Origem do mundo e da humanidade a criaçÃo gênesis 1 a humanidade, ponto alto da criaçÃO


Seu trono é de Deus, e permanece para sempre! O cetro do seu reino é cetro de retidão! 8



Baixar 5.7 Mb.
Página85/197
Encontro29.07.2016
Tamanho5.7 Mb.
1   ...   81   82   83   84   85   86   87   88   ...   197

7. Seu trono é de Deus, e permanece para sempre! O cetro do seu reino é cetro de retidão!
8. Você ama a justiça e odeia a injustiça: por isso o Senhor seu Deus o ungiu com perfume de festa, entre todos os seus companheiros.
9. Mirra e aloés perfumam as suas vestes, e o som das cordas o alegra nos palácios de marfim.
10. Filhas de reis saem ao seu encontro. De pé, à sua direita, está a rainha, ornada com ouro de Ofir.
11. Ouça, filha, veja e incline o seu ouvido: esqueça o seu povo e a casa de seu pai,
12. pois o rei se apaixonou por sua beleza. Prostre-se na frente dele, pois é o seu senhor!
13. A cidade de Tiro vem com seus presentes, os povos mais ricos buscam o favor dele.
14. Entra agora a princesa, belíssima, vestida com pérolas e brocados.
15. Eles a levam perante o rei, com séquito de virgens, e suas companheiras a seguem.
16. Com júbilo e alegria a conduzem, e elas entram no palácio real.
17. "Em lugar dos seus pais, virão seus filhos, e você os nomeará príncipes sobre toda a terra".
18. Vou comemorar o nome dele de geração em geração, e os povos o louvarão, para sempre e eternamente.

[Salmos 46]Salmos 46



DEUS ESTÁ CONOSCO
1. Do mestre de canto. Dos filhos de Coré. Com oboé. Cântico.
2. Deus é nosso refúgio e nossa força, defensor sempre alerta nos perigos.
3. Por isso não tememos se a terra vacila, se as montanhas se abalam no seio do mar;
4. se as águas do mar estrondam e fervem, e por sua fúria estremecem os montes.

Javé dos Exércitos está conosco, nossa fortaleza é o Deus de Jacó!
5. O correr das águas alegra a cidade de Deus, o Altíssimo consagra a sua moradia.
6. Deus está em seu meio: ela é inabalável. Deus a socorre ao romper da manhã.
7. Povos estrondam, reinos se abalam, mas ele ergue sua voz, e a terra estremece.
8. Javé dos Exércitos está conosco, nossa fortaleza é o Deus de Jacó!
9. Venham ver os atos de Javé, os assombros que ele fez na terra:
10. acaba com as guerras até os confins do mundo, quebra os arcos, despedaça as lanças, e ateia fogo nos carros.
11. "Rendei-vos e reconhecei: Eu sou Deus, mais alto que os povos, mais alto que a terra!"
12. Javé dos Exércitos está conosco, nossa fortaleza é o Deus de Jacó!

[Salmos 47]Salmos 47



DEUS REINA SOBRE AS NAÇÕES
1. Do mestre de canto. Dos filhos de Coré. Salmo.
2. Povos todos, batam palmas, aclamem a Deus com gritos de alegria!
3. Porque Javé Altíssimo é terrível, é o grande rei sobre toda a terra.
4. Ele submete as nações ao nosso poder, e coloca os povos debaixo de nossos pés.
5. Escolheu para nós uma herança, o orgulho de Jacó, seu amado.
6. Deus sobe por entre ovações, Javé, ao toque da trombeta.
7. Toquem para o nosso Deus, toquem! Toquem para o nosso Rei, toquem!
8. Porque Deus é o rei de toda a terra: toquem com maestria!
9. Deus reina sobre as nações, Deus se assenta em seu trono sagrado.
10. Os príncipes dos povos se aliam com o povo do Deus de Abraão, porque os grandes da terra pertencem a Deus, e ele subiu ao lugar mais alto.

[Salmos 48]Salmos 48



O DEUS VIVO É O NOSSO ALIADO
1. Cântico. Salmo. Dos filhos de Coré.
2. Javé é grande e muito louvável na cidade do nosso Deus.
3. Seu monte santo, belo em altura, alegria de toda a terra: o monte Sião, vértice do céu, cidade do grande rei.
4. Entre seus palácios, Deus se mostrou como fortaleza.
5. Vejam: os reis se aliaram para juntos atacá-la.
6. Ao vê-la, porém, ficaram aterrados, e, apavorados, fugiram depressa;
7. Então apossou-se deles um tremor como dores de parto,
8. como vento do deserto, que destroça os navios de Társis.
9. Conforme ouvimos, assim também vimos na cidade de Javé dos Exércitos, na cidade do nosso Deus: Deus a estabeleceu para sempre!
10. Ó Deus, nós meditamos o teu amor no meio do teu templo.
11. Como o teu nome, ó Deus, também o teu louvor atinge os limites da terra. Tua direita está cheia de justiça:
12. o monte Sião se alegra e as cidades de Judá exultam, por causa dos teus julgamentos.
13. Rodeiem e percorram Sião, contando as torres dela.
14. Admirem suas muralhas e observem seus palácios, para contar à geração futura:
15. "Este Deus é o nosso Deus". Ele nos conduzirá por todo o sempre.

[Salmos 49]Salmos 49



A VIDA É DOM, E NÃO MERCADORIA
1. Do mestre de canto. Dos filhos de Coré. Salmo.
2. Escutem isto, povos todos; prestem atenção, habitantes do mundo,
3. plebeus e nobres, ricos e pobres:
4. Minha boca falará com sabedoria, e minhas reflexões serão inteligentes.
5. Vou abrir meu ouvido a um provérbio, ao som da lira proporei o meu enigma.
6. Por que vou temer os dias maus, quando os maus me cercam e espreitam,
7. eles que confiam na sua fortuna e se gloriam da sua riqueza imensa?
8. O homem não pode comprar seu próprio resgate, nem pagar a Deus o preço de si mesmo.
9. É tão caro o resgate da vida, que nunca bastará
10. para ele viver perpetuamente, sem nunca ver a cova.
11. Vejam: os sábios morrem, perecem junto com o imbecil e o insensato, deixando sua fortuna para outros.
12. O túmulo é sua morada perpétua e sua casa, de geração em geração, embora tenham dado o seu nome às terras!
13. O homem não permanece com seu esplendor, é como animal que perece.
14. Esse é o caminho dos que confiam em si, o destino dos homens satisfeitos.
15. São como rebanho destinado ao túmulo: a morte é o seu pastor, vão direto para a sepultura; sua figura se desvanece, e o túmulo é a sua moradia.
16. Quanto a mim, Deus resgata a minha vida, tira-me das garras da morte, e me toma consigo.
17. Você, não se preocupe quando alguém enriquece, quando o luxo da casa dele se multiplica.
18. Quando ele morrer, nada levará, e seu luxo não descerá com ele.
19. Enquanto vivia, ele mesmo se felicitava: "Todos o aplaudem, pois tudo vai bem para você!"
20. Ele vai juntar-se aos antepassados, que nunca mais verão a luz.
21. O homem rico sem inteligência é como animal que perece!

[Salmos 50]Salmos 50



DEUS NÃO É CÚMPLICE DA INJUSTIÇA
1. Salmo. De Asaf. Javé, o Deus dos deuses, fala, convocando a terra, do nascente ao poente.
2. De Sião, a formosa, Deus resplandece:
3. o nosso Deus vem, e não vai se calar. À sua frente, vem um fogo devorador, e, ao seu redor, tempestade violenta.
4. Do alto ele convoca céu e terra para julgar o seu povo:
5. "Reúnam junto a mim os meus fiéis, que selaram minha aliança com sacrifício!"
6. Que o céu proclame a sua justiça, pois o próprio Deus vai julgar.
7. "Ouça, meu povo, que eu vou falar a você, Israel, eu vou testemunhar contra você. Eu sou Deus, o seu Deus!
8. Não acuso você pelos seus sacrifícios, porque seus holocaustos estão sempre diante de mim.
9. Porém, não vou tomar nenhum novilho de sua casa, e nem mesmo um cabrito de seus currais;
10. pois são minhas todas as feras da selva, e os animais das montanhas, aos milhares.
11. Conheço todos os pássaros do céu, e o rebanho dos campos me pertence.
12. Se eu tivesse fome, não diria a você, pois o mundo é meu, e tudo o que nele existe.
13. Por acaso eu comeria carne de touros, ou beberia sangue de cabritos?
14. Ofereça a Deus um sacrifício de confissão, e cumpra os seus votos ao Altíssimo.
15. Invoque-me no dia da angústia: eu o livrarei, e você me glorificará".
16. Ao injusto, porém, Deus declara: "De que adianta você recitar meus preceitos e ter sempre na boca a minha aliança,
17. se você detesta a disciplina e rejeita as minhas palavras?
18. Se você vê um ladrão, você o acompanha e se mistura com os adúlteros.
19. Você solta sua boca para o mal, e seus lábios tramam a fraude.
20. Você se assenta para falar contra o seu irmão, e desonra o filho de sua mãe.
21. Você se comporta assim, e eu devo me calar? Você imagina que eu seja como você? Eu o acuso e coloco tudo diante dos seus olhos!"
22. Considerem isso, vocês que se esquecem de Deus. Senão, eu vou dilacerar vocês, e ninguém os libertará!
23. Quem me oferece um sacrifício de confissão me glorifica; e a quem segue o bom caminho, eu mostrarei a salvação de Deus.

[Salmos 51]Salmos 51



DO MUNDO DO PECADO PARA O REINO DA GRAÇA
1. Do mestre de canto. Salmo. De Davi.
2. Quando o profeta Natã foi encontrá-lo, após ele ter estado com Betsabéia.
3. Tem piedade de mim, ó Deus, por teu amor! Por tua grande compaixão, apaga a minha culpa!
4. Lava-me da minha injustiça e purifica-me do meu pecado!
5. Porque eu reconheço a minha culpa, e o meu pecado está sempre na minha frente;
6. pequei contra ti, somente contra ti, praticando o que é mau aos teus olhos. Tu és justo, portanto, ao falar, e, no julgamento, serás o inocente.
7. Eis que eu nasci na culpa, e minha mãe já me concebeu pecador.
8. Tu amas o coração sincero, e, no íntimo, me ensinas a sabedoria.
9. Purifica-me com o hissopo, e eu ficarei puro. Lava-me, e eu ficarei mais branco do que a neve.
10. Faze-me ouvir o júbilo e a alegria, e que se alegrem os ossos que esmagaste.
11. Esconde dos meus pecados a tua face, e apaga toda a minha culpa.
12. Ó Deus, cria em mim um coração puro, e renova no meu peito um espírito firme.
13. Não me rejeites para longe da tua face, não retires de mim teu santo espírito.
14. Devolve-me o júbilo da tua salvação, e que um espírito generoso me sustente.
15. Vou ensi

nar teus caminhos aos culpados, e os pecadores voltarão para ti.


16. Livra-me do sangue, ó Deus, ó Deus, meu salvador! E a minha língua cantará a tua justiça.
17. Senhor, abre os meus lábios, e minha boca anunciará o teu louvor.
18. Pois tu não queres sacrifício, e nenhum holocausto te agrada.
19. Meu sacrifício é um espírito contrito. Um coração contrito e esmagado tu não o desprezas.
20. Favorece a Sião, por tua bondade, reconstrói as muralhas de Jerusalém.
21. Então aceitarás os sacrifícios rituais, ofertas totais e holocaustos, e no teu altar se imolarão novilhos.

[Salmos 52]Salmos 52



JULGAMENTO DO INJUSTO
1. Do mestre de canto. Poema. De Davi.
2. Quando Doeg, o edomita, foi advertir a Saul, dizendo: "Davi entrou na casa de Abimelec".
3. Por que você se gloria com o mal e se gaba contra o fiel?
4. Você está o dia todo planejando ciladas; sua língua é navalha afiada, autora de fraudes.
5. Você prefere o mal, e não o bem, a mentira, e não a franqueza.
6. Você gosta de palavras corrosivas, ó língua fraudulenta.
7. Por isso Deus destruirá você para sempre, o abaterá e o varrerá da sua tenda; arrancará suas raízes do solo fértil.
8. Os justos verão isso e temerão, e rirão à custa dele, dizendo:
9. "Eis o homem que não colocou Deus como sua fortaleza. Confiou em sua grande riqueza e se fortaleceu com ciladas!"
10. Quanto a mim, como oliveira verdejante na casa de Deus, é no amor de Deus que eu confio, para sempre e eternamente.
11. Vou celebrar-te para sempre, porque agiste; e diante dos teus fiéis vou proclamar teu nome, porque ele é bom.

[Salmos 53]Salmos 53



DEUS REJEITA O OPRESSOR
1. Do mestre de canto. Para a doença. Poema. De Davi.
2. Diz o insensato no seu coração: "Deus não existe!" Corromperam-se, praticando abominações: não há um só que pratique o bem.
3. Do céu Deus se inclina sobre os filhos de Adão, para ver se existe alguém sensato, alguém que busque a Deus.
4. Todos se desviaram e ficaram obstinados: não há quem faça o bem, não há nem um sequer.
5. Será que os malfeitores não percebem, eles que devoram o meu povo, como se comessem pão, e não invocam a Deus?
6. Eles vão tremer de medo, porque Deus espalha os ossos do agressor, e ficarão envergonhados porque Deus os rejeita.
7. Oxalá venha de Sião a salvação para Israel! Quando Javé mudar a sorte do seu povo, Jacó exultará e Israel se alegrará.

[Salmos 54]Salmos 54



DEUS É FIEL AOS OPRIMIDOS
1. Do mestre de canto. Com instrumentos de corda. Poema. De Davi.
2. Quando os zifeus foram dizer a Saul: "Davi está escondido entre nós".
3. Salva-me, ó Deus, por teu nome! Pelo teu poder, faze justiça para mim!
4. Ouve, ó Deus, a minha prece, dá ouvido às palavras da minha boca!
5. Os soberbos se levantam contra mim, e os violentos perseguem a minha vida: eles não colocam Deus à sua frente.
6. Porém, Deus é o meu socorro, o Senhor é quem sustenta a minha vida.
7. Caia o mal sobre aqueles que me espreitam! Aniquila-os, Javé, por tua fidelidade!
8. Eu te oferecerei um sacrifício espontâneo, e agradecerei o teu nome, porque ele é bom;
9. porque me livrou das angústias todas, e eu contemplei a derrota dos meus inimigos.

[Salmos 55]Salmos 55



FUGIR, OU RECORRER A DEUS?
1. Do mestre de canto. Com instrumentos de corda. Poema. De Davi.
2. Dá ouvido à minha prece, ó Deus, não te furtes à minha súplica!
3. Presta atenção e responde-me, porque as ansiedades me agitam!
4. Estremeço ante a voz do inimigo, diante dos gritos do injusto. Eles fazem recair sobre mim calamidades, e me acusam com raiva.
5. Meu coração se contorce dentro de mim, e sobre mim caem terrores mortais;
6. medo e tremor me invadem, e um calafrio me envolve.
7. Então eu penso: "Quem me dera ter asas de pomba para eu sair voando e pousar...
8. Sim, eu fugiria para longe e pernoitaria no deserto.
9. Encontraria logo um refúgio contra o vento da calúnia,
10. contra o furacão que devora, Senhor, contra a torrente da língua deles". Vejo violência e discórdia na cidade:
11. dia e noite elas rondam por cima de suas muralhas. Dentro dela há crime e injustiça.
12. Dentro dela há calamidades, e a opressão e a fraude nunca se afastam de sua praça.
13. Se um inimigo me insultasse, eu poderia suportar; se meu adversário se erguesse contra mim, eu me esconderia dele.
14. Mas é você, homem igual a mim, meu amigo, meu confidente,
15. a quem me unia uma doce intimidade; andávamos juntos, em meio ao barulho, na casa de Deus.
16. Caia sobre eles a morte, desçam vivos ao túmulo, pois o mal se aninha entre eles!
17. Eu, porém, invoco a Deus, e Javé me salva.
18. De tarde, pela manhã e ao meio-dia eu me queixo, gemendo. E Deus ouve o meu grito.
19. Na paz ele resgata a minha vida da guerra que me fazem, pois são muitos contra mim.
20. Deus me ouve e os humilha, ele que reina desde sempre. Porque não querem emendar-se, nem temem a Deus.
21. Levantam as mãos contra seus próprios aliados, violando a aliança que fizeram.
22. Sua boca é mais lisa que o creme, mas a guerra está no seu coração. Suas palavras parecem suaves como óleo, porém são espadas desembainhadas.
23. Descarregue seu fardo em Javé, e ele cuidará de você. Ele jamais permitirá que o justo venha a tropeçar.
24. E tu, ó Deus, tu os farás descer ao fundo do poço! Esses homens sanguinários e impostores não chegarão à metade dos seus dias! Quanto a mim, eu confio em ti!

[Salmos 56]Salmos 56



DEUS SOCORRE O PERSEGUIDO
1. Do mestre de canto. Sobre: "A opressão dos príncipes longínquos". De Davi. À meia-voz. Quando os filisteus o prenderam em Gat.
2. Tem piedade de mim, ó Deus, porque me atormentam, o dia todo me atacam e me perseguem;
3. o dia todo me espreitam e atormentam, são muitos os que do alto me combatem.
4. Levanta-me no dia terrível, pois eu confio em ti.
5. Em Deus, cuja promessa eu louvo, nesse Deus eu confio, e não temerei! O que pode um mortal fazer contra mim?
6. Todos os dias eles discutem e planejam, maquinando o mal contra mim;
7. eles se reúnem, se escondem e observam meus passos, espreitando com avidez a minha vida.
8. Rejeita-os, por causa da injustiça deles! Ó Deus, derruba com tua ira os povos!
9. Anota em teu livro a minha vida errante, recolhe minhas lágrimas em teu odre!
10. Meus inimigos recuarão quando eu te invocar, e assim eu saberei que tu és o meu Deus.
11. Em Deus, cuja promessa eu louvo, em Javé, cuja promessa eu louvo,
12. nesse Deus eu confio, e não temerei! O que pode um homem fazer contra mim?
13. Eu mantenho os votos que fiz a ti ó Deus, eu os cumprirei com ação de graças,
14. porque livraste da morte a minha vida, e meus pés de uma queda, para que eu ande na presença de Deus, na luz dos vivos.

[Salmos 57]Salmos 57



A GLÓRIA DE DEUS É FAZER JUSTIÇA
1. Do mestre de canto. "Não destruas". De Davi. À meia-voz. Quando ele fugia de Saul na caverna.
2. Piedade, ó Deus, tem piedade de mim, pois eu me abrigo em ti; eu me abrigo à sombra de tuas asas, até que passe a desgraça.
3. Eu clamo ao Deus Altíssimo, ao Deus que faz tudo por mim.
4. Do céu ele me enviará a salvação, confundindo os que me atormentam! Deus enviará seu amor e sua fidelidade!
5. Estou deitado no meio de leões que devoram os homens; seus dentes são lanças e flechas, sua língua é espada afiada.
6. Eleva-te sobre o céu, ó Deus, e tua glória domine a terra inteira!
7. Eles armaram uma rede para meus pés, e eu baixei a cabeça; cavaram na minha frente um buraco, e foram eles que nele caíram.
8. Meu coração está firme, ó Deus, meu coração está firme. Vou cantar e tocar!
9. Desperta, glória minha! Despertem, cítara e harpa, que eu vou despertar a aurora!
10. Vou louvar-te entre os povos, Senhor, vou tocar para ti em meio às nações,
11. pois o teu amor é maior do que o céu, e a tua fidelidade alcança as nuvens.
12. Eleva-te sobre o céu, ó Deus, e tua glória domine a terra inteira!

[Salmos 58]Salmos 58



A MAIOR ALEGRIA DOS JUSTOS
1. Do mestre de canto. "Não destruas". De Davi. À meia-voz.
2. Poderosos, é verdade que vocês dão sentenças justas? Será que vocês julgam os homens com retidão?
3. Ao contrário! No coração, vocês planejam a injustiça, e, na terra, sua mão inclina a balança em favor do violento.
4. Desde o seio materno os injustos se extraviam, desde o ventre já falam mentiras.
5. Eles têm veneno como veneno de serpente, são como víbora surda, que tapa os ouvidos
6. para não ouvir a voz dos encantadores, do mais hábil em praticar encantamentos.
7. Ó Deus, quebra-lhes os dentes na boca! Javé arranca as presas desses leõezinhos!
8. Que se diluam como água escorrendo, que murchem como a erva pisada,
9. sejam como lesma, que se derrete ao caminhar, como aborto, que não chega a ver o sol!
10. Antes que brotem, como espinhos no espinheiro, verdes ou secos, que o furacão os carregue!
11. Que o justo se alegre ao ver a vingança, e lave seus pés no sangue do injusto.
12. E os homens comentem: "Sim! Existe um fruto para o justo, porque existe um Deus que faz justiça sobre a terra!"

[Salmos 59]Salmos 59



DEUS RI DOS INJUSTOS
1. Do mestre de canto. "Não destruas". De Davi. À meia-voz. Quando Saul mandou vigiar sua casa, para o matar.
2. Meu Deus, livra-me dos meus inimigos, protege-me dos meus agressores.
3. Livra-me dos malfeitores, salva-me dos homens sangüinários!
4. Pois eles espreitam minha vida, os poderosos se reúnem contra mim. Sem que eu tenha pecado ou faltado, Javé,
5. sem eu ter culpa, eles avançam para me atacar. Desperta! Vem ao meu encontro e olha!
6. Tu, Javé, Deus dos Exércitos, Deus de Israel! Levanta-te e castiga as nações todas, não tenhas piedade desses traidores!
7. Eles voltam pela tarde, latindo como cães, e rondam pela cidade.
8. Olha: eles alardeiam com sua boca, há espadas em seus lábios: "Alguém está ouvindo?"
9. E tu, Javé, tu ris à custa deles, e te divertes com todas as nações!
10. Ó força minha, eu olho para ti! Pois tu, ó Deus, tu és a minha fortaleza.
11. Que o teu amor vá na frente, ó Deus, e me faça ver a derrota dos que me espreitam.
12. Não os mates agora, para que o meu povo não se esqueça. Torna-os errantes e derruba-os, com teu poder, ó Senhor, nosso escudo!
13. Cada palavra de seus lábios é um pecado de sua boca. Fiquem presos no seu orgulho, na mentira e maldição que proferem.
14. Que a tua cólera os destrua, os destrua e não existam mais, para que se saiba que Deus governa, desde Jacó até os confins da terra.
15. Eles voltam pela tarde, latindo como cães, e rondam pela cidade.
16. Aí estão eles, caçando para comer, e, enquanto não se fartam, ficam rosnando.
17. Quanto a mim, vou cantar em louvor à tua força, vou aclamar teu amor pela manhã, porque tu foste a minha fortaleza, um refúgio no dia da angústia.
18. Ó força minha, vou tocar para ti, porque tu foste, ó Deus, a minha fortaleza!

[Salmos 60]Salmos 60



COM DEUS FAREMOS PROEZAS
1. Do mestre de canto. Sobre: "O lírio é o preceito". À meia-voz. De Davi. Para ensinar.
2. Quando ele lutou contra os arameus da Mesopotâmia e os arameus de Soba, e quando Joab voltou e derrotou Edom, cerca de doze mil homens, no Vale do Sal.
3. Ó Deus, tu nos rejeitaste e dispersaste. Estavas irritado. Restaura-nos!
4. Fizeste a terra tremer e a fendeste. Repara suas fendas, pois ela vacila!
5. Mostraste duras coisas ao teu povo, e nos fizeste beber um vinho estonteante.
6. Deste aos teus fiéis o sinal de retirada, para que fugissem diante dos arcos.
7. Para que teus amados sejam libertos, a tua mão salvadora responda para nós!
8. Deus falou em seu santuário: "Triunfante ocuparei Siquém, e repartirei o vale de Sucot.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   81   82   83   84   85   86   87   88   ...   197


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal