Origem do mundo e da humanidade a criaçÃo gênesis 1 a humanidade, ponto alto da criaçÃO



Baixar 5.7 Mb.
Página26/197
Encontro29.07.2016
Tamanho5.7 Mb.
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   197

43. Para os rubenitas era Bosor, no deserto sobre o planalto. Para os gaditas, Ramot em Galaad. E para os manassitas, Golã em Basã.

II. SEGUNDO DISCURSO DE MOISÉS: O FUNDAMENTO DA ALIANÇA

RESUMO HISTÓRICO
44. Esta é a Lei que Moisés promulgou para os filhos de Israel.
45. São estes os testemunhos, estatutos e normas que Moisés comunicou aos filhos de Israel, quando saíram do Egito.
46. Ele os comunicou no outro lado do Jordão, no vale próximo a Bet-Fegor, na terra de Seon, o rei dos amorreus que habitava em Hesebon. Moisés e os filhos de Israel o venceram ao saírem do Egito,
47. conquistando o seu território, assim como o território de Og, rei de Basã. Eram dois reis amorreus que viviam no lado oriental do Jordão.
48. O território conquistado ia desde Aroer, que está nas encostas do vale do rio Arnon, até o monte Sarion, isto é, o Hermon,
49. toda a região da Arabá no lado oriental do Jordão, até ao mar da Arabá, ao pé das encostas do Fasga.

[Deuteronômio 5]Deuteronômio 5



PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ALIANÇA
1. Moisés convocou todo o Israel e disse: "Ouça, Israel, os estatutos e normas que hoje eu proclamo aos seus ouvidos, para que os aprendam e cuidem de praticar:
2. Javé nosso Deus fez uma aliança conosco no Horeb.
3. Javé não fez essa aliança com nossos antepassados, mas conosco, que hoje aqui estamos, todos vivos.
4. Javé falou com vocês, face a face, sobre a montanha, do meio do fogo.
5. Eu estava entre Javé e vocês, para lhes anunciar a palavra de Javé, pois vocês ficaram com medo do fogo e não subiram à montanha. Javé então me falou:
6. 'Eu sou Javé seu Deus, que o tirou da terra do Egito, da casa da escravidão.
7. Não tenha outros deuses diante de mim.
8. Não faça ídolos para você, nenhuma representação do que existe no céu, na terra ou nas águas que estão debaixo da terra.
9. Não se prostre diante desses deuses, nem os sirva, porque eu, Javé seu Deus, sou um Deus ciumento: quando me odeiam, eu castigo a culpa dos pais em seus filhos, netos e bisnetos;
10. e trato com amor, por mil gerações, quando me amam e guardam os meus mandamentos.
11. Não pronuncie em vão o nome de Javé seu Deus, porque Javé não deixará sem punição aquele que pronunciar o seu nome em vão.
12. Observe o dia de sábado, para santificá-lo, como ordenou Javé seu Deus.
13. Trabalhe durante seis dias e faça todas as suas tarefas.
14. O sétimo dia, porém, é o sábado de Javé seu Deus. Não faça trabalho nenhum, nem você, nem seu filho, nem sua filha, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu boi, nem seu jumento, nem qualquer um de seus animais, nem o imigrante que vive em suas cidades. Desse modo, seu escravo e sua escrava poderão repousar como você.
15. Lembre-se: você foi escravo na terra do Egito, e Javé seu Deus o tirou de lá com mão forte e braço estendido. É por isso que Javé seu Deus ordenou que você guardasse o dia de sábado.
16. Honre seu pai e sua mãe, como Javé seu Deus lhe ordenou, para que sua vida se prolongue e tudo corra bem para você na terra que Javé seu Deus agora lhe dá.
17. Não mate.
18. Não cometa adultério.
19. Não roube.
20. Não dê falso testemunho contra seu próximo.
21. Não cobice a mulher do seu próximo, nem deseje para você a casa do seu próximo, nem o campo, nem o escravo, nem a escrava, nem o boi, nem o jumento, nem coisa alguma que pertença ao seu próximo'.
22. Foram essas as palavras que Javé dirigiu em alta voz a toda a assembléia de vocês reunida no monte, do meio do fogo, em meio a trevas, nuvens e escuridão. Sem nada acrescentar, Javé as gravou sobre duas tábuas de pedra e as entregou a mim.

RENOVAÇÃO DA ALIANÇA
23. Quando vocês ouviram a voz que vinha do meio das trevas, enquanto a montanha ardia em fogo, vocês todos, chefes das tribos e anciãos, se aproximaram de mim
24. e disseram: 'Javé nosso Deus mostrou-nos a sua glória e grandeza, e nós ouvimos a sua voz do meio do fogo. Hoje vimos que Deus pode falar ao homem, sem que este morra.
25. E agora, por que iríamos morrer? Esse fogo pode nos devorar! Se continuarmos a ouvir a voz de Javé nosso Deus nós vamos morrer.
26. De fato, qual é o mortal capaz de ouvir como nós a voz do Deus vivo falando do meio do fogo, e ainda continuar vivo?
27. Aproxime-se você, e ouça tudo o que Javé nosso Deus vai dizer. Depois você nos comunicará tudo o que Javé nosso Deus falar a você: nós ouviremos e colocaremos em prática'.
28. Javé ouviu o que vocês me falaram e me disse: 'Escutei o que esse povo falou a você. Ele tem razão.
29. Tomara que conserve sempre essa atitude, para me temer e observar continuamente todos os meus mandamentos, de modo que tudo corra bem para ele e seus filhos para sempre.
30. Vá e diga-lhes: Voltem para suas tendas.
31. Quanto a você, fique aqui comigo, para que eu lhe comunique todos os mandamentos, estatutos e normas que você ensinará a eles a fim de que os pratiquem na terra cuja posse eu lhes darei'.

A OBEDIÊNCIA QUE LEVA À VIDA
32. Portanto, procurem agir de acordo com todas as coisas que Javé seu Deus lhes manda. Não se desviem nem para a direita nem para a esquerda.
33. Sigam o caminho que Javé seu Deus lhes ordenou, para que vivam, sejam felizes e prolonguem a vida na terra que irão ocupar.

[Deuteronômio 6]Deuteronômio 6



1. São estes os mandamentos, estatutos e normas que Javé seu Deus mandou ensinar a vocês, para que os coloquem em prática ali na terra onde vão entrar a fim de tomarem posse.
2. Tema a Javé seu Deus, e observe todos os seus estatutos e mandamentos que hoje eu ordeno a você, a seu filho e a seu neto, durante todos os dias de sua vida, para que sua vida se prolongue.
3. Portanto, Israel, ouça e procure colocar em prática o que será bom para você e que o multiplicará muito, como Javé, o Deus de seus antepassados, lhe disse ao entregar a você uma terra onde corre leite e mel.

O AMOR É A TAREFA DA VIDA
4. Ouça, Israel! Javé nosso Deus é o único Javé.
5. Portanto, ame a Javé seu Deus com todo o seu coração, com toda a sua alma e com toda a sua força.
6. Que estas palavras, que hoje eu lhe ordeno, estejam em seu coração.
7. Você as inculcará em seus filhos, e delas falará sentado em sua casa e andando em seu caminho, estando deitado e de pé.
8. Você também as amarrará em sua mão como sinal, e elas serão como faixa entre seus olhos.
9. Você as escreverá nos batentes de sua casa e nas portas da cidade.

NÃO SE ESQUEÇA DE JAVÉ
10. Quando Javé seu Deus o introduzir na terra que jurou a seus antepassados Abraão, Isaac e Jacó, que daria a você, com cidades grandes e ricas que você não construiu,
11. casas cheias de riquezas que você não encheu, poços abertos que você não cavou, vinhas e olivais que você não plantou; quando você comer e ficar satisfeito,
12. preste atenção a si mesmo: não se esqueça de Javé, que tirou você do Egito, da casa da escravidão.
13. É a Javé seu Deus que você temerá; sirva a ele e jure pelo seu nome.
14. Não sigam deuses estrangeiros, deuses de povos vizinhos,
15. porque Javé seu Deus é um Deus ciumento que mora no meio de você. A cólera de Javé seu Deus se inflamaria contra você, e ele o exterminaria da face da terra.
16. Não tentem a Javé seu Deus, como vocês o tentaram em Massa.
17. Observem cuidadosamente os mandamentos de Javé seu Deus, e também os testemunhos e estatutos que ele ordenou a você.
18. Faça o que é correto e bom aos olhos de Javé, para que tudo corra bem, e você chegue a tomar posse da terra boa que Javé prometeu a seus antepassados,
19. expulsando de sua frente todos os seus inimigos. Foi isso que Javé prometeu.

EDUCAR PARA A JUSTIÇA
20. Amanhã seu filho vai lhe perguntar: 'O que significam esses testemunhos, estatutos e normas que Javé nosso Deus ordenou a vocês?'
21'. Então você responderá a seu filho: 'Nós éramos escravos do Faraó no Egito, mas Javé nos tirou do Egito com mão forte.
22. Diante dos nossos olhos Javé realizou sinais e prodígios grandes e terríveis contra o Egito, contra o Faraó e toda a sua corte.
23. Quanto a nós, porém, ele nos tirou de lá para nos introduzir aqui e nos dar a terra que havia prometido a nossos antepassados.
24. Javé, então, nos ordenou cumprir todos esses estatutos, temendo a Javé nosso Deus, para que sempre tudo nos corra bem e para nos dar a vida, como hoje se vê.
25. Esta será a nossa justiça: cuidarmos de colocar em prática todos esses mandamentos diante de Javé nosso Deus, conforme ele nos ordenou'.

[Deuteronômio 7]Deuteronômio 7



UM POVO CONSAGRADO A JAVÉ
1. Quando Javé seu Deus o introduzir na terra onde você está entrando para tomar posse; quando ele tiver expulsado nações mais numerosas que você - os heteus, gergeseus, amorreus, cananeus, ferezeus, heveus e jebuseus - sete nações mais numerosas que você;
2. quando Javé seu Deus as entregar a você, você as vencerá e as sacrificará como anátema. Não faça aliança nenhuma com elas e não as trate com piedade.
3. Não crie laços de parentesco com elas: não dê sua filha a um dos filhos delas, nem tome uma das filhas delas para o seu filho,
4. porque o seu filho se afastaria de mim para servir outros deuses; então a cólera de Javé se inflamaria contra você e o destruiria rapidamente.
5. Vocês devem tratá-las da seguinte maneira: demolir seus altares, destruir suas estelas, arrancar seus postes sagrados e queimar seus ídolos.
6. Pois você é um povo consagrado a Javé seu Deus: foi a você que Javé seu Deus escolheu para que pertença a ele como povo próprio, entre todos os povos da terra.

A ESCOLHA DE JAVÉ
7. Se Javé se afeiçoou a vocês e os escolheu, não é porque vocês são os mais numerosos entre todos os outros povos; pelo contrário, vocês são o menor de todos os povos!
8. Foi por amor a vocês e para manter a promessa que ele jurou aos antepassados de vocês. É por isso que Javé os tirou com mão forte e os resgatou da casa da escravidão, da mão do Faraó, rei do Egito.
9. Saiba, portanto, que Javé seu Deus é o único Deus, o Deus fiel, que mantém a aliança e o amor por mil gerações, em favor dos que o amam e observam seus mandamentos.
10. Mas ele é também aquele que retribui diretamente aos que o odeiam: faz perecer sem demora aquele que o odeia, retribuindo-lhe diretamente.
11. Observe, pois, os mandamentos, estatutos e normas que eu hoje lhe ordeno cumprir.
12. Se vocês ouvirem essas normas e as colocarem em prática, Javé seu Deus também manterá com você a aliança e o amor que ele jurou a seus antepassados.
13. Ele o amará, abençoará e multiplicará; abençoará o fruto do seu ventre e o fruto do seu solo; abençoará seu trigo, seu vinho novo, seu óleo, a cria de suas vacas e a prole de suas ovelhas, na terra que vai dar a você, conforme prometeu a seus antepassados.
14. Você vai ser abençoado mais do que todos os outros povos: no seu meio, nem o homem, nem a mulher, nem o seu gado serão estéreis.
15. Javé afastará de você qualquer doença e todas as graves enfermidades do Egito, que você conhece muito bem. Ele as mandará não para você, mas para todos os que odeiam a você.

O POVO DE DEUS NÃO DEVE TEMER
16. Devore, portanto, todos os povos que Javé seu Deus entregar a você. Não os trate com piedade, nem sirva a seus deuses. Seria uma armadilha para você.
17. Talvez você pense: 'Estas nações são mais numerosas do que eu. Como poderia expulsá-las?'
18. Não tenha medo delas. Lembre-se do que Javé seu Deus fez ao Faraó e a todo o Egito;
19. as grandes provas que os olhos de vocês viram, os sinais e prodígios, a mão forte e o braço estendido com que Javé seu Deus fez você sair de lá. Javé seu Deus tratará do mesmo modo a todos os povos de que você tem medo.
20. Javé seu Deus, além disso, mandará vespas contra eles, de modo que perecerão até os que restarem e se esconderem de você.
21. Não trema diante deles, porque Javé seu Deus, que habita no meio de você, é Deus grande e terrível.
22. Javé seu Deus irá expulsando pouco a pouco da frente de você essas nações. Você não poderá exterminá-las rapidamente, senão as feras do campo se multiplicariam contra você.
23. É Javé seu Deus quem vai entregar essas nações a você: elas ficarão perturbadas até serem completamente exterminadas.
24. Javé entregará os reis delas, e você fará desaparecer o nome delas de debaixo do céu: ninguém lhe resistirá, até que você destrua a todos.
25. Queime as imagens dos deuses delas; não cobice a prata e o ouro que os recobrem, nem os tome para você, para não cair numa armadilha, pois são coisa abominável a Javé seu Deus.
26. Portanto, não coloque uma coisa abominável dentro de casa: você se tornaria anátema como ela. Considere essas coisas como imundas e abomináveis, pois elas são anátemas.

[Deuteronômio 8]Deuteronômio 8



PEDAGOGIA DO DESERTO
1. Observem todos os mandamentos que hoje lhes ordeno cumprir, para que vivam e se multipliquem, entrem e tomem posse da terra que Javé prometeu com juramento a seus antepassados.
2. Lembre-se, porém, de todo o caminho que Javé seu Deus fez você percorrer durante quarenta anos no deserto, a fim de o humilhar e o colocar à prova, para conhecer suas intenções: será que você iria observar os mandamentos dele ou não?
3. Ele humilhou você, fez você sentir fome e o alimentou com o maná, que nem você nem seus antepassados conheciam, tudo para mostrar a você que o homem não vive só de pão, mas que o homem vive de tudo aquilo que sai da boca de Javé.
4. As roupas que você usava não se gastaram, nem seu pé inchou durante esses quarenta anos.
5. Portanto, reconheça em seu coração que Javé seu Deus educava você como o homem educa o próprio filho.

O TEMOR DE JAVÉ
6. Observe os mandamentos de Javé seu Deus para você andar nos caminhos dele e o temer.
7. Olhe! Javé seu Deus vai introduzir você numa terra boa: terra cheia de ribeirões de água e de fontes profundas que jorram no vale e na montanha;
8. terra de trigo e cevada, de vinhas, figueiras e romãzeiras, terra de oliveiras, de azeite e de mel;
9. terra onde você comerá pão sem escasses, pois nela nada lhe faltará; terra cujas pedras são de ferro, e de cujas montanhas você extrairá o cobre.
10. Quando você comer e ficar satisfeito, bendiga a Javé seu Deus pela boa terra que lhe deu.
11. Contudo, preste atenção a si mesmo, para não se esquecer de Javé seu Deus e não deixar de cumprir seus mandamentos, normas e estatutos, que hoje eu ordeno a você.
12. Não aconteça que, tendo comido e estando satisfeito, havendo construído casas boas e habitando nelas,
13. tendo se multiplicado seus bois e aumentado suas ovelhas, e multiplicando-se também sua prata e seu ouro e tudo o que você possui,
14. não aconteça que seu coração fique cheio de orgulho, e você se esqueça de Javé seu Deus, que o tirou do Egito, da casa da escravidão;
15. que conduziu você através daquele grande e terrível deserto, cheio de serpentes venenosas, escorpiões e sede; que fez jorrar para você água da mais dura pedra, onde não havia água;
16. que sustentava você no deserto com o maná, que seus antepassados não conheceram: tudo isso para humilhar e provar você, a fim de lhe fazer o bem no futuro.
17. Portanto, não vá pensar: 'Foi a minha força e o poder de minhas mãos que me conquistaram essas riquezas'.
18. Lembre-se de Javé seu Deus, pois é ele quem lhe dá força para se enriquecer, mantendo a aliança que jurou a seus antepassados, como hoje se vê.
19. Todavia, se você esquecer completamente Javé seu Deus, seguindo, servindo e adorando outros deuses, hoje eu lhes garanto que vocês morrerão.
20. Vocês perecerão exatamente como as nações que Javé destruirá diante de vocês, por não terem obedecido a Javé seu Deus.

[Deuteronômio 9]Deuteronômio 9



DIANTE DE DEUS NÃO EXISTE MÉRITO
1. Ouça, Israel: Hoje você está atravessando o rio Jordão para conquistar nações maiores e mais poderosas que você, cidades grandes e fortificadas até o céu.
2. Os enacim são um povo forte e de grande estatura. Você os conhece, porque ouviu dizer: 'Quem poderia resistir aos filhos de Enac?'
3. Por isso hoje você ficará sabendo que Javé seu Deus vai atravessar na sua frente como fogo devorador. Ele é quem vai exterminá-los e submetê-los a você. Então você os desalojará e rapidamente os destruirá, como Javé prometeu.
4. Quando Javé seu Deus os tiver expulsado da sua frente, não vá pensar: 'Foi por causa da minha justiça que Javé me fez entrar e tomar posse desta terra'. Não. É por causa da injustiça dessas nações que Javé as expulsará da sua frente.
5. Se você vai conquistar essas terras, não é por causa da sua justiça e honradez, e sim porque Javé seu Deus vai expulsá-las da sua frente por causa da injustiça delas, e também para cumprir a promessa que ele havia jurado a seus antepassados Abraão, Isaac e Jacó.
6. Saiba, portanto: não é por causa da justiça de você que Javé seu Deus lhe concede possuir esta terra boa, pois você é um povo de cabeça dura.

REVENDO OS PRIMEIROS ERROS
7. Lembre-se, e não se esqueça, de que no deserto você irritou Javé seu Deus. Vocês estão sendo rebeldes a Javé, desde o dia em que saíram do Egito até que chegaram a este lugar.
8. Até mesmo no Horeb vocês irritaram a Javé. E Javé ficou furioso com vocês e quis destruí-los.
9. Quando eu subi à montanha para receber as tábuas de pedra, as tábuas da aliança que Javé fez com vocês, eu fiquei na montanha durante quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água.
10. Então Javé me entregou as duas tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus. Nelas estavam todas as palavras que Javé tinha falado com vocês na montanha, do meio do fogo, no dia da assembléia.
11. Depois de quarenta dias e quarenta noites, Javé me entregou as duas tábuas de pedra, as tábuas da aliança,
12. e me disse: 'Levante-se e desça depressa, porque o seu povo, o povo que você tirou do Egito, já se corrompeu. Já se desviaram do caminho que eu lhes ordenei: fundiram para si um ídolo de metal'.
13. E Javé acrescentou: 'Vejo que esse povo é um povo de cabeça dura.
14. Deixe-me destruí-lo e apagar o nome dele de debaixo do céu. Eu farei de você uma nação mais poderosa e numerosa do que esta'.
15. Virei-me e comecei a descer da montanha, enquanto ela ardia em fogo. Eu levava nas mãos as duas tábuas da aliança.
16. Então olhei, e era um fato: vocês tinham pecado contra Javé seu Deus. Tinham feito um bezerro de metal derretido, afastando-se bem depressa do caminho que Javé lhes havia ordenado.
17. Peguei então as duas tábuas, joguei-as com as duas mãos, quebrando-as diante dos olhos de vocês.
18. Depois me prostrei diante de Javé, como da primeira vez, durante quarenta dias e quarenta noites. Não comi pão nem bebi água, por causa do pecado que vocês cometeram, fazendo o que era mau aos olhos de Javé, a ponto de

provocar a sua cólera.


19. Fiquei com medo da cólera e do furor que Javé estava dirigindo contra vocês, pois ele queria até destruí-los. Javé, porém, me ouviu ainda esta vez.
20. Javé também ficou furioso contra Aarão, e queria destruí-lo. E nesse dia eu supliquei também por Aarão.
21. Depois peguei o pecado que vocês tinham cometido, o bezerro, e o queimei. Em seguida o esmaguei, moendo completamente, até transformá-lo em pó, e o joguei no riacho que desce da montanha.
22. Vocês também irritaram continuamente a Javé em Tabera, em Massa e em Cemitério da Avidez.
23. E quando Javé enviou vocês de Cades Barne, ele disse: 'Subam e tomem posse da terra que eu lhes dei'. Mas vocês se revoltaram contra a ordem de Javé seu Deus, e não lhe deram crédito nem lhe obedeceram.
24. Vocês são rebeldes a Javé desde o dia em que eu os conheci.
25. Prostrei-me então diante de Javé. E fiquei prostrado durante quarenta dias e quarenta noites, porque Javé ameaçava destruir vocês.
26. Então supliquei a Javé: 'Javé, meu Senhor, não destruas o teu povo, a tua herança. Tu o resgataste com tua grandeza. Tu o tiraste do Egito com mão forte.
27. Lembra-te dos teus servos. Abraão, Isaac e Jacó. Não olhes para a teimosia deste povo, para a sua maldade e seu pecado,
28. para que não venham a dizer na terra de onde nos tiraste: Javé não foi capaz de conduzi-los para a terra que lhes tinha prometido! Ele os fez sair por ódio, para matá-los no deserto!
29. Apesar de tudo, eles são o teu povo e a tua herança. Tu os fizeste sair com a tua grande força e com o teu braço estendido'.

[Deuteronômio 10]Deuteronômio 10



SINAL DE COMPROMISSO
1. Naquela ocasião, Javé me disse: 'Corte duas tábuas de pedra, como as primeiras, e suba até mim na montanha. Faça também uma arca de madeira.
2. Sobre as tábuas eu vou escrever as palavras que estavam sobre aquelas primeiras tábuas que você quebrou. E você as colocará na arca'.
3. Então eu fiz uma arca de madeira de acácia, cortei duas tábuas de pedra, como as primeiras, e subi à montanha com as duas tábuas na mão.
4. Então Javé escreveu sobre as tábuas o mesmo texto que havia escrito antes, as Dez Palavras que Javé tinha falado para vocês na montanha, do meio do fogo, no dia da assembléia. Em seguida, Javé me entregou as tábuas.
5. Depois virei-me, desci da montanha e coloquei as duas tábuas na arca que eu havia preparado. Elas continuam ali, como Javé me ordenou.
6. Os filhos de Israel partiram, então, dos poços de Benê-Jacã para Mosera. Foi aí que Aarão morreu e foi sepultado. Seu filho Eleazar lhe sucedeu no sacerdócio.
7. Daí partiram para Gadgad, e de Gadgad para Jetebata, uma terra cheia de ribeirões de água.
8. Foi nessa ocasião que Javé destacou a tribo de Levi para levar a arca da aliança de Javé e ficar à disposição de Javé, para servi-lo e abençoar em seu nome, até o dia de hoje.
9. É por isso que Levi não recebeu parte na herança de seus irmãos: a herança dele é Javé, como Javé seu Deus lhe havia falado.
10. Fiquei na montanha por quarenta dias e quarenta noites, como na primeira vez. Ainda desta vez Javé me ouviu e não quis destruir você.
11. Javé então me disse: 'Levante-se e caminhe à frente deste povo, para que tomem posse da terra que eu lhes darei, conforme prometi a seus antepassados'.

AS EXIGÊNCIAS DA ALIANÇA
12. E agora, Israel, o que é que Javé seu Deus lhe pede? Somente isto: que você tema a Javé seu Deus. Que ande em seus caminhos e o ame. Que sirva Javé seu Deus com todo o seu coração e com toda a sua alma.
13. E que observe os mandamentos de Javé e os estatutos que eu hoje lhe ordeno, para o seu bem.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   197


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal