaso fizeram ofertas ou me ofereceram sacrifícios durante os quarenta anos de deserto, ó casa de Israel?
26. Vocês terão que carregar o seu próprio rei Sacut, e o ídolo Caivã, imagens de deuses que vocês fizeram para vocês próprios usarem.
27. Porque eu vou levar vocês para o exílio, para muito além de Damasco - diz Javé, que se chama Deus dos exércitos.

[Amós 6]Amós 6



O PRIVILÉGIO VAI ACABAR
1. Ai dos que vivem tranqüilos em Sião e se sentem seguros no monte de Samaria; os nobres da primeira dentre as nações, aos quais recorre a casa de Israel!
2. Vão a Calane para ver; daí, passem à grande cidade de Emat; depois desçam a Gat dos filisteus. Será que vocês são melhores que esses reinos? E o território de vocês, será maior que o deles?
3. Aplicando o poder da violência, vocês pensam que estão afastando o dia fatal.
4. Deitam-se em camas de marfim; esparramam-se em cima de sofás, comendo cordeiros do rebanho e novilhos cevados em estábulos;
5. cantarolam ao som da lira, inventando, como Davi, instrumentos musicais;
6. bebem canecões de vinho, usam os mais caros perfumes, sem se importar com a ruína de José!
7. Por isso, vocês irão acorrentados à frente dos exilados. Acabou-se a festa dos boas-vidas.

TUDO SERÁ DESTRUÍDO
8. Oráculo de Javé, Deus dos exércitos: Jura o Senhor Javé por sua própria vida: Eu detesto o orgulho de Jacó, eu odeio seus palácios. Vou entregar a cidade inteira e tudo o que nela existe.
9. Se numa casa sobrarem dez homens, todos morrerão.
10. Pouca gente ficará para tirar da casa os cadáveres. Alguém perguntará ao outro que está no fundo da casa: "Há mais alguém aí com você?" E o outro responderá: "Acabou!" E dirá: "Silêncio!" Porque não se deve mencionar o nome de Javé.
11. Aqui está o que Javé ordena: Que se arrebente a casa grande em pedaços e a casa pequena em frangalhos.
12. No meio de pedras, podem os cavalos correr? No meio do mar, os bois podem arar? No entanto, vocês fizeram do direito um veneno, e do fruto da justiça um amargor!
13. Vocês fazem festa por causa de Lo-Dabar, e dizem: "Não foi por nossa força que conquistamos Carnaim?"
14. Pois bem, ó casa de Israel: eu vou levantar contra vocês uma nação que os esmagará desde a entrada de Emat até o riacho da Arabá - oráculo de Javé, Deus dos exércitos.

[Amós 7]III. VISÕES



Amós 7

PRIMEIRA VISÃO: DEUS NÃO CASTIGARÁ O POVO
1. Isto me mostrou o Senhor Javé: Apareceu uma nuvem de gafanhotos pouco antes da colheita do feno, depois de cortado o feno do rei.
2. Quando iam acabar com todo o verde da terra, eu disse: "Por favor, Javé, perdoa! Jacó é tão pequeno! Como poderá resistir?"
3. Então Javé se compadeceu, e disse: "Isso não vai acontecer" - diz Javé.

SEGUNDA VISÃO: DEUS NÃO CASTIGARÁ O POVO
4. Isto me mostrou o Senhor Javé: O Senhor Javé convocava o fogo para fazer o julgamento. O fogo consumia o grande oceano e devorava as roças.
5. E eu disse: "Por favor, pára, Senhor Javé! Jacó é tão pequeno! Como poderá resistir?"
6. Javé se compadeceu, e disse: "Nem isso acontecerá" - diz Javé.

TERCEIRA VISÃO: ISTO JAVÉ NÃO VAI PERDOAR
7. Isto me mostrou o Senhor Javé: Javé estava sobre um muro e, na mão, tinha um prumo.
8. E Javé me disse: "O que é que você está vendo, Amós?" Eu respondi: "Um prumo". E ele me disse: "Vou tirar o nível do meu povo Israel. Não o perdoarei mais.
9. Serão arrasados os lugares altos de Isaac, os santuários de Israel serão destruídos, e eu empunharei a espada contra a dinastia de Jeroboão".

AMÓS É ACUSADO DE SUBVERSÃO
10. Amasias, sacerdote de Betel, mandou falar assim a Jeroboão, rei de Israel: "Amós está tramando contra Vossa Majestade, dentro do reino de Israel. O país não pode tolerar mais as suas palavras,


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   137   138   139   140   141   142   143   144   ...   197


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal