Origem do mundo e da humanidade a criaçÃo gênesis 1 a humanidade, ponto alto da criaçÃO


Moisés foi homem de Deus, e seus filhos receberam o nome da tribo de Levi. 15



Baixar 5.7 Mb.
Página60/197
Encontro29.07.2016
Tamanho5.7 Mb.
1   ...   56   57   58   59   60   61   62   63   ...   197

14. Moisés foi homem de Deus, e seus filhos receberam o nome da tribo de Levi.
15. Filhos de Moisés: Gersam e Eliezer.
16. O filho mais velho de Gersam era Subael.
17. Roobias foi o filho mais velho de Eliezer, que não teve outros filhos. Roobias, porém, teve muitos filhos.
18. O filho mais velho de Isaar era Salomit.
19. Filhos de Hebron: Jerias, o mais velho; Amarias, o segundo; Jaaziel, o terceiro; Jecmaam, o quarto.
20. Filhos de Oziel: Micas, o mais velho, e Jesias, o segundo.
21. Filhos de Merari: Mooli e Musi. Filhos de Mooli: Eleazar e Cis.
22. Eleazar não deixou filhos, mas só filhas, que se casaram com seus parentes, os filhos de Cis.
23. Musi teve três filhos: Mooli, Éder e Jerimot.
24. Esses eram os descendentes de Levi, conforme suas famílias, os chefes de famílias, como resultou do recenseamento feito por verificação nominal e individual. Eles tinham como encargo o culto no Templo de Javé, a partir da idade de vinte anos.
25. Isso porque Davi tinha dito: "Javé, Deus de Israel, deu o descanso a seu povo e passou a morar em Jerusalém para sempre.
26. Os levitas, portanto, não terão mais de carregar a Habitação e os objetos destinados ao serviço dela".
27. Por isso, conforme as últimas disposições de Davi, os levitas eram recenseados a partir dos vinte anos.
28. A função deles é estar à disposição dos descendentes de Aarão, para o serviço do Templo de Javé, nos átrios e nas salas, para limpar tudo o que é consagrado e para fazer o serviço do Templo de Deus.
29. Também são encarregados de colocar em ordem os pães, a flor de farinha para a oblação, os pães sem fermento, os assados e cozidos, e todas as medidas de capacidade e comprimento.
30. Devem comparecer de manhã e de tarde para celebrar e louvar a Javé,
31. e também para oferecer todos os holocaustos a Javé nos sábados, luas novas e solenidades, conforme o número fixado pelo regulamento. Esse é o encargo permanente que eles têm diante de Javé.
32. Os levitas guardavam a Tenda da Reunião e o Santuário. Seus irmãos aaronitas vigiavam o serviço do Templo de Javé.

[I Crônicas 24]I Crônicas 24



UNIDADE NO EXERCÍCIO DO SACERDÓCIO
1. Classes dos descendentes de Aarão. Filhos de Aarão: Nadab, Abiú, Eleazar e Itamar.
2. Nadab e Abiú, porém, morreram antes de seu pai e não deixaram filhos. Eleazar e Itamar se tornaram sacerdotes.
3. Davi, juntamente com Sadoc, filho de Eleazar, e com Aquimelec, filho de Itamar, os dividiu em classes, de acordo com as funções de cada um.
4. Havia mais descendentes de Eleazar do que de Itamar. Por isso, foram assim classificados: dezesseis chefes de famílias de Eleazar, e oito de Itamar.
5. Tanto uns como outros foram distribuídos por sorteio, de forma que havia oficiais do Santuário e oficiais de Deus, tanto na família de Eleazar quanto na família de Itamar.
6. Semeías, secretário levita, filho de Natanael, os registrou na presença do rei, dos oficiais, do sacerdote Sadoc, de Aquimelec, filho de Abiatar, dos chefes de famílias, dos sacerdotes e dos levitas. Tirava-se a sorte, uma vez para a família de Eleazar e duas vezes para a família de Itamar.
7. O primeiro a ser sorteado foi Joiarib; o segundo, Jedeias;
8. o terceiro, Harim; o quarto, Seorim;
9. o quinto, Melquias; o sexto, Mainã;
10. o sétimo, Acos; o oitavo, Abias;
11. o nono, Jesua; o décimo, Sequenias;
12. o décimo primeiro, Eliasib; o décimo segundo, Jacim;
13. o décimo terceiro, Hofa; o décimo quarto, Isbaal;
14. o décimo quinto, Belga; o décimo sexto, Emer;
15. o décimo sétimo, Hezir; o décimo oitavo, Hafses;
16. o décimo nono, Fetatias; o vigésimo, Ezequiel;
17. o vigésimo primeiro, Jaquin; o vigésimo segundo, Gamul;
18. o vigésimo terceiro, Dalaías; o vigésimo quarto, Maazias.
19. Essa era a escala dos que prestavam serviço dentro do Templo de Javé, conforme as determinações dadas pelo seu antepassado Aarão, por ordem de Javé, o Deus de Israel.
20. Quanto aos outros descendentes de Levi, os chefes eram estes: Subael, da família de Amram; Jeedias, da família de Subael.
21. Da família de Roobias, o chefe era Jesias.
22. Da família de Isaar, o chefe era Solomot. Da família de Solomot, o chefe era Jaat.
23. Da família de Hebron: Jerias, o primeiro; Amarias, o segundo; Jaaziel, o terceiro; Jecmaam, o quarto.
24. Da família de Oziel, Micas. Da família de Micas, Samir.
25. Da família de Jesias, irmão de Micas, o chefe era Zacarias.
26. Filhos de Merari: Mooli e Musi. Jazias também era seu filho.
27. Descendentes de Merari, por parte de Jazias: Soam, Zacur e Hebri.
28. Mooli foi pai de Eleazar, que não deixou filhos.
29. Cis teve um filho: Jeramecl.
30. Filhos de Musi: Mooli, Éder e Jerimot. Essa era a descendência de Levi, dividida por famílias.
31. Da mesma forma como seus irmãos da família de Aarão, esses também tiraram a sorte na presença do rei Davi, de Sadoc, de Aquimelec e dos chefes de famílias sacerdotais e levíticas. Foi a mesma coisa, tanto para as famílias principais dos levitas, como para as familias menores.

[I Crônicas 25]I Crônicas 25



FUNÇÃO PROFÉTICA DOS CANTORES
1. Para o serviço do culto, Davi e os diretores do culto destacaram os filhos de Asaf, de Emã e de Iditun, profetas que se serviam de liras, cítaras e címbalos. Lista das pessoas empregadas nessa tarefa:
2. Da família de Asaf: Zacur, José, Natanias e Asarela. Eles dependiam de Asaf, que executava a música segundo as instruções do rei.
3. Da família de Iditun: Godolias, Sori, Jesaías, Hasabias e Matatias. Eram seis sob a direção de seu pai Iditum. Este, ao som de liras, profetizava para celebrar e louvar a Javé.
4. Da família de Emã: Bocias, Matanias, Oziel, Subael, Jerimot, Hananias, Hanani, Eliata, Gedelti, Romenti-Ezer, Jesbacasa, Meiloti, Otir e Maaziot.
5. Eram todos filhos de Emã, o vidente do rei, a quem ele transmitia a palavra de Deus. Para lhe exaltar o poder, Deus deu a Emã catorze filhos e três filhas.
6. Sob a direção do pai, todos eles participavam dos cânticos do Templo de Javé, ao som de címbalos, cítaras e liras, prestando serviço no Templo de Deus sob as ordens do rei. Asaf, Iditun e Emã,
7. que tinham aprendido a cantar para Javé, foram contados com seus parentes. Eram duzentos e oitenta e oito, todos hábeis em seu ofício.
8. Tiraram sorte para a escala do serviço, com iguais oportunidades para grandes e pequenos, para experientes e principiantes.
9. A sorte caiu primeiro para a família de Asaf: O primeiro foi José; com seus filhos e irmãos, eram doze. O segundo foi Godolias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
10. O terceiro foi Zacur; com seus filhos e irmãos, eram doze.
11. O quarto foi Isari; com seus filhos e irmãos, eram doze.
12. O quinto foi Natanias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
13. O sexto foi Bocias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
14. O sétimo foi Isreela; com seus filhos e irmãos, eram doze.
15. O oitavo foi Jesaías; com seus filhos e irmãos, eram doze.
16. O nono foi Matanias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
17. O décimo foi Semei; com seus filhos e irmãos, eram doze.
18. O décimo primeiro foi Azareel; com seus filhos e irmãos, eram doze.
19. O décimo segundo foi Hasabias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
20. O décimo terceiro foi Subael; com seus filhos e irmãos, eram doze.
21. O décimo quarto foi Matatias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
22. O décimo quinto foi Jerimot; com seus filhos e irmãos, eram doze.
23. O décimo sexto foi Hananias; com seus filhos e irmãos, eram doze.
24. O décimo sétimo foi Jesbacasa; com seus filhos e irmãos, eram doze.
25. O décimo oitavo foi Hanani; com seus filhos e irmãos, eram doze.
26. O décimo nono foi Meiloti; com seus filhos e irmãos, eram doze.
27. O vigésimo foi Eliata; com seus filhos e irmãos, eram doze.
28. O vigésimo primeiro foi Otir; com seus filhos e irmãos, eram doze.
29. O vigésimo segundo foi Gedelti; com seus filhos e irmãos, eram doze.
30. O vigésimo terceiro foi Maaziot; com seus filhos e irmãos, eram doze.
31. O vigésimo quarto foi Romenti-Ezer; com seus filhos e irmãos, eram doze.

[I Crônicas 26]I Crônicas 26



FUNÇÃO DOS GUARDAS E PORTEIROS
1. Lista dos porteiros: Da descendência de Meselemias, filho de outro Coré, que era descendente de Abiasaf.
2. Filhos de Meselemias: o primeiro, Zacarias; o segundo, Jediel; o terceiro, Zabadias; o quarto, Jatanael;
3. o quinto, Elam; o sexto, Joanã; o sétimo, Elioenai.
4. Filhos de Obed-Edom: Semeías, o mais velho; Jozabad, o segundo; Joaá, o terceiro; Sacar, o quarto; Natanael, o quinto;
5. Amiel, o sexto; Issacar, o sétimo; Folati, o oitavo, porque Deus o havia abençoado.
6. Os filhos que Semeías teve foram chefes de famílias, pois eram homens valentes.
7. Filhos de Semeías: Otni, Rafael, Obed, Elzabad e mais dois irmãos: Eliú e Samaquias. Todos homens de valor.
8. E todos eles faziam parte da descendência de Obed-Edom. Com seus filhos e suas famílias, eram sessenta e dois descendentes de Obed-Edom, e eram todos competentes na sua função.
9. Os filhos e irmãos de Meselemias eram dezoito homens valentes.
10. Hosa, filho de Merari, teve os seguintes filhos: o primeiro, Semri, que, mesmo não sendo o mais velho, seu pai fez dele o chefe;
11. Helcias, o segundo; Tebelias, o terceiro; Zacarias, o quarto. Os filhos e irmãos de Hosa eram treze homens ao todo.
12. Esses grupos de porteiros, tanto os chefes como os irmãos, foram encarregados do serviço do Templo de Javé.
13. Para cuidar de cada porta, eles tiraram sorte por famílias, fossem elas pequenas ou grandes.
14. O lado do nascente foi sorteado para Selemias, cujo filho Zacarias dava conselhos prudentes. Tiraram a sorte e o lado norte ficou para Zacarias.
15. Para Obed-Edom, foi sorteado o lado sul, ao passo que para seus filhos ficou a casa dos armazéns.
16. Para Sefim e para Hosa, coube o lado oeste, com a porta do Tronco Abatido, na ladeira. Os turnos da guarda eram proporcionais.
17. Estavam assim organizados: seis por dia, do lado do nascente; quatro ao norte e quatro ao sul; na casa dos armazéns, dois de cada lado;
18. e, no lado oeste, onde havia uma sacada, ficavam quatro na rua e dois na sacada.
19. Essas eram as classes dos porteiros, descendentes de Coré e Merari.
20. Seus irmãos levitas eram responsáveis pelo tesouro do Templo de Deus e por todas as ofertas votivas.
21. Eram eles: Os filhos de Leedã que, através dele, eram descendentes de Gérson. Seus chefes de famílias eram do ramo de Jaiel.
22. Da família de Jaiel, Zatam e Joel, que eram tesoureiros do Templo de Javé.
23. Havia também gente das famílias de Amram, Isaar, Hebron e Oziel.
24. Subael, da descendência de Gérson, filho de Moisés, era chefe do tesouro.
25. Havia também outros irmãos deles, descendentes de Eliezer: Roobias, Isaías, Jorão, Zecri e Salomit.
26. Esse Salomit, com seus irmãos, era responsável pela guarda de tudo o que fora consagrado pelo rei Davi, pelos chefes de grupos familiares, pelos comandantes de mil e de cem e pelos oficiais do exército.
27. Eram despojos de guerra doados por eles a fim de reforçar o tesouro do Templo de Javé,
28. e tudo o que fora doado pelo vidente Samuel, por Saul, filho de Cis, por Abner, filho de Ner, e por Joab, filho de Sárvia. Tudo o que se consagrava, era confiado a Salomit e seus irmãos.
29. Conenias e seus filhos, descendentes de Isaar, eram encarregados dos assuntos profanos que se referiam aos israelitas, como oficiais de justiça e juízes.
30. Hasabias e seus irmãos, descendentes de Hebron, um total de mil e setecentos soldados, cuidavam da segurança de Israel do lado de lá do rio Jordão, a partir da planície; olhavam os interesses de Javé e o serviço do rei.
31. O chefe dos descendentes de Hebron era Jerias. No ano quarenta do reinado de Davi, foi feita uma pesquisa sobre a árvore genealógica dos hebronitas e se encontrou entre eles gente de armas em Jazer de Galaad.
32. Essa família contava com dois mil e setecentos chefes de famílias guerreiros. Foi a eles que o rei Davi confiou as tribos de Rúben e Gad e a meia tribo de Manassés, para os afazeres de Deus e os negócios do rei.

[I Crônicas 27]I Crônicas 27



ORGANIZAÇÃO CIVIL E MILITAR
1. Aqui está a organização dos israelitas segundo seu número, chefes de famílias, comandantes de mil e de cem, oficiais a serviço do rei, para qualquer assunto. Durante o ano inteiro, faziam turnos de mês em mês. E cada classe compreendia vinte e quatro mil homens.
2. Jesboam, filho de Zabdiel, estava à frente da primeira classe, responsável pelo primeiro mês. Essa classe tinha vinte e quatro mil homens.
3. Ele era descendente de Farés e chefe dos oficiais de todo o primeiro mês.
4. Dudi, filho de Aoé, comandava a classe encarregada do segundo mês. Essa classe tinha vinte e quatro mil homens.
5. O chefe da terceira classe, nomeada para o terceiro mês, era Banaías, filho do sacerdote-chefe Joiada. Respondia por uma classe de vinte e quatro mil homens.
6. Banaías era um dos trinta valentes. Ele respondia pelos Trinta e também por sua classe. Amizabab era o nome do seu filho.
7. Azael, irmão de Joab, estava encarregado do quarto mês. Seu filho Zabadias ficou em seu lugar. A classe era também de vinte e quatro mil homens.
8. Samaot, da descendência de Zaré, foi o oficial nomeado para o quinto mês. Sua classe tinha vinte e quatro mil homens.
9. Para o sexto mês foi nomeado Hira, filho de Aces, do povoado de Técua. Também sua classe tinha vinte e quatro mil homens.
10. O sétimo, encarregado do sétimo mês, era Heles, da descendência de Falet, da família de Efraim. Sua classe era de vinte e quatro mil homens.
11. Sobocai, do povoado de Husa, da descendência de Zaré, foi encarregado do oitavo mês, com uma classe de vinte e quatro mil homens.
12. Para o nono mês, foi nomeado Abiezer, da tribo de Benjamim e da cidade de Anatot. Chefiava também vinte e quatro mil homens.
13. Marai, da descendência de Zaré e da cidade de Netofa, ficou em décimo lugar, nomeado para o décimo mês. Sua classe tinha também vinte e quatro mil homens.
14. Para o décimo primeiro mês, o chefe era Banaías, da família de Faraton, filho de Efraim. A sua classe era de vinte e quatro mil homens.
15. Em décimo segundo lugar, para cobrir o último mês, foi nomeado Holdai, da cidade de Netofa de Otoniel, com uma classe de vinte e quatro mil homens.
16. Chefes das tribos de Israel: Da tribo de Rúben, o chefe era Eliezer, filho de Zecri. Da tribo de Simeão, era Safatias, filho de Maaca.
17. Da tribo de Levi, era Hasabias, filho de Camuel. De Aarão era Sadoc.
18. Eliú, irmão de Davi, comandava a tribo de Judá. Amri, filho de Miguel, comandava a de Issacar.
19. Jesmaías, filho de Abdias, comandava a de Zabulon. O chefe da tribo de Neftali era Jerimot, filho de Ozriel.
20. Da tribo de Efraim, era Oséias, filho de Ozazias. Da meia tribo de Manassés, era Joel, filho de Fadaías.
21. Da outra meia tribo de Manassés, que vivia em Galaad, o chefe era Jado, filho de Zacarias. Da tribo de Benjamim, era Jesiel, filho de Abner.
22. Finalmente, a tribo de Dã tinha como chefe Ezriel, filho de Jeroam. Eram esses os chefes das tribos de Israel.
23. Davi não mandou fazer o recenseamento das pessoas de vinte anos para baixo, porque Javé mesmo tinha dito que multiplicaria os israelitas como as estrelas do céu.
24. Joab, filho de Sárvia, começou o recenseamento, mas não terminou, porque a ira caiu sobre Israel e, assim, esse número não corresponde ao número que está nos Anais do rei Davi.
25. O responsável pelas provisões do rei era Azmot, filho de Adiel. O responsável pelas provisões na zona rural, nas cidades, povoados e fortalezas da província, era Jônatas, filho de Ozias.
26. O responsável pelos lavradores e agricultores era Ezri, filho de Quelub.
27. O responsável pelos vinhedos era Semei, do povoado de Ramá. O responsável pelos encarregados dos depósitos de vinho nos vinhedos era Zabdi, do povoado de Sefam.
28. O responsável pelas oliveiras e sicômoros da Planície era Baalanã, do povoado de Gader. O responsável pelas reservas de azeite era Joás.
29. O responsável pelo gado que pastava em Saron era Setrai, do povoado de Saron; o responsável pelo gado nos vales era Safat, filho de Adli.
30. O responsável pelos camelos era Ubil, o ismaelita. O responsável pelas jumentas era Jadias, do povoado de Meranot.
31. O responsável pelas ovelhas era Jaziz, o agareno. Eram esses os responsáveis pelos bens que pertenciam ao rei.
32. Jônatas, tio de Davi, bom conselheiro, homem ponderado e culto, e Jaiel, filho de Hacamon, cuidavam dos filhos do rei.
33. Aquitofel era conselheiro do rei. O araquita Cusai era o amigo do rei.
34. Joiada, filho de Banaías, e Abiatar, sucederam a Aquitofel. Joab era o comandante dos exércitos do rei.

[I Crônicas 28]I Crônicas 28



O TEMPLO, CENTRO DA VIDA DO POVO
1. Davi convocou em Jerusalém todas as autoridades de Israel, a saber: chefes de tribos, chefes das classes que serviam ao rei, comandantes de mil e de cem, chefes de todos os bens e rebanhos do rei e de seus filhos, os altos funcionários do palácio, os valentes e todos os guerreiros.
2. Davi ficou de pé e tomou a palavra: "Irmãos e povo meu, queiram escutar-me um pouco. Eu tinha a intenção de construir um Templo para ser a moradia da Arca da Aliança de Javé e que servisse de pedestal para o nosso Deus. Cheguei até a fazer os preparativos para a construção.
3. Deus, porém, me disse: 'Não é você quem vai construir um Templo para o meu Nome, pois você foi guerreiro e derramou muito sangue'.
4. Javé, o Deus de Israel, me escolheu do meio de toda a minha família para ser rei de Israel para sempre. De fato, escolheu Judá como tribo-chefe. Dentro de Judá, escolheu a família do meu pai e, entre meus irmãos, escolheu a mim, para me fazer rei de todo o Israel.
5. Entre os muitos filhos que Javé me deu, ele escolheu Salomão para que ocupe o trono real de Javé sobre Israel.
6. Javé me disse: 'Seu filho Salomão construirá minha residência e meus átrios, pois eu o escolhi como filho, e serei um pai para ele.
7. Vou firmar o reino dele para sempre, se ele for fiel em praticar meus mandamentos e normas, como tem feito até hoje'.
8. Portanto, na presença de todo o Israel, a comunidade de Javé, tomando nosso Deus como testemunha, guardem e busquem seguir todos os mandamentos de Javé, seu Deus, para que conservem a posse desta terra boa e a deixem como herança aos filhos de vocês, para sempre.
9. Quanto a você, Salomão, meu filho, reconheça o Deus do seu pai e o sirva de todo o coração e com generosidade de espírito, pois Javé sonda todos os corações e penetra todas as intenções do espírito. Se você o procurar, ele se deixará encontrar. Mas, se você o abandonar, ele se afastará para sempre.
10. Veja bem! Javé escolheu você para construir um santuário para ele. Coragem e mãos à obra!"
11. Davi entregou a seu filho Salomão o projeto do pórtico e do Templo, dos armazéns, das salas superiores, dos aposentos internos e da sala do propiciatório.
12. Entregou também o projeto de tudo o que tinha em mente para os átrios do Templo de Javé, para as alas ao redor, para os tesouros do Templo de Deus e para as ofertas votivas.
13. Entregou também o projeto para as classes de sacerdotes e levitas, para os serviços do culto no Templo e para os utensílios do Templo de Javé.
14. Deixou também programada a quantidade de ouro que cada objeto de ouro deveria ter, conforme sua serventia, e a quantidade de prata que, de acordo com a sua utilização, cada objeto de prata deveria ter.
15. Entregou o desenho dos candelabros de ouro e de prata e de suas respectivas lâmpadas, determinando, conforme a finalidade de cada um, a quantidade de ouro ou prata que deveria ter.
16. Deixou também marcada a quantidade de ouro para as mesas de ouro, que serviriam para os pães consagrados, como também a prata que se deveria empregar nas mesas de prata,
17. os garfos, as taças para a aspersão, as ânforas de ouro puro, a quantidade de ouro para cada tipo de taça.
18. Também determinou a quantidade de ouro refinado que o altar do incenso deveria ter. Deu-lhe o modelo do carro dos querubins de ouro, que cobriam com suas asas a Arca da Aliança de Javé.
19. Tudo isso estava num escrito que Javé havia entregado a Davi, explicando a fabricação do modelo.
20. Então Davi falou a seu filho Salomão: "Força! Coragem! Mãos à obra! Nada de medo ou receio, pois Javé Deus, o meu Deus, está com você. Ele não vai deixar nem abandonar você, enquanto não terminar o serviço de construção do Templo de Javé.
21. Aí estão as classes de sacerdotes e levitas, para todo o serviço do Templo de Deus. Todos os profissionais de qualquer especialidade ajudarão você nessa obra. Os chefes e todo o povo estarão às suas ordens".

[I Crônicas 29]I Crônicas 29



OFERTA DO POVO E PARA O POVO
1. Depois Davi falou a toda a assembléia: "O meu filho Salomão, que Deus escolheu, é moço e fraco. E a missão dele é grande, porque não se trata de construir uma casa para nenhum homem, mas um Templo para Javé Deus.
2. Por isso, fui fazendo os preparativos, conforme pude: ouro, para os objetos de ouro; prata, para os objetos de prata; bronze, para os objetos de bronze; ferro, para os objetos de ferro; madeira para toda a mobília, pedras de ônix e de engastar, pedras ornamentais e coloridas, todo tipo de pedra preciosa e muito alabastro.
3. Por amor ao Templo do meu Deus, além de tudo o que preparei para o Santuário, entreguei também os meus tesouros de ouro e prata:
4. cem toneladas de ouro, ouro de Ofir, e duzentas e quarenta toneladas de prata refinada para revestir as paredes das salas,
5. para os objetos de ouro e prata e para o trabalho dos ourives. E pergunto: Quem está disposto a fazer hoje um donativo a Javé?"
6. Então os chefes de famílias, os chefes das tribos de Israel, os comandantes de mil e de cem, e os chefes de obras do rei se prontificaram a fazer ofertas.
7. Deram para a construção do Templo de Deus cento e setenta toneladas de ouro, dez mil moedas, trezentas e quarenta toneladas de prata, seiscentas toneladas de bronze e três mil e quatrocentas toneladas de ferro.
8. Quem tinha pedras preciosas ofereceu-as também ao tesouro do Templo de Javé, confiando-as a Jaiel, descendente de Gérson.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   56   57   58   59   60   61   62   63   ...   197


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal